Pedrinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Este artigo é sobre o personagem infantil. Para outras acepções, veja Pedrinho (desambiguação).
Pedro Encerrabodes de Oliveira
Pedrinho-e-Saci-Lobato.jpg
Pedrinho (esquerda) e o saci-pererê. Uma gravura de Manuel Victor Filho para o livro Caçadas de Pedrinho.
Morada São Paulo, Sítio do Picapau Amarelo (durante as férias)
Idade 10 Anos
Espécie Humano
Família Encerrabodes de Oliveira
Olhos Castanhos
Criado por Monteiro Lobato
Gênero(s) Masculino
Primeira aparição A Menina do Narizinho Arrebitado
Última aparição Histórias Diversas
Espécie Humano

Pedrinho é um personagem fictício das obras de Monteiro Lobato.

A personagem[editar | editar código-fonte]

Seu nome é Pedro Encerrabodes de Oliveira. É um menino bastante corajoso (seu único medo é de marimbondo) aventureiro, neto de Dona Benta e primo de Lúcia (Narizinho), Pedrinho mora na cidade e sempre vem passar as férias no sítio de sua avó. É lá que ele junto com sua prima, a boneca Emília, o Visconde de Sabugosa e outros tramam e aprontam várias travessuras e reinações no sítio e até aonde a imaginação os levarem. Ele tem 10 anos, e tem cabelos curtos. É bem aventureiro em Reinações de Narizinho, primeiro livro em que Pedrinho aparece. Em suas aventuras, sua arma é o Bodoque. O mês de seu aniversário é abril [1].

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Cinema e televisão[editar | editar código-fonte]

Pedrinho foi retratado pela primeira vez no filme teatral O Saci (1951), dirigido por Rodolfo Nanni, baseado no livro de mesmo nome. Lívio Nanni, que é sobrinho do diretor, interpretou o personagem no filme. [2] A partir de 1952, em uma série de televisão que foi ao ar pela extinta Rede Tupi, foi interpretado por vários atores, entre eles: André José Adler, Antonio Silvio Lefèvre (ver no Museu da TV) Sérgio Rosemberg, Julinho Simões, David José e Newton da Matta. Em uma série de televisão que foi exibida pela Rede Bandeirantes entre 1967 e 1969, foi interpretado por quatro atores (não identificados), durante os três anos em que ficou no ar. [3]

Em um segundo filme teatral, O Picapau Amarelo (1973), dirigido por Geraldo Sarno e baseado no livro de mesmo nome, Pedrinho foi interpretado por Cid Ribeiro. [4]

Júlio César, depois substituído por Marcello José Reina Patelli e por último por Daniel Lobo, interpretaram o personagem na série de televisão produzida, produzido pela Rede Globo entre 1977 a 1986, que é considerada um clássico.

César Cardadeiro como Pedrinho na fase de 2001

No remake da série da Rede Globo, iniciada em 2001, César Cardadeiro interpretou o personagem entre 2001 e 2003; João Vitor Silva em 2004 e 2005; Rodolfo Valente em 2006; e Vitor Mayer no último ano de exibição em 2007.

Na série animada de 2012, produzida pela Globo e Mixer, Vini Takahashi dublou a vóz de Pedrinho nos episódios da primeira temporada. [5] Takahashi foi substituido por Pedro Volpato nos episódios da segunda temporada. [6]

História em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Sítio do Picapau Amarelo tornou-se uma história em quadrinhos em 1979, publicada pela RGE. Os personagens mais tarde receberam seus próprios títulos, incluindo Pedrinho.

A série de TV de 2001 foi trazida para o formato de história em quadrinhos em 2003, para a campanha contra a fome nacional brasileira Fome Zero, intitulado Emília e a Turma do Sítio no Fome Zero. [7][8] Nesses quadrinhos, o design de Pedrinho foi baseado no figurino usado pelo ator César Cardadeiro, que interpretou o personagem nas temporadas de 2001 a 2003.

Entre 2006 e 2008 o personagem, assim como muitos outros que apareceram nos quadrinhos da Fome Zero, estrelou novas histórias ainda com seu design baseado no figurino de César Cardadeiro.

Referências

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.