Fernandópolis Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Fernandópolis
Fernandópolis Futebol Clube.png
Nome Fernandópolis Futebol Clube
Alcunhas Fefecê
Mascote Águia
Fundação 15 de novembro de 1961 (55 anos)
Estádio Cláudio Rodante
Capacidade 10.000
Presidente Brasil Álvaro Zonta
Treinador Brasil Carlos Cordeiro
Patrocinador COTUBA
Material (d)esportivo Brasil RT Sports
Website www.fefece.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Fernandópolis Futebol Clube é um clube brasileiro de futebol da cidade de Fernandópolis, interior do estado de São Paulo. Foi fundado em 15 de novembro de 1961 e sua cor principal é o azul. Atualmente faz parte da Série A3 de profissionais (Terceira Divisão) do Campeonato Paulista.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado com o nome de Associação Bancária de Esportes (A.B.E), teve o nome mudado em 1966 para Fernandópolis Futebol Clube para poder divulgar mais o nome da cidade no estado e porque os bancários já não contribuiam mais para o clube. Desde sua fundação, o escudo do time é uma Águia, inicialmente com as letras A na asa direita, B no peito e E na esquerda formando a sigla ABE. Depois da troca do nome para Fernandópolis Futebol Clube as letras foram trocadas para FFC mantendo a mesma ordem. A Águia encontra-se sobre uma faixa onde está escrito Fernandópolis.

Competições[editar | editar código-fonte]

A ABE estreou em Campeonatos Paulistas em 1963, na Quarta Divisão.

Em 1964, o Campeonato da Quarta Divisão era disputado em duas chaves (interior e capital). Os campeões de cada chave faziam a final do campeonato. A ABE foi campeã da chave do interior e decidiu contra o São José Esporte Clube de São José dos Campos o título do campeonato. Após perder por 2x1 em Fernandópolis a equipe acabou empatando por 0x0 em São José dos Campos e ficou com o vice campeonato.

Pela conquista do Campeonato do Interior, realizou um amistoso em Fernandópolis contra o São Paulo Futebol Clube para a entrega das faixas. O São Paulo venceu por 4x1. A ABE conquistou acesso a Terceira Divisão (atual A3) de 1965. Em 1966 já como Fernandópolis Futebol Clube, disputou a Terceira Divisão.

Em 1967, se classificou para o quadrangular final da Terceira Divisão, contra União Barbarense, Volkswagen Clube de São Bernardo do Campo e São Bento de Marília, mas a equipe não conseguiu o acesso, ficando na Terceira Divisão até 1968.

Em 1969 e 1970, devido a problemas financeiros, o Fernandópolis se licenciou do campeonato. Voltou ao Campeonato Paulista em 1971, na Terceira Divisão, onde ficou até 1976. Em 1977, a Federação remodelou o campeonato e incluiu o Fernandópolis na Quarta Divisão, onde disputou em 1977, 1978 e 1979.

Em 1979, a equipe fez uma ótima campanha e se sagrou campeã do Campeonato Paulista da Segunda Divisão de profissionais (equivalente a Quarta Divisão). No início de 1980 a Federação Paulista de Futebol remodelou seus campeonatos e incluiu o Fefecê na segunda divisão estadual.

Entre 1980 e 1993, disputou o Campeonato da Segunda Divisão e sua melhor colocação na história foi em 1989, quando chegou a 2º fase do Campeonato. Eram três grupos de quatro times e o "Fefecê" enfrentou Ponte Preta, Associação Atlética Francana e Rio Branco de Americana. Mas a equipe não conseguiu a classificação para a fase semifinal do campeonato, terminando em 11º na classificação geral.

Em 1981 jogou contra o Santos no seu estádio na época com o nome do presidente americano John Kennedy. Um amistoso realizado como forma de pagamento do craque Carlos Silva. O resultado 1x1, inclusive com penalidade defendida por Betinho, goleiro que posteriormente transferiu-se para o América F.C. de São José do Rio Preto.

Em 1985, recebeu o São Paulo FC em Fernandópolis para um amistoso que terminou 1x1. Jogadores importantes disputaram essa partida como Silas, Rubem Furtembach, Abelha todos campeões paulistas naquele ano.

Em 1990 o Fernandópolis Futebol Clube chegou às finais do Campeonato Paulista de Juniores disputando em jogos de ida e volta contra XV de Piracicaba, XV de Jaú, Juventus e Portuguesa, comandada pelo técnico Écio Pasca, que tinha atletas de destaque à época como Denner, Tico e Sinval. O FFC acabou em quinto lugar, conquistando a vaga para a Taça São Paulo de Juniores do ano seguinte, disputando na cidade de Taquaritinga sob o comando o Prof. Nelsinho. No profissional, conquistou o Torneio Início disputado em Fernandópolis, tendo como artilheiro com quatorze gols Gil (Gildecio Barbosa),.

Em 1993, a equipe disputava a Divisão Intermediária equivalente a Segunda Divisão (atual A2). Apesar de ter feito uma boa campanha, se classificando para a fase final do torneio, a Federação Paulista de Futebol remodelou seus campeonatos, dividindo em Série A1, A2, A3 e B1-A. O rebaixamento do clube para a série B1-A aconteceu de forma extra campo, por não ter cumprido uma determinação da Federação Paulista de Futebol que determinava o rebaixamento de todos os times que não possuiam estádio com capacidade de 15 mil pessoas a recém criada série B1-A.

Em 1994, o FFC disputou a Quarta Divisão e fez bonito. Em um campeonato de pontos corridos, conquistou o título, tendo conquistado a liderança da competição apenas na última rodada. Na partida que val. No mesmo ano, a equipe júnior também se sagrou campeã estadual da Segunda Divisão. Neste ano houve também a ampliação do estádio Cláudio Rodante para 15 mil lugares.

Entre 1995 e 1996, o Fernandópolis disputou a Terceira Divisão e conseguiu boas colocações (5º e 6º lugares respectivamente). Mas em 1997, a equipe realiza uma campanha desastrosa, que o levou para o rebaixamento. Foi a primeira vez que o Fernandópolis foi rebaixado dentro de campo.

Desde 1998, disputa o Campeonato Paulista da Quarta Divisão. A melhor campanha neste período foi em 2003, quando terminou em nono lugar na classificação geral, e a pior foi em 2005 quando disputou 14 partidas, empatando 4 e perdendo 10 e terminando na penúltima colocação.

Em 2015 depois de uma campanha que começou com uma derrota de virada em casa,alem do começo ruim o time teve forças e na ultima rodada da primeira fase em assis teve força para classificar diante do vocem.Na segunda fase começou perdendo para a internacional de bebedouro,depois teve uma recuperação exelente,diante de 5.000 pessoas no Claudio Rodante conseguiu o acesso para serie a3 de 2016 em cima do São Bernardo.

Campeonatos Estaduais[editar | editar código-fonte]

O Fernandópolis foi fundado em 1961 como Associação Bancária de Esportes. Ao todo, jogou 50 vezes competições oficiais. Deixou de disputar em três ocasiões: 1962, 1969 e 1970

2ª Divisão: 14 participações - 1980, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1992 e 1993

3ª Divisão: 14 participações - 1965, 1966, 1967, 1968, 1971, 1972, 1973, 1974, 1975, 1976, 1995, 1996, 1997 e 2016

4ª Divisão: 24 participações - 1963, 1964, 1977, 1978, 1979, 1994, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015

Elenco[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
' Brasil Wiliam
' Brasil Felipe Passoni
Defensores
Jogador Pos.
' Brasil Jean Pierri Z
' Brasil Diogo Lemes Z
' Brasil Marcos Vinicius Z
' Brasil Saulo Pereira Z
' Brasil Manjinha LD
' Brasil Luan LD
' Brasil Maurinho LD
' Brasil Valter LE
' Brasil Boré LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
' Brasil Luís Felipe V
' Brasil Rafael Rueda V
' Brasil Marcelo Souza M
' Brasil Diego Costa M
' Brasil William M
Atacantes
Jogador
' Brasil Billy
' Brasil Netinho
' Brasil Lucas Michel
' Brasil Marcelinho
' Brasil Samuel
' Brasil Henrique Coelho
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil João Batista T
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador lesionado

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

  • Torneio Inicio de Fernandópolis: 1991.

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Atletas de destaque[editar | editar código-fonte]

O Fernandópolis revelou jogadores como o atacante Téia, que se destacou na Ferroviária e no São Paulo FC: tendo sido artilheiro do Campeonato Paulista ao lado de Pelé; o ponta esquerda Canhoto, que jogou no (São Paulo Futebol Clube / São Paulo); o meia Carlos Silva, que jogou no Santos; o atacante Soares, que teve passagens pelo Santos, Palmeiras e Criciúma; o volante Marco Aurélio, que jogou no Palmeiras e no São Caetano;o atacante Wagner, que jogou no Guarani, São Caetano e no Atlético Mineiro e o lateral direito Maurinho, que jogou no Santos e Cruzeiro sendo campeão brasileiro em ambos com ótima passagem, o que lhe rendeu convocação para a Seleção Brasileira disputando a Copa das Confederações de 2003. Teve passagem ainda pelo São Paulo. Em 2012 retornou ao Fernandópolis para a disputa da Campeonato Paulista Série B.

Teve ainda como craques da cidade o centroavante goleador Tato, o ponta esquerda driblador Pauleta e meia com pulmão de aço Zé Robeto, além do goleiro Raul Pereira do Nascimento e Wilson Mantovani nos tempos da ABE.

Hino[editar | editar código-fonte]

O hino do clube foi composto por Ludecir Aparecido Stefanin, popularmente conhecido por Tim da Prefeitura.

Torcidas organizadas[editar | editar código-fonte]

.Torcida Fúria Azul

.Torcida Sangue Azul

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.