Esporte Clube Jacuipense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jacuipense
ECJacuipense.png
Nome Esporte Clube Jacuipense
Alcunhas Leão do Sisal
Leão Grená
Jacupa
Mascote Leão
Fundação 21 de abril de 1965 (57 anos)
Estádio Estádio Eliel Martins (Estádio Arena Valfredão)
Capacidade 5.000 pessoas
Localização Riachão do Jacuípe, BA
Presidente Gegê Magalhães
Treinador(a) Rodrigo Chagas
Material (d)esportivo Niory
Competição Baiano - Série A
Copa do Brasil
Brasileirão - Série D
Ranking nacional Aumento 65.º lugar, 1 386 pontos [1]
Website esporteclubejacuipense.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual

Esporte Clube Jacuipense é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Riachão do Jacuípe, no estado da Bahia. Suas cores são o grená e o branco. Atualmente, disputa a Série D do Campeonato Brasileiro e a 1ª Divisão do Campeonato Baiano. Seu estádio é o Eliel Martins (apelidado de Valfredão), cuja capacidade é de 5.000 lugares.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado em 21 de abril de 1965. Sagrou-se campeão do Campeonato Baiano da Segunda Divisão em 1989, até então seu único título.[3] Na edição de 2012, foi novamente promovido à primeira divisão do estadual, desta vez com o vice-campeonato.

Em 2011, a equipe estabeleceu uma parceria com a HWT Promoções Esportivas, empresa sediada em Campinas, que assumiu inicialmente a cogestão das categorias de base e, no início de 2012, o time profissional. Em 2014, rompeu com a empresa.[4]

Em 2014, participou pela primeira vez de um torneio nacional, a Série D. O Leão do Sisal quase se classificou para a Série C 2015, mas foi eliminado nas quartas de final pelo Confiança de Sergipe.

Antigo escudo

Em 2015, pela primeira vez a equipe de Riachão se classificou para disputar a Copa do Brasil. Logo em sua primeira participação no torneio, o Jacuipense fez história e passou da 1ª fase, ao eliminar o Paraná nos pênaltis,[5] mas na fase seguinte foi eliminado pelo Náutico por 2-0.

Em 2019, o Jacuipense conseguiu o acesso inédito á Série C do Brasileiro após derrotar o Floresta pelo placar de 1-0, com gol de Eudair.[6]

Em 2020, no Campeonato Baiano, o Leão Grená chegou até as semifinais, sendo eliminado pelo Bahia, perdendo o primeiro jogo por 2-0 no Valfredão e empatando em 2-2 no Pituaçu.[7]

Em 2021, o clube fez uma campanha ruim na Série C: na última rodada, apesar de derrotar o Altos por 3–2, em Salvador, foi rebaixado para Série D.

Em 2022, no Campeonato Baiano, concretizou a sua melhor campanha no certame, terminando a primeira fase em 1º lugar. Nos 7 primeiros jogos, foi 100% de aproveitamento. Perdeu sua invencibilidade na oitava rodada, quando já se encontrava antecipadamente classificado na 1ª colocação. Avançando pela segunda fase, ou seja, a semi-fnal, passou pelo Barcelona de Ilhéus, empatando fora de casa em 0-0 e vencendo por 1-0 em Riachão do Jacuípe. Classificando assim à final inédita da sua história. Acabou perdendo o título: após conseguir um empate heroico em 1-1, com o Estádio Carneirão lotado, com um jogador a menos desde meados do primeiro tempo, perdeu de 2-0 para o Atlético de Alagoinhas jogando no Valfredão.

Escalação por torcedores[editar | editar código-fonte]

O time chamou a atenção da mídia quando tornou a notícia oficial no início de 2014, inovando sobre a escalação do time nos jogos, os torcedores poderiam realizar a própria escalação pelo aplicativo "Total Choice", que podia ser acessado pela internet, tablet ou smartphone. Os atletas mais votados ao final de um determinado prazo entravam em campo. Por meio do programa/aplicativo qualquer interessado em ''jogar'' o Total Choice se cadastrava e escalava a equipe do Jacuipense a partir dos verdadeiros atletas disponíveis no plantel do time. Nas duas primeiras rodadas do Campeonato Baiano, esta escalação foi computada apenas para pontuação no game em si, mas, depois, os jogadores que receberam mais ''votos'' dos técnicos virtuais realmente entravam em campo.[8][9] O time também optou pelo método na Série D de 2014.[10]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado em dezembro de 2021

  • Posição: 65º
  • Pontuação: 1.386 pontos[11]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil

Títulos[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
2DivisaoBA.png Campeonato Baiano - 2ª Divisão 1 1989

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Abaixo está o elenco atual do clube (informações atualizadas em 02 de Abril de 2021[12]).

Goleiros
Brasil Willis Mota - G
Brasil Vitor - G
Marcelo - G
Defensores
Railan - LD
Brasil Weverton - Z
Brasil Tiago Alves - Z
Edy - LE
Brasil Wesley
Renato - Z
Meio-Campistas
Kaefer - V
Brasil Danilo Rios
Brasil Fabio Bahia - V
Flavio- V
Brasil Eudair - MC
Fábio Mattos - MC
Atacantes
Brasil Ruan Levine - A
Felipinho - A
Jefferson - A

Welder - A

Henrique - A

Treinador
Rodrigo Chagas

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2022
Competição Temporadas Melhor campanha Anos P Aumento R Baixa
Bahia Campeonato Baiano 15 Vice-campeão (2022) 1990-1993, 1996, 2013-2022 2
2ª Divisão 14 Campeão (1989) 1989-1990, 1994-1995, 1997-2003, 2006, 2011-2012 3
BandeirasNordesteBrasil.gif Copa do Nordeste 1 2ª fase (2022) 2022
Brasil Série C 2 11° colocado (2020) 2020-2021 1
Série D 4 4º colocado (2019) 2014, 2018-2019, 2022 1
Copa do Brasil 1 2ª fase (2015) 2015

Temporadas[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Temporadas do Jacuipense
Brasil Brasil BandeirasNordesteBrasil.gif Nordeste Bahia Bahia
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Copa do Nordeste Campeonato Baiano Copa Governador
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos. Fase Máxima
2011 D Não classificado 2D
2012 D Não classificado 2D F
2013 D Não classificado 1D SF
2014 D 18 12 5 3 4 17 15 1D F
2015 D Desistência 2F 1D
2016 D Não classificado 1D 10º SF
2017 D Não classificado 1D
2018 D 36º 8 6 2 2 2 8 8 1D
2019 D 27 14 8 3 3 19 9 1D
2020 C 11° 24 18 6 6 6 19 21 1D
2021 C 17º 18 18 3 9 6 13 21 1D
2022 D 29° 22 16 5 7 4 16 14 2F 1D


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado na semifinal.
     Rebaixado à divisão inferior.
     Campeão e promovido à divisão superior
     Promovido à divisão superior.

Retrospecto em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Última atualização: Série D de 2019.

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
Brasil Série D 3 53 32 15 8 9 44 32

Referências

  1. CBF (16 de dezembro de 2021). «RNC - Ranking Nacional dos Clubes 2021» (PDF) 
  2. «CNEF - Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 16 de agosto de 2012. Arquivado do original (PDF) em 10 de maio de 2013 
  3. Yuri Barreto. «Semifinalista da 2ª divisão: Esporte Clube Jacuipense». Federação Baiana de Futebol. Consultado em 16 de agosto de 2012 
  4. «Com boa campanha na Série D, Jacuipense esperar dar voos mais altos no cenário nacional». www.bahianoticias.com.br 
  5. Aratu, T. V. «Jacuipense elimina o Paraná e avança para a segunda fase da Copa do Brasil». aratuon.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2020 
  6. «Jacuipense-BA 1 x 0 Floresta-CE - Eudair sai do banco, marca e dá acesso ao Leão». Futebol Interior (em inglês). Consultado em 10 de setembro de 2020 
  7. Aragão, Leandro. «Bahia garante vaga na final do Campeonato Baiano após empate com Jacuipense». www.bahianoticias.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2020 
  8. «Com time escalado por torcedores, Jacuipense faz sucesso na Bahia». esportes.terra.com.br 
  9. «Torcedores do Jacuipense escolherão escalação a partir da 3ª rodada do Baianão». www.bahianoticias.com.br 
  10. «Jacuipense volta a usar o Total Choice durante a Série D». www.cidadeesportes.com.br 
  11. Confederação Brasileira De Futebol, CBF (16 de dezembro de 2021). «Ranking CBF». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 16 de dezembro de 2021 
  12. «www.jacuipense.com.br/atletas/profissional». www.jacuipense.com.br. Consultado em 10 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 10 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]