Campeonato Carioca de Futebol de 2023

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Carioca de Futebol de 2023
Carioca 2023
Dados
Participantes 12
Organização FERJ
Período 12 de janeiro – 9 de abril
Gol(o)s 82
Partidas 40
Média 2,05 gol(o)s por partida
Melhor marcador Lelê (Volta Redonda) – 7 gols
Melhor ataque (fase inicial) Volta Redonda – 13 gols
Melhor defesa (fase inicial) 2 gols:
Maiores goleadas
(diferença)
Flamengo 5–0 Nova Iguaçu
MaracanãRio de Janeiro
21 de janeiro, Taça GB, 3.ª rodada
 
Vasco da Gama 5–0 Resende
São JanuárioRio de Janeiro
2 de fevereiro, Taça GB, 6.ª rodada
◄◄ Rio de Janeiro 2022 Soccerball.svg 2024 Rio de Janeiro ►►

Campeonato Carioca de Futebol de 2023 (também conhecido como Carioca Betnacional 2023 por questões de patrocínio[1]) é a 125.ª edição da principal divisão do futebol no Rio de Janeiro. A disputa é organizada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ). A fase principal desta edição — seguindo o modelo das últimas edições — Taça Guanabara, acontece em pontos corridos, entre as 12 equipes (11 primeiras colocadas da edição anterior e o campeão da Série A2 de 2022) definindo as quatro melhores equipes que disputarão as semifinais e finais do Campeonato. As quatro equipes classificadas entre o 5.º e 8.º lugares disputarão o título da Taça Rio.[2]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

Critério de desempates[editar | editar código-fonte]

Caso ocorra empate em pontos ganhos, serão aplicados os critérios de desempate, sucessivamente:[3]

  1. Maior número de vitórias
  2. Maior saldo de gols
  3. Maior número de gols pró (gols marcados)
  4. Confronto direto
  5. Menor número de cartões amarelos e vermelhos, onde cada cartão vermelho será considerado equivalente a três cartões amarelos
  6. Sorteio público na sede da Federação, em dia e horário a serem determinados

Taça Guanabara (fase principal)[editar | editar código-fonte]

Em formato igual as últimas edições anteriores, a fase principal será formada apenas pela Taça Guanabara. Serão disputada pelas 11 equipes melhores classificadas no Campeonato do ano anterior e a campeã da Série A2 de 2022 e acontecem, portanto, 11 rodadas.[3]

Taça Rio[editar | editar código-fonte]

A Taça Rio será disputada apenas pelas equipes classificadas do 5.ª ao 8.ª lugar da Taça Guanabara (fase principal) em paralelo às disputa das semifinais e finais do Campeonato. As semifinais em cruzamento olímpico (5.º colocado x 8.º colocado e 6.º colocado x 7.º colocado), em partidas de ida e volta, com vantagem para os melhores colocados (em pontos ganhos e saldo de gols). Nas partidas finais não haverá vantagem para nenhuma das equipes e, também, disputa por pênaltis em caso de empate (pontos e saldo de gols).[3]

Fase final[editar | editar código-fonte]

Os quatro primeiros colocados da fase principal (Taça Guanabara) decidirão, em cruzamento olímpico (1.º colocado x 4.º colocado e 2.º colocado x 3.º colocado), as semifinais do Campeonato em duas partidas com vantagem de empate (em pontos ganhos e saldo de gols) para as equipes melhores classificadas, assim como a escolha do mando de campo (1.ª ou 2.ª partida). Nas partidas finais (entre os vencedores das semifinais) não haverá vantagem para nenhuma equipe, porém a melhor classificada pode escolher o mando de campo (na 1.ª ou 2.ª partida) e haverá disputa por pênaltis em caso de empate (pontos e saldo de gols).[3]

Torneio Independência[editar | editar código-fonte]

Seria disputada pelos "clubes formadores" em jogos entre si, sem contar as partidas envolvendo os times considerados grandes (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco da Gama), mas, em reunião de arbitral, em 12 de janeiro, na sede da FERJ, ficou determinado a extinção do torneio. O campeão inicialmente seria indicado para a Copa do Brasil de 2024. Porém, em virtude da alteração de critérios de classificação publicado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), onde seriam excluídas as vagas do ranking da CBF para edição de 2024, ficou acordado que as vagas do Campeonato Carioca seriam distribuídas da seguinte forma: os quatro melhores da Taça Guanabara, o campeão da Taça Rio e o campeão da Copa Rio de 2023.[3][4]

Transmissão televisiva[editar | editar código-fonte]

Reuniões arbitrais[editar | editar código-fonte]

Primeira arbitral

Após a reunião arbitral do Campeonato de 2023 — que aconteceu em 11 de novembro de 2022 — Flamengo e Fluminense não se mostraram interessados no modelo apresentado pelas duas empresas que negociam as vendas de direitos de transmissão, inclusive o prazo de cinco anos de contrato. Os dois clubes podem fazer valer a "lei do Mandante" ou judicializar a questão.[5]

Um outro ponto do regulamento que também não foi aceito pela "dupla" foi a votação para aprovar que as segundas partidas da semifinal e final tenham como mandante os clubes que tiverem assinado com a Federação, independente de melhor desempenho.[5]

Flamengo e Fluminense também discordam da diferença de valor proposto para as premiações entre o campeão (oito milhões de reais) e o vice-campeão (um milhão de reais).[5]

Segunda arbitral

Em reunião arbitral realizada na sede da FERJ, em 29 de novembro — a 45 dias do início do Campeonato Carioca, portanto dentro do prazo legal — ficou decidido, após votação, que a questão técnica será preponderante para que se decida o mandante e o visitante nas partidas decisivas da competição.[6]

Polêmica sobre a diferença de valores[editar | editar código-fonte]

Vasco da Gama

Em 2 de dezembro, o Vasco da Gama — após a informação de que o Flamengo receberia o dobro de valor de cota por suas partidas — comunicou que não aceitaria o acordo de distribuição das cotas e criticou a diretoria do Flamengo. A informação de que o acordo entre a FERJ e o Flamengo definiu a cota do clube em 18 milhões de reais e dos demais clube "grandes" (Botafogo, Fluminense e Vasco) receberiam 9 milhões, fez com que o clube de São Januário soltasse um comunicado sobre a sua posição.[7]

Botafogo

No dia seguinte a decisão do Vasco da Gama, em 3 de dezembro, a diretoria do Botafogo também decidiu pela não assinatura do acordo de transmissão televisiva proposto pela FERJ e a empresa parceira. A decisão foi tomada em acordo com o acionista majoritário da SAF Botafogo, John Textor. O Botafogo não cita nomes no comunicado oficial, mas segue a mesma linha do comunicado da diretoria do Vasco.[8]

Fluminense

Ainda no sábado, 3 de dezembro, o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, informou que o Tricolor mantém sua posição de não assinar o acordo de transmissão do Carioca 2023, manifestada desde a primeira reunião para tratar do assunto.[9]

Flamengo

Em 6 de dezembro, a diretoria do Flamengo, publicou um comunicado em relação aos comunicados de Vasco e Botafogo e da entrevista do presidente do Fluminense.[10]

1.ª reunião da FERJ

Em 6 de dezembro de 2022, aconteceu uma reunião na FERJ para tentar um acordo sobre a questão das cotas dos direitos de transmissão do Carioca 2023 entre representantes dos quatro "grandes clubes" cariocas. As indicações, conforme apurado, é que os representantes dos clubes saíram com a ideia de flexibilização entre si. Uma nova rodada de negociações foi agendada para 8 de dezembro, na sede da Federação.[11]

2.ª reunião da FERJ

Em 20 de dezembro de 2022, após algumas rodadas de negociação, foi confirmada a venda dos direitos de transmissão em TV aberta para a Rede Bandeirantes, marcando a volta do torneio pelo canal desde sua última transmissão, em 2016. A proposta do canal paulista superou as oferecidas pelo SBT e pela ESPN, no caso da última pela TV por assinatura.[12] A oficialização da compra aconteceu no dia 29 em um comunicado à imprensa, confirmando também a cobertura do torneio até 2025.[13] Em 11 de janeiro de 2023, faltando apenas um dia para o início do torneio, o Grupo Bandeirantes adquiriu também os direitos de transmissão para o BandSports, seu canal de televisão por assinatura, onde vai cobrir 50 jogos, com exceção das partidas em que Botafogo e Vasco são mandantes. Pela internet, o streamer Casimiro fará a cobertura, incluindo dos jogos em que Botafogo e Vasco são mandantes.[14]

Em Portugal, a competição será transmitida pelo canal Sport TV.[15]

Emissora ou serviço de streaming Transmissões com imagens
Rede Bandeirantes
  • 25 jogos, incluindo as finais da Taça Rio e do Torneio Independência[16]
BandSports
  • 50 jogos, incluindo as finais da Taça Rio e do Torneio Independência, com exceção das partidas em que Vasco e Botafogo são mandantes.
CazéTV
  • Todos os jogos do Vasco da Gama e Botafogo como mandantes.
Dale
  • Todos os jogos, menos os jogos de Vasco da Gama e Botafogo como mandantes.
Sport TV
  • Transmissão exclusiva em Portugal.[15]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Em 2022 Estádio Capacidade[17] Títulos (Carioca)
Audax Rio Angra dos Reis 8.º Jair Toscano 1 500 0 (não possui)
Bangu Rio de Janeiro 11.º Moça Bonita 9 024 2 (último em 1966)
Boavista-RJ Saquarema 10.º Elcyrzão 4 315 0 (não possui)
Botafogo Rio de Janeiro 4.º Nilton Santos 44 661 21 (último em 2018)
Flamengo Rio de Janeiro 2.º Maracanã 78 838 37 (último em 2021)
Fluminense Rio de Janeiro 1.º Maracanã 78 838 32 (último em 2022)
Madureira Rio de Janeiro 9.º Conselheiro Galvão 5 014 0 (não possui)
Nova Iguaçu Nova Iguaçu 6.º Laranjão 1 810 0 (não possui)
Portuguesa-RJ Rio de Janeiro 7.º Luso-Brasileiro 5 044 0 (não possui)
Resende Resende 5.º Trabalhador 4 600 0 (não possui)
Vasco da Gama Rio de Janeiro 3.º São Januário 21 880 24 (último em 2016)
Volta Redonda Volta Redonda 1.º (Série A2) Raulino de Oliveira 18 230 0 (não possui)

Outros estádios[editar | editar código-fonte]

Como previsto no "Regulamento Geral", algumas partidas foram realizadas em outros estádios em virtude da venda de mando de campo.[18]

Estádio Cidade Capacidade[17] Rodada Mandante Placar Visitante Ref.
Kleber Andrade Cariacica (ES) 21 152 2.ª Madureira 0–0 Flamengo [19]
3.ª Madureira 0–1 Fluminense [20]
5.ª Vasco da Gama 1–2 Volta Redonda [21]
Mané Garrincha Distrito Federal (Brasil) Brasília (DF) 72 788 7.ª Boavista-RJ 0–4 Botafogo [22]
Nova Iguaçu 7 fev Vasco da Gama [23]
9.ª Botafogo 25 fev Flamengo [24]

Taça Guanabara[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe PG Jogos Gols Cartões[25] Desempenho por rodada
J V E D GP GS SG Expulso Penalizado com cartão amarelo 10ª 11ª
1 Flamengo 14 6 4 2 0 12 2 +10 0 6 1 1 1 1 1 1 1
2 Botafogo 13 6 4 1 1 9 2 +7 3 5 10 5 6 5 4 3 2
3 Fluminense 13 7 4 1 2 8 3 +5 4 15 2 2 2 2 3 4 3
4 Volta Redonda 13 7 4 1 2 13 9 +4 1 17 8 10 4 4 2 2 4
5 Bangu 12 7 3 3 1 6 4 +2 1 20 4 3 3 3 5 5 5
6 Vasco da Gama 11 6 3 2 1 11 3 +8 1 9 6 7 9 6 6 6 6
7 Portuguesa-RJ 8 7 2 2 3 6 9 –3 0 9 12 6 8 8 10 10 7
8 Madureira 6 7 1 3 3 3 5 –2 0 17 6 8 10 11 8 8 8
9 Audax Rio 6 7 1 3 3 5 9 –4 1 22 3 4 5 7 7 7 9
10 Nova Iguaçu 6 7 1 3 3 2 9 –7 2 26 9 11 12 12 9 9 10
11 Resende 4 6 1 1 4 3 14 –11 1 14 11 12 7 9 11 11 11
12 Boavista-RJ 2 7 0 2 5 4 13 –9 3 20 5 9 11 10 12 12 12
     Campeão da Taça Guanabara 2023 e classificado para as semifinais do Campeonato
     Classificados para as semifinais do Campeonato
     Classificados para as semifinais da Taça Rio 2023
     Rebaixado para a Série A2 de 2023
Critérios de ordenação: 1. Pontos ganhos / 2. Vitórias / 3. Saldo de gols / 4. Gols pró (gols marcados) / 5. Cartões vermelhos e amarelos
Última atualização: 7 de fevereiro[26]

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Fonte:[18]

Primeira rodada[editar | editar código-fonte]

14 de janeiro Nova Iguaçu 0 – 0 Volta Redonda Estádio Laranjão, Nova Iguaçu
15:30
Súmula (FERJ) Público: 900
Renda: R$ 11 400,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Tarcizo Pinheiro Caetano

14 de janeiro Resende 0 – 2 Fluminense Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
16:00
Súmula (FERJ) Joanderson Gol contra marcado aos 19 minutos de jogo 19' (g.c)
Alan Gol marcado aos 87 minutos de jogo 87' (pen)
Público: 6 571
Renda: R$ 175 530,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Yuri Elino Ferreira da Cruz

14 de janeiro Vasco da Gama 0 – 0 Madureira Estádio São Januário, Rio de Janeiro
18:00
Súmula (FERJ) Público: 16 214
Renda: R$ 213 840,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Rafael Martins de Sá

15 de janeiro Boavista-RJ 2 – 2 Bangu Estádio Elcyrzão, Saquarema
15:30
Peu Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8'
Matheus Alessandro Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12' (pen)
Súmula (FERJ) Luis Felipe Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48', Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55' Público: 387
Renda: R$ 5 610,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Diego da Silva Lourenço

15 de janeiro Botafogo 0 – 1 Audax Rio Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
16:00
Súmula (FERJ) Higor Gol marcado aos 17 minutos de jogo 17' Público: 3 837
Renda: R$ 125 576,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Alexandre Vargas Tavares de Jesus

15 de janeiro Flamengo 4 – 1 Portuguesa-RJ Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
Pedro Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11'
Gabi Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
Fabrício Bruno Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'
Thiago Maia Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Súmula (FERJ) João Paulo Gol marcado aos 40 minutos de jogo 40' Público: 49 964
Renda: R$ 1 660 773,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Alex Gomes Stefano

Segunda rodada[editar | editar código-fonte]

17 de janeiro Fluminense 1 – 0 Nova Iguaçu Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:10
Lima Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44' Súmula (FERJ) Público: 20 925
Renda: R$ 549 726,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Felipe da Silva Gonçalves Paludo

18 de janeiro Bangu 1 – 0 Resende Estádio de Moça Bonita, Rio de Janeiro
15:30
Luis Felipe Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54' Súmula (FERJ) Público: 900
Renda: R$ 12 000,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ João Ennio Sobral

18 de janeiro Madureira 0 – 0 Flamengo Estádio Kleber Andrade, Cariacica
19:00
Súmula (FERJ) Público: 13 009
Renda: R$ 2 587 340,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Grazianni Maciel Rocha

18 de janeiro Portuguesa-RJ 1 – 0 Boavista-RJ Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
21:00
Édson Cariús Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' (pen) Súmula (FERJ) Público: 1 071
Renda: R$ 12 680,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Ewerton Marques Ribeiro

19 de janeiro Volta Redonda 1 – 2 Botafogo Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
19:30
Lelê Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57' Súmula (FERJ) Marçal Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10'
Víctor Cuesta Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Público: 4 447
Renda: R$ 113 840,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Maurício Machado Coelho Júnior

19 de janeiro Audax Rio 1 – 1 Vasco da Gama Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
21:10
Raphael Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' Súmula (FERJ) Galarza Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Público: 2 087
Renda: R$ 80 250,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Bruno Mota Correia

Terceira rodada[editar | editar código-fonte]

21 de janeiro Flamengo 5 – 0 Nova Iguaçu Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
16:00
Pedro Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12', Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73'
Fabrício Bruno Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29'
Gabi Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62', Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67'
Súmula (FERJ) Público: 48 941
Renda: R$ 1 689 606,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Alexandre Vargas Tavares de Jesus

21 de janeiro Portuguesa-RJ 0 – 1 Bangu Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
20:00
Súmula (FERJ) Adryan Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72' Público: 1 031
Renda: R$ 11 840,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Rafael Martins de Sá

22 de janeiro Resende 2 – 1 Boavista-RJ Estádio do Trabalhador, Resende
15:30
Igor Bolt Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' (pen)
Bismark Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Súmula (FERJ) Matheus Alessandro Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46' (pen) Público: 539
Renda: R$ 7 080,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Wagner do Nascimento Magalhães

22 de janeiro Volta Redonda 3 – 2 Audax Rio Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
16:00
Leanderson Gol marcado aos 45+2 minutos de jogo 45+2', Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Alix Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Súmula (FERJ) Raphael Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Higor Leite Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83'
Público: 594
Renda: R$ 4 190,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Bruno Arleu de Araújo

22 de janeiro Madureira 0 – 1 Fluminense Estádio Kleber Andrade, Cariacica
18:00
Súmula (FERJ) Jhon Arias Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' Público: 10 233
Renda: R$ 1 013 045,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Paulo Renato Moreira da Silva Coelho

16 de fevereiro Vasco da Gama Botafogo Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
20:30

Quarta rodada[editar | editar código-fonte]

24 de janeiro Bangu 1 – 1 Flamengo Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
21:10
Renato Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' Súmula (FERJ) Lorran Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' Público: 10 148
Renda: R$ 376 690,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Bruno Arleu de Araújo

25 de janeiro Audax Rio 1 – 1 Nova Iguaçu Estádio Jair Toscano, Angra dos Reis
15:30
Lucas Mota Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76' (pen) Súmula (FERJ) Gustavo Nicola Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71' Público: 49
Renda: R$ 1 360,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Yuri Elino Ferreira da Cruz

25 de janeiro Volta Redonda 5 – 1 Resende Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
19:00
Pedrinho Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2', Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31'
Lelê Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4', Gol marcado aos 13 minutos de jogo 13'
Ricardo Sena Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Súmula (FERJ) Rayne Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16' Público: 878
Renda: R$ 8 910,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Felipe da Silva Gonçalves Paludo

25 de janeiro Portuguesa-RJ 0 – 2 Vasco da Gama Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
21:10
Súmula (FERJ) Nenê Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14'
Gabriel Pec Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
Público: 3 600
Renda: R$ 120 525,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Paulo Renato Moreira da Silva Coelho

26 de janeiro Botafogo 2 – 0 Madureira Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
19:30
Gabriel Pires Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Gustavo Sauer Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Súmula (FERJ) Público: 2 249
Renda: R$ 74 052,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Alex Gomes Stefano

26 de janeiro Fluminense 1 – 1 Boavista-RJ Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:10
Kevem Gol contra marcado aos 45+2 minutos de jogo 45+2' Súmula (FERJ) Marquinhos Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' Público: 13 891
Renda: R$ 419 619,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Tarcizo Pinheiro Caetano

Quinta rodada[editar | editar código-fonte]

12 de janeiro Flamengo 1 – 0 Audax Rio Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:30
Matheus França Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' Súmula (FERJ) Público: 26 102
Renda: R$ 805 522,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Wagner do Nascimento Magalhaes

28 de janeiro[nota 1] Nova Iguaçu 1 – 0 Bangu Estádio Laranjão, Nova Iguaçu
15:30
Luís Felipe Gol contra marcado aos 4 minutos de jogo 4' (g.c.) Súmula (FERJ) Público: 531
Renda: R$ 6 710,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Grazianni Maciel Rocha

29 de janeiro Resende 0 – 0 Portuguesa-RJ Estádio do Trabalhador, Resende
15:30
Súmula (FERJ) Público: 441
Renda: R$ 5 720,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Rodrigo Félix de Oliveira Rodrigues

29 de janeiro Fluminense 0 – 1 Botafogo Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
Súmula (FERJ) Victor Sá Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51' Público: 25 965
Renda: R$ 1 099 017,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Bruno Mota Correia

29 de janeiro Boavista-RJ 0 – 2 Madureira Estádio Elcyrzão, Saquarema
20:15
Súmula (FERJ) Gustavo Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28'
Marcelinho Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Público: 288
Renda: R$ 4 520,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Maurício Machado Coelho Júnior

30 de janeiro Vasco da Gama 1 – 2 Volta Redonda Estádio Kleber Andrade, Cariacica
20:00
Gabriel Pec Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58' Súmula (FERJ) Ricardo Sena Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25'
Lelê Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35'
Público: 18 300
Renda: R$ 2 190 786,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Thiago Ramos Marques

Sexta rodada[editar | editar código-fonte]

1 de fevereiro Audax Rio 0 – 0 Bangu Estádio Jair Toscano, Angra dos Reis
15:30
Súmula (FERJ) Público: 43
Renda: R$ 1 300,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Alan Trindade da Silva

1 de fevereiro Botafogo 0 – 0 Nova Iguaçu Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
19:00
Súmula (FERJ) Público: 1 476
Renda: R$ 46 362,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Rafael Martins de Sá

1 de fevereiro Flamengo 1 – 0 Boavista-RJ Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:10
Pedro Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68' Súmula (FERJ) Público: 31 978
Renda: R$ 1 031 907,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Yuri Elino Ferreira da Cruz

2 de fevereiro Madureira 1 – 1 Portuguesa-RJ Estádio Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro
15:30
Henrique Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69' Súmula (FERJ) Anderson Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3' Público: 438
Renda: R$ 5 760,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Alexandre Vargas Tavares de Jesus

2 de fevereiro Vasco da Gama 5 – 0 Resende Estádio São Januário, Rio de Janeiro
19:00
Pedro Raul Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21', Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83'
Lucas Piton Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39'
Gabriel Pec Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Léo Pelé Gol marcado aos 90+3 minutos de jogo 90+3'
Súmula (FERJ) Público: 16 795
Renda: R$ 666 116,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Bruno Arleu de Araújo

2 de fevereiro Volta Redonda 1 – 0 Fluminense Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
21:10
Lelê Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48' Súmula (FERJ) Público: 5 030
Renda: R$ 107 860,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Wagner do Nascimento Magalhães

Sétima rodada[editar | editar código-fonte]

5 de fevereiro Bangu 1 – 0 Madureira Estádio de Moça Bonita, Rio de Janeiro
15:30
Luis Felipe Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' (pen) Súmulas (FERJ) Público: 965
Renda: R$ 11 850,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ João Batista de Arruda

5 de fevereiro Boavista-RJ 0 – 4 Botafogo Estádio Mané Garrincha, Brasília
16:00
Súmulas (FERJ) Tiquinho Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4', Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21'
João Victor Gol marcado aos 45+3 minutos de jogo 45+3'
Patrick de Paula Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Público: 9 423
Renda: R$ 940 035,20
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Matheus Carneiro Torres

5 de fevereiro Fluminense 3 – 0 Audax Rio Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
Cano Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9', Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39', Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' Súmulas (FERJ) Público: 9 724
Renda: R$ 288 272,50
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Paulo Renato Moreira da Silva Coelho

6 de fevereiro Portuguesa-RJ 3 – 1 Volta Redonda Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
15:30
Emerson Carioca Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16', Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Lucas Santos Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Súmula (FERJ) Berguinho Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14' Público: 424
Renda: R$ 6 360,00
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Diego da Silva Lourenço

7 de fevereiro Nova Iguaçu 0 – 2 Vasco da Gama Estádio Mané Garrincha, Brasília
21:10
Jair Gol marcado aos 45+5 minutos de jogo 45+5'
Gabriel Pec Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72'
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Tarcizo Pinheiro Caetano

18 de fevereiro Resende Flamengo Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
16:00

Oitava rodada[editar | editar código-fonte]

11 de fevereiro Nova Iguaçu Portuguesa-RJ Estádio Laranjão, Nova Iguaçu
15:30

11 de fevereiro Madureira Resende Estádio Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro
15:30

11 de fevereiro Botafogo Bangu Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
18:00

12 de fevereiro Audax Rio Boavista-RJ Estádio Jair Toscano, Angra dos Reis
15:30

12 de fevereiro Fluminense Vasco da Gama Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00

15 de fevereiro Volta Redonda Flamengo Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda
21:10

Nona rodada[editar | editar código-fonte]

25 de fevereiro Botafogo Flamengo Estádio Mané Garrincha, Brasília
A definir

25 de fevereiro Vasco da Gama Boavista-RJ Estádio São Januário, Rio de Janeiro
A definir

25 de fevereiro Nova Iguaçu Resende Estádio Laranjão, Nova Iguaçu
A definir

25 de fevereiro Fluminense Portuguesa-RJ Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
A definir

25 de fevereiro Bangu Volta Redonda Estádio de Moça Bonita, Rio de Janeiro
A definir

25 de fevereiro Audax Rio Madureira Estádio Jair Toscano, Angra dos Reis
A definir

Décima rodada[editar | editar código-fonte]

5 de março Flamengo Vasco da Gama Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
A definir

5 de março Resende Botafogo A definir
A definir

5 de março Boavista-RJ Nova Iguaçu Estádio Elcyrzão, Saquarema
A definir

5 de março Bangu Fluminense Estádio de Moça Bonita, Rio de Janeiro
A definir

5 de março Portuguesa-RJ Audax Rio Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
A definir

5 de março Madureira Volta Redonda Estádio Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro
A definir

Décima primeira rodada[editar | editar código-fonte]

12 de março Flamengo Fluminense Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
A definir

12 de março Vasco da Gama Bangu Estádio São Januário, Rio de Janeiro
A definir

12 de março Botafogo Portuguesa-RJ A definir
A definir

12 de março Nova Iguaçu Madureira Estádio Laranjão, Nova Iguaçu
A definir

12 de março Resende Audax Rio Estádio do Trabalhador, Resende
A definir

12 de março Boavista-RJ Volta Redonda Estádio Elcyrzão, Saquarema
A definir

Taça Rio[editar | editar código-fonte]

Em itálico, as equipes que jogarão pelo empate por ter melhor campanha e em negrito as equipes vencedoras das partidas. Na final, não há vantagem de empate para nenhuma equipe.

  Semifinais Final
                     
 5.º colocado  
 8.º colocado  
   Vencedor semifinal 1
   Vencedor semifinal 2
 6.º colocado
 7.º colocado

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Semifinais[editar | editar código-fonte]
Fonte: [28]
Ida
15 de março 8.º colocado 5.º colocado A definir
A definir

15 de março 7.º colocado 6.º colocado A definir
A definir
Volta
19 de março 5.º colocado 8.º colocado A definir
A definir

19 de março 6.º colocado 7.º colocado A definir
A definir
Finais[editar | editar código-fonte]
Fonte: [29]
Ida
2 de abril Vencedor da semifinal 2 Vencedor da semifinal 1 A definir
A definir
Volta
9 de abril Vencedor da semifinal 1 Vencedor da semifinal 2 A definir
A definir

Fase final[editar | editar código-fonte]

Em itálico, as equipes que jogarão pelo empate por ter melhor campanha e em negrito as equipes vencedoras das partidas. Na final, não há vantagem de empate para nenhuma equipe.

  Semifinais Final
                     
 1.º colocado  
 4.º colocado  
   Vencedor semifinal 1
   Vencedor semifinal 2
 2.º colocado
 3.º colocado
Semifinais[editar | editar código-fonte]
Fonte: [30]
Ida
15 de março 4.º colocado 1.º colocado A definir
A definir

15 de março 3.º colocado 2.º colocado A definir
A definir
Volta
19 de março 1.º colocado 4.º colocado A definir
A definir

19 de março 2.º colocado 3.º colocado A definir
A definir
Finais[editar | editar código-fonte]
Fonte: [31]
Ida
2 de abril Vencedor da semifinal 2 Vencedor da semifinal 1 A definir
A definir
Volta
9 de abril Vencedor da semifinal 1 Vencedor da semifinal 2 A definir
A definir

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe PG Jogos Gols Cartões[25] Classificação ou rebaixamento
J V E D GP GS SG Expulso Penalizado com cartão amarelo
1 Flamengo 14 6 4 2 0 12 2 +10 0 6
2 Volta Redonda 13 6 4 1 1 12 6 +6 1 15
3 Botafogo 10 5 3 1 1 5 2 +3 2 5
4 Fluminense 10 6 3 1 2 5 3 +2 3 9
5 Bangu 9 6 2 3 1 5 4 +1 1 16
6 Vasco da Gama 8 5 2 2 1 9 3 +6 1 6
7 Audax Rio 6 6 1 3 2 5 6 –1 1 19
8 Madureira 6 6 1 3 2 3 4 –1 0 9
9 Nova Iguaçu 6 6 1 3 2 2 7 –5 2 23
10 Portuguesa-RJ 5 6 1 2 3 3 8 –5 0 9
11 Resende 4 6 1 1 4 3 14 –11 0 12
12 Boavista-RJ 2 6 0 2 4 4 9 –5 3 20
Última atualização: 3 de fevereiro[26]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Hat-trick[editar | editar código-fonte]

Estes foram os hat-tricks do Campeonato:

Futebolista Gols Mandante Placar Visitante Data Etapa Ref.
1 Cano Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9', Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39', Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' Fluminense 3 – 0 Audax Rio 5 de fevereiro 7.ª rodada [34][35]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. A partida foi iniciada em 28 de janeiro, mas foi suspensa, aos 7 minutos e 59 segundos do 2.º tempo, devido a uma forte chuva na região do estádio. A partida foi reiniciada e concluída no dia seguinte, no mesmo horário e no mesmo local.[27]

Referências

  1. «Carioca agora é Betnacional». FERJ. 12 de janeiro de 2023. Consultado em 13 de janeiro de 2023 
  2. Araújo, Alexandre (11 de novembro de 2022). «Arbitral da Ferj define Carioca 2023 e mantém formato de anos anteriores». Universo Online. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  3. a b c d e «Regulamento da fase principal do Campeonato Estadual da Série A de profissionais da temporada de 2023» (PDF). FERJ. 29 de novembro de 2022. Consultado em 13 de janeiro de 2023 
  4. Sá, Luiza (12 de janeiro de 2023). «Carioca terá aluguel padrão dos estádios e explicação de polêmicas». Universo Online. Consultado em 13 de janeiro de 2023 
  5. a b c Huber, Fred; Lima, Thiago (14 de novembro de 2022). «Flamengo e Fluminense têm impasse com a Ferj sobre a transmissão no Carioca». ge. Consultado em 15 de novembro de 2022 
  6. Agência FERJ (29 de novembro de 2022). «Conselho Arbitral decide pela manutenção do critério técnico». FERJ. Consultado em 30 de novembro de 2022 
  7. a b «Vasco diz que não assinará contrato de transmissão do Carioca com a Ferj e critica o Flamengo». ge. 2 de dezembro de 2022. Consultado em 7 de dezembro de 2022 
  8. a b «Botafogo não assinará contrato de transmissão do Carioca e confirma pré-temporada nos EUA». ge. 3 de dezembro de 2022. Consultado em 7 de dezembro de 2022 
  9. a b Lima, Thiago (3 de dezembro de 2022). «Fluminense mantém posição de não assinar contrato de transmissão do Carioca e cita Libra como exemplo». ge. Consultado em 7 de dezembro de 2022 
  10. a b «Em nota sobre transmissão do Carioca, Flamengo cutuca SAF's de Vasco e Botafogo e cita tamanho da torcida». ge. 6 de dezembro de 2022. Consultado em 7 de dezembro de 2022 
  11. Gomes, Fred; Baltar, Marcelo (6 de dezembro de 2022). «Após notas e divergências, grandes cariocas avançam em discussão sobre distribuição de receitas do Carioca». ge. Consultado em 7 de dezembro de 2022 
  12. César, Daniel; Nascimento, Sandro (20 de dezembro de 2022). «Band atropela SBT e compra o Cariocão 2023». NaTelinha. Consultado em 20 de dezembro de 2022 
  13. «Band fecha acordo para fazer a maior cobertura do Campeonato Carioca». www.band.uol.com.br. Consultado em 4 de janeiro de 2023 
  14. Dia, O. (11 de janeiro de 2023). «BandSports transmitirá jogos do Campeonato Carioca | Esporte». O Dia. Consultado em 11 de janeiro de 2023 
  15. a b «SporTV de Portugal anuncia transmissão do Carioca (com Luís Castro e Vítor Pereira)». OneFootball. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  16. «FERJ divulga tabela do Campeonato Carioca; veja jogos e transmissões da Band». www.band.uol.com.br. Consultado em 4 de janeiro de 2023 
  17. a b «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (CNEF) 2016» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 18 de janeiro de 2016. Consultado em 19 de janeiro de 2023 
  18. a b «Taça Guanabara - Tabela» (PDF). FERJ. Consultado em 7 de fevereiro de 2023 
  19. Gomes, Fred (4 de janeiro de 2023). «Flamengo enfrentará Madureira em Cariacica, pela segunda rodada do Carioca». ge. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  20. «Madureira x Fluminense: Ferj marca jogo para Cariacica, no Espírito Santo». ge. 5 de janeiro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  21. «Vasco x Volta Redonda será em Cariacica-ES». FERJ. 23 de janeiro de 2023. Consultado em 24 de janeiro de 2023 
  22. «Botafogo enfrenta o Boavista no Mané Garrincha; estreia no Carioca volta para o Nilton Santos». ge. 11 de janeiro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  23. Agência FERJ (18 de janeiro de 2023). «Nova Iguaçu x Vasco será no Mané Garrincha». FERJ. Consultado em 20 de janeiro de 2023 
  24. Perez, Giba; Marques, Letícia; Magalhães, Lucas (6 de fevereiro de 2023). «Clássico entre Botafogo e Flamengo será realizado em Brasília». ge. Consultado em 7 de fevereiro de 2023 
  25. a b «Cartões» (PDF). FERJ. Consultado em 7 de fevereiro de 2023 
  26. a b «Classificação - Taça Guanabara» (PDF). FERJ. Consultado em 7 de fevereiro de 2023 
  27. «Nova Iguaçu vence e deixa a lanterna do Carioca». FERJ. 29 de janeiro de 2023. Consultado em 29 de janeiro de 2023 
  28. «Taça Rio - Semifinal» (PDF). FERJ. Consultado em 12 de novembro de 2022 
  29. «Taça Rio - Final» (PDF). FERJ. Consultado em 12 de novembro de 2022 
  30. «Estadual - Semifinal» (PDF). FERJ. Consultado em 12 de novembro de 2022 
  31. «Estadual - Final» (PDF). FERJ. Consultado em 12 de novembro de 2022 
  32. «Artilharia» (PDF). FERJ. Consultado em 5 de fevereiro de 2023 
  33. «Tabela - Campeonato Carioca». ge. Consultado em 5 de fevereiro de 2023 
  34. Agência FERJ (5 de fevereiro de 2023). «Cano marca hat-trick e Flu supera o Audax Rio». FERJ. Consultado em 7 de fevereiro de 2023 
  35. «Cano faz três gols pelo Fluminense, pede música da Shakira e prevê evolução física». ge. 5 de fevereiro de 2023. Consultado em 7 de fevereiro de 2023 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]