Canhoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: "Esquerdo" redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Estrabismo. Para outros significados, veja Canhoto (desambiguação).
Dia Internacional do Canhoto, 13 de agosto de 2002

Canhoto,[1] esquerdino,[2] esquerdo[3] ou sinistrômano (português brasileiro) ou sinistrómano (português europeu)[4] é o indivíduo que utiliza mais os membros esquerdos do que os membros direitos para os seus afazeres.

Estudos sugerem que cerca de 90% das pessoas são destras, e esse é o caso há pelo menos 10 mil anos, também existem Jogadores de futebol como o jogador Argentino Lionel Messi e Diego Maradona.

Aspectos biológicos[editar | editar código-fonte]

A presença de um controle motor mais fino com a mão esquerda indica um predomínio do hemisfério direito sobre o esquerdo. Essa característica é determinada geneticamente, que codifica uma proteína neuronal trans-membranar rica em leucina. Portadores deste gene possuem uma maior prevalência de doenças como esquizofrenia e epilepsia, porém são mais rápidos e lutam melhor que destros.[5] Pesquisadores afirmam que 25% da variação na mão pode ser atribuída aos genes - mas quais genes eles não foram estabelecidos na população em geral.[6]

Cientistas, em 2019, descobriram que efeitos genéticos que orientam a construção e o funcionamento das células do corpo estavam associados a diferenças na estrutura do cérebro, nos setores de substância branca - que contêm o citoesqueleto do cérebro - que une regiões relacionadas à linguagem. Nos participantes canhotos estudados, as áreas de linguagem dos lados esquerdo e direito do cérebro se comunicam de maneira mais coordenada. Isso aumenta a possibilidade para pesquisas de que os canhotos possam ter uma vantagem quando se trata de executar tarefas verbais.[7]

Em 2007, pesquisadores descobriram que alelos específicos de pelo menos um de três polimorfismos de nucleotídeo único, além do gene LRRTM1 também estão associados à dominância da coordenação motora com a mão esquerda.[8][9]

Riscos e prós de ser canhoto[editar | editar código-fonte]

Segundo estudos da faculdade de Oxford, por motivos neurológicos os canhotos tem menos chances de desenvolver Parkinson durante a sua vida, o mesmo estudo também revelou que em geral, canhotos tem maiores chances de serem sociáveis e ter uma boa comunicação.[10][11]

Em contra partida, em estudos elaborados pela OMS, os canhotos acabam ganhando menores salários, pelo motivo de geralmente os maquinários serem elaborados para destros e assim precisando de adaptação na forma de trabalho e assim gerando menos rendimentos. Canhotos também correm maiores riscos de sofrerem acidentes, isto se dá porque quase todos os equipamentos são produzidos para destros. Exemplos disto são tesouras, mouses, abridores de latas, teclados, facas, saca-rolhas, furadeiras, serras, tornos, entre outros. Estes objetos são produzidos pensados em usuários destros. Mesmo que alguns objetos sejam inofensivos, como mouses ou teclados, outros, como serras, tornos, facas, abridores de latas, causam acidentes graves a pessoas canhotas.[12][13][14]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «canhoto». Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Infopédia 
  2. «esquerdino». Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Infopédia 
  3. «esquerdo». Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Infopédia 
  4. Carneiro, Sara; Vasconcelos, Olga; Rodrigues, Paula, «Transferência bilateral da aprendizagem em antecipação-coincidência. Efeito do sexo, da preferência manual e da complexidade da tarefa», Estudos em Desenvolvimento Motor da Criança III (PDF), Universidade do Porto, consultado em 31 de julho de 2016 
  5. Taylor DC. Epilepsy and the sinister side of schizophrenia. Dev Med Child Neurol 1977;19:403-6.[1]
  6. Furniss, Dominic; Douaud, Gwenaëlle; Smith, Stephen; Bennett, David L.; Marchini, Jonathan; McCarthy, Paul; Alfaro-Almagro, Fidel; Al Omran, Yasser; Ng, Michael. «Handedness, language areas and neuropsychiatric diseases: insights from brain imaging and genetics». Brain (em inglês). doi:10.1093/brain/awz257 
  7. «Scientists discovered the genomes associated with left-handedness». Tech Explorist (em inglês). 6 de setembro de 2019. Consultado em 6 de setembro de 2019 
  8. Francks et al. Molecular Psychiatry (2007) 12:1129-1139
  9. Gene for left-handedness is found, BBC, 31 de julho de 2007
  10. «Canhotos têm menos risco de ter Parkinson e se comunicam melhor, diz estudo». www.uol.com.br. Consultado em 9 de maio de 2021 
  11. «As diferenças descobertas no DNA dos canhotos, e como mudam a estrutura do cérebro». BBC News Brasil. Consultado em 9 de maio de 2021 
  12. «As diferenças descobertas no DNA dos canhotos, e como mudam a estrutura do cérebro». BBC News Brasil. Consultado em 9 de maio de 2021 
  13. Hancock, Jaime Rubio (8 de dezembro de 2014). «Canhotos ganham menos, e outros fatos surpreendentes sobre eles». EL PAÍS. Consultado em 9 de maio de 2021 
  14. «15 Objetos pensados para canhotos que evitam vários incômodos». Incrível — Inspiração. Criatividade. Admiração. 15 de setembro de 2018. Consultado em 9 de maio de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Mão esquerda