Final da Copa do Brasil de Futebol de 2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Final da Copa do Brasil de 2010
Vila Belmiro, local da primeira partida.
Barradão, local da segunda partida.
Evento Copa do Brasil de 2010
Primeira partida
Data 28 de julho, 21:50 (UTC−3)
Local Estádio da Vila Belmiro, Santos (SP)
Árbitro Rio Grande do SulRS Leonardo Gaciba da Silva
Público 14.060
Segunda partida
Data 4 de agosto, 21:50 (UTC−3)
Local Estádio Barradão, Salvador (BA)
Árbitro Rio Grande do SulRS Carlos Eugênio Simon (FIFA)
Público 34.111

A final da Copa do Brasil de Futebol de 2010 foi a 22ª final dessa competição brasileira de futebol organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Foi decidida por Santos e Vitória em duas partidas. O primeiro duelo ocorreu no dia 28 de julho, no Estádio da Vila Belmiro, em Santos. Já o segundo confronto aconteceu no dia 4 de agosto, no Estádio Barradão, em Salvador.

Em caso de empate de pontos após os dois confrontos, o primeiro critério de desempate seria o saldo de gols obtido nos duelos. Caso as equipes empatassem no saldo de gols, o seguinte critério de desempate era o número de gols marcados como visitante. Persistindo a igualdade, a definição do campeão iria para a cobrança de penalidades.

Na primeira partida, os paulistas venceram por 2–0.[1][2] Na partida de volta, os baianos venceram por 2–1.[3][4] Com o resultado agregado de 3–2 em favor do Santos, este se sagrou campeão da Copa do Brasil de 2010.

Caminho até a final[editar | editar código-fonte]

Santos Fase Vitória
Adversário Agregado Jogos Adversário Agregado Jogos
Mato Grosso do Sul Naviraiense 11 – 0 1–0 (F); 10-0 (C) Primeira fase Alagoas Corinthians-AL 5 – 3 1–3 (F); 4–0 (C)
Pará Remo 4 – 0 4–0 (F) Segunda fase Pernambuco Náutico 6 – 0 1–0 (F); 5–0 (C)
São Paulo Guarani 10 – 4 8–1 (C); 2–3 (F) Oitavas-de-final Goiás Goiás 6 – 2 4–0 (C); 2–2 (F)
Minas Gerais Atlético Mineiro 5 – 4 2-3 (F); 3–1 (C) Quartas-de-final Rio de Janeiro Vasco da Gama 3 – 3 (gf) 2–0 (C); 1–3 (F)
Rio Grande do Sul Grêmio 6 – 5 3–4 (F); 3–1 (C) Semifinal Goiás Atlético Goianiense 4 – 1 0–1 (F); 4–0 (C)

Legenda: (C) casa; (F) fora

Jogo de ida[editar | editar código-fonte]

28 de julho Santos São Paulo 2 – 0 Bahia Vitória Estádio da Vila Belmiro, Santos
21:50 (UTC−3)
Neymar Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14'
Marquinhos Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Relatório Público: 14 060[1]
Renda: R$ 1.151.380,00[1]
Árbitro: Rio Grande do SulRS Leonardo Gaciba da Silva[5]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Santos
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Vitória
G 1 Brasil Rafael
LD 4 Brasil Pará Penalizado com cartão amarelo após 58 minutos 58'
Z 2 Brasil Bruno Aguiar Penalizado com cartão amarelo após 88 minutos 88'
Z 6 Brasil Durval Penalizado com cartão amarelo após 28 minutos 28'
LE 3 Brasil Alex Sandro
V 5 Brasil Arouca
V 8 Brasil Wesley
M 10 Brasil Ganso Substituído após 80 minutos de jogo 80'
A 7 Brasil Robinho Capitão Substituído após 80 minutos de jogo 80'
A 9 Brasil André Substituído após 65 minutos de jogo 65'
A 11 Brasil Neymar
Substituições:
M 16 Brasil Marquinhos Entrou em campo após 80 minutos 80'
A 18 Brasil Zé Eduardo Penalizado com cartão amarelo após 90+3 minutos 90+3' Entrou em campo após 80 minutos 80'
A 17 Brasil Marcel Entrou em campo após 65 minutos 65'
Treinador:
Brasil Dorival Júnior
G 1 Brasil Lee
LD 2 Brasil Rafael Substituído após 23 minutos de jogo 23'
Z 3 Brasil Wallace
Z 4 Brasil Anderson Martins Penalizado com cartão amarelo após 10 minutos 10'
LE 6 Brasil Egídio
V 5 Brasil Vanderson Penalizado com cartão amarelo após 65 minutos 65'
V 7 Brasil Neto Coruja
V 8 Brasil Fernando Substituído após 75 minutos de jogo 75'
M 10 Brasil Ramon Menezes Capitão Penalizado com cartão amarelo após 52 minutos 52' Substituído após 63 minutos de jogo 63'
M 11 Brasil Elkeson
A 9 Brasil Schwenck Penalizado com cartão amarelo após 6 minutos 6'
Substituições:
Z 13 Brasil Gabriel Paulista Entrou em campo após 75 minutos 75'
V 15 Brasil Bida Entrou em campo após 23 minutos 23'
M 16 Brasil Renato Entrou em campo após 63 minutos 63'
Treinador:
Brasil Ricardo Silva

Árbitros Assistentes:
Rio Grande do SulRS Altemir Hausmann[5]
ParanáPR Roberto Braatz[5]

Jogo de volta[editar | editar código-fonte]

4 de agosto Vitória Bahia 2 – 1 São Paulo Santos Estádio Barradão, Salvador
21:50 (UTC−3)
Wallace Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57'
Júnior Gol marcado aos 77 minutos de jogo 77'
Relatório Edu Dracena Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44' Público: 34 111[3]
Renda: R$ 1.522.000[3]
Árbitro: Rio Grande do SulRS Carlos Eugênio Simon (FIFA)[6]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Vitória
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Santos
G 1 Colômbia Julián Viáfara
LD 2 Brasil Nino Paraíba Substituído após 18 minutos de jogo 18'
Z 3 Brasil Wallace Penalizado com cartão amarelo após 89 minutos 89'
Z 4 Brasil Anderson Martins Penalizado com cartão amarelo após 53 minutos 53'
LE 6 Brasil Egídio
V 5 Brasil Neto Coruja
V 7 Brasil Bida Penalizado com cartão amarelo após 19 minutos 19' Substituído após 83 minutos de jogo 83'
M 8 Brasil Elkeson Penalizado com cartão amarelo após 90 minutos 90'
M 10 Brasil Ramon Menezes Capitão Substituído após 67 minutos de jogo 67'
A 9 Brasil Júnior
A 11 Brasil Schwenck
Substituições:
Z 13 Brasil Gabriel Paulista Entrou em campo após 18 minutos 18'
M 16 Brasil Renato Entrou em campo após 67 minutos 67'
A 17 Brasil Adaílton Entrou em campo após 83 minutos 83'
Treinador:
Brasil Ricardo Silva
G 1 Brasil Rafael Penalizado com cartão amarelo após 61 minutos 61'
LD 4 Brasil Pará Penalizado com cartão amarelo após 45 minutos 45'
Z 2 Brasil Edu Dracena Penalizado com cartão amarelo após 8 minutos 8'
Z 6 Brasil Durval
LE 3 Brasil Alex Sandro
V 5 Brasil Arouca
V 8 Brasil Wesley
M 10 Brasil Paulo Henrique Ganso
A 7 Brasil Robinho Capitão Penalizado com cartão amarelo após 55 minutos 55' Substituído após 87 minutos de jogo 87'
A 9 Brasil André Substituído após 62 minutos de jogo 62'
A 11 Brasil Neymar Substituído após 78 minutos de jogo 78'
Substituições:
V 15 Brasil Rodriguinho Entrou em campo após 87 minutos 87'
M 16 Brasil Marquinhos Entrou em campo após 62 minutos 62'
A 17 Brasil Marcel Entrou em campo após 78 minutos 78'
Treinador:
Brasil Dorival Júnior

Árbitros Assistentes:
Rio Grande do SulRS Altemir Hausmann[6]
PernambucoPE Erich Bandeira[6]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa do Brasil de 2010
São Paulo
Santos
Campeão
(1º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Santos perde um caminhão de gols, mas bate Vitória e fica em vantagem». Globoesporte.com. 28 de julho de 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2016 
  2. «Santos bate Vitória em noite que Neymar é herói e vilão na final da Copa do Brasil». Folha de S.Paulo. 28 de julho de 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2016 
  3. a b c «Meninos do Brasil: Santos perde do Vitória, mas levanta caneco inédito». Globoesporte.com. 4 de agosto de 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2016 
  4. «Santos perde para o Vitória, mas conquista título da Copa do Brasil e volta à Libertadores». Folha de S.Paulo. 4 de agosto de 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2016 
  5. a b c «Leonardo Gaciba apitará primeira final da Copa do Brasil». ig.com.br. 27 de julho de 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2016 
  6. a b c «Carlos Eugênio Simon vai apitar final da Copa do Brasil entre Vitória x Santos». O Globo. 2 de agosto de 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.