Região hidrográfica do Atlântico Nordeste Oriental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Em vermelho, a Área de abrangência das bacias da região hidrográfica do Atlântico Nordeste Oriental

A Região Hidrográfica do Atlântico Nordeste Oriental é uma das doze regiões hidrográficas do Brasil e sua abrangência abarca todas as bacias que estão entre a foz do São Francisco e a do Parnaíba.[1] Três de suas quatro maiores bacias nascem no planalto da Borborema: Piranhas–Açu (Borborema Paraibana Ocidental), Taperoá–Paraíba (Borborema Paraibana Oriental) e Beberibe–Capibaribe (Borborema Meridional ou Pernambucana).[1]

O mais longo rio e bacia dessa região hidrográfica dentre os que desaguam na costa Norte é, contudo, o Jaguaribe, que tem suas nascentes nos platôs da serra do Araripe, divisa entre Ceará e Pernambuco, e deságua no litoral cearense após percorrer 633 km numa bacia que cobre 72.043 km². Já a maior bacia da Costa Norte menos ocidental é o Açú e da costa leste o Paraíba do Norte. Outras bacias notáveis da costa leste são Mamanguape, Potengi, Curimataú, Guaju, Miriri, Paraíba do Meio (estado alagoano), etc. Na costa Norte também se destacam o Apodi, Acaraú e Ceará.[2][3]

Referências

  1. a b Adm. do portal (2008). «Regiões Hidrográficas». Agência Nacional de Águas – ANA. Consultado em 20 de fevereiro de 2014. 
  2. Adm. da CSBH. «Conheça nossa bacia hidrográfica». Comitê da CSBH do Médio Jaguaribe. Consultado em 6 de outubro de 2015. 
  3. Francisco J.S. Dias; et al. (2005). «Avaliação da hidroquímica e tempo de residência no estuaário do rio Jaguaribe – CE.». Anais da 57ª Reunião Anual da SBPC. Consultado em 6 de outubro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

.