Beto Fuscão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Beto Fuscão
Informações pessoais
Nome completo Rigoberto Costa
Data de nasc. 13 de abril de 1950
Local de nasc. Florianópolis (SC),  Brasil
Apelido Beto Fuscão
Informações profissionais
Número 4
Posição zagueiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1968-1971
1971-1972
1973-1977
1977-1980
1980
1985
1986
1988
Santa Catarina Figueirense
Santa CatarinaAmérica (SC)
Rio Grande do Sul Grêmio
São Paulo Palmeiras
São Paulo São José
São Paulo Araçatuba
Minas Gerais Uberaba
Distrito Federal (Brasil)Tiradentes
?? (??)
207 (2)
?? (??)
Seleção nacional
1977 Brasil Brasil 9 (0)

Rigoberto Costa, mais conhecido como "Beto Fuscão" (Florianópolis, 13 de abril de 1950), é um ex-futebolista brasileiro. Seu apelido surgiu em comparação com Luís Pereira, que era chamado de "Chevrolet". Fuscão brincava com o imenso porta mala do Fusca, carro comum na época, e com seu "traseiro avantajado".

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou no Figueirense e depois no América (SC), mas foi no Grêmio dos anos setenta que fez sucesso como zagueiro central pela esquerda, o chamado "quarto-zagueiro", com a camisa quatro.

Jogou no tricolor gaúcho na primeira metade dos anos setenta, um período de derrotas e insucessos, já que o Internacional, rival gremista, formou uma das maiores equipes de sua história. Mesmo assim, ganhou o campeonato gaúcho de 1977 e teve algumas convocações para a seleção brasileira.

Beto Fuscão atuou pelo Palmeiras entre 1977 e 1980, estreando numa vitória contra o Santos em 2 de abril e despedindo-se num empate contra o Marília em 26 de outubro de 1980. Fez um total de 207 jogos e dois gols [1]. Foi campeão da Copa Kirin em 1978 após um empate com o Borussia_Mönchengladbach.

Entre os anos de 1976 e 1977, participou de oito jogos oficiais pela seleção brasileira, ganhando a Taça Oswaldo Cruz de 1976, ao participar da final contra o Paraguai em 9 de junho, e o Torneio do Bicentenário dos Estados Unidos de 1976[2]. Em 6 de outubro de 1976, disputou - ao lado de nomes como Carlos Alberto Torres, Marinho Peres, Clodoaldo, Rivelino, Jairzinho, Paulo César Cajú e Pelé - um amistoso contra o Flamengo em 6 de outubro de 1976, valendo a Taça Geraldo Cleofas Dias Alves.

Na década de 1980, jogou pelo Araçatuba, Uberaba e Tiradentes, sendo campeão brasiliense neste último.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.