Estádio Santa Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santa Cruz
Estádio Santa Cruz
Estádio Santa Cruz BFC.JPG
Visão interna do estádio
Nomes
Nome Estádio Santa Cruz
Apelido Santão
Características
Local Avenida Costábile Romano, s/nº
Ribeirão Preto, SP, Brasil
Gramado Grama natural (105 x 68 m)
Capacidade 50.000 [1]

29.292 Liberados [2][3]

Construção
Data 1966 a 1968
Inauguração
Data 21 de janeiro de 1968
Partida inaugural Botafogo FC 6 X 2 Romênia
Primeiro gol Sicupira (Botafogo FC}
Recordes
Público recorde 62.000 pessoas
Data recorde 17 de março de 1993
Partida com mais público Brasil 2 x 2 Polônia
Outras informações
Proprietário Botafogo FC
Administrador Botafogo FC
Mandante Botafogo FC

O Estádio Santa Cruz é um estádio de futebol localizado na cidade de Ribeirão Preto no Estado de São Paulo, Brasil, e pertencente ao Botafogo Futebol Clube. O estádio já chegou a receber 60 mil torcedores em vários jogos. Hoje conta com capacidade para 50 mil pessoas segundo no site do clube, mas teve sua capacidade reduzida por questões de segurança para 29.292 torcedores [2][3].O mesmo recebeu duas vezes a final do Campeonato Paulista, em 1995 (Palmeiras x Corinthians) e 2001 (Botafogo x Corinthians ).

História[editar | editar código-fonte]

O estádio foi inaugurado no dia 21 de Janeiro de 1968, quando o Botafogo de Ribeirão Preto goleou por 6 a 2 a Romênia. Sicupira, jogador do Botafogo, foi autor do primeiro gol no estádio. O nome Santa Cruz refere-se ao bairro onde o estádio foi construido, o Santa Cruz do José Jacques.

Ficha técnica: Botafogo 6 x 2 Seleção da Romênia

Data: 21/01/1968

Árbitro: Oscar Scolfaro

Gols: Sicupira (B), Paulo Leão (B), Carlucci (B), Lucescu (R), Dan Coe(R), Paulo Leão (B), Carlucci (B) e Jairzinho (B)

BOTAFOGO: Dirceu; Zé Carlos (Eurico), Mendes, Roberto Rebouças e Carlucci; Roberto Pinto (Luiz Américo) e Márcio; Jairzinho, Sicupira, Paulo Leão e Totó Técnico: Floreal Garro

SELEÇÃO DA ROMÊNIA: Comahm; Ivăncescu, Barbu, Dan Coe (Mankua) e Deleanu; Gergelo, Dincuta (Idumitrio), Lucescu e Sassu; Ionesco e Kallo Técnico: Sem registros

Dados técnicos[editar | editar código-fonte]

Tribunas sociais: 80 camarotes, 3 Tribunas de Honra , 3500 cadeiras + 3.000 assentos

Imprensa: 30 cabines de rádio e tv – 132 pares de linhas para Rádio e TV Quadros de linhas na sala de imprensa e túneis de acesso ao gramado. Mezanino para a instalação de antenas de transmissão de sinais das emissoras de TV.

Parte física operacional: 6 vestiários – anfiteatro – alojamentos com 10 apartamentos e 15 quartos coletivos para um total de 90 atletas. Setor administrativo com 10 salas.

Gramado: medindo 105 x 70m, totalmente remodelado, o que o torna um dos melhores gramados do país.

O recorde de público[editar | editar código-fonte]

Em 17 de Março de 1993, cerca de 60.000 pessoas foram ao Santa Cruz ver a Seleção Brasileira empatar em 2 a 2 com a Polônia.

Decisões no Santa Cruz[editar | editar código-fonte]

Paulistão 1995[editar | editar código-fonte]

Nos dias 30 de Julho e 6 de Agosto de 1995, o estádio Santa Cruz foi palco da decisão do Campeonato Paulista (o estádio ja havia abrigado as semifinais do mesmo torneio): o Corinthians levou a melhor sobre o Palmeiras e ficou com o caneco.

Paulistão 2001[editar | editar código-fonte]

No dia 20 de Maio, mais de 55.000 pessoas foram acompanhar a final do Campeonato Paulista de Futebol de 2001 entre Botafogo e Corinthians. A equipe da capital fez 3 a 0 no Pantera e praticamente assegurou o título. A decisão aconteceu em São Paulo, no Morumbi, em 27 de maio, com um empate em 0 a 0.

Copa Paulista 2011[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o grande rival do Botafogo, o Comercial, usou o Santa Cruz para a final da Copa Paulista de Futebol de 2011 por reformas no estádio Palma Travassos.[4] Apesar da vitória por 2 a 1 sobre o Paulista, não conseguiu o título pelo jogo de ida ter sido 2x0 para a equipe de Jundiaí.[5]

Série D 2015[editar | editar código-fonte]

Mais uma decisão no Santa Cruz ocorreu em 2015, quando o Botafogo alcançou a decisão do Campeonato Brasileiro da Série D contra o River-PI. Francis fez todos os gols na vitória de 3x2. No jogo de volta em Teresina, o Botafogo sagrou-se campeão ao empatar com o River por 0x0.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.