Campeonato Carioca de Futebol de 1955

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Carioca de Futebol de 1955
Carioca 1955
Rio de Janeiro
Dados
Participantes 12
Período 7 de agosto4 de abril
Campeão Flamengo
Vice-campeão America
Melhor marcador 23 gols
◄◄ Rio de Janeiro Carioca 1954 Soccerball.svg Carioca 1956 Rio de Janeiro ►►

Campeonato Carioca de Futebol de 1955.

Classificação[1][editar | editar código-fonte]

1º e 2º turnos[editar | editar código-fonte]

O primeiro colocado está classificado às finais. Os seis primeiros colocados se classificam para o 3º turno.

Classificação
Pos Time PG J V E D GP GS SG
1 Flamengo 36 22 17 2 3 71 24 +47
2 Vasco da Gama 35 22 16 3 3 50 19 +31
3 Fluminense 30 22 14 2 6 44 35 +9
4 America 29 22 13 3 6 54 32 +22
5 Bangu 28 22 11 4 7 53 29 +24
6 Bonsucesso 26 22 11 4 7 33 31 +2
7 Botafogo 23 22 10 3 9 38 33 +5
8 Portuguesa 14 22 6 2 14 32 52 -20
9 Olaria 13 22 5 3 14 32 48 -16
9 São Cristóvão 13 22 4 5 13 25 54 -29
11 Canto do Rio 9 22 3 3 16 33 56 -23
12 Madureira 8 22 3 2 17 24 76 -52

3º turno[editar | editar código-fonte]

O primeiro colocado está classificado às finais.

Classificação
Pos Time PG J V E D GP GS SG
1 America 9 5 4 1 0 16 6 +10
2 Fluminense 7 5 3 1 1 11 5 +6
2 Vasco da Gama 7 5 3 1 1 12 7 +5
4 Flamengo 4 5 2 0 3 10 11 -1
5 Bangu 3 5 1 1 3 8 15 -7
6 Bonsucesso 0 5 0 0 5 2 15 -13


Finais[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo[editar | editar código-fonte]

26 de março de 1956 Flamengo Rio de Janeiro 1 x 0 Rio de Janeiro America Estádio do Maracanã ( Rio de Janeiro) Rio de Janeiro

Evaristo Gol marcado Público: 87.623

Flamengo: Chamorro, Tomires, Pavão, Jadir, Dequinha, Jordan, Joel, Duca, Paulinho, Evaristo e Zagalo.

Segundo jogo[editar | editar código-fonte]

1 de abril de 1956 America Rio de Janeiro 4 x 1 Rio de Janeiro Flamengo Estádio do Maracanã ( Rio de Janeiro) Rio de Janeiro

Joel Gol marcado Público: 102.002

Flamengo: Chamorro, Tomires, Pavão, Jadir, Dequinha, Jordan, Joel, Duca, Paulinho, Evaristo e Zagalo.

Terceiro jogo[editar | editar código-fonte]

Para o Flamengo a vitória valia um tri campeonato. Para o America um título que não conquistava desde de 1935. Neste ano, o Rio de Janeiro tinha duas Ligas. O Botafogo foi campeão pela Associação Metropolitana de Futebol e o America pela Liga Carioca de Futebol. Flamengo e America terminaram o campeonato iguais e a decisão foi através de uma melhor de três partidas. No primeiro jogo, o Flamengo venceu por 1 a 0 com um gol de Evaristo no ultimo minuto da partida. O segundo encontro foi ganho pelo America, e de goleada: 5 a 1. Parecia o adeus do tri. Os americanos acharam que o título ficou bem mais perto.

A partir desta goleada, o treinador Fleitas Solich começou a arquitetar um novo esquema para conquistar o tão sonhado tri campeonato. Um título que tinha sido prometido pelos jogadores ao seu presidente Gilberto Cardoso. Ele morreu antes do termino do campeonato, depois de assistir a uma vitória do basquetebol do Flamengo na última cesta da partida. A defesa tinha tomado cinco gols e precisava de um homem mais duro, mais decidido e mais alto para não deixar Leônidas da Selva fazer gols de cabeça. Servilho que estava na reserva foi o escolhido. No ataque, ele queria mais movimentação. Para isso colocou o alagoano Dida que terminou sendo o herói do jogo assinalando os quatro gols da vitória de 4 a 1.

O juiz foi Mário Vianna e o jogo realizado no dia 4 de março de 1956.

Durante a realização da partida tudo deu certo para o Flamengo. Ainda no primeiro tempo, uma entrada mais dura de Tomires em Alarcón, o atacante americano deixou o campo e o clube de Campos Sales ficou com dez jogadores. Dida estava endiabrado e jogou uma de suas melhores partidas com a camisa do Flamengo. Os quatro gols que marcou deixou a torcida do Mengão eufórica e fazendo um carnaval fora de época. Depois da partida jogadores do Flamengo foram ao Cemitério são João Batista e fizeram sua última homenagem ao presidente Gilberto Cardoso.


4 de Abril de 1956 Flamengo Rio de Janeiro 4 x 1 Rio de Janeiro America Estádio do Maracanã ( Rio de Janeiro) Rio de Janeiro

Dida Gol marcado Gol marcado Gol marcado Gol marcado Ficha Técnica Romeiro Gol marcado Público: 147.661
Árbitro: Mário Vianna
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Flamengo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
America
G 1 Argentina Chamorro
Z ' Brasil Tomires
Z ' Brasil Pavão
Z ' Brasil Servílio
M ' Brasil Dequinha
M ' Brasil Jordan
M ' Brasil Joel
A ' Brasil Duca
A ' Brasil Evaristo de Macedo
A ' Brasil Dida
A ' Brasil Zagallo
Treinador:
Paraguai Fleitas Solich
G 1 Brasil Pompeia
Z ' Brasil Rubens
Z ' Brasil Édson
Z ' Brasil Ivan
M ' Brasil Osvaldinho
M ' Brasil Hélio
M ' Brasil Canário
A ' Brasil Romeiro
A ' Brasil Leônidas da Selva
A ' Argentina Martín Alarcón
A ' Brasil Ferreira
Treinador:
Brasil Martim Francisco

Classificação final[editar | editar código-fonte]

Classificação
Pos Time PG J V E D GP GS SG
1 Flamengo 44 30 21 2 7 87 40 +47
2 America 40 30 18 4 8 75 44 +31
3 Vasco da Gama 42 27 19 4 4 62 26 +36
4 Fluminense 37 27 17 3 7 55 40 +15
5 Bangu 31 27 12 5 10 61 44 +17
6 Bonsucesso 26 27 11 4 12 35 46 -11
7 Botafogo 23 22 10 3 9 38 33 +5
8 Portuguesa 14 22 6 2 14 32 52 -20
9 Olaria 13 22 5 3 14 32 48 -16
9 São Cristóvão 13 22 4 5 13 25 54 -29
11 Canto do Rio 9 22 3 3 16 33 56 -23
12 Madureira 8 22 3 2 17 24 76 -52

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Carioca de 1955
Município do Rio de Janeiro
Flamengo
Tri-Campeão
(13º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

  1. «Rio de Janeiro Championship 1955». www.rsssfbrasil.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2016