Campeonato Carioca de Futebol de 1955

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Carioca de Futebol de 1955
Carioca 1955
Rio de Janeiro
Dados
Participantes 12
Período 7 de agosto4 de abril
Gol(o)s Não disponível
Campeão Flamengo
Vice-campeão America
Melhor marcador 23 gols
◄◄ Rio de Janeiro Carioca 1954 Soccerball.svg Carioca 1956 Rio de Janeiro ►►

Campeonato Carioca de Futebol de 1955.

Classificação[1][editar | editar código-fonte]

1º e 2º turnos[editar | editar código-fonte]

O primeiro colocado está classificado às finais. Os seis primeiros colocados se classificam para o 3º turno.

Classificação
Pos Time PG J V E D GP GS SG
1 Flamengo 36 22 17 2 3 71 24 +47
2 Vasco da Gama 35 22 16 3 3 50 19 +31
3 Fluminense 30 22 14 2 6 44 35 +9
4 America 29 22 13 3 6 54 32 +22
5 Bangu 28 22 11 4 7 53 29 +24
6 Bonsucesso 26 22 11 4 7 33 31 +2
7 Botafogo 23 22 10 3 9 38 33 +5
8 Portuguesa 14 22 6 2 14 32 52 -20
9 Olaria 13 22 5 3 14 32 48 -16
9 São Cristóvão 13 22 4 5 13 25 54 -29
11 Canto do Rio 9 22 3 3 16 33 56 -23
12 Madureira 8 22 3 2 17 24 76 -52

3º turno[editar | editar código-fonte]

O primeiro colocado está classificado às finais.

Classificação
Pos Time PG J V E D GP GS SG
1 America 9 5 4 1 0 16 6 +10
2 Fluminense 7 5 3 1 1 11 5 +6
2 Vasco da Gama 7 5 3 1 1 12 7 +5
4 Flamengo 4 5 2 0 3 10 11 -1
5 Bangu 3 5 1 1 3 8 15 -7
6 Bonsucesso 0 5 0 0 5 2 15 -13


Finais[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo[editar | editar código-fonte]

26 de março de 1956 Flamengo Rio de Janeiro 1 x 0 Rio de Janeiro America Estádio do Maracanã ( Rio de Janeiro) Rio de Janeiro

Evaristo Gol marcado Público: 87.623

Flamengo: Chamorro, Tomires, Pavão, Jadir, Dequinha, Jordan, Joel, Duca, Paulinho, Evaristo e Zagalo.

Segundo jogo[editar | editar código-fonte]

1 de abril de 1956 America Rio de Janeiro 4 x 1 Rio de Janeiro Flamengo Estádio do Maracanã ( Rio de Janeiro) Rio de Janeiro

Joel Gol marcado Público: 102.002

Flamengo: Chamorro, Tomires, Pavão, Jadir, Dequinha, Jordan, Joel, Duca, Paulinho, Evaristo e Zagalo.

Terceiro jogo[editar | editar código-fonte]

Para o Flamengo a vitória valia um tri campeonato. Para o America um título que não conquistava desde de 1935. Neste ano, o Rio de Janeiro tinha duas Ligas. O Botafogo foi campeão pela Associação Metropolitana de Futebol e o America pela Liga Carioca de Futebol. Flamengo e America terminaram o campeonato iguais e a decisão foi através de uma melhor de três partidas. No primeiro jogo, o Flamengo venceu por 1 a 0 com um gol de Evaristo no ultimo minuto da partida. O segundo encontro foi ganho pelo America, e de goleada: 5 a 1. Parecia o adeus do tri. Os americanos acharam que o título ficou bem mais perto.

A partir desta goleada, o treinador Fleitas Solich começou a arquitetar um novo esquema para conquistar o tão sonhado tri campeonato. Um título que tinha sido prometido pelos jogadores ao seu presidente Gilberto Cardoso. Ele morreu antes do termino do campeonato, depois de assistir a uma vitória do basquetebol do Flamengo na última cesta da partida. A defesa tinha tomado cinco gols e precisava de um homem mais duro, mais decidido e mais alto para não deixar Leonidas da Selva fazer gols de cabeça. Servilho que estava na reserva foi o escolhido. No ataque, ele queria mais movimentação. Para isso colocou o alagoano Dida que terminou sendo o herói do jogo assinalando os quatro gols da vitória de 4 a 1. Fleitas Solich escalou Chamorro. Tomires e Pavão. Servilho. Dequinha e Jordan. Joel. Evaristo. Duca. Dida e Zagalo. O América manteve o time com Pompéia. Rubens e Edson. Ivan. Osvaldinho e Helio. Canário. Romeiro. Leônidas da Silva, Alarcón e Ferreira. Romeiro fez o gol único dos rubros. O juiz foi Mário Vianna e o jogo realizado no dia 4 de março de 1956.

Durante a realização da partida tudo deu certo para o Flamengo. Ainda no primeiro tempo, uma entrada mais dura de Tomires em Alarcón, o atacante americano deixou o campo e o clube de Campos Sales ficou com dez jogadores. Dida estava endiabrado e jogou uma de suas melhores partidas com a camisa do Flamengo. Os quatro gols que marcou deixou a torcida do Mengão eufórica e fazendo um carnaval fora de época. Depois da partida jogadores do Flamengo foram ao Cemitério são João Batista e fizeram sua última homenagem ao presidente Gilberto Cardoso.


4 de Abril de 1956 Flamengo Rio de Janeiro 4 x 1 Rio de Janeiro America Estádio do Maracanã ( Rio de Janeiro) Rio de Janeiro

Dida Gol marcado Gol marcado Gol marcado Gol marcado Público: 147.661

Flamengo: Chamorro, Tomires, Pavão, Servílio, Dequinha, Jordan, Joel, Duca, Evaristo, Dida e Zagalo.

Classificação final[editar | editar código-fonte]

Classificação
Pos Time PG J V E D GP GS SG
1 Flamengo 44 30 21 2 7 87 40 +47
2 America 40 30 18 4 8 75 44 +31
3 Vasco da Gama 42 27 19 4 4 62 26 +36
4 Fluminense 37 27 17 3 7 55 40 +15
5 Bangu 31 27 12 5 10 61 44 +17
6 Bonsucesso 26 27 11 4 12 35 46 -11
7 Botafogo 23 22 10 3 9 38 33 +5
8 Portuguesa 14 22 6 2 14 32 52 -20
9 Olaria 13 22 5 3 14 32 48 -16
9 São Cristóvão 13 22 4 5 13 25 54 -29
11 Canto do Rio 9 22 3 3 16 33 56 -23
12 Madureira 8 22 3 2 17 24 76 -52

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Carioca de 1955
Município do Rio de Janeiro
Flamengo
Tri-Campeão
(13º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

  1. «Rio de Janeiro Championship 1955». www.rsssfbrasil.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2016