Campeonato Paulista de Futebol de 1995

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Paulista de Futebol de 1995
Campeonato Paulista de Futebol Profissional da Série A-1 de 1995
Dados
Participantes 16
Período 28 de janeiro – 6 de agosto
Gol(o)s 645
Partidas 266
Média 2,42 gol(o)s por partida
Campeão Corinthians (21º título)
Vice-campeão Palmeiras
Melhor marcador 20 gols
Bentinho (São Paulo)
Paulinho McLaren (Portuguesa)
Público 1 785 392
Média 6 712 pessoas por partida
◄◄ São Paulo 1994 Soccerball.svg 1996 São Paulo ►►

O Campeonato Paulista de Futebol de 1995 foi a 94.ª edição do torneio, promovida pela Federação Paulista de Futebol, e teve como campeão o Corinthians, que conquistou o título sobre o Palmeiras nas finais, depois de dois confrontos realizados na cidade de Ribeirão Preto, no interior do Estado de São Paulo, no Estádio Santa Cruz, com um empate por 1 a 1 no primeiro jogo e uma vitória por 2 a 1 na segunda partida, com o gol decisivo marcado na prorrogação. Os artilheiros da competição foram Bentinho, do São Paulo, e Paulinho McLaren, da Portuguesa.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipes
América Flag of São José do Rio Preto SP.png São José do Rio Preto
Araçatuba Bandeira-ata.png Araçatuba
Bragantino Bandeira de Bragança Paulista.jpg Bragança Paulista
Corinthians Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo
Ferroviária BandeiraAraraquara.svg Araraquara
Guarani Flag of Campinas.svg Campinas
Juventus Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo
Novorizontino Brasão Novo Horizonte, SP.jpg Novo Horizonte
Palmeiras Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo
Ponte Preta Flag of Campinas.svg Campinas
Portuguesa Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo
Rio Branco Americana
Santos Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos
São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo
União São João Bandeira de Araras.svg Araras
XV de Piracicaba Flag piracicaba.gif Piracicaba

Primeira fase[1][editar | editar código-fonte]

Pos Time PG J V E D GP GC SG
1 Portuguesa 58 30 16 10 4 47 29 18
2 São Paulo 54 30 15 9 6 45 27 18
3 Santos 50 30 13 11 6 49 30 19
4 Palmeiras 45 30 12 9 9 47 30 17
5 Guarani 45 30 12 9 9 40 36 4
6 Corinthians 42 30 10 12 8 42 32 10
7 União São João 39 30 10 9 11 35 38 -3
8 Araçatuba 38 30 11 5 14 30 41 -11
9 Juventus 36 30 9 9 12 28 33 -5
10 Rio Branco 36 30 8 12 10 39 42 -3
11 Novorizontino 35 30 8 11 11 26 36 -10
12 América 35 30 7 14 9 26 32 -6
13 Ferroviária 34 30 9 7 14 24 38 -8
14 XV de Piracicaba 34 30 8 10 12 38 44 -6
15 Bragantino 32 30 7 11 12 27 36 -9
16 Ponte Preta 29 30 7 8 15 30 55 -25

Primeira fase da Série A-2[2][editar | editar código-fonte]

O vencedor da primeira fase da Série A-2 (Mogi Mirim) foi promovido à fase final da Série A-1.

Pos Time PG J V E D GP GC SG
1 Mogi Mirim 55 30 14 13 3 35 17 18
2 XV de Jaú 54 30 13 15 2 41 24 17
3 Botafogo 52 30 14 10 6 43 33 10
4 Santo André 51 30 15 6 9 43 39 4
5 São José 45 30 12 9 9 36 30 6
6 Sãocarlense 45 30 11 12 7 51 33 18
7 Paraguaçuense 41 30 9 14 7 40 34 6
8 Rio Preto 39 30 10 9 11 33 33 0
9 Comercial 37 30 8 13 9 33 32 1
10 Olímpia 37 30 8 13 9 32 35 -3
11 Inter de Limeira 35 30 8 11 11 29 33 -4
12 Taquaritinga 35 30 8 11 11 27 32 -5
13 Nacional 30 30 6 12 12 24 35 -11
14 Portuguesa Santista 27 30 4 15 11 31 44 -13
15 Ituano 25 30 4 13 13 19 31 -12
16 Catanduva 18 30 2 12 16 15 47 -32

Fase final[editar | editar código-fonte]

Grupo 1
Pos. Time PG J V E D GP GC SG
1 Palmeiras 12 6 3 3 0 10 4 6
2 Mogi Mirim 10 6 3 1 2 9 11 -2
3 São Paulo 7 6 2 1 3 6 8 -2
4 Guarani 4 6 1 1 4 6 8 -2
Grupo 2
Pos. Time PG J V E D GP GC SG
1 Corinthians 16 6 5 1 0 13 5 8
2 Portuguesa 10 6 3 0 3 8 5 3
3 Santos 5 6 1 2 3 10 14 -4
4 União São João 4 6 1 1 4 5 12 -7

As finais[editar | editar código-fonte]

O primeiro jogo das finais do campeonato terminou com um empate por 1 a 1, com o Palmeiras chegando à igualdade aos 48 minutos do segundo tempo, com gol do atacante Nílson. Na segunda partida, o mesmo Nílson abriu o placar para o Alviverde, mas o meia Marcelinho Carioca empatou, em uma cobrança de falta. Na prorrogação, o meia Elivelton definiu o placar de 2 a 1 e selou o título do paulista do Corinthians, que, pela primeira vez em sua história, saía de campo com vitória em uma decisão de título oficial contra o Palmeiras.

Final[editar | editar código-fonte]

Jogo de ida[3][editar | editar código-fonte]

30 de julho de 1995 Palmeiras 1 — 1 Corinthians Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto, São Paulo
16 horas
Nílson Gol marcado aos 93 minutos de jogo 93' Marcelinho Carioca Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' Público: 40 317
Árbitro: Oscar Roberto Godói

Palmeiras: Sérgio, Índio, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos; (Flávio Conceição), Amaral, Mancuso, Edilson e Rivaldo (Válber); Alex Alves e Müller (Nílson). Técnico: Carlos Alberto Silva

Corinthians: Ronaldo; André Santos, Célio Silva, Henrique e Silvinho; (Ezequiel), Bernardo, Zé Elias, Marcelinho Carioca e Souza (Elivélton); Viola e Marques (Vitor). Técnico: Eduardo Amorim


Jogo de volta[4][editar | editar código-fonte]

6 de agosto de 1995 Corinthians 2 - 1 Palmeiras Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto, São Paulo
16 horas
Marcelinho Carioca Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60'
Elivélton Gol marcado aos 113 minutos de jogo 113'
1 — 0
(Prorrogação)

1 - 1
Tempo Normal
Nílson Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' Público: 46 594
Árbitro: Remi Harrel França

Corinthians: Ronaldo; André Santos (Vítor), Célio Silva, Henrique e Silvinho; Bernardo, Zé Elias, Marcelinho Carioca e Souza (Tupãzinho); Viola e Marques (Elivélton). Técnico: Eduardo Amorim.

Palmeiras: Velloso; Índio, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos (Flávio Conceição); Amaral, Mancuso, Edílson (Válber) e Rivaldo; Alex Alves (Nilson) e Muller. Técnico: Carlos Alberto Silva.

Campeão Paulista de 1995
Bandeira da cidade de São Paulo.svg
CORÍNTHIANS
(21º título)

Referências

  1. «Championship of São Paulo 1995». www.rsssfbrasil.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  2. «São Paulo Championship 1995 - Group A-II (2nd Level)». www.rsssfbrasil.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  3. «Polícia briga com jogadores coritianos e fere Zé Elias». Folha de S.Paulo. 31 de julho de 1995 
  4. «Corinthians é dominado, mas reage na prorrogação». Folha de S.Paulo. 7 de agosto de 1995