Saltar para o conteúdo

Copa do Brasil de Futebol de 2024

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
XXXVI Copa do Brasil de Futebol
Copa Betano do Brasil de 2024
Dados
Participantes 92
Organização CBF
Local de disputa Brasil
Período 20 de fevereiro10 de novembro
Gol(o)s 194
Partidas 82
Média 2,37 gol(o)s por partida
Maior goleada
(diferença)
Itabuna 0–8 Nova Iguaçu
Mário PessoaIlhéus
28 de fevereiro, 1.ª fase
Público 698 966[nota 1]
Média 8 034,1 pessoas por partida
◄◄ 2023 2025 ►►

A Copa do Brasil de 2024 (por questões de patrocínio Copa Betano do Brasil)[1] é a 36.ª edição deste torneio de futebol realizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), desde 1989.[2] A competição está sendo disputada de fevereiro a novembro. A partir desta edição não serão garantidas as vagas a partir do ranking da CBF.[3] No total, 80 vagas foram distribuídas nos campeonatos estaduais e 12 vagas foram alocadas através dos campeões regionais (Copa Verde e Copa do Nordeste), campeões da Copa do Brasil e Série B, clubes classificados à Copa Libertadores da América de 2024 e demais vagas via Série A. O clube campeão garantirá vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2025 e na Supercopa do Brasil de 2025.[4]

Alocação de equipe por federação[editar | editar código-fonte]

Um total de 92 equipes das 27 federações estaduais do Brasil estão definidas para participar da Copa do Brasil de Futebol de 2024. O Ranking Nacional das Federações (RNF) é utilizado para determinar o número de times alocadas de cada federação, sendo 80 vagas via campeonatos estaduais do ano anterior:[5]

  • As federações 1–2 tem seis equipes qualificadas.
  • As federações 3–5 tem cinco equipes qualificados.
  • As federações 6–14 tem três equipes qualificadas.
  • As federações 15–27 tem duas equipes qualificadas.

Além da alocação com base no ranking nacional, doze vagas adicionais são alocadas, conforme o critério observado abaixo:

Critério 1: 12 vagas para os clubes classificados para a CONMEBOL Libertadores 2024, os campeões da Copa do Nordeste, Copa Verde, Campeonato Brasileiro da Série B 2023 e, caso seja necessário para se completar as 12 vagas, os Clubes complementares oriundos do Campeonato Brasileiro da Série A 2023, respeitando a ordem da classificação final.[5] [nota 2]

Dessa forma, temos para a edição da Copa do Brasil 2024, as seguintes vagas adicionais:

Pos. Federação Pontos Equipes Notas
1 São Paulo São Paulo 91.397 6 +1 (Copa do Brasil)
+2 (Libertadores)
2 Rio de Janeiro Rio de Janeiro 52.969 +3 (Libertadores)
3 Minas Gerais Minas Gerais 41.799 5 +1 (Libertadores)
4 Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul 41.190 +1 (Libertadores)
5 Paraná Paraná 34.154 +1 (Série A)
6 Ceará Ceará 27.956 3 +1 (Copa do Nordeste)
7 Goiás Goiás 25.501 +1 (Copa Verde)
8 Santa Catarina Santa Catarina 24.431
9 Bahia Bahia 20.427 +1 (Série B)
10 Pernambuco Pernambuco 13.898
11 Alagoas Alagoas 11.743
12 Mato Grosso Mato Grosso 10.932
13 Pará Pará 9.437
14 Maranhão Maranhão 7.389
Rank Federação Pontos Equipes Notas
15 Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte 6.663 2
16 Paraíba Paraíba 5.631
17 Amazonas Amazonas 5.279
18 Sergipe Sergipe 4.716
19 Piauí Piauí 4.270
20 Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal 3.365
21 Espírito Santo (estado) Espírito Santo 2.566
22 Acre Acre 2.502
23 Tocantins Tocantins 1.953
24 Roraima Roraima 1.761
25 Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul 1.401
26 Rondônia Rondônia 1.293
27 Amapá Amapá 1.211

Ranking de 8 de Dezembro de 2023[7]

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

Estaduais, copas e seletivas[editar | editar código-fonte]

Estado Clube Forma de Entrada
Acre Acre Rio Branco-AC Campeão do Estadual 2023
Humaitá Vice-campeão do Estadual 2023
Alagoas Alagoas CRB Campeão do Estadual 2023
ASA Vice-campeão do Estadual 2023
Murici Vencedor da seletiva para a Copa do Brasil
Amapá Amapá Trem Campeão do Estadual 2023
Independente-AP Vice-campeão do Estadual 2023
Amazonas Amazonas Amazonas Campeão do Estadual 2023
Manauara Vice-campeão do Estadual 2023
Bahia Bahia Bahia Campeão do Estadual 2023
Jacuipense Vice-campeão do Estadual 2023
Itabuna 3.º colocado do Estadual 2023
Ceará Ceará Fortaleza Campeão do Estadual 2023
Iguatu 3.º colocado do Estadual 2023
Ferroviário Vice-campeão da Copa Fares Lopes de 2023
Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal Real Brasília Campeão do Metropolitano 2023
Brasiliense Vice-campeão do Metropolitano 2023
Espírito Santo (estado) Espírito Santo Real Noroeste Campeão do Estadual 2023
Nova Venécia Vice-campeão do Estadual 2023
Goiás Goiás Atlético Goianiense Campeão do Estadual 2023
Aparecidense 3.º colocado do Estadual 2023
Anápolis 4.º colocado do Estadual 2023
Maranhão Maranhão Maranhão Campeão do Estadual 2023
Moto Club Vice-campeão do Estadual 2023
Sampaio Corrêa 3.º colocado do Estadual 2023
Mato Grosso Mato Grosso Cuiabá Campeão do Estadual 2023
União Rondonópolis Vice-campeão do Estadual 2023
Operário VG 3.º colocado da Copa FMF de 2023
Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul Costa Rica Campeão do Estadual 2023
Operário-MS Vice-campeão do Estadual 2023
Minas Gerais Minas Gerais América Mineiro Vice-campeão do Estadual 2023
Athletic 3.º colocado do Estadual 2023
Cruzeiro 4.º colocado do Estadual 2023
Villa Nova 5.º colocado do Estadual 2023
Tombense Campeão do Troféu Incofidência
Pará Pará Águia de Marabá Campeão do Estadual 2023
Remo Vice-campeão do Estadual 2023
Paysandu 3.º colocado do Estadual 2023
Paraíba Paraíba Treze Campeão do Estadual 2023
Sousa Vice-campeão do Estadual 2023
Paraná Paraná FC Cascavel Vice-campeão do Estadual 2023
Operário-PR 3.º colocado do Estadual 2023
Maringá 4.º colocado do Estadual 2023
Coritiba 5.º colocado do Estadual 2023
Cianorte 6.º colocado do Estadual 2023
Pernambuco Pernambuco Sport Campeão do Estadual 2023
Retrô Vice-campeão do Estadual 2023
Petrolina 3.º colocado do Estadual 2023
Piauí Piauí River-PI Campeão do Estadual 2023
Fluminense-PI Vice-campeão do Estadual 2023
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Vasco da Gama 3.º colocado do Estadual 2023
Volta Redonda 4.º colocado do Estadual 2023
Audax Rio 6.º colocado do Estadual 2023
Nova Iguaçu 7.º colocado do Estadual 2023
Portuguesa-RJ 8.º colocado do Estadual 2023
Olaria Vice-campeão da Copa Rio de 2023
Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte América de Natal Campeão do Estadual 2023
ABC Vice-campeão do Estadual 2023
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Caxias Vice-campeão do Estadual 2023
Internacional 3.º colocado do Estadual 2023
Ypiranga de Erechim 4.º colocado do Estadual 2023
Juventude 5.º colocado do Estadual 2023
São Luiz Campeão da Copa FGF 2023
Rondônia Rondônia Porto Velho Campeão do Estadual 2023
Ji-Paraná Vice-campeão do Estadual 2023
Roraima Roraima São Raimundo-RR Campeão do Estadual 2023
GAS Vice-campeão do Estadual 2023
Santa Catarina Santa Catarina Criciúma Campeão do Estadual 2023
Brusque Vice-campeão do Estadual 2023
Marcílio Dias Campeão da Copa Santa Catarina 2023
São Paulo São Paulo Água Santa Vice-campeão do Estadual 2023
Ituano 4.º colocado do Estadual 2023
São Bernardo 5.º colocado do Estadual 2023
Corinthians 7.º colocado do Estadual 2023
Botafogo-SP 8.º colocado do Estadual 2023
Portuguesa Santista Campeão da Copa Paulista 2023
Sergipe Sergipe Itabaiana Campeão do Estadual 2023
Confiança Vice-campeão do Estadual 2023
Tocantins Tocantins Tocantinópolis Campeão do Estadual 2023
Capital-TO Vice-campeão do Estadual 2023

Classificados diretamente à terceira fase[editar | editar código-fonte]

Estado Clube Forma de classificação
Bahia Bahia Vitória Campeão da Série B de 2023
Ceará Ceará Ceará Campeão da Copa do Nordeste 2023
Goiás Goiás Goiás Campeão da Copa Verde 2023
Minas Gerais Minas Gerais Atlético Mineiro 3.º colocado do Campeonato Brasileiro 2023
Paraná Paraná Athletico Paranaense 8.º colocado do Campeonato Brasileiro 2023
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Botafogo 5.º colocado do Campeonato Brasileiro 2023
Flamengo 4.º colocado do Campeonato Brasileiro 2023
Fluminense Campeão da Copa Libertadores 2023
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Grêmio Vice-campeão do Campeonato Brasileiro 2023
São Paulo São Paulo Palmeiras Campeão do Campeonato Brasileiro 2023
Red Bull Bragantino 6.º colocado do Campeonato Brasileiro 2023
São Paulo Campeão da Copa do Brasil 2023

Calendário[editar | editar código-fonte]

Um calendário preliminar foi divulgado pela CBF, em 31 de outubro de 2023. Em 5 de janeiro, a CBF divulgou o calendário básico da competição, confirmando o calendário preliminar:[8][9]

Fase Jogo único
Primeira fase Semana 1: 20 a 22 de fevereiro
Semana 2: 27 de fevereiro a 4 de março
Segunda fase Semana 1: 5 a 7 de março
Semana 2: 12 a 14 de março
Fase Ida Volta
Terceira fase 1 de maio 22 de maio
Oitavas de final 31 de julho 7 de agosto
Quartas de final 28 de agosto 12 de setembro
Semifinais 2 de outubro 17 de outubro
Finais 3 de novembro 10 de novembro

Fases iniciais[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Os 80 clubes classificados para a competição foram divididos em oito potes (A a H) com dez clubes cada, de acordo com o ranking da CBF. A partir daí, os cruzamentos entre os potes foram os seguintes: A x E; B x F; C x G e D x H. A primeira fase será realizada em partida única, com a equipe pior colocada no ranking jogando em casa e a melhor tendo a vantagem do empate.

O sorteio foi realizado em 30 de janeiro, às 15 horas, na sede da CBF no Rio de Janeiro, e definiu definir os cruzamentos das duas primeiras fases da competição, além dos mandos de campo da segunda fase.[10][11]

Potes do sorteio[editar | editar código-fonte]

Abaixo os potes de sorteio da competição com a classificação do clube no ranking da CBF entre parênteses:[12][13][14]

Primeira Fase
Pote A Pote B Pote C Pote D
Pote E Pote F Pote G Pote H

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

A primeira fase será disputada por 80 equipes, em partida única. As equipes mais bem sucedidas no ranking da CBF serão as visitantes e terão a vantagem do empate. Os confrontos dessa fase foram definidos através do sorteio.[10][11]

Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no confronto e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1   Resultado   Equipe 2
Sousa Paraíba 2–0 Minas Gerais Cruzeiro
Petrolina Pernambuco 3–2 Paraná FC Cascavel
Anápolis Goiás 1–0 Minas Gerais Tombense
Nova Venécia Espírito Santo (estado) 1–2 São Paulo (estado) Botafogo-SP
Cianorte Paraná 0–3 São Paulo (estado) Corinthians
Olaria Rio de Janeiro (estado) 0–1 São Paulo (estado) São Bernardo
Humaitá Acre 1–1 Maranhão Sampaio Corrêa
Maranhão Maranhão 1–2 Ceará Ferroviário
Fluminense-PI Piauí 0−3 Ceará Fortaleza
Manauara Amazonas 1–2 Pernambuco Retrô
Porto Velho Rondônia 1–0 Pará Remo
River-PI Piauí 1–1 Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim
Real Noroeste Espírito Santo (estado) 1–4 Mato Grosso Cuiabá
Audax Rio Rio de Janeiro (estado) 0–0 Rio de Janeiro (estado) Portuguesa-RJ
Treze Paraíba 1–1 Rio Grande do Norte ABC
GAS Roraima 0–1 Santa Catarina Brusque
Maringá Paraná 2–0 Minas Gerais América Mineiro
Independente-AP Amapá 0–1 Amazonas Amazonas
Operário-MS Mato Grosso do Sul 0–0 Paraná Operário-PR
Villa Nova Minas Gerais 1–0 Goiás Aparecidense
Moto Club Maranhão 0–4 Bahia Bahia
Portuguesa Santista São Paulo (estado) 0–1 Rio Grande do Sul Caxias
Trem Amapá 0–4 Pernambuco Sport
Murici Alagoas 2–1 Sergipe Confiança
Marcílio Dias Santa Catarina 1–3 Rio de Janeiro (estado) Vasco da Gama
Água Santa São Paulo (estado) 2–1 Bahia Jacuipense
São Luiz Rio Grande do Sul 2–1 São Paulo (estado) Ituano
Costa Rica Mato Grosso do Sul 1–2 Rio Grande do Norte América de Natal
União Rondonópolis Mato Grosso 1–3 Goiás Atlético Goianiense
Real Brasília Distrito Federal (Brasil) 2–1 Roraima São Raimundo-RR
Rio Branco-AC Acre 0–0 Alagoas CRB
Athletic Minas Gerais 1–0 Rio de Janeiro (estado) Volta Redonda
Águia de Marabá Pará 3–2 Paraná Coritiba
Capital-TO Tocantins 2–1 Tocantins Tocantinópolis
Operário VG Mato Grosso 0–0 Santa Catarina Criciúma
Itabaiana Sergipe 0–1 Distrito Federal (Brasil) Brasiliense
ASA Alagoas 0–2 Rio Grande do Sul Internacional
Itabuna Bahia 0–8 Rio de Janeiro (estado) Nova Iguaçu
Iguatu Ceará 0–0 Rio Grande do Sul Juventude
Ji-Paraná Rondônia 0–0 Pará Paysandu

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

A segunda fase será disputada pelas 40 equipes vencedoras da fase anterior, em partida única. Em caso de empate a vaga será decidida na disputa por pênaltis. Os confrontos desta fase seguirão os chaveamentos predeterminados na fase anterior.

Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no confronto e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1   Resultado   Equipe 2
Sousa Paraíba 1–0 Pernambuco Petrolina
Botafogo-SP São Paulo (estado) 2–1 Goiás Anápolis
São Bernardo São Paulo (estado) 0–2 São Paulo (estado) Corinthians
Sampaio Corrêa Maranhão 0–0 (5–3 p) Ceará Ferroviário
Fortaleza Ceará 0–0 (3–2 p) Pernambuco Retrô
Ypiranga de Erechim Rio Grande do Sul 2–0 Rondônia Porto Velho
Portuguesa-RJ Rio de Janeiro (estado) 0–0 (3–4 p) Mato Grosso Cuiabá
ABC Rio Grande do Norte 1–1 (4–5 p) Santa Catarina Brusque
Maringá Paraná 0–1 Amazonas Amazonas
Villa Nova Minas Gerais 0–2 Paraná Operário-PR
Caxias Rio Grande do Sul 2–2 (5–6 p) Bahia Bahia
Sport Pernambuco 1–1 (5–4 p) Alagoas Murici
Vasco da Gama Rio de Janeiro (estado) 3–3 (4–1 p) São Paulo (estado) Água Santa
América de Natal Rio Grande do Norte 3–0 Rio Grande do Sul São Luiz
Real Brasília Distrito Federal (Brasil) 1–3 Goiás Atlético Goianiense
CRB Alagoas 2–0 Minas Gerais Athletic
Águia de Marabá Pará 3–0 Tocantins Capital-TO
Brasiliense Distrito Federal (Brasil) 1–1 (1–3 p) Santa Catarina Criciúma
Nova Iguaçu Rio de Janeiro (estado) 0–2 Rio Grande do Sul Internacional
Juventude Rio Grande do Sul 3–1 Pará Paysandu

Terceira fase[editar | editar código-fonte]

Será disputada pelas 20 equipes vencedoras da fase anterior mais os 12 clubes que entram diretamente nessa fase. Em caso de empate a vaga será decidida na disputa por pênaltis. Os 32 clubes classificados serão divididos em dois blocos de acordo com a posição do Ranking da CBF e foram definidos em sorteio público, realizado em 17 de abril de 2024, na sede da CBF.[15][16]

Pote 1 Pote 2
Rio de Janeiro Flamengo (1)
São Paulo Palmeiras (2)
São Paulo São Paulo (3)
Paraná Athletico Paranaense (4)
Minas Gerais Atlético Mineiro (5)
São Paulo Corinthians (6)
Rio de Janeiro Fluminense (7)
Rio Grande do Sul Grêmio (8)
Ceará Fortaleza (9)
Rio Grande do Sul Internacional (11)
Bahia Bahia (13)
Rio de Janeiro Botafogo (14)
São Paulo Red Bull Bragantino (15)
Goiás Atlético Goianiense (16)
Ceará Ceará (18)
Mato Grosso Cuiabá (19)
Goiás Goiás (20)
Rio de Janeiro Vasco da Gama (22)
Rio Grande do Sul Juventude (23)
Pernambuco Sport (24)
Alagoas CRB (26)
Bahia Vitória (28)
Santa Catarina Criciúma (30)
Maranhão Sampaio Corrêa (33)
Paraná Operário-PR (39)
São Paulo Botafogo-SP (42)
Santa Catarina Brusque (43)
Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim (49)
Rio Grande do Norte América de Natal (58)
Amazonas Amazonas (66)
Paraíba Sousa (90)
Pará Águia de Marabá (92)
Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no primeiro jogo e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1 Total Equipe 2 1.º jogo 2.º jogo
Operário-PR Paraná Rio Grande do Sul Grêmio 0–0
Bahia Bahia 3–0 Santa Catarina Criciúma 1–0 2–0
Sampaio Corrêa Maranhão 0–4 Rio de Janeiro Fluminense 0–2 0–2
Sousa Paraíba 1–4 São Paulo Red Bull Bragantino 1–1 0–3
Goiás Goiás 1–1 (3–1 p) Mato Grosso Cuiabá 1–0 0–1
Botafogo Rio de Janeiro 3–1 Bahia Vitória 1–0 2–1
Fortaleza Ceará 3–3 (4–5 p) Rio de Janeiro Vasco da Gama 0–0 3–3
Flamengo Rio de Janeiro 2–0 Amazonas Amazonas 1–0 1–0
Águia de Marabá Pará 1–5 São Paulo São Paulo 1–3 0–2
Palmeiras São Paulo 2–1 São Paulo Botafogo-SP 2–1 0–0
Ypiranga de Erechim Rio Grande do Sul Paraná Athletico Paranaense 2–1
Internacional Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Juventude
CRB Alagoas 2–0 Ceará Ceará 1–0 1–0
América de Natal Rio Grande do Norte 2–4 São Paulo Corinthians 1–2 1–2
Brusque Santa Catarina 2–5 Goiás Atlético Goianiense 0–1 2–4
Atlético Mineiro Minas Gerais 2–1 Pernambuco Sport 2–0 0–1

Fase final[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

As oitavas de final serão disputadas pelas 16 equipes pré-classificadas com os confrontos definidos em sorteio. Jogarão partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a vaga será definida na disputa por pênaltis.

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Nesta fase, todas as 16 equipes classificadas para as oitavas de final serão colocadas em pote único, sem restrição de cruzamentos. A CBF ainda não informou a data do sorteio das oitavas de final, mas as partidas, conforme o calendário da competição, acontecem entre 31 de julho e 7 de agosto.[17]

Pote único
Rio de Janeiro Flamengo (1)
São Paulo Palmeiras (2)
São Paulo São Paulo (3)
Minas Gerais Atlético Mineiro (5)
São Paulo Corinthians (6)
Rio de Janeiro Fluminense (7)
Bahia Bahia (13)
Rio de Janeiro Botafogo (14)
São Paulo Red Bull Bragantino (15)
Goiás Atlético Goianiense (16)
Goiás Goiás (20)
Rio de Janeiro Vasco da Gama (22)
Alagoas CRB (26)
Rio Grande do Sul A definir (—)
A definir (—)
A definir (—)

Público[editar | editar código-fonte]

Maiores públicos

Estes são os dez maiores públicos do campeonato:

Público[nota 4] Mandante Placar Visitante Estádio Data Fase Ref.
1 39 108 Corinthians São Paulo 2–1 Rio Grande do Norte América de Natal Neo Química Arena 22 de maio 3ª fase [18]
2 38 412 Fortaleza Ceará 0–0 Rio de Janeiro Vasco da Gama Arena Castelão 1 de maio 3ª fase [19]
3 38 409 São Paulo São Paulo 2–0 Pará Águia de Marabá MorumBIS 23 de maio 3ª fase [20]
4 37 005 Bahia Bahia 1–0 Santa Catarina Criciúma Arena Fonte Nova 30 de abril 3ª fase [21]
5 36 992 Flamengo Rio de Janeiro 1–0 Amazonas Amazonas Maracanã 1 de maio 3ª fase [22]
6 36 045 Atlético Mineiro Minas Gerais 2–0 Pernambuco Sport Arena MRV 30 de abril 3ª fase [23]
7 33 010 Palmeiras São Paulo 2–1 São Paulo Botafogo-SP Allianz Parque 2 de maio 3ª fase [24]
8 26 497 Ceará Ceará 0–1 Alagoas CRB Arena Castelão 23 de maio 3ª fase [25]
9 26 415 América de Natal Rio Grande do Norte 1–2 São Paulo Corinthians Arena das Dunas 1 de maio 3ª fase [26]
10 20 617 Fluminense Rio de Janeiro 2–0 Maranhão Sampaio Corrêa Maracanã 22 de maio 3ª fase [27]
Menores públicos

Estes são os dez menores públicos campeonato:

Público[nota 4] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 160 Audax Rio Rio de Janeiro 0–0 Rio de Janeiro Portuguesa-RJ Eucy Resende 21 de fevereiro 1ª fase [28]
2 161 Real Brasília Distrito Federal (Brasil) 2–1 Roraima São Raimundo-RR Defelê 21 de fevereiro 1ª fase [29]
3 188 Manauara Amazonas 1–2 Pernambuco Retrô Carlos Zamith 21 de fevereiro 1ª fase [30]
4 287 Maranhão Maranhão 1–2 Ceará Ferroviário Castelão 28 de fevereiro 1ª fase [31]
5 420 Nova Venécia Espírito Santo (estado) 1–2 São Paulo Botafogo-SP José Olímpio da Rocha 20 de fevereiro 1ª fase [32]
6 545 Real Noroeste Espírito Santo (estado) 1–4 Mato Grosso Cuiabá José Olímpio da Rocha 22 de fevereiro 1ª fase [33]
7 585 Operário VG Mato Grosso 0–0 Santa Catarina Criciúma Arena Pantanal 28 de fevereiro 1ª fase [34]
8 643 River-PI Piauí 1–1 Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim Albertão 21 de fevereiro 1ª fase [35]
9 669 Murici Alagoas 2–1 Sergipe Confiança José Gomes da Costa 28 de fevereiro 1ª fase [36]
10 721 Villa Nova Minas Gerais 1–0 Goiás Aparecidense Castor Cifuentes 28 de fevereiro 1ª fase [37]

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols[38] Jogador Equipe
4 Argentina Pablo Vegetti Vasco da Gama
3 Brasil Alex Sandro Botafogo-SP
Brasil Braga Águia de Marabá
Uruguai Emiliano Rodríguez Atlético Goianiense
Brasil Luan Dias Água Santa

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Oficialmente, a CBF não reconhece uma classificação geral na Copa do Brasil. A seguir, uma tabela classificando os clubes de acordo com a fase alcançada, considerando como critério de desempate — após os próprios critérios de desempate da competição — a ordem alfabética.

Legenda:

Notas e referências

Notas

  1. Atualizado até os jogos de 23 de maio. Jogos com portões fechados não são contabilizados.
  2. As doze equipes classificadas pelo critério 1 disputam a competição a partir da terceira fase.
  3. Devido o número de clubes disputantes da CONMEBOL Libertadores 2024 serem oito, apenas uma vaga será alocado para um clube disputante do Campeonato Brasileiro da Série A 2023, cuja chamada respeite a ordem de classificação.[6]
  4. a b Considera-se apenas o público pagante.

Referências

  1. «Copa do Brasil oficializa Betano como dona do title sponsor da competição a partir de 2023». Máquina do Esporte. 6 de dezembro de 2022. Consultado em 2 de maio de 2024 
  2. «Conheça a história da Copa do Brasil». MRV no Esporte. Consultado em 26 de abril de 2023 
  3. «CBF muda critérios de classificação para Copa do Brasil de 2024 e fortalece federações; entenda». ge.globo. 26 de dezembro de 2022. Consultado em 31 de julho de 2023 
  4. «Gigantes ainda não conquistaram vaga para Copa do Brasil 2024, veja quais». terra.com.br. 25 de setembro de 2023. Consultado em 20 de outubro de 2023 
  5. a b «Regulamento Específico da Competição» (PDF). CBF. 5 de janeiro de 2024. Consultado em 19 de janeiro de 2024 
  6. «Regulamento Específico da Competição» (PDF). CBF. Consultado em 19 de janeiro de 2024 
  7. «RNF - RANKING NACIONAL DAS FEDERAÇÕES 2024» (PDF). CBF (em portugues). 8 de dezembro de 2023. Consultado em 19 de janeiro de 2024 
  8. «Campeonato Brasileiro 2024 terá pela primeira vez jogo de abertura». CBF. 31 de outubro de 2023. Consultado em 31 de outubro de 2023 
  9. Ribeiro, Arthur (5 de janeiro de 2024). «Copa do Brasil 2024: CBF divulga tabela básica do torneio; início está previsto para fevereiro». ge. Consultado em 8 de janeiro de 2024 
  10. a b «Copa do Brasil 2024: sorteio da 1ª Fase será na terça-feira». CBF. 27 de janeiro de 2024. Consultado em 30 de janeiro de 2024 
  11. a b «Copa Betano do Brasil: Sorteio define confrontos da primeira fase». CBF. 30 de janeiro de 2024. Consultado em 30 de janeiro de 2024 
  12. «Com Santos fora e Furacão na 3ª fase, veja como ficam os potes para sorteio da Copa do Brasil 2024». ge. 4 de dezembro de 2023. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  13. «Copa do Brasil 2024: com três times cearenses, veja prévia dos potes de sorteio da competição». Diário do Nordeste. 4 de dezembro de 2023. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  14. «Flamengo permanece na liderança do Ranking Nacional de Clubes da CBF». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 8 de dezembro de 2023 
  15. «Sorteio da 3ª Fase da Copa Betano do Brasil será na quarta-feira». CBF. 15 de abril de 2024. Consultado em 15 de abril de 2024 
  16. Fernandez, Martín (17 de abril de 2024). «Copa do Brasil 2024: veja os confrontos da terceira fase». ge. Consultado em 17 de abril de 2024 
  17. «Copa do Brasil: confira classificados, datas e informações das oitavas». UOL. 23 de maio de 2024. Consultado em 24 de maio de 2024 
  18. «Boletim Financeiro: Corinthians 2x1 América-RN» (PDF). CBF. 22 de maio de 2024. Consultado em 31 de maio de 2024 
  19. «Boletim Financeiro: Fortaleza 0x0 Vasco» (PDF). CBF. 1 de maio de 2024. Consultado em 1 de maio de 2024 
  20. «Boletim Financeiro: São Paulo 2x0 Águia de Marabá» (PDF). CBF. 23 de maio de 2024. Consultado em 27 de maio de 2024 
  21. «Boletim Financeiro: Bahia 1x0 Criciúma» (PDF). CBF. 30 de abril de 2024. Consultado em 1 de maio de 2024 
  22. «Boletim Financeiro: Flamengo 1x0 Amazonas» (PDF). CBF. 1 de maio de 2024. Consultado em 3 de maio de 2024 
  23. «Boletim Financeiro: Atlético-MG 2x0 Sport» (PDF). CBF. 29 de abril de 2024. Consultado em 3 de maio de 2024 
  24. «Boletim Financeiro: Palmeiras 2x1 Botafogo-SP» (PDF). CBF. 2 de maio de 2024. Consultado em 3 de maio de 2024 
  25. «Boletim Financeiro: Ceará 0x1 CRB» (PDF). CBF. 23 de maio de 2024. Consultado em 24 de maio de 2024 
  26. «Boletim Financeiro: América-RN 1x2 Corinthians» (PDF). CBF. 1 de maio de 2024. Consultado em 2 de maio de 2024 
  27. «Boletim Financeiro: Fluminense 2x0 Sampaio Corrêa» (PDF). CBF. 22 de maio de 2024. Consultado em 27 de maio de 2024 
  28. «Boletim Financeiro: Audax Rio 0x0 Portuguesa-RJ» (PDF). CBF. 21 de fevereiro de 2024. Consultado em 26 de fevereiro de 2024 
  29. «Boletim Financeiro: Real Brasília 2x1 São Raimundo-RR». CBF. 21 de fevereiro de 2024. Consultado em 23 de fevereiro de 2024 
  30. «Boletim Financeiro: Manauara 1x2 Retrô» (PDF). CBF. 21 de fevereiro de 2024. Consultado em 22 de fevereiro de 2024 
  31. «Boletim Financeiro: Maranhão 1x2 Ferroviário» (PDF). CBF. 29 de fevereiro de 2024. Consultado em 29 de fevereiro de 2024 
  32. «Boletim Financeiro: Nova Venécia 1x2 Botafogo-SP» (PDF). CBF. 20 de fevereiro de 2024. Consultado em 23 de fevereiro de 2024 
  33. «Boletim Financeiro: Real Noroeste 1x4 Cuiabá» (PDF). CBF. 22 de fevereiro de 2024. Consultado em 23 de fevereiro de 2024 
  34. «Boletim Financeiro: Operário CEOV 0x0 Criciúma» (PDF). CBF. 28 de fevereiro de 2024. Consultado em 29 de fevereiro de 2024 
  35. «Boletim Financeiro: River-PI 1x1 Ypiranga-RS» (PDF). CBF. 21 de fevereiro de 2024. Consultado em 21 de fevereiro de 2024 
  36. «Boletim Financeiro: Murici 2x1 Confiança» (PDF). CBF. 28 de fevereiro de 2024. Consultado em 29 de fevereiro de 2024 
  37. «Boletim Financeiro: Villa Nova 1x0 Aparecidense» (PDF). CBF. 28 de fevereiro de 2024. Consultado em 17 de março de 2024 
  38. «Copa do Brasil Masculino - 2024 – Estatísticas – Artilharia». CBF. Consultado em 22 de maio de 2024 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • «Tabela». Confederação Brasileira de Futebol (CBF)