Associação Atlética Carapebus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carapebus
CARAPEBUSwallpaper1.jpg
Nome Associação Atlética Carapebus
Alcunhas Carroça da Usina [1]
Fundação 12 de abril de 2006 (15 anos)
Estádio Estádio de Cardoso Moreira
Presidente Marcos Brito
Treinador Ronaldo Paixão
Material (d)esportivo Giggs
Competição Campeonato Carioca - Série B1
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual

Associação Atlética Carapebus é uma agremiação esportiva da cidade de Carapebus, no estado do Rio de Janeiro, fundada a 12 de abril de 2006. [2]

História[editar | editar código-fonte]

Apesar do nome, não se trata do Carapebus Esporte Clube, que disputou a Terceira e a Segunda Divisão durante a década de 90 e hoje se encontra na disputa do carioca da B2.

O novo Carapebus foi fundado para a disputa do Campeonato Estadual da Terceira Divisão de Profissionais de 2006. Trata-se de um clube-empresa formado pelos irmãos Lenildo e Luciano Lamoglia Bastos.

Em 2006, a campanha foi aquém do esperado. O time terminou a primeira fase em último lugar em sua chave, sendo eliminado da seguinte da competição. Os classificados em seu grupo foram Rio das Ostras Futebol Clube, Quissamã Futebol Clube e Silva Jardim Futebol Clube[3]

Após essa experiência, adveio um longo período de licença. O time não participaria das disputas de caráter profissional promovidas pela FFERJ até 2011, quando retornou à Terceira Divisão do Campeonato Carioca, na época chamada de Série C, quando fez uma campanha extraordinária sob o comando do técnico Luciano Lamoglia, então irmão do subsecretário de saúde e presidente, Lenildo Lamoglia Bastos. [4] [1]

Ao voltar a disputar competições oficiais no ano de 2011, a AA Carapebus consegue uma histórica e heroica classificação para a Segunda Divisão do Campeonato Carioca de 2012, quando, mesmo enfrentando problemas financeiros e com o time jogar sem receber, a AA Carapebus consegue o acesso na disputa do terceiro lugar contra o América de Três Rios.[5][1]

Utiliza-se do estádio de Cardoso Moreira.

Parceria com o Campos[editar | editar código-fonte]

Em 2015 o clube começou uma parceria com o Campos Atlético Associação.[6] Essa parceria fez o clube chegar a série A do Campeonato Carioca em 2017, porém com o rebaixamento de volta a série B1 a parceria terminou e o Campos se filiou a Ferj.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Cscr-featured.png Campeão Invicto

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
RJtrophy.png Taça Maracanã 1 2020 Cscr-featured.png

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Enviado em: 29 de maio de 2019


Goleiros
Jogador
Brasil Emannuel
Brasil Marcelo
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Patrick Z
Brasil Lucas Z
Brasil Nandinho Z
Brasil Tiririca Z
Brasil Ramon Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Ronalty M
Brasil Maranhão M
Brasil Werlley M
Brasil Júnior M
Atacantes
Jogador
Brasil Marquinhos
Brasil Rosiel
Brasil Baloteli
Brasil Renan
Brasil Vinícius
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Ronaldo Paixão T

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Escudo[editar | editar código-fonte]

Evolução do Escudo do Carapebus
2006 – 2017 2017 – 2020 2020 – Atual
CARAPEBUSwallpaper1.jpg AACarapebus.png CARAPEBUSwallpaper1.jpg


Referências

  1. a b c Rios, Por GLOBOESPORTE COM Três; RJ (2 de agosto de 2011). «Time sem salário garante vaga na Série B do Carioca de 2012». globoesporte.com. Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  2. «FERJ | Visualizar Clube». www.fferj.com.br. Consultado em 6 de dezembro de 2020 
  3. http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rj2006l3.htm Campeonato Estadual da Terceira Divisão de 2006
  4. Post, Guest (3 de novembro de 2020). «O Guia do Carioca B2 2020, a terceira divisão do RJ». Última Divisão. Consultado em 6 de dezembro de 2020 
  5. «História do Carapebus, o 'time sem salário', vira livro contado por jogador.». sportv.globo.com 
  6. «E se o Roxinho subir? Entenda a parceria entre Campos e Carapebus». globoesporte.globo.com 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.