Estádio do Trabalhador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Trabalhador
Estádio Municipal de Resende
Nomes
Nome Estádio Municipal de Resende
Apelido O Trabalhador
Características
Local Resende-RJ, RJ, Brasil
Gramado Grama natural (105 x 68 m)
Capacidade 10.500 espectadores[1]
Inauguração
Data 1 de outubro de 1992
Partida inaugural Fluminense 0 x 0 America/RJ
Outras informações
Proprietário Sesi
Administrador Prefeitura de Resende
Mandante Resende FC

O Estádio do Trabalhador, oficialmente Estádio Municipal de Resende, é um estádio de futebol que localiza-se no município de Resende, que possuía a capacidade de 4.000 espectadores, tendo sido ampliado para 10.500 pessoas em 2009.

O estádio pertence ao SESI e é administrado pela Prefeitura de Resende, sendo onde o Resende Futebol Clube mandos os seus jogos.

O Estádio do Trabalhador está situado em bairro nobre de Resende na região central da cidade, rodeado por edifícios residenciais, árvores, parques e clubes e aos principais serviços da cidade. Sua alta arquibancada é um excelente mirante da cidade.

Inauguração[editar | editar código-fonte]

America e Fluminense fizeram a partida inaugural do Estádio do Trabalhador, em Resende, tendo a partida terminado em 0 a 0, sendo disputada em 1º de outubro de 1992. Na disputa de pênaltis o Fluminense conquistou a Taça Cidade de Resende, ao vencer esta disputa pelo placar de 4 a 3, perante cerca de 7.000 torcedores.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

De uma boa infra estrutura, integra e bem planejado pelos recursos industriais da cidade de Resende-RJ, o estádio possui uma alta arquibancada de 140 m de comprimento por 20 m de largura numa das laterais do campo, porém grande e afastada do campo pela pista de atletismo e pela geral, seu degrau mais baixo encontra-se a 3 m do chão, possibilitando boa visão do campo sem interferência da grade.

O acesso é feito pela lateral do Parque das Águas, por uma rua sem saída onde se encontra uma das bilheterias, donde inicia-se uma larga rampa espiral de 6m de largura, que dá acesso ao longo corredor no interior da arquibancada, onde se encontra a lanchonete e os banheiros. No lado oposto da rampa encontra-se a outra bilheteria, próxima ao ginásio do Colégio Salesiano de Resende-RJ, que dá acesso a ampla geral desativada, também com lanchonete e banheiros de boa qualidade.

Mesmo com boa estrutura o Estádio do Trabalhador necessita apenas de obras de modernização como cobertura total da arquibancada, cadeiras, elevadores, placar eletrônico, telão, revestimento adequado da pista de atletismo e extensão das cabines de imprensa com criação de camarotes em toda a extensão da parte superior da arquibancada e a criação do estacionamento sob a arquibancada e até a avenida Beira Rio, onde hoje se encontra um pátio da prefeitura, que necessita ser remanejada.

Rivalidade regional no Estádio do Trabalhador[editar | editar código-fonte]

O Resende Futebol Clube possui uma rivalidade com o Volta Redonda FC, que gera bom movimento de público nestes confrontos, disputados em Resende e também no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Outros Eventos[editar | editar código-fonte]

O Estádio do Trabalhador também já recebeu outros eventos, sendo um dos mais lembrados o show dos Mamonas Assassinas, que ocorreu no dia 12 de janeiro de 1996[1]

  1. gshow.globo.com/ Há 20 anos, os "Mamonas Assassinas" estiveram em Resende