A Reforma da Natureza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Reforma da Natureza
Autor(es) Monteiro Lobato
Idioma língua portuguesa
País  Brasil
Género Literatura infantil
Lançamento 1941

A Reforma da Natureza é um livro infantil escrito por Monteiro Lobato e publicado pela primeira vez em 1941.

Dona Benta, Tia Nastácia e o Visconde de Sabugosa são convidados pelos chefes de Estado da Europa para participar da Conferência da Paz de 1945 como representantes da Humanidade e do Bom Senso. Desta forma, a pequena "República do Sítio do Picapau Amarelo" poderá ensinar à humanidade o segredo de bem governar os povos. Pedrinho e Narizinho os acompanham, mas Emília fica no Sítio.

Na verdade, Emília não quis ir porque pretendia fazer a sua "reforma da natureza". Com a ajuda de Rã (ou Rãnzinha da Silva), sua amiga do Rio de Janeiro ela criou o passarinho-ninho; o livro comestível; o porco magro (testado no Marquês de Rabicó); o sei-lá-que-animal-é-esse (testado no Quindim; o bule que apita; usaram as forças (centrífuga e centrípeta) para manipular a cadeira de balanço de Dona Benta e a cama de Narizinho; colocaram as abóboras na jabuticabeira e as jabuticabas no pé de abóbora; o pernilongo cantor; a gaiola de cabelo; as pulgas moles e paradas no meio do ar; moscas sem asas; a reforma na mocha; reforma na personalidade das borboletas azuis.

Quando Dona Benta voltou, Emília perdeu quase tudo. Mas, com a ajuda de Visconde, fez sua nova reforma: fez enxertos, in anima vile, em formiga, grilo, minhoca, pulga e centopéia. Graças a isso, e uma ajuda das aulas sobre glândulas (tireóide e pituitária), fizeram insetos gigantes, pulga que pulava à 220 metros de altura, a "noventaequatropéia" (centopéia de noventa e quatro pernas), a minhoca de seis pernas, e muito mais coisas. A segunda parte da Reforma da Natureza, muitas vezes é encontrada num livro chamado "O Espanto das Gentes". O livro comum só contem na maioria das vezes a primeira parte.

Capítulos[editar | editar código-fonte]

Primeira parte
  1. A reforma da natureza
  2. Aparece a Rã
  3. O passarinho-ninho
  4. Reforma da Mocha
  5. Borboletas, moscas e formigas e as taturanas
  6. Reformas na Europa e nas pulgas
  7. Os odres vivos e o peso
  8. No dia seguinte
  9. O livro comestível
  10. A volta de Dona Benta
  11. Nem tudo Emília perdeu
  12. a arte de inventar e reinventar palavras
Segunda parte (Originalmente lançada como livro separado, intitulado "O Espanto das Gentes")
  1. O laboratório do Visconde
  2. Os estudos
  3. A pulga gigante
  4. A noventaequatropéia
  5. O medo do mundo
  6. Os dois colegas
  7. A caça ao monstro
  8. Era reinação
Lobato arte.jpg Este artigo é somente um esboço sobre a obra de Monteiro Lobato. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.