Wladimir Rodrigues dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wladimir
Informações pessoais
Nome completo Wladimir Rodrigues dos Santos
Data de nasc. 29 de agosto de 1954 (61 anos)
Local de nasc. São Paulo, (SP), Brasil
Altura 1,69
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1972–1985
1986
1986–1987
1987
1988
1989
Brasil Corinthians
Brasil Santo André
Brasil Ponte Preta
Brasil Corinthians
Brasil Cruzeiro
Brasil Santos
Seleção nacional
1977–1985 Brasil Brasil 0007 0000

Wladimir Rodrigues dos Santos (São Paulo, 29 de agosto de 1954), mais conhecido como Wladimir, é um ex-jogador de futebol que atuava como lateral-esquerdo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira esportiva ainda nas equipes de base do Corinthians, tornando-se titular da equipe no ano de 1972, durante uma excursão à Europa, sob o comando do técnico Duque, firmando-se na posição no ano seguinte, já sob o comando de Yustrich.

Dono absoluto da camisa 4 até 1985, quando deixou o time para jogar no Santo André, foi recordista do maior número da atuações seguidas no mesmo time: 161 jogos sem contusões ou suspensões, de 28 de março de 1981 (Santa Cruz 2 x 0 Corinthians) a 21 de maio de 1983 (Corinthians 1 x 0 Inter de Limeira).

Wladimir é o corintiano com mais jogos pelo campeonato brasileiro (268), sendo que nenhum outro jogador entrou em campo com a camisa do Corinthians tantas vezes. Ele atuou 806 vezes com a camisa do Timão.

Em 1982, Wladimir foi um dos líderes da Democracia Corinthiana, ao lado dos ídolos Sócrates e Casagrande. O movimento, que permitia que os jogadores participassem de todas as decisões técnicas (por exemplo, os jogadores votavam se queriam ir para a concentração ou não), causou muita controvérsias, mesmo com o time conseguindo ser campeão paulista daquele ano.

É considerado, pela maioria dos especialistas em futebol, como o melhor lateral-esquerdo da História do Corinthians.

Outros clubes[editar | editar código-fonte]

Em 1985, foi para o Santo André. A primeira vez que enfrentou seu ex-clube foi no Campeonato Paulista de 1987: foi aplaudido pela torcida corintiana, jogou bem, e o Santo André ganhou por 3 a 1.[1] Teve ainda passagens por Ponte Preta, Santos, Cruzeiro, São Caetano e encerrou sua carreira futebolística na Central Brasileira de Cotia, em 1991.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Wladimir foi convocado pela primeira vez para jogar pela Seleção Brasileira em 1977 para a partida contra a Colômbia pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1978. O empate de 0x0 foi considerado vexatório e por conta disso, o técnico Osvaldo Brandão acabou pedindo demissão. Wladimir, que não teve culpa do resultado, acabou ficando marcado e não voltou mais a ser chamado para a Seleção. Em 1978, por exemplo, Cláudio Coutinho preferiu improvisar o zagueiro Edinho como lateral-esquerdo, deixando de lado um Wladimir em excelente forma. Porém, voltou a ser convocado pelo técnico Carlos Alberto Parreira para a disputa da Copa América de 1983, quando obteve o vice-campeonato.

Jogou um total de sete partidas pela seleção e não marcou nenhum gol.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Corinthians
  • São Paulo Campeonato Paulista: 1977, 1979, 1982, 1983
  • São Paulo Taça Governador Do Estado SP 1977
  • México Copa Da Feira De Hidalgo: 1981
  • Brasil Torneio Laudo Natel: 1973
  • São Paulo Copa Cidade de São Paulo: 1975
  • Rio Grande do Sul Taça Cidade de Porto Alegre 1983
  • São Paulo Taça Governador do Estado: 1984
  • Rio de Janeiro x São Paulo Copa dos Campeões 1984
  • Brasil Torneio Internacional  Verão: 1985
  • Estados Unidos Copa das Nações: 1985

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Internacionais[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira
Cruzeiro

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Corinthians

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Corinthians

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Uma noite de alegria e tristeza", Ubiratan Brasil, Placar número 885, 18/5/1987, Editora Abril, pág. 9
  2. UOL Esporte - Futebol

Ligações externas[editar | editar código-fonte]