Ilha do Brocoió

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ilha de Brocoió)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ilha do Brocoió, Rio de Janeiro, Brasil.

A Ilha do Brocoió localiza-se no interior da baía de Guanabara, na cidade e Estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Integra o arquipélago da Ilha de Paquetá, da qual dista cerca de 300 metros.[1]

Originalmente constituída por duas pequenas ilhas interligadas, foi primitivamente utilizada como presídio para indígenas rebeldes. Posteriormente foi explorada como caieira, material de construção essencial à época do Brasil Colônia.

Na década de 1930, a ilha pertencia a Octávio Guinle, quando foi urbanizada pelo seu proprietário.[1] Para esse fim foram promovidos diversos aterros que alteraram significativamente a sua geografia, que hoje compreende aproximadamente 200.000 m² de superfície.

Adquirida em 1944 pela Prefeitura do então Distrito Federal, na gestão de Henrique Dodsworth, atualmente é de propriedade do governo do Estado do Rio de Janeiro, encontrando-se tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC). Nela se ergue o Palácio de Brocoió, utilizado como residência alternativa pelo Governador do Estado.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Gerbase, Fabíola (25 de agosto de 2013). «Ilha de Brocoió: um patrimônio sem uso, para o olhar de poucos». O Globo. Globo.com. Consultado em 18 de junho de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.