Campeonato Brasileiro de Futebol de 2020 - Série D

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Current event marker.png
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo que ainda não ocorreu.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis.
Sports icon.png
Campeonato Brasileiro de 2020 - Série D
Dados
Participantes 68
Organização CBF
Período 3 de maio22 de novembro
◄◄ 2019 Soccerball.svg 2021 ►►

A Série D do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2020 será a décima segunda edição da competição de futebol profissional equivalente à quarta divisão no Brasil. Esta edição vai ser disputada por 68 equipes, que se classificaram através dos campeonatos estaduais e por outros torneios realizados por cada uma das federações estaduais. A partir desta edição, oito equipes se enfrentarão em uma fase preliminar que ainda não foi detalhada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).[1]

Critérios de classificação[editar | editar código-fonte]

De acordo com o formato do ano anterior, com 68 equipes participantes, as vagas foram distribuídas da seguinte forma:[2]

  • Os quatro rebaixados da Série C do ano anterior;
  • O estado 1º colocado no Ranking Nacional das Federações terá direito a 4 vagas;
  • Do 2º ao 9º colocado no Ranking Nacional das Federações terão direito a 3 vagas;
  • Do 10º ao 19º colocado no Ranking Nacional das Federações terão direito a 2 vagas;
  • Do 20º ao 27º colocado no Ranking Nacional das Federações terão direito a uma vaga na fase de grupos para o campeão estadual e uma vaga na fase preliminar para o vice campeão estadual ou para o vencedor da copa estadual;

Os indicados das federações estaduais são selecionados através do desempenho nos Campeonatos Estaduais ou outros torneios realizados por cada federação estadual.

Em caso de desistência, a vaga é ocupada pelo clube da mesma federação melhor classificado, ou então, pelo clube apontado pela federação estadual. Se o estado não indicar nenhum representante, a vaga é repassada ao melhor estado seguinte posicionado no Ranking Nacional das Federações, que indica uma equipe a ocupar o mesmo grupo da equipe original. Caso a vaga ainda fique em aberto, é transferida ao segundo estado seguinte e melhor colocado no ranking, e assim sucessivamente. O limite de usufruto de vaga repassada é de uma por federação.[2]

As equipes que disputam a Série D geralmente são definidas pelo seu posicionamento na tabela de classificação de seus respectivos campeonatos estaduais. Quando nos estaduais existe algum participante que já disputa alguma divisão superior do Campeonato Brasileiro (Séries A, B ou C), a classificação para a Série D se dá a seguinte equipe melhor posicionada na tabela de classificação. Em alguns estados, os campeonatos locais servem apenas como classificação para a Copa do Brasil da temporada subsequente. A federação destes estados prefere realizar algum torneio paralelo ao estadual propriamente dito, para definir seu(s) representante(s) na Série D do Campeonato Brasileiro. Desde a edição de 2016, por conta de ajustes no regulamento feitos pela CBF, os campeonatos e seletivas estaduais de um ano classificam seus times para as competições nacionais do ano seguinte.

Formato de disputa[editar | editar código-fonte]

Para ampliar a competição no calendário, a CBF anunciou uma mudança na fórmula de disputa, que terá uma fase preliminar com oito clubes. A entidade explicou no documento que a competição contará com uma seletiva, com confrontos eliminatórios, envolvendo os segundos representantes das oito entidades estaduais com o pior posicionamento no Ranking Nacional das Federações. Assim, a fase de grupos da Série D contará com 64 times (e não 68 como nos últimos anos). Eles serão divididos em oito chaves, com oito times em cada, com jogos de ida e volta. Os quatro melhores de cada grupo se classificam para a segunda fase, totalizando 32 equipes. Estes se enfrentam em confrontos eliminatórios até a definição do campeão e do acesso à Série C de 2021: oitavas, quartas, semifinais e final.[1]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Localização dos times já classificados por Estado.
Equipe Cidade Estado Como se classificou Estádio (mando) Capacidade[3] Títulos
ABC Natal Rio Grande do Norte RN 17º colocado da Série C de 2019 Frasqueirão 18 000 0 (não possui)
Águia Negra Rio Brilhante Mato Grosso do Sul MS Campeão do Estadual 2019 Ninho D'Águia 8 000 0 (não possui)
Afogados Afogados da Ingazeira Pernambuco PE Melhor colocado do Estadual 2019 Vianão 7 000 0 (não possui)
Altos Altos Piauí PI Vice-campeão do Estadual 2019 Felipão 4 000 0 (não possui)
América de Natal Natal Rio Grande do Norte RN Campeão do Estadual 2019 Arena América 25 000 0 (não possui)
Aquidauanense Aquidauana Mato Grosso do Sul MS Vice-campeão do Estadual 2019 Noroeste 5 000 0 (não possui)
Atlético Acreano Rio Branco Acre AC 20º colocado da Série C de 2019 Florestão 8 000 0 (não possui)
Atlético Cajazeirense Cajazeiras Paraíba PB 2º melhor colocado do Estadual 2019 Perpetão 15 000 0 (não possui)
Atlético de Alagoinhas Alagoinhas Bahia BA 2º melhor colocado do Estadual 2019 Antônio Carneiro 16 000 0 (não possui)
Bahia de Feira Feira de Santana Bahia BA Vice-campeão do Estadual 2019 Arena Cajueiro 4 000 0 (não possui)
Bangu Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Melhor colocado do Estadual 2019 Moça Bonita 9 500 0 (não possui)
Baré Boa Vista Roraima RR Vice-campeão do Estadual 2019 Flamarion Vasconcelos 10 000 0 (não possui)
Bragantino-PA Bragança Pará PA 2º melhor colocado do Estadual 2019 Diogão 10 000 0 (não possui)
Brasiliense Taguatinga Distrito Federal (Brasil) DF Vice-campeão do Metropolitano 2019 Boca do Jacaré 28 800 0 (não possui)
Cabofriense Cabo Frio Rio de Janeiro RJ 2º melhor colocado do Estadual 2019 Correão 4 200 0 (não possui)
Caldense Poços de Caldas Minas Gerais MG Melhor colocado do Estadual 2019 Ronaldão 7 600 0 (não possui)
Campinense Campina Grande Paraíba PB Vice-campeã do Estadual 2019 Amigão 19 000 0 (não possui)
FC Cascavel Cascavel Paraná PR 2º melhor colocado do Estadual 2019 Olímpico Regional 28 125 0 (não possui)
Caxias Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS Melhor colocado do Estadual 2019 Centenário 22 132 0 (não possui)
Central Caruaru Pernambuco PE 3º melhor colocado do Estadual 2019 Lacerdão 20 000 0 (não possui)
CEOV Várzea Grande Mato Grosso MT Vice-campeão do Estadual 2019 Arena Pantanal 44 000 0 (não possui)
Coruripe Coruripe Alagoas AL Melhor colocado do Estadual 2019 Gerson Amaral 7 000 0 (não possui)
CRAC Catalão Goiás GO 2º melhor colocado do Estadual 2019 Genervino da Fonseca 11 000 0 (não possui)
Fast Clube Manaus Amazonas AM Vice-campeão do Estadual 2019 Colina 10 000 0 (não possui)
Ferroviária Araraquara São Paulo SP 3ª melhor colocada do Estadual 2019 Fonte Luminosa 25 000 0 (não possui)
Floresta Fortaleza Ceará CE Melhor colocado do Estadual 2019 Domingão 10 500 0 (não possui)
Freipaulistano Frei Paulo Sergipe SE Campeão do Estadual 2019 Titão 4 000 0 (não possui)
Galvez Rio Branco Acre AC Vice-campeão do Estadual 2019 Arena da Floresta 20 000 0 (não possui)
Gama Gama Distrito Federal (Brasil) DF Campeão do Metropolitano 2019 Bezerrão 20 310 0 (não possui)
Globo Ceará-Mirim Rio Grande do Norte RN 18º colocado da Série C de 2019 Barretão 10 000 0 (não possui)
Goianésia Goianésia Goiás GO 3º melhor colocado do Estadual 2019 Valdeir Oliveira 6 000 0 (não possui)
Goiânia Goiânia Goiás GO Melhor colocado do Estadual 2019 Olímpico 13 500 0 (não possui)
Guarany de Sobral Sobral Ceará CE 2º melhor colocado do Estadual 2019 Estádio do Junco 10 000 1 (2010)
Independente Tucuruí Pará PA Vice-campeão do Estadual 2019 Navegantão 8 200 0 (não possui)
Itabaiana Itabaiana Sergipe SE Vice-campão do Estadual 2019 Etelvino Mendonça 10 000 0 (não possui)
Jacyobá Pão de Açúcar Alagoas AL 2º melhor colocado do Estadual 2019 Elisão 4 000 0 (não possui)
Ji-Paraná Ji-Paraná Rondônia RO Vice-campeão do Estadual 2019 Biancão 5 000 0 (não possui)
Joinville Joinville Santa Catarina SC 2° melhor colocado da Estadual de 2019 Arena Joinville 17 545 0 (não possui)
Luverdense Lucas do Rio Verde Mato Grosso MT 19º colocado da Série C de 2019 Passo das Emas 10 000 0 (não possui)
Marcílio Dias Itajaí Santa Catarina SC Melhor colocado do Estadual 2019 Hercílio Luz 6 010 0 (não possui)
Moto Club São Luís Maranhão MA Vice-campeão do Estadual 2019 Castelão 40 149 0 (não possui)
Nacional-AM Manaus Amazonas AM 2° melhor colocado do Estadual 2019 Arena da Amazônia 44 000 0 (não possui)
Nacional-PR Rolândia Paraná PR Campeão da Taça FPF 2019 Erich George 2 050 0 (não possui)
Novorizontino Novo Horizonte São Paulo SP 2º melhor colocado do Estadual 2019 Jorjão 18 000 0 (não possui)
Palmas Palmas Tocantins TO Campeão do Estadual 2019 Nilton Santos 12 000 0 (não possui)
Patrocinense Patrocínio Minas Gerais MG 2º melhor colocado do Estadual 2019 Pedro Alves do Nascimento 10 250 0 (não possui)
Pelotas Pelotas Rio Grande do Sul RS Melhor colocado da Copa FGF 2019 Boca do Lobo 23 000 0 (não possui)
Portuguesa-RJ[4] Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Vice-campeã da Copa Rio de 2019 Luso-Brasileiro 22 000 0 (não possui)
Potiguar Mossoró Rio Grande do Norte RN 2º melhor colocado do Estadual 2019 Nogueirão 5 000 0 (não possui)
Real Noroeste Águia Branca Espírito Santo (estado) ES Campeão da Copa Espírito Santo 2019 José Olímpio da Rocha 3 200 0 (não possui)
Red Bull Brasil[5]ou Mirassol* Bragança Paulista São Paulo SP Melhor colocado do Estadual 2019 Nabi Abi Chedid 17 728 0 (não possui)
Rio Branco-AC Rio Branco Acre AC 2º melhor colocado do Estadual 2019 Arena da Floresta 20 000 0 (não possui)
River-PI Teresina Piauí PI Campeão do Estadual 2019 Albertão 52 216 0 (não possui)
Salgueiro Salgueiro Pernambuco PE 2° melhor colocado do Estadual 2019 Cornélio de Barros 12 070 0 (não possui)
Santos-AP Macapá Amapá AP Campeão do Estadual 2019 Zerão 10 000 0 (não possui)
São Caetano São Caetano do Sul São Paulo SP Campeão da Copa Paulista 2019 Anacleto Campanella 16 744 0 (não possui)
São Luiz Ijuí Rio Grande do Sul RS 2º melhor colocado do Estadual 2019 19 de Outubro 6 000 0 (não possui)
São Raimundo-RR Boa Vista Roraima RR Campeão do Estadual 2019 Ribeirão 3 000 0 (não possui)
Tocantinópolis Tocantinópolis Tocantins TO Vice-campeão do Estadual 2019 Ribeirão 10 000 0 (não possui)
Toledo Toledo Paraná PR Vice-campeão do Estadual 2019 14 de Dezembro 15 280 0 (não possui)
Tubarão Tubarão Santa Catarina SC 3º melhor colocado do Estadual 2019 Domingos Gonzales 5 000 0 (não possui)
Tupynambás Juiz de Fora Minas Gerais MG 3° melhor colocado do Estadual 2018 Helenão 31 863 0 (não possui)
União Rondonópolis Rondonópolis Mato Grosso MT 2º melhor colocado do Estadual 2019 Lutero Lopes 19 000 0 (não possui)
Vilhenense Vilhena Rondônia RO Campeão do Estadual 2019 Portal da Amazônia 10 000 0 (não possui)
Vitória-ES Vitória Espírito Santo (estado) ES Campeão do Estadual 2019 Salvador Costa 3 000 0 (não possui)
Vitória da Conquista Vitória da Conquista Bahia BA 3º melhor colocado do Estadual 2019 Lomantão 12 500 0 (não possui)
Ypiranga-AP Macapá Amapá AP Vice-campeão do Estadual 2019 Zerão 13 680 0 (não possui)
A definir A definir Maranhão MA Campeão da Copa FMF 2019 A definir A definir A definir
  • Mirassol que pode herdar a vaga do Red Bull Brasil devido a fusão com o Bragantino

Estádios[editar | editar código-fonte]

Fase Preliminar[editar | editar código-fonte]

Entre parênteses, a classificação do clube no Ranking da CBF
Fase Preliminar
Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Flag of None.svg Flag of None.svg
Flag of None.svg Flag of None.svg
Flag of None.svg Flag of None.svg
Flag of None.svg Flag of None.svg

Os clubes da esquerda fazem o primeiro jogo em casa.

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Entre parênteses, a classificação do clube no Ranking da CBF
Primeira fase
NORTE NORDESTE SUDESTE
SUL CENTRO PRELIMINAR

Grupo A1[editar | editar código-fonte]