William Machado de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
William
Informações pessoais
Nome completo William Machado de Oliveira
Data de nasc. 24 de agosto de 1976 (42 anos)
Local de nasc. Belo Horizonte (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,89 m
Destro
Apelido Capita, Delegado, Will
Informações profissionais
Período em atividade 1997–2010 (13 anos)
Clube atual Aposentado
Posição ex-Zagueiro
Clubes de juventude
1997 Sete de Setembro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1997–1998
1999
1999–2000
2000–2001
2001
2001–2002
2002–2003
2003–2004
2004
2004–2005
2005
2005–2006
2006–2007
2008–2010
Sete de Setembro
Desportiva
Ipatinga
Cruzeiro
Ipatinga
Cabofriense
América (MG)
Francana
Portuguesa
Joinville
Sport
Ipatinga
Grêmio
Corinthians
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00060 0000(2)
00161 0000(4)
Seleção nacional
1993 Brasil Sub-17[1] 00000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 5 de Dezembro de 2010.

William Machado de Oliveira, mais conhecido como William (Belo Horizonte, 24 de agosto de 1976), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como zagueiro. Foi também gerente de futebol do Corinthians, Bahia e Santos.[2] Atualmente atua em consultoria financeira para atletas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

O jogador começou sua carreira no América Futebol Clube, em Belo Horizonte[carece de fontes?], mas seu primeiro time profissional foi o Sete de Setembro, também em Belo Horizonte. Jogou na seleção brasileira sub-17no Sul-Americano sub-17 de 1993, onde atuou junto Ronaldo Fenômeno, posterior colega de William no Corinthians.

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Em 2006, após o destaque obtido na segunda passagem pelo Ipatinga, foi contratado pelo Grêmio do Rio Grande do Sul, que era comandado pelo técnico Mano Menezes. Depois de sua primeira passagem pelo Ipatinga, e após vários anos de carreira, o Grêmio foi o primeiro clube no qual permaneceu por mais de um ano. Assumindo o papel de "xerife" da zaga do tricolor, no clube gaúcho conquistou dois campeonatos gaúchos (2006 e 2007) e um vice da Libertadores da América (2007).[3] No Grêmio ganhou confiança, respaldo, credibilidade e elogios da torcida, imprensa especializada e do técnico Mano Menezes pela seriedade demonstrada dentro e fora de campo.[4]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em 2007, após a ida de Mano Menezes para o Corinthians e da procura do time por jogadores para formar o seu setor defensivo, William acabou sendo indicado pelo treinador. Foi contratado por um período de 2 anos. Com a saída de Betão, que acertou com o Santos, William foi escolhido como capitão da equipe. Chegou, junto com o Timão, à final da Copa do Brasil de 2008 e ficou com o vice-campeonato. Em 8 de novembro de 2008 conquistou o Campeonato Brasileiro - Série B pelo Corinthians. Em 2009, conquistou o Campeonato Paulista, de forma invicta, e ainda, a Copa do Brasil. Em 2010, o capitão liderou uma campanha em conjunto com o então patrocinador do clube, para ajudar os Haiti, que sofreram com o Terremoto no Haiti.[5] No final de 2010, William anunciou o término de sua carreira como jogador de futebol,[6] mas sua saída do esporte e do Corinthians não durou muito, pois em 7 de fevereiro de 2011, foi apresentado ao público como novo gerente de futebol do clube.[7] Em 2011, após ser desautorizado pela diretoria do clube numa negociação quase fechada com o volante Willian Magrão, que estava no Grêmio, pediu demissão do cargo de Gerente de Futebol.[8]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ipatinga
Grêmio
Corinthians

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.