Maurício Poggi Villela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mauricinho
Informações pessoais
Nome completo Maurício Poggi Villela
Data de nasc. 29 de dezembro de 1963 (53 anos)
Local de nasc. Ribeirão Preto, SP,  Brasil
Altura 1,65 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1981–1983
1984–1988
1989
1989–1990
1990–1991
1991
1992
1993
1994
1994
1995
1996
1997–1999
2000
Brasil Comercial
Brasil Vasco
Brasil Palmeiras
Espanha Espanyol
Portugal Louletano
Brasil Vasco
Brasil Bragantino
Brasil Remo
Brasil Ponte Preta
Brasil Botafogo
Japão Kyoto Purple Sanga
Brasil Botafogo
Brasil Vasco
Brasil Comercial

0212 000(36)



0014 0000(0)






0081 0000(6)
Seleção nacional
1983 Brasil Brasil Sub-20

Maurício Poggi Villela (Ribeirão Preto, 29 de dezembro de 1963), conhecido por Mauricinho, é um ex-futebolista brasileiro, que se destacou com a camisa do Vasco nas décadas de 1980 e 1990.

Carreira em clubes[editar | editar código-fonte]

Mauricinho começou a atuar profissionalmente com 17 anos, em 1981, pelo Comercial, tradicional equipe de sua cidade natal.

Em 1984, o Vasco contratou o jovem atacante, que chegou a ser alvo de grandes clubes de São Paulo. Ele fez parte de uma geração vitoriosa do clube na segunda metade dos anos 80, que tinha, além de Mauricinho, os ainda iniciantes Geovani e Romário e o veterano Roberto Dinamite. Em sua primeira passagem pelo clube, Mauricinho colecionou seus primeiros títulos em nível clubístico, em 1987 e 1988.

Quando o Gigante da Colina conquistou o título do Campeonato Brasileiro de 1989, Mauricinho não estava mais lá (saiu do clube em 1988, quando foi contratado pelo Palmeiras). Além disso, no mesmo ano de 1988, foi vítima de uma entrada violenta do meia-volante Jandir, do Fluminense. Jair Pereira, que à época comandava o Corinthians, disse que indicara Mauricinho para o clube do Parque São Jorge, mas a contusão acabaria minando estes planos.

No Verdão, Mauricinho não foi tão bem quanto no Vasco - efeito da lesão sofrida. Mesmo assim, ele chegou a formar ataque com Neto, Gaúcho e Edu Manga, mas o Palmeiras, comandado por Émerson Leão, ficou novamente sem o título após parar nas semifinais, contra o Bragantino. Mauricinho jogou apenas treze partidas com a camisa do Palmeiras.

Passagem pela Europa[editar | editar código-fonte]

Por dois anos, Mauricinho atuou em clubes europeus: primeiro, no Espanyol de Barcelona (Espanha), e em seguida no Louletano (time das divisões inferiores de Portugal).

Volta ao Brasil[editar | editar código-fonte]

Com a curta passagem pelo futebol europeu encerrada, Mauricinho voltou ao Brasil em 1992, para defender pela segunda vez o Vasco. Porém, essa passagem foi malsucedida, e ele foi dispensado antes do ano terminar.

Ainda jogaria por Bragantino, Remo e Ponte Preta, sem ter sucesso nos três clubes.

Reencontrou seu bom futebol no Botafogo, mas ficou também por pouco tempo no Alvinegro de General Severiano.

Aventura no Japão[editar | editar código-fonte]

Já veterano, Mauricinho "fez as malas" e foi jogar no Japão, onde o futebol profissional ainda dava seus primeiros passos, para jogar no Kyoto Purple Sanga. Novamente, a passagem de Mauricinho por um clube fora do Brasil não foi bem-sucedida, e ele voltou ao Botafogo em 1996.

Fim de carreira[editar | editar código-fonte]

Aos 32 anos, Mauricinho retornou ao Botafogo, e novamente ficou por lá durante pouco tempo. Raestou ao atacante voltar pela terceira vez ao Vasco, onde conquistou seus últimos títulos: o Brasileiro de 1997 e a Libertadores de 1998.

Após algum tempo sem clube depois de sua saída definitiva do Vasco também após contusão no jogo do Torneio Rio-São Paulo 1999 - 1ª fase - Vasco 2x0 Palmeiras disputado em São Januário, Mauricinho voltou ao Comercial, encerrando sua carreira em 2000.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Convocado para o Mundial de Futebol Sub-20 de 1983, Mauricinho foi um dos destaques da Seleção Brasileira da categoria, que conquistou o título.

Chegou também a atuar algumas vezes pela Seleção principal, mas não foi tão bem-sucedido quanto no Mundial Sub-20.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.