Associação Atlética Francana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francana
AA Francana.png
Nome Associação Atlética Francana
Alcunhas Feiticeira,Veterana
Mascote Feiticeira
Fundação 12 de outubro de 1912 (105 anos)
Estádio José Lancha Filho
(Lanchão)
Capacidade 16.897 Lugares
Presidente Anderson Pereira Silva
Treinador Brasil Édson Niquinha
Patrocinador Magazine Luiza
Tubos e Cia
Eletro Pires
Jô Calçados
Couroquimica
Passaredo
Rafarillo
Fórmula Chopp
Material (d)esportivo Itália Kappa
Competição São Paulo Campeonato Paulista - Segunda Divisão
São Paulo SD 2017 A disputar
São Paulo A3 2015 20º colocada (rebaixada)
São Paulo A3 2014 16º colocada
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Associação Atlética Francana é um clube brasileiro de futebol da cidade paulista de Franca. Foi fundada no dia 12 de outubro de 1912 e suas cores são verde e branco. Atualmente disputa a Segunda Divisão do Campeonato Paulista.

História[editar | editar código-fonte]

A Associação Atlética Francana é um patrimônio social, cultural e esportivo da cidade de Franca. Realiza seus mandos de jogos no Estádio Municipal Dr. José Lancha Filho, mais conhecido por Lanchão, que tem capacidade para 15.100 pessoas. Seu campo é o "Coronel Nhô Chico", que atualmente é utilizado para as categorias de base. O clube teve grandes jogadores, como Tonho Rosa, ídolo e maior jogador da história da Veterana, Assis, ídolo do Fluminense, William, ex-zagueiro e atual gerente de futebol do Corinthians, e o goleiro, hoje técnico, Geninho.

Fundada no dia 12 de outubro de 1912 por David Carneiro Ewbank, Homero Pacheco Alves e Beneglides Saraiva, realizava seus "jogos no campo do Parque Francano e nos campos dos adversários”.[1]

O terreno onde até hoje funciona a sede social do clube foi doado no final dos anos 1910 pelo Coronel Francisco de Andrade Junqueira, o "Nhô Chico". O Estádio da Bela Vista foi inaugurado em 1922, onde a Francana sediou as partidas até 1969, quando foi construído o atual Estádio Municipal, que leva o nome do médico José Lancha Filho, então prefeito de Franca e que em 2005 assumiu a presidência do clube.

O estádio "Nhô Chico", como é conhecido o Estádio da Bela Vista, teve as suas arquibancadas inauguradas em 21 de abril de 1947, em jogo amistoso comemorativo entre a Francana e o São Paulo, jogo vencido pelo São Paulo por 5 a 4. Atualmente não é utilizado para realizar partidas de futebol, pois não tem estrutura para suportar tais eventos; no entanto, sua fachada faz parte do patrimônio histórico da cidade de Franca e não pode ser modificada.[2]

Em campo, o primeiro título da "Veterana" foi de campeã da Alta Mogiana, em 1923, quando derrotou o Botafogo de Ribeirão Preto em duas vitórias em dois jogos emocionantes: 2 a 1 em Franca e 3 a 2 em pleno Estádio Luís Pereira, na Vila Tibério, em Ribeirão Preto.

Em 1948, a Francana começou a sua trajetória no futebol profissional no primeiro campeonato da Divisão de Acesso da Federação Paulista de Futebol. No primeiro campeonato, ficou em terceiro lugar. Quem subiu foi o XV de Piracicaba.

Após várias tentativas, finalmente a Francana obteve o acesso para o Campeonato Paulista. No dia 4 de dezembro de 1977, a Veterana derrotou o Araçatuba por 2 a 0, ficando com o título da Divisão Intermediária (atual Série A2) daquele ano. No dia seguinte à histórica vitória, o então prefeito de Franca, Maurício Sandoval Ribeiro decretou feriado municipal para que a população pudesse fazer a festa nas ruas da cidade.

A Francana disputou os Campeonatos Paulistas de 1978 até 1982, quando foi rebaixada. Mesmo rebaixada, não disputou o campeonato da Segunda Divisão em 1983, só voltando em 1984.

Neste período, destacam-se vitórias históricas contra o São Paulo (2 a 0), em pleno Pacaembu, em 19 de outubro de 1978. No ano seguinte, também no Pacaembu, a Veterana venceu o Corinthians por 1 a 0 diante de mais de 40 mil torcedores corintianos atônitos, em 22 de agosto de 1979. A última participação na Primeira Divisão foi em 8 de dezembro de 1982, na vitória por 3 a 1 contra o Santos, em plena Vila Belmiro.

O clube também disputou o Campeonato Brasileiro de 1979, sendo eliminado ainda na primeira fase. Em 1997, chegou ao quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série C, terminando na 3ª colocação e perdendo o acesso à Série B do ano seguinte na última rodada, após a derrota por 3 a 1 para o campeão Sampaio Corrêa. [3]

Em 2015, a "Veterana" foi rebaixada para a Segunda Divisão de 2016, após terminar a Série A3 de 2015 na lanterna. Mas a Francana não disputará, e se licenciou por 1 ano do Campeonato Paulista, voltando em 2017.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
Brasil Camurça
Brasil Pedro
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Ettore Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Robson Alemão V
Brasil Jean Carlos V
Brasil Emerson M
Brasil Diogo M
Brasil Diego Bife M
Brasil Jhonata M
Brasil Said M
Atacantes
Jogador
Brasil Paulo Porto
Brasil Cléber
Brasil Alexandre
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Édson Niquinha T

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado e divulgado em 08 de dezembro de 2014.[4]

  • Posição: Sem colocação
  • Pontuação: 0 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.

Referências

  1. [Livro “Centenário da Veterana Feiticeira”, de SILVEIRA, Clésio Dante (2012)]
  2. «História da Francana» 
  3. http://www.rsssfbrasil.com/tablesae/br1997l3.htm
  4. «Ranking Nacional de Clubes da CBF» (PDF). Consultado em 9 de janeiro de 2015 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.