Comercial Futebol Clube (Ribeirão Preto)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Comercial-SP
Comercial FC.png
Nome Comercial Futebol Clube
Alcunhas Bafo
Leão do Norte
Meu Amor Imortal
Maior de Ribeirão
Torcedor/Adepto Comercialino
Bafudo
Alvinegro
Mascote Leão
Principal rival Botafogo-SP
Fundação 10 de outubro de 1911 (108 anos)
Estádio Rua Tibiriçá (pioneiro)
Costa Coelho (anterior)
Palma Travassos (atual)
Capacidade 34800 Lugares (oficial)[1]
Presidente Ademir Chiari
Treinador Roberval Davino
Patrocinador Unimed[2]
Dinagro[2]
COAL[2]
Casa Damasco[2]
Guaraná Poty[2]
Tonin Superatacado[2]
Panificadora Bella Cittá[2]
Agrimac Pneus[2]
Cupim Do Paulim[2] Sicred[2]
Material (d)esportivo Geração Sport[3]
Competição Paulista - Série A3
Copa Paulista
Website Site Oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Comercial Futebol Clube é um clube brasileiro de futebol, com sede na cidade de Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo. É conhecido como Leão do Norte por causa de uma famosa excursão ao norte e nordeste brasileiro, em maio e junho de 1920, onde permaneceu invicto. Em 2019, disputou a terceira divisão do campeonato paulista e a Copa Paulista (uma competição classificatória para a Copa do Brasil e para o Campeonato Brasileiro Série D). Manda seus jogos no Estádio Doutor Francisco de Palma Travassos, que tem capacidade para 34800 pessoas.

Tem como maior rival o Botafogo-SP, também da cidade de Ribeirão Preto, com o qual disputa o clássico Come-Fogo, um dos mais tradicionais do interior do estado. Centenário e tradicional no futebol paulista, já conquistou importantes feitos, como a quarta colocação no Campeonato Paulista de 1966, rendendo-lhe o título do interior na época, além de participações na elite nacional. É conhecido também por goleadas contra os grandes da capital, como um 5–4 contra o São Paulo no Estádio do Morumbi, em 1986, sendo o único clube na história a marcar cinco gols no São Paulo em seu estádio,[4] além de um 4–0 contra o Corinthians, em 1986, no Estádio Palma Travassos.[5]

O Comercial teve a honra de receber, na inauguração do Estádio Palma Travassos, o Santos, pelo Campeonato Paulista de 1964. O primeiro gol da chamada Joia de Cimento foi marcado pelo atacante comercialino Paulo Bin; já o segundo gol foi marcado pelo maior jogador da história, Pelé, sendo que a partida terminou 3–2 para o time do litoral.[6] Outro fato marcante relacionado ao estádio do Bafo, é que outro lendário jogador, Garrincha, marcou seu último gol na carreira, no estádio comercialino, aconteceu no empate do Olaria em 2–2 com o Comercial, dia 23 de março de 1972, foi, inclusive, o único gol de Mané pelo Olaria.[7]

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: História do Comercial
A massa alvinegra esteve presente em grande número na Joia de Cimento, no jogo do acesso em 2013 contra o Capivariano.
A massa alvinegra no Estádio Santa Cruz - Final da Copa Paulista 2011
Torcida do Comercial tem como tradição, acompanhar os jogos no alambrado da Joia.
Clássico Come-Ferro de número 119 na Joia de Cimento.

O Comercial é o clube mais antigo em atividade na cidade de Ribeirão Preto. Foi fundado em 10 de outubro de 1911, por comerciantes da cidade, sob o nome de Commercial Football Club.

Entre 1911 e 1936 se tornou um dos principais clubes do interior do Brasil. Em 1920, ganhou o apelido de Leão do Norte graças a uma excursão bem sucedida ao nordeste brasileiro - na época, as regiões Norte e Nordeste eram chamadas apenas de "Norte".

Em seu campo, na época, o Estádio da Rua Tibiriçá - o primeiro do interior a ter grama natural - enfrentou e empatou com a seleção argentina em 1922, quando está veio ao Brasil participar do Campeonato Sul-Americano (atual Copa América), e passou por Ribeirão para se preparar. Ainda fez jogos memoráveis contra grandes times do país, além de ceder o estádio para outros jogos importantes.

O, até então, Commercial, ganhou diversos títulos, foi vice-campeão Paulista do Interior e chegou a contratar jogadores uruguaios para o elenco. Mas foi pego pela Grande Depressão, e em 1936, suspendeu suas atividades, unindo-se a Sociedade Recreativa de Esportes de Ribeirão Preto.

No início da década de 1950, um grupo de torcedores e apaixonados pelo Leão, decidiram reorganizar o clube. Em 3 de abril de 1953, começou oficialmente a mobilização pelo retorno do Commercial, quando anúncios públicos convocavam os torcedores para causa. Após várias reuniões, em 8 de abril de 1954 foram eleitos a nova diretoria do Commercial, que mobilizaria o retorno do clube, que era presidida por Oscar de Moura Lacerda. O nome do clube foi atualizado, passando de Commercial Football Club para a denominação atual: COMERCIAL FUTEBOL CLUBE. Houve ainda, a fusão com o Paineiras Futebol Clube, para que o Comercial garantisse sua vaga e inscrição na Federação Paulista de Futebol (que ainda não existia quando o Comercial foi paralisado).

De lá para cá o Comercial se afirmou cada vez mais como um dos maiores clubes do interior paulista. Ainda em 1954, ano de sua reestreia, foi vice-campeão da segunda divisão paulista e por pouco não chegou a elite estadual. Após alguns anos de luta, finalmente chegou a elite paulista em 1959, após ser Campeão Paulista da 2ª Divisão em 1958.

Na década de 1960, montou uma das maiores e mais temidas equipes do futebol estadual, chegando ao vice-campeonato da Taça São Paulo em 1962 e ao título de campeão Paulista do Interior em 1966. Também, passou do pequeno Estádio Antônio da Costa Coelho, que usava desde sua reestreia, para o imponente Palma Travassos.

Na década de 1970 participou de dois Brasileirões na elite nacional, em 1978 e 1979. Mas não conseguiu repetir os feitos da década de 1960. Na década de 1980 e 1990 o clube enfrentou suas maiores crises. Chegou a conquistar o acesso à elite paulista em 1993, mas perdeu a vaga com a mudança de regulamento do Paulistão em 1994.

Nas décadas de 2000 e 2010 passou por inúmeros acessos e rebaixamentos, sem perder, porém, a paixão, apoio e amor do torcedor comercialino. O Clube passou por uma grande reestruturaçao interna apos 2017,adotando um sistema etico-profissional,readquirindo a credibilidade que o Clube sempre prezou.Com uma logistica eficiente,tendo o CT Comercial FC-Santa Iria a disposiçao,desde as categorias sub 11 ao sub 20,alem do profissional.Conta também com veiculos proprios e personalizados com as cores e distintivos do Leao do Norte.

Futebol de Base[editar | editar código-fonte]

O Comercial sempre manteve escolas de futebol e equipes de base em Ribeirão Preto. O futebol de base do Leão alcançou o ápice em 2006, quando chegou a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o maior torneio de categorias de base do país. Na época, o Comercial fez uma campanha memorável: se classificou em 2º lugar no grupo B e eliminou o Botafogo-RJ na segunda fase com uma goleada de 6 a 2. A partir das oitavas-de-finais, só avançou ganhando nos pênaltis: nas oitavas eliminou o Paysandu (1 a 1 no tempo normal, 3 a 2 nos pênaltis); nas quartas despachou o Coritiba (3 a 3 no tempo normal, 6 a 5 nos penais); e na semifinal, após um empate em 1 a 1 com o Juventus, venceu nos pênaltis por 7 a 6. No dia 25 de janeiro de 2006, entrou no Pacaembu para disputar o título contra o América de Rio Preto[8]. Por ironia do destino, após empatar em 0 a 0 no tempo normal, perdeu a decisão nos pênaltis por 1 a 3[9]. Curiosamente, dez anos depois daquela final, o goleiro do América, André Zuba, que defendeu duas cobranças comercialinas naquela tarde, vestiu a camisa do Leão.

As equipes de base do Comercial também já representaram a cidade de Ribeirão Preto nos Jogos Regionais, um dos maiores campeonatos do estado de São Paulo[10][11].

Em 2 de setembro de 2019, o Comercial anunciou oficialmente uma parceria de cinco anos com a empresa I9[12], para que essa administre suas equipes de base[13]. Junto da parceria,o Leão Norte ainda passaram a usar toda estrutura do CT Comercial FC- Santa Iria para o futebol profissional,alem de toda categoria de base,estrutura que possui 144 apartamentos com banheiros individuais e ar condicionado, 7 gramados,sendo 3 sinteticos e 4 grama natural tipo bermudas,centro de fisiologia,moderna academia, piscinas,amplo estacionamento,e mini estadio con capacidade para 5 mil pessoas,podendo ser usado para jogos do sub 11 ao sub 20.

Comercial Futsal Ribeirão[editar | editar código-fonte]

Desde 2018, o Comercial tem uma equipe de Futsal, em parceria com o Futsal Ribeirão e a Secretaria Municipal de Esportes de Ribeirão Preto. Os diretores da equipe são Borelli Júnior e Marcelo Borelli.

Em 2019, o Comercial Futsal Ribeirão (Secretaria de Esportes) deu um passo maior em relação à temporada anterior. O time se filiou à FPFS (Federação Paulista de Futsal) para disputar a Liga Paulista B, competição que dá acesso à Copa Paulista, tradicional torneio da modalidade. O time também fez sua estreia na Taça EPTV de Futsal, o maior torneio da região de Ribeirão Preto. O clube também conquistou o bicampeonato da Copa Ribeirão de Futsal[14][15]

No dia 03 de novembro de 2019, o Comercial Futsal realizou seu primeiro jogo internacional em sua história goleando a Seleção de Cuba pelo placar de 6-1.[16] O amistoso foi realizado no ginásio do Colégio Marista em Ribeirão Preto.[17]

Futsal Down[editar | editar código-fonte]

A partir de 2019, o Comercial passa a ter uma equipe de futsal específica para pessoas com Síndrome de Down. A equipe Comercial Futsal Down, montada através da parceria entre Comercial e Associação Sem Fronteiras, visa elevar o esporte[18].

Comercial Basketball[editar | editar código-fonte]

Entre 2015 e 2017 o Comercial manteve um time de basquete, como forma de impulsionar a sua marca[19]. A equipe chegou a disputar campeonatos municipais e regionais[20].

Basquete adaptado[editar | editar código-fonte]

Em 2018, o Comercial, em parceria com a Associação de Amigos Deficientes (ADAD), lançou um time de basquete adaptado. A equipe disputou o campeonato paulista daquele ano[21].

Rivalidade com o Botafogo[editar | editar código-fonte]

Principais rivalidades[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 19 de outubro de 2019.

Histórico de jogos
Adversário Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo de gols Último resultado
São Paulo Botafogo-SP 167 49 57 61 208 212 -04 CFC 3–0 BFC (C)
São Paulo Ferroviária 119 42 34 43 75 79 -04 CFC 1–0 AFE (C)
São Paulo Guarani 82 24 23 35 101 131 -30 CFC 1–0 GFC (C)
São Paulo Palmeiras 62 12 16 34 64 126 -62 CFC 0–2 SEP (C)
São Paulo Francana 60 26 16 18 65 55 10 CFC 1–0 AAF (F)
São Paulo Paulista 59 18 15 26 59 85 -26 CFC 2–1 PFC (F)
São Paulo Santos 58 9 8 41 58 141 -83 CFC 0–2 SFC (F)
São Paulo Corinthians 56 18 10 28 53 87 -34 CFC 0–3 COR (F)
São Paulo XV de Piracicaba 46 10 21 15 43 50 -07 CFC 0–0 XVP (C)
São Paulo Noroeste 40 14 13 13 52 44 08 CFC 0–1 NOR (C)
São Paulo São Paulo 37 3 5 29 36 123 -87 CFC 0–1 SAO (F)
São Paulo Ponte Preta 36 10 10 16 35 48 -13 CFC 0–1 PON (C)
São Paulo São José 35 12 14 09 32 31 01 CFC 2–2 SJC (C)

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 08 de março de 2019[22]

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador lesionado/contundido
  • Emprestado: Jogador por empréstimo
  • Prata da casa: Prata da casa (jogador revelado pelo Comercial)
  • Suspenso: Jogador suspenso
Goleiros
N.º Jogador
' Brasil Leandro Santos
' Brasil WesleyPrata da casa
' Brasil Iago
Defensores
N.º Jogador Pos.
' Brasil Otavio GutPrata da casa Z
' Brasil Léo Coelho Z
' Brasil Danilo Santos Z
' Brasil Cléber Z
' Brasil Sílvio Z
' Brasil Mizael LD
' Brasil Lêo Pereira LD
' Brasil Dener LE
' Brasil Cortez LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
' Brasil Leonai Capitão V
' Brasil Tenner V
' Brasil Kasado V
' Brasil Romarinho M
' Brasil Tauã M
' Brasil Edson Pio M
' Brasil Helton Luiz M
' Brasil Paulinho M
' Brasil Cesinha M
Atacantes
N.º Jogador
' Brasil Caio Vieira
' Brasil Zé AndradePrata da casa
' Brasil Caique
' Brasil Michel RennerPrata da casa
' Brasil Caio
' Brasil Erik Bessa
' Brasil João Marcos
' Brasil Conrado
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Roberval Davino T

Torcedores e Torcidas Organizadas[editar | editar código-fonte]

O Comercial foi pioneiro em torcidas organizadas no interior de São Paulo. Salim Nassif foi por muitos anos, o torcedor símbolo do Comercial. Ele entrava no gramado sagrado do Palma Travassos sempre junto com o time e oficializou a torcida TUC - Torcida Uniformizada do Comercial, que existiu até os fins dos anos 80.

Atualmente o Comercial tem como torcidas organizadas a Mancha Alvinegra, fundada em 5 de abril de 1986, o Batalhão Alvinegro, fundado em 23 de abril de 2002, além da organização fundada mais recentemente (2018), conhecida como Bafo Chopp. Além disso, o clube possui um programa de sócio-torcedores, garantindo maior presença nos jogos, devido à venda de pacotes de ingresso e outras promoções.

Uma das principais marcas do torcedor comercialino é o costume de assistir às partidas nos alambrados do Estádio Palma Travassos, incomodando os adversários, arbitragem e até jogadores do próprio clube quando estes atuam mal.

Nota-se uma considerável presença da torcida constantemente, pois nos últimos jogos decisivos da história do clube (contra XV de Piracicaba, pela Série A3 de 2010; contra o São José, pela Série A2 de 2011; contra o Paulista de Jundiaí, pela final da Copa Paulista de 2011; contra o Capivariano, pela Série A2 de 2013), houve mais de dez mil torcedores comercialinos pagantes.

A torcida do Comercial, durante a Série A2 de 2013, possuiu a melhor média de público do torneio. Na rodada final da Segunda Fase, quando o clube perdeu para o Capivariano (1–0), mas confirmou o acesso, houve 10.720 pagantes no Estádio Palma Travassos, sendo este o maior público registrado no torneio. O Comercial realizou 13 partidas como mandante e teve a expressiva marca de 35.375 pagantes totais.[23]

Mancha Alvinegra
Mancha Alvinegra

O Grêmio Recreativo Torcida Organizada Mancha Alvinegra, também chamada de Maior de Ribeirão, foi fundada em 05 de abril de 1986, e é a maior torcida organizada do Comercial.

Fundada em 1986, mais precisamente no dia 5 de abril o Grêmio Recreativo Torcida Mancha Alvinegra vem marcando sua presença nos estádios de futebol. Participando ativamente da vida do clube a torcida Mancha Alvinegra já presenciou vários momentos na vida do Comercial.

Tendo como chefe, Adélio Gomes, conhecido popularmente como Paraná. Paraná teve o estimulo de fundar o Gremio Recreativo Mancha Alvinegra em função da homenagem a Salim Nassif, um comercialino nato que era chefe de umas das maiores e melhores torcidas do Brasil. Trata-se da T.U.C., a Torcida Uniformizada do Comercial.[24]

Hoje em dia a Torcida Mancha Alvinegra vive uma das suas melhores fases, com milhares de sócios ativos e uma grande participação nas arquibancadas de Palma Travassos, completando 25 anos em 2011. A torcida possui uma grande sede anexa ao Estádio Palma Travassos, onde reúne todos os instrumentos da agremiação e é utilizada para eventos.

Mancha Alvinegra um nome feito nos estádios pelo Brasil, várias caravanas anualmente feitas a Torcida Mancha Alvinegra sempre se sobressaiu, pois são raros os casos de desavenças com outras torcidas.

O embalo da torcida comercialina é visível nos últimos anos, pela tentativa de "dar a volta por cima", e o êxito é a palavra certa para entendermos essa excelente fase da Torcida Mancha Alvinegra e excepcionalmente tratando-se de Comercial.[25]

B.A.F.O. - Batalhão Alvinegro Força Organizada
Batalhão Alvinegro & Zona Leste

O Batalhão Alvinegro, também conhecida como Resistência Popular Comercialina, é a segunda maior torcida organizada do Comercial, e foi fundada em 23 de abril de 2002.

O Batalhão Alvinegro começou a tomar corpo no início de 2002, onde Rodrigo Brasileiro, o Serrana, teve o sonho de fundar uma torcida em Ribeirão Preto que tivesse verdadeiros valores de uma torcida organizada. Ex-integrante da Torcida Mancha Alvinegra do Comercial F.C., o sonho veio a se concretizar juntamente com Giovano, também remanescente da mesma torcida, em 23 de abril, durante uma boa campanha do Comercial no Campeonato Paulista da Série A2 daquele ano.

No dia 28 de abril de 2002, o Batalhão Alvinegro Força Organizada estreou, no jogo entre Comercial e Rio Preto, já contando com uma faixa de 1,50m x 10,00m. Neste jogo algumas pessoas acompanhavam o Batalhão, caso de Lucas, Carlos, Piter, Yves, Diego, Cláudio, entre outros.

O Batalhão durante o primeiro ano de existência teve muitas dificuldades, sem dinheiro em caixa e com um patrocínio, confeccionou as primeiras camisas da torcida, inovando em Ribeirão Preto, pois foi a primeira torcida a utilizar camisas pretas, mas, mesmo assim, com dificuldades, não tínhamos instrumentos, pegávamos emprestados, para poder fazer a tão desejada festa nos jogos do Leão.

Estamos em processo de reestruturação, no ano de 2018, o Batalhão Alvinegro conseguiu seu registro em cartório e cadastro junto aos órgãos da Polícia Militar e Federação Paulista de Futebol, algo necessário para poder exercer as atividades da torcida dentro dos estádios paulistas. Todos os materiais sejam instrumentos e vestimentas, estão sendo reformulados, para mais uma vez inovar o conceito de torcida organizada em Ribeirão Preto e Região. Estamos também revendo posturas e atitudes, para não sermos uma torcida que se encontra em dias de jogos, mas sim uma família que permanece unida todos os dias.

Bafo Chopp
Bafo Chopp

O Grêmio Recreativo Cultural Social e Esportivo Torcida Bafo Chopp popularmente conhecida como BAFO CHOPP foi fundada em 07/09/2018 pelos ex integrantes da Torcida Mancha Alvinegra: Wendel Cristiano Freitas Moraes, Luiz Gustavo Brito Guerra (Mussarela) e Wellington Henrique Candido e Silva (Tom).

No dia 07 de setembro de 2018, quando estavam realizando um churrasco na casa do Wendel decidiram, então, oficializar a criação da BAFO CHOPP.

Nos dias seguintes a notícia se espalhou e vários amigos demonstraram interesse em fazer parte desse movimento. E, cada dia que se passa, nossa família aumenta mais e mais.

A Bafo Chopp, ao contrario do que muitos pensaram, não foi criada para prejudicar nenhuma outra torcida já existente no COMERCIAL FUTEBOL CLUBE. E sim, somar de uma forma diferente de torcer e de incentivar, por isso adotamos o lema "JOGUEM COMO BEBEMOS”. Um lema bastante utilizado ente as torcidas CHOPP.

Quando a torcida foi fundada, o COMERCIAL estava jogando a 4º divisão do Campeonato Paulista, e precisávamos de alguma forma mostrar que a BAFO CHOPP existia, e de imediato mandamos fazer uma faixa pequena de 4,00m x 1,50m escrito CHOPP com o símbolo do COMERCIAL no meio e, ao mesmo tempo, realizamos nossa primeira caravana, onde estreamos a faixa em São Jose dos Campos no jogo de ida da semifinal do campeonato. De lá, saímos com um empate, que seria fundamental para nosso acesso.

Títulos[editar | editar código-fonte]

FUTEBOL PROFISSIONAL[editar | editar código-fonte]

CAMPEÃO
INTERNACIONAIS
Competição Títulos Ano
BrasilxUruguai Troféu Carlos Joel Nelli 1 1965¹
NACIONAIS
Competição Títulos Ano
Brasil Seletiva CBD para o Campeonato Brasileiro 1 1977²
INTERESTADUAIS
Competição Títulos Ano
Paraná Quadrangular Interestadual do Norte 1 1976
Goiás Quadrangular Interestadual Cidade de Goiânia 1 1965
São Paulo Copa Ribeirão Preto 2 1965, 1967³
ESTADUAIS
Competição Títulos Ano
São Paulo Campeonato Paulista do Interior 1 1966
São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Série A2 1 1958
São Paulo Torneio de Classificação do Campeonato Paulista 1 1981
São Paulo Campeonato Paulista - Divisão de Acesso - Setor Azul (Fase Classificatória) 1 1955
São Paulo Torneio José Ermirio de Moraes Filho 2 1973 e 1981
São Paulo Taça Castellões 1 1917
São Paulo Taça Besquizza 1 1917
São Paulo Taça Café Pinho 1 1918
São Paulo Taça Hotel Modelo 1 1918
São Paulo Taça Clark 1 1918
São Paulo Taça APEA 1 1927
REGIONAIS/MUNICIPAIS
Competição Títulos ANO
São Paulo Torneio Dr. Alberto Simioni 1 1982
São Paulo Troféu Deputado João Mendonça Falcão 1 1962
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Troféu Marechal Castelo Branco 1 1970
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Torneio Diário da Manhã 1 1933
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Taça Welson Gasparini 1 1992
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Taça Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto 1 1918
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Taça Villa Brasil 1 1924
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Taça Dunlop 1 1924
TOTAL
Competição Títulos Temporadas
Comercial FC.png Títulos oficiais 26 1 Internacional, 1 Nacional, 4 Interestaduais, 12 Estaduais e 8 Municipais/Regionais

NOTAS IMPORTANTES
¹ Troféu Carlos Joel Nelli - Título dividido com o Peñarol, e descrito no livro Comercial - Uma Paixão Centenária (Igor Ramos)[26]
² Seletiva CBD para o Campeonato Brasileiro - Título descrito no livro Comercial - Uma Paixão Centenária (Igor Ramos)[27]
³ Copa Ribeirão Preto de 1967 - Título dividido com o Botafogo-SP e Ferroviária de Araraquara

VICE-CAMPEÃO
ESTADUAIS
Competição Vice Ano
São Paulo Copa Paulista 1 2011
São Paulo Taça São Paulo 1 1962
São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Segunda Divisão 1 2018
São Paulo Campeonato Paulista de Futebol - Série A2 2 1954 e 1993
São Paulo Campeonato Paulista do Interior 2 1918[28] e 1921
REGIONAIS/MUNICIPAIS
Competição Vice Ano
São Paulo Taça 24 de Outubro (Torneio Início Regional) 1 1931
São Paulo Taça Café do Estado - Torneio Início da Liga Regional de Football 1 1935
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Troféu Jornalista Renê Andrade 1 2014
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Troféu Ribanco 1 1969
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Taça Ribeirão Preto 1 1974
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Troféu Eduardo José Farah 1 1996

FUTEBOL - CATEGORIAS DE BASE[editar | editar código-fonte]

CAMPEÃO
ESTADUAIS
Competição Títulos Ano
São Paulo Campeonato Paulista Sub-20 - 2ª Divisão 1 1992
São Paulo Campeonato Paulista Sub-21 - F.P.F.A. 1 2003
São Paulo Jogos Regionais 2 2013[29], 2019
VICE-CAMPEÃO
NACIONAIS
Competição Vice Ano
Brasil Copa São Paulo de Futebol Júnior 1 2006
ESTADUAIS
Competição Vice Ano
São Paulo Jogos Regionais 1 2015[30]

OUTROS ESPORTES[editar | editar código-fonte]

FUTSAL MASCULINO[editar | editar código-fonte]

CAMPEÃO
MUNICIPAIS/REGIONAIS
Competição Títulos Anos
Bandeira de Ribeirão Preto.svg Copa Ribeirão Preto de Futsal 2 2018, 2019[31]
VICE-CAMPEÃO
ESTADUAIS
Competição Títulos Anos
São Paulo Jogos Regionais 1 2018[32][33]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Temporadas do Comercial-SP

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2019
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última A Aumento R Baixa
São Paulo Campeonato Paulista 31 4º colocado (1966) 1927 2014 4
Série A2 31 Campeão (1958) 1954 2015 3 2
Série A3 5 5º colocado (2010) 2010 2020 1 1
Segunda Divisão 1 Vice-campeão (2018) 2018 2018 1
Copa Paulista 16 Vice-campeão (2011) 1999 2019
Brasil Campeonato Brasileiro 2 14º colocado (1979) 1978 1979
Série B 2 6º colocado (1980) 1980 1981
Série C 4 34º colocado (1996) 1996 2003

Comercial no Brasileirão[editar | editar código-fonte]

Ao todo, o Comercial participou 8 vezes do Campeonato Brasileiro, disputando três das quatro divisões do futebol nacional. Suas participações foram: duas vezes na Série A (1978 e 1979); duas vezes na Série B (1980 e 1981); e quatro vezes na Série C (1996, 2000, 2002 e 2003). O time ainda não disputou apenas a Série D, criada recentemente.

Considerando em negrito as melhores campanhas de cada série; em negrito e itálico a melhor campanha no geral; e apenas em itálico a pior campanha no geral; suas participações em Brasileiros foram:

Ano Série Colocação
1978 Série A 42º
1979 Série A 14º
1980 Série B
1981 Série B 31º
1996 Série C 34º
2000 Série C 107º
2002 Série C 39º
2003 Série C 84º
Série A

Na Série A, a principal divisão do futebol nacional, o Comercial estreou em 1978, após vencer uma Seletiva organizada pela CBD. A vitória na Seletiva de 1977, em cima do seu maior rival, o Botafogo-SP, garantiu o acesso do Leão à elite nacional.

Em 1979, o Comercial repetiu sua participação em Brasileirão da Série A, disputando o torneio que teve, até agora, o maior número de participantes da história, 94 times. Apesar da boa campanha que o Bafo obteve no final, terminando em 14º entre os 94 participantes, o clube enfrentou problemas no decorrer da competição, principalmente com o técnico Daltro Menezes[34], que acabou demitido, e teve que ver um jogador de linha, Pedro Omar, assumir as funções de jogador e técnico.

Apesar de não ser rebaixado em 1979, o clube acabou indo disputar a Série B em 1980, com a reorganização do futebol nacional. Assim, na Série A, o time teve as seguintes participações:

Todas as campanhas do Comercial no Brasileiro Série A
Edição PG J V E D PE GP GC SG Eliminação Posição/Participantes Artilheiro do time no campeonato
42 Brasileiro 1978 16 19 4 7 8 1 14 19 -5 2ª Fase 42º/74 Jáder (5 gols)[35]
14 Brasileiro 1979 10 10 4 2 4 11 15 -4 10 3ª Fase 14º/94 Anselmo e Luís Alberto (3 gols)[36]
Série B

Vindo da Série A após a reestruturação do futebol nacional, o Leão jogou a Série B em 1980 e 1981. Chegou ao 6º lugar em 1980, mas não conseguiu repetir o feito no ano seguinte. Depois desse torneio, ficaria 15 anos fora do Brasileirão.

Série C

A volta do Comercial a um Brasileirão aconteceu na Série C em 1996, mas o time acabou em 34º lugar. Em 2000, entrou na disputa do Módulo Branco da Copa João Havelange. Acabou ficando em 107º entre os 116 times participantes no geral - a Copa João Havelange considerou todos os times participantes na classificação final, sem distinção de módulos. O Bafo ainda voltou a disputar nacionais da Série C em 2002 e 2003[37], sem conseguir acessos. Desde então, não participou mais do Brasileirão.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Commercial Football Club[editar | editar código-fonte]

Presidente Início Término
Brasil Antídio de Almeida 1911 1911
Brasil Carlos Tritsch 1911 1912
Brasil Jefferson Nogueira 1913 1915
Brasil Luís Ferreira Gomes 1915 1919
Brasil Antônio Uchoa Filho 1919 1920
Brasil Alberto Seixas 1920 1922
Brasil Abílio Sampaio 1922 1924
Brasil Antônio Uchoa Filho 1924 1925
Brasil Camilo de Mattos 1925 1927
Brasil Artur Maciel 1928 1930
Brasil Osvaldo Urioste 1930 1932
Brasil Alvino Grota 1933 1936

De 1936 a 1954, o Comercial FC esteve ligado a Recreativa.

Comercial Futebol Clube[editar | editar código-fonte]

Presidente Início Término
Brasil Oscar de Moura Lacerda 1954 1955
Brasil Belmácio Pousa Godinho 1955 1955
Brasil Júlio Ferreira da Costa 1955 1955
Brasil José Franco do Amaral 1955 1956
Brasil Plínio de Castro Prado 1956 1957
Brasil Belmácio Pousa Godinho 1957 1958
Brasil Jamil Jorge 1958 1959
Brasil Romero Barbosa 1959 1961
Brasil Mario Ricci 1961 1962
Brasil Raimundo Penaforte C. Durão 1962 1963
Brasil Antonio Gouveia Veludo 1963 1965
Brasil Mario Ricci 1965 1966
Brasil Romero Barbosa 1966 1967
Brasil Mario Ricci 1967 1967
Brasil Roberto Luís Nogueira 1967 1968
Brasil José Fernando de Athayde 1968 1970
Brasil Major Armando Emílio Ristow 1970 1970
Brasil Galba Stênio Teixeira 1970 1970
Brasil Major Armando Emílio Ristow 1970 1972
Brasil José Pena Firme da Luz 1972 1972
Brasil Milton de Abreu Machado 1972 1973
Brasil Ítalo Baruffi 1973 1974
Brasil José Pena Firme da Luz 1974 1974
Brasil Paulo Régines Gomes 1974 1976
Brasil Abib Salim Cury 1976 1978
Brasil Breno Augusto Spinelli Martins 1978 1980
Brasil Milton de Abreu Machado 1980 1981
Brasil Mário Baldin 1981 1981
Brasil José Carlos Mársico 1981 1981
Brasil Abib Salim Cury 1981 1983
Brasil Mario Ricci 1983 1983
Brasil Oswaldo de Carvalho 1983 1983
Brasil José Fernando de Athayde 1983 1984
Brasil Miguel Cury 1984 1985
Brasil Coronel Edgard Pereira 1985 1986
Brasil Miguel Said Netto 1986 1987
Brasil José Fernando de Athayde 1987 1988
Brasil Oswaldo de Carvalho 1988 1991
Brasil Miguel Said Netto 1991 1993
Brasil João Batista de Campos 1993 1996
Brasil José César Ricci 1997 1997
Brasil João Batista de Campos 1997 1998
Brasil José César Ricci 1998 1998
Brasil Luiz Joaquim Antunes 1998 1999
Brasil Guilherme Scatena Neto 1999 2000
Brasil Paulo Cristino 2000 2000
Brasil Antônio Campanelli Fernandes 2000 2001
Brasil João Paulo de César 2001 2001
Brasil Otto Terra 2001 2001
Brasil Adelino Simões Galla 2001 2001
Brasil Odair Bodini 2001 2001
Brasil Santino Soares da Silva Júnior 2001 2007
Brasil José Fernando de Athayde 2007 2009
Brasil Eduardo Mauro Baptista 2009 2009
Brasil Rangel Antonio Scandiuzi 2009 2010
Brasil Nelson Lacerda da Silva 2010 2015[38]
Brasil David Isaac 2015 2015
Brasil Breno Augusto Spinelli Martins 2015 2017
Brasil Ademir Chiari 2017 presente

Os grandes ídolos[editar | editar código-fonte]

Anos 1910, 20 e 30[editar | editar código-fonte]

O jogador e musicista, Belmácio Pousa Godinho, foi um dos ídolos do Commercial nos anos 1920, e autor da melodia do Hino do clube.
Nac. Jogador Nac. Jogador
Brasil Alvino Grota Brasil Franco Guião
Brasil Quinin (Joaquim Marques de Carvalho) Brasil Geraldo Guião
Brasil Dantas (Antonio Dantas) Brasil Pequitote
Brasil Timóteo Grota Brasil Vespu
Brasil Belmácio Pousa Godinho Brasil Chapa
Brasil João Palma Guião Brasil Augusto Achê
Uruguai Juan C. Bertone Uruguai Augusto Bertone
Brasil João Fernandes Brasil Zé Macaco (Benedito Rodrigues Santos)
Brasil Zico (Sebastião Rodrigues Moraes) Brasil Alberto Lorenzon
Brasil Orestes Moura Pinto Brasil José Guimarães
Brasil Lourenço Parera Brasil A. Oliveira

Anos 1950 até o presente[editar | editar código-fonte]

Emerson Leão foi revelado pelo Comercial na década de 60.
Diego Ribas da Cunha iniciou sua trajetória na escolinha do Poli Esportivo do Comercial.
Nac. Jogador Nac. Jogador
Brasil Hilson Souza Brasil Carlos Cézar
Brasil Rostain Brasil Jáder[39]
Brasil Lessi Brasil Almeida
Brasil Cassiano Brasil Benê
Brasil Ferreira[40] Brasil Marco Antônio
Brasil Rosan[41] Brasil Pascoalim
Brasil Guina[42] Brasil Pedro Omar[43]
Brasil Jair Gonçalves[44] Brasil Didi[45]
Brasil Raul Pratalli[46] Brasil Beto Cano[47]
Brasil Lúis Alberto Brasil Anselmo
Brasil Jair Bala Brasil David Aparecido Avelar dos Santos
Brasil Tadeu Ricci Brasil Piter
Brasil Vagner[48] Brasil Paulinho[49]
Brasil Paulo Bin Brasil Emerson Leão
Brasil Alemão Brasil Ademirzinho
Brasil Vital Brasil Tomires
Brasil Toninho Moura[50] Brasil Ziquita[51]
Brasil Mauricinho Brasil Rômulo
Brasil Glauco Brasil Serrano
Brasil Alexandre Villa Brasil Juliano Koagura
Brasil Daniel Chocão Brasil Gleison
Brasil Juninho Brasil Diego
Brasil Éder Luís Brasil Elionar Bombinha
Brasil Marcio Ambrósio Brasil Acleison
Brasil Fabão[52] Brasil Leandro[53]
Brasil Macena Brasil Alex Santana
Brasil Laércio Moacyr Sostena

Estrangeiros[editar | editar código-fonte]

Os jogadores estrangeiros que passaram pelo Comercial.

Nacionalidade Nome Posição Temporada
Uruguai Juan C. Bertone desconhecido Anos 1920
Uruguai Augusto Bertone desconhecido Anos 1920
Argentina Armando Renganeschi Zagueiro Anos 1956
Argentina Miguel Angel Ortiz[54] Goleiro Anos 1970
Japão Yuji Minami[55][56] Atacante 2002–2003
Argentina Esteban Giglio[57][58][59][60] Volante 2011
Polónia Brasil Roger Guerreiro[61] Meia 2013
Paraguai Pedro Vera[62][63] Volante 2015
Camarões Samuel Eto'o[64][65] Atacante 2015 (1 jogo amistoso)

Miguel Ortiz foi o único estrangeiro a defender o gol comercialino. Ele também foi o goleiro do Comercial nas duas vezes em que o clube disputou a primeira divisão nacional, em 1978[66] e 1979.

O japonês Yuji Minami foi o primeiro estrangeiro não sul-americano a vestir a camisa do Comercial[67]. Ele também foi o primeiro jogador asiático a marcar um gol vestindo a camisa do clube, em jogo realizado no Palma Travassos, no dia 5 de outubro de 2002, na derrota do Comercial por 2–3 para o Rio Branco de Americana, pelo Grupo 2 da Copa Mauro Ramos[68]. Ele ainda marcou mais um gol pelo Comercial, no dia 26 de outubro de 2002, pelo mesma Copa Mauro Ramos, desta vez, porém, no empate do Comercial em 3–3 com a Matonense[69].

O argentino Esteban Giglio foi o último estrangeiro a vestir a camisa do Comercial em uma partida oficial[70], pelo Campeonato Paulista Série A2 de 2011. O polaco-brasileiro Roger Guerreiro e o paraguaio Pedro Vera, contratados depois de Giglio, não chegaram a atuar em partidas oficiais[71] pelo clube. Já o camaronês Eto'o, fez apenas um jogo amistoso promocional.

O camaronês Samuel Eto'o atuou num Come-Fogo amistoso[72], realizado no Estádio Santa Cruz, em 22 de dezembro de 2015[72]. Eto'o atuou 40 minutos pelo Comercial, e aos 39 minutos do primeiro tempo marcou um gol pelo Leão do Norte[73]. O restante do jogo, Eto'o atuou pelo Botafogo, e marcou dois gols.

Jogos Internacionais Históricos[editar | editar código-fonte]

Seja no campo ou em quadra, o Comercial fez, ao longo de sua história, alguns jogos internacionais e históricos, segue a lista:

JOGOS INTERNACIONAIS DO COMERCIAL FC (CAMPO, PROFISSIONAL)
Data e horário Confronto Estádio Cidade Tipo de jogo
25/10/1922 - ? Comercial 1-1 Argentina Estádio da Rua Tibiriçá Brasil Ribeirão Preto Amistoso
01/07/1928 - ? Comercial 2-0 Peñarol Universitario Estádio da Rua Tibiriçá Brasil Ribeirão Preto Amistoso
14/07/1965 - ? Comercial 1-1 Peñarol Palma Travassos Brasil Ribeirão Preto Troféu Carlos Joel Nelli
31/05/1966 - ? Comercial 2-4 Brasil Estádio José Araújo Cintra Brasil Amparo Amistoso
30/06/2011 - 13:00 FC Gratkorn 1–3 Comercial FC Lankowitz Stadium Áustria Maria Lankowitz Amistoso
02/07/2011 - 13:00 LASK Linz 3–1 Comercial Puchenau Arena Áustria Puchenau Amistoso
04/07/2011 - 13:45 FC Steaua București 2–2 Comercial Sankt Michael Stadium Áustria Sankt Michael in Obersteiermark Amistoso
06/07/2011 - 13:30 Kapfenberger SV 1–3 Comercial FC Lankowitz Stadium Áustria Maria Lankowitz Amistoso
10/07/2011 - 13:30 Anzhi Makhachkala 1–2 Comercial[74] USC Rogner Bad Blumau Áustria Bad Blumau Amistoso
JOGOS INTERNACIONAIS DO COMERCIAL FUTSAL (PROFISSIONAL)
Data e horário Confronto Ginásio Cidade Tipo de jogo
03/11/2019 - 16h Comercial 6-1 Asociación de Fútbol de Cuba Ginásio do Colégio Marista Brasil Ribeirão Preto Amistoso

Técnicos Históricos[editar | editar código-fonte]

Nacionalidade Nome
Brasil Alfredo Sampaio Filho
Argentina Uruguai Alcides Mañay
Argentina Armando Renganeschi[75]
Argentina José Guillermo Agnelli[76]
Brasil Otto Glória
Brasil Varlei de Carvalho
Brasil Afrânio Riul[77]
Brasil Márcio Fernandes
Chile Roberto Rojas[78]
Brasil Geninho[79]
Brasil Pinho[80]

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Desde que surgiu, o Comercial adotou o preto e branco como cores oficiais. Oficialmente, o uniforme número um do clube é todo branco, já o segundo uniforme contém camisa listrada em preto e branco, calções e meiões pretos.

Fornecedores de materiais esportivos[editar | editar código-fonte]

Fornecedora de Material Período Patrocinador Máster
Brasil Penalty 1974–1977 não houve
Alemanha Adidas 1978–1986 Não houve de 1978–1983
Chap Chap Construtora (1983)
Consórcio Gasplan (1983–1984)[81]
Laguna Autopeças (1985–1986)[82]
Auto Retifica Nacional (1986)[83]
Brasil Topper 1987–1990 Laguna Autopeças (1987–1988)
PAFIL (1989)
Laguna Autopeças (1990)
Brasil Kyalami 1991–1995 Auto Americano (1991–1993)
Luwasa (1993)[84]
R Consórcios / Ford (1993)[85]
Basilar (1994–1995)[86]
Hidromao (1995)
Inglaterra Umbro 1996 Biscoitos Mabel (1996)
Brasil Addit 1996–1998 Biscoitos Mabel (1996–1997)[87]
Não houve em 1998
Brasil Geração Sport 1998–1999 Não houve em 1998[88]
Kiss (1999)
Brasil Atem[89][90] 1999 Não houve
Brasil Geração Sport 2000 Colégio Anglo (2000)
Café Jordão (2000)[91][92]
Brasil Atem 2001 Não houve
Inglaterra Umbro 2001 Copa Coca-Cola (2001)
Brasil Geração Sport 2001–2006 Geração Sport (2001)[93]
SIMM (2002)
Pet Shop Au Au (2003)
Não houve em 2004[94]
Ourofino (2005)[95]
Labordiesel (2006)[96]
Alemanha Uhlsport[97] 2006 Ourofino
Brasil Geração Sport 2007 Embratel[98]
Brasil Ribsilk 2008–2009 Passaredo Linhas Aéreas (2008)[99]
Coca-Cola (2009)[100]
Brasil Geração Sport 2010–2012 Noblle Créditos Tributários (2011)[101]
Noblle Créditos Tributários / UBP (2011)[102]
Embratel (2012)
Brasil No Stress 2012 Embratel (2012)
Noblle Créditos Tributários (2012)
Brasil Geração Sport 2013–2014 HF Equipamentos (2013)
Claro (2014)
Brasil Aktion 2014–2015 Lacerda Sports (2014)
Noblle Precatórios (2015)
Brasil Geração Sport 2015 Twiter (2015-2015) - 1 jogo[103][104]
Brasil Uniex[105][106] 2016 Dinagro
Brasil Geração Sport 2017–atualmente Cenourão Super Varejão (2017)
Dinagro (2018)
UNIMED / Dinagro / COAL / Sicredi[107] / Casa Damasco / Poty (2019)[108][109]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 14 de novembro de 2011.[110]

  • Posição: 95º
  • Pontuação: 112 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Laudo de Segurança 2017/2018 - Estádio Palma Travassos» (PDF). http://laudosestadios.fpf.org.br. Consultado em 18 de abril de 2018 
  2. a b c d e f g h i j https://wsports.com.br/parceria-entre-comercial-e-unimed-sera-dentro-e-fora-de-campo
  3. https://www.futebolinterior.com.br/futebol/Comercial-SP/noticias/2019-01/com-novidades-comercial-apresenta-uniformes-e-novos-planos-de-socio
  4. «Comercial é o único time a marcar cinco gols no São Paulo em pleno Morumbi». Consultado em 25 de novembro de 2018 
  5. «Globo Futpédia». Consultado em 5 de maio de 2013 
  6. «14/10/1964 - Comercial RP 2x3 Santos - Campeonato Paulista». Consultado em 28 de outubro de 2018 
  7. «Goleiro que sofreu último gol de Garrincha se surpreende com descoberta». Consultado em 28 de outubro de 2018 
  8. https://trivela.com.br/sete-revelacoes-em-finais-da-copinha-que-nao-vingaram-como-profissionais/
  9. https://rgdogol.webnode.com.br/news/comercial-e-botafogo-na-copa-sao-paulo/
  10. https://www.maisribeiraopreto.com.br/noticias/futebol-masculino-vence-na-estreia-dos-jogos-regionais-6942
  11. https://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/J332/noticia/43466
  12. https://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/futebol/times/comercial-sp/noticia/comercial-oficializa-parceria-com-i9-evolvendo-a-base-e-uso-de-ct.ghtml
  13. https://thathi.com.br/esporte/parceria-entre-comercial-e-i9-promete-potencializar-contratos-de-jovens-jogadores/?fbclid=IwAR20YOn2_r9WPRjSuWwqVWRNwy9arVtYgfbn1DFxAUuns9RtmJCwhMgd5qo
  14. https://thathi.com.br/esporte/comercial-futsal-e-bicampeao-da-copa-ribeirao/
  15. Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto (12 de fevereiro de 2019). [Futsal Ribeirão assina parceria com o Comercial Futebol Clube «Futsal Ribeirão assina parceria com o Comercial Futebol Clube»] Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  16. https://ligapaulistafutsal.com.br/2019/11/04/comercial-de-ribeirao-preto-goleia-cuba-em-jogo-amistoso/
  17. https://www.tribunaribeirao.com.br/site/comercial-futsal-goleia-cuba-em-amistoso-internacional/
  18. https://www.revide.com.br/noticias/esporte/comercial-tem-parceria-firmada-com-equipe-de-futsal-down/
  19. https://www.revide.com.br/noticias/esporte/para-impulsionar-marca-comercial-apresenta-novo-time-de-basquete/
  20. http://www.oimparcialmontealto.com.br/noticias/basquete-de-monte-alto-se-garante-na-final-da-copa-revelar/
  21. https://www.revide.com.br/noticias/esporte/basquete-adaptado-do-comercial-supera-quatro-linhas-da-quadra/
  22. https://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202
  23. «Com melhor público da Série A2, Comercial assume liderança do ranking de pagantes». Sr. Goool. 30 de abril de 2013. Consultado em 2 de maio de 2013 
  24. Comercial Futebol Clube (22 de abril de 2011). «Torcidas do Comercial». Consultado em 22 de abril de 2011 
  25. Mancha Alvinegra (22 de abril de 2011). «GRTO Mancha Alvinegra». Consultado em 22 de abril de 2011 
  26. http://www.plataformaverri.com.br/index.php?bib=1&local=book&letter=R&idCity=24&idCategory=20&idBook=1435
  27. http://www.plataformaverri.com.br/index.php?bib=1&local=book&letter=R&idCity=24&idCategory=20&idBook=1435
  28. http://www.rsssfbrasil.com/tablessz/spint.htm
  29. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/noticia/2013/07/com-campanha-perfeita-comercial-vence-matao-e-conquista-regionais.html
  30. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/noticia/2015/07/barretos-derrota-o-comercial-na-final-dos-jogos-regionais-e-fica-com-titulo.html
  31. https://thathi.com.br/esporte/comercial-futsal-e-bicampeao-da-copa-ribeirao/
  32. http://portalmorada.com.br/esporte/esportes/68726/futsal-masculino-e-bicampeao-dos-jogos-regionais
  33. http://www.federacaopaulistadefutsal.com.br/novo/ribeirao-preto-e-araraquara-se-enfrentam-na-final-dos-jogos-regionais-de-matao/
  34. https://books.google.com.br/books?id=fMCEdGVOmFYC&pg=PA18&lpg=PA18&dq=daltro+menezes+demitido+do+comercial&source=bl&ots=V6M4Ea_nw2&sig=ACfU3U3TcGAV6HtjewKKEOijW4MsRnCVAg&hl=pt-BR&sa=X&ved=2ahUKEwjLgJv66LXjAhW-FLkGHYnXDSE4ChDoATAAegQICRAB#v=onepage&q=daltro%20menezes%20demitido%20do%20comercial&f=false
  35. https://futebolnacional.com.br/infobol/formation.jsp?code=FFF020BA26B15940D5FFC783833F5226&team=532&lang=pt_br
  36. https://futebolnacional.com.br/infobol/formation.jsp?code=538A821E90B100A640BB690F1CB3D66A&team=532&lang=pt_br
  37. http://www.rsssfbrasil.com/tablesae/br2003l3.htm
  38. http://www.jornalacidade.com.br/esportes/comefogo/comefogo_internaNOT.aspx?idnoticia=1063295
  39. http://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202&epoca_id=106
  40. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/futebol/times/comercial-sp/noticia/2017/04/lateral-do-comercial-de-66-ferreira-pede-seriedade-e-cre-em-reorganizacao.html
  41. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/futebol/times/comercial-sp/noticia/2017/04/lateral-do-comercial-de-66-ferreira-pede-seriedade-e-cre-em-reorganizacao.html
  42. http://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202&epoca_id=106
  43. http://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202&epoca_id=106
  44. https://www.revide.com.br/noticias/mestres-da-bola-que-fizeram-historia-do-leao/
  45. https://www.revide.com.br/noticias/mestres-da-bola-que-fizeram-historia-do-leao/
  46. https://www.revide.com.br/noticias/mestres-da-bola-que-fizeram-historia-do-leao/
  47. https://www.revide.com.br/noticias/mestres-da-bola-que-fizeram-historia-do-leao/
  48. http://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202&epoca_id=106
  49. http://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202&epoca_id=106
  50. http://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202&epoca_id=106
  51. http://www.ogol.com.br/equipa.php?id=3202&epoca_id=106
  52. http://www.futebolinterior.com.br/futebol/Comercial-SP/noticias/2012-01/Comercial-contrata-zagueiro-Fabao
  53. http://esporte.ig.com.br/futebol/leandro/l1237865265763.html
  54. http://terceirotempo.bol.uol.com.br/que-fim-levou/ortiz-2243
  55. http://forums.bigsoccer.com/threads/not-so-famous-japanese-players-abroad-r.285190/page-24
  56. http://www.rsssfbrasil.com/tablesae/csp2002mr.htm
  57. https://www.transfermarkt.pt/esteban-giglio/profil/spieler/81603
  58. http://www.ogol.com.br/player.php?id=85767
  59. https://www.futebolinterior.com.br/futebol/Comercial-SP/noticias/2011-03/A2:-Esteban-Giglio-pode-estrear-com-a-camisa-do-Comercial-neste-domingo
  60. https://esportes.estadao.com.br/noticias/geral,estrangeiros-sao-opcao-ate-para-os-clubes-pequenos-imp-,798024
  61. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/noticia/2013/11/comercial-contrata-meia-roger-guerreiro-ex-corinthians-diz-jornal.html
  62. http://www.jornalacidade.com.br/esportes/comefogo/comefogo_internaNOT.aspx?idnoticia=1036492
  63. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/noticia/2015/02/comercial-anuncia-volante-paraguaio-com-passagens-por-olimpia-e-libertad.html
  64. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/futebol/noticia/2015/12/etoo-brilha-com-tres-gols-no-classico-e-come-fogo-termina-sem-vencedor.html
  65. http://espn.uol.com.br/noticia/566273_passagem-de-etoo-pelo-brasil-teve-jatinho-e-carnes-nobres-mas-com-show-de-humildade
  66. http://www.gazetapress.com/pauta/6919/historia_do_comercial_sp#
  67. http://www.bigsoccer.com/threads/not-so-famous-japanese-players-abroad.285190/page-49
  68. http://www.rsssfbrasil.com/tablesae/csp2002mr.htm
  69. http://www.rsssfbrasil.com/tablesae/csp2002mr.htm
  70. https://www.futebolinterior.com.br/futebol/Comercial-SP/noticias/2011-03/A2:-Esteban-Giglio-pode-estrear-com-a-camisa-do-Comercial-neste-domingo
  71. https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2017/10/04/ele-fez-gol-em-eurocopa-se-desiludiu-com-futebol-e-virou-motorista-de-uber.htm
  72. a b http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/noticia/2015/12/etoo-agrada-torcidas-ajuda-rai-e-diz-aguardar-proposta-para-jogar-no-brasil.html
  73. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/jogo/22-12-2015/botafogo-comercial/
  74. http://trivela.uol.com.br/comercial-vence-amistoso-contra-anzhi-na-austria/
  75. https://books.google.com.br/books?id=hKRGAFIH9BoC&pg=PA49&lpg=PA49&dq=renganeschi+t%C3%A9cnico+do+Comercial&source=bl&ots=e64yR5aOqH&sig=_b_QSjyvZp0Trvrqk3P9xcmXkmM&hl=pt-BR&sa=X&ved=0CB4Q6AEwAGoVChMIm-iwv6_dxgIViZUNCh14qAmN#v=onepage&q=renganeschi%20t%C3%A9cnico%20do%20Comercial&f=false
  76. http://terceirotempo.bol.uol.com.br/que-fim-levou/jose-agnelli-2161
  77. http://www.ogol.com.br/coach.php?id=18038
  78. http://terceirotempo.bol.uol.com.br/que-fim-levou/roberto-rojas-3589
  79. http://www.ogol.com.br/team_coaches.php?pais=0&compet_id_jogos=555&id=3202&menu=&o=
  80. https://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/futebol/times/comercial-sp/noticia/rei-do-acesso-pinho-e-contratado-para-tirar-comercial-da-quarta-divisao.ghtml
  81. http://www.gazetapress.com/busca/fotos/?q=torneio+in%C3%ADcio+do+campeonato+paulista+1984#
  82. http://www.gazetapress.com/pauta/4767/nene#
  83. http://www.gazetapress.com/pauta/4767/nene#
  84. http://www.gazetapress.com/busca/fotos/?q=divis%C3%A3o+intermedi%C3%A1ria
  85. http://www.gazetapress.com/busca/fotos/?q=divis%C3%A3o+intermedi%C3%A1ria#
  86. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-1995-jpg
  87. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-1997-jpg
  88. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-1998-jpg
  89. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-1999-uniforme-1-jpg
  90. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-1999-uniforme-2-jpg
  91. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2000-jpg
  92. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2000-uniforme-de-treino-jpg
  93. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2001-especial-90-anos-jpg
  94. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2004-enviada-por-ze-ari-jpg
  95. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2005-enviada-por-comercial-fc-jpg
  96. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2006-enviada-por-comercial-fc-jpg
  97. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2006-enviada-por-goleiro-anderson-moraes-jpg
  98. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2007-enviada-por-alexsandro-goiano-jpg
  99. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2008-enviada-por-eduardo-mauro-baptista-jpg
  100. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2009-enviada-por-eduardo-mauro-baptista-jpg
  101. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2010-especial-99-anos-enviada-por-comercial-fc-jpg
  102. https://rgdogol.webnode.com.br/camisas/#comercial-fc-2011-autografada-enviada-por-comercial-fc-jpg
  103. https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2015/12/22/etoo-faz-tres-e-xingado-e-amistoso-come-fogo-termina-empatado.htm
  104. http://globoesporte.globo.com/sp/ribeirao-preto-e-regiao/futebol/noticia/2015/12/etoo-brilha-com-tres-gols-no-classico-e-come-fogo-termina-sem-vencedor.html
  105. http://www.showdecamisas.com.br/2016/06/comercial-anuncia-parceria-com-uniex.html
  106. https://mantosdofutebol.com.br/2016/07/camisas-comercial-fc-2016-2017-uniex/
  107. https://www.sicredi.com.br/html/parquedasaraucarias/noticias/sicredi-patrocinadora-comercial-fc/
  108. https://www.revide.com.br/noticias/esporte/comercial-lanca-linha-de-uniformes-para-temporada-de-2019/
  109. https://mantosdofutebol.com.br/2019/01/camisas-comercial-2019-geracao-sport/
  110. «Ranking da CBF» (PDF). CBF. Consultado em 14 de novembro de 2011. Arquivado do original (PDF) em 31 de janeiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]