Wallace Reis da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wallace
Informações pessoais
Nome completo Wallace Reis Silva
Data de nasc. 26 de dezembro de 1987 (28 anos)
Local de nasc. Conceição do Coité (BA), Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,84 m
Destro
Apelido W14, Wal14ce, Osama Bin Wallace
Informações profissionais
Período em atividade 2006–
Clube atual Brasil Flamengo
Número 14
Posição Zagueiro
Site oficial wallaceleu.com.br
Clubes de juventude
2003–2006 Brasil Vitória
Clubes profissionais12
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2010
2011–2012
2013–
Brasil Vitória
Brasil Corinthians
Brasil Flamengo
0151 000(11)
0056 0000(1)
0176 0000(7)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 20 de abril de 2016.
2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 6 de dezembro de 2015.

Wallace Reis da Silva, mais conhecido como Wallace (Conceição do Coité, 26 de dezembro de 1987) é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro ou volante. Atualmente, joga pelo Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vitória[editar | editar código-fonte]

Chegou às categorias de base do Leão ainda garoto e foi incorporado ao elenco principal definitivamente em 2006, fazendo sua estreia na Série C daquele ano, em que o Vitória alcançou o acesso. Em 2007 e 2008, disputou mais partidas, ainda na reserva e servindo como opção em caso lesão de zagueiros e volantes titulares.

Em 2009, ganhou vaga de titular no Brasileirão, com Paulo César Carpeggiani no comando da equipe, fazendo trio de defesa com Victor Ramos e Anderson Martins, companheiros de longa data no clube. Permaneceu como titular até 2010, vencendo seu quarto título baiano consecutivo e chegando ainda à final da Copa do Brasil, tendo inclusive marcado um gol na partida de volta contra o Santos, quando o Vitória venceu por 2 a 1 mas não levantou a taça devido à derrota por 2 a 0 no jogo de ida. Destacou-se e chamou atenção de outros clubes. Com o fim do ano e o rebaixamento do time rubro-negro, acertou com o Corinthians para a temporada 2011.[1] Wallace deixou o Vitória com 150 partidas completadas e 11 gols marcados.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Wallace(penúltimo a direita) comemorando o Mundial de Clubes conquistado pelo Corinthians.

Começou o ano tendo que sentar no banco de reservas mas chegou a jogar diversas partidas como titular devido à lesão do companheiro Chicão.[2] Continuou como suplente ao longo do ano, mas esteve presente em momentos importantes, como o jogo do título, na 38ª do Brasileirão, em que o Timão empatou em 0 a 0 com o rival Palmeiras e levantou a taça de campeão brasileiro.

Em 2012, mais uma vez foi, primeiramente, reserva, chegando a atuar em algumas partidas em meio ao estadual. No entanto, na partida contra o Santos, pela 12ª rodada, Wallace rompeu os ligamentos do tornozelo e, apesar de ter continuado jogando até o fim, teve de passar por uma cirurgia, afastando-o do gramado por, cerca de, dois meses.[3] Se recuperou da lesão no tornozelo e conquistou com o Timão a Taça Libertadores da América 2012, participando dos minutos finais da grande decisão, contra o Boca Juniors. Após a saída do zagueiro Leandro Castan, Wallace assumiu a camisa de número 4 do Corinthians.[4] Com a chegada de novos jogadores para a posição o zagueiro rescindiu seu contrato com o clube paulista e acertou sua transferência para o Flamengo em 2013.[5]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

O zagueiro acertou por 4 anos. O atleta é o quarto reforço do elenco rubro-negro, chegou para disputar posição.[6] Comparando o Flamengo com o seu clube anterior, o Corinthians, em relação à pressão, Wallace, assim, se disse "Estou extremamente feliz de ter jogado no Corinthians e agora no Flamengo. São as duas maiores equipes do Brasil. Estou motivado, alegre e querendo ajudar" e que vai tentar se "adaptar da maneira mais rápida possível."[7] Fez seu primeiro gol com a camisa Rubro-Negra na goleada contra o Criciúma por 4 a 1, fazendo o segundo gol do Flamengo, partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

Voltou a marcar pelo Rubro-Negro diante do ex-clube Corinthians na vitória por 1 a 0 em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. No dia 29 de novembro de 2014, Wallace atingiu a marca de 100 jogos pelo Flamengo na goleada por 4 a 0 diante do seu ex-clube Vitória em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

Com a saída de Léo Moura para jogar Fort Lauderdale Strikers dos Estados Unidos, Wallace assumiu a braçadeira de capitão do Flamengo. Para o jornalista Rica Perrone, esta escolha foi natural. Segundo ele "Wallace não é diferente porque lê. Nem porque fala bem ou porque se posiciona contra o PT. Wallace é capitão porque é um raro jogador que hoje em dia volta pra casa e sente o resultado. Ele assiste VT, se preocupa com o time, busca melhorar, se incomoda com vaias e não vai ao pagode com o “bonde” após uma derrota."[8]

Em julho de 2015, ele criou uma minibiblioteca na sede do Flamengo para atrair o interesse à leitura dos jovens jogadores que estão na categoria de base rubro-negra. Ele investiu dinheiro do próprio bolso para comprar estantes e também arrecadou centenas de livros sobre os mais diversos assuntos, como esporte, ficção, economia, entre outros.[9]

No dia 04 de fevereiro de 2016 fez o seu sétimo gol com a camisa rubro-negra, igualando o número de tentos marcados pelo ex-zagueiro Fábio Luciano pelo clube.[10] Nas 7 partidas em que o Wallace marcou, o Flamengo ganhou 6. A exceção foi na derrota por 4 x 2 para o Vitória, em 1º de dezembro de 2013, pelo Campeonato Brasileiro.[10]

Estilo de Jogo[editar | editar código-fonte]

Segundo o narrador Evaldo José, da Rádio CBN, em uma entrevista dada ao programa Redação SporTV, "Wallace é um zagueiro que às vezes é lento, mas também é um jogador técnico, que marca, sabe se colocar bem".[11]

Zico, em um programa no qual é comentarista na Rádio Globo, disse que Wallace não sabe jogar pelo lado esquerdo da zaga. Para ele, "Wallace, quando joga pelo lado esquerdo, é sempre um jogador de péssima qualidade. Pela direita, ele é bom."[12] Os números realmente comprovam isso. No Brasileirão 2015, por exemplo, até o dia 25/10, Wallace havia atuado nove vezes pelo lado esquerdo. Atuando nessa posição, ajudou o Flamengo a conquistar três vitórias, um empate e cinco derrotas, o que corresponde a aproveitamento de 37%. Já no outro flanco foram 22 jogos, com sete vitórias, um empate e quatro derrotas (61% de aproveitamento).[13]

Para o jornalista Rica Perrone, Wallace é um líder nato. Pelas suas palavras "Wallace pode não ter a técnica que muitos gostariam que ele tivesse, mas tem um respeito pelo clube e pelo que faz que a enorme maioria não tem."[8]

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2016, durante a semifinal do Campeonato Carioca, foi alvo de uma polêmica após liderar a entrada do time com uma bandeira, deixando pra trás as crianças que entrariam em campo ao lado dos jogadores. A atitude foi chamada pelo ex-jogador e comentarista Roger Flores como "ridícula".Erro de citação: </ref> de fecho em falta, para o elemento <ref> Ele passou a ter o hábito de ler quando ainda jogava nas categorias de base do Vitória por influência de um psicólogo do time baiano.[14]

Cquote1.svg Fui formado nas categorias de base do Vitória, lá se incentivava a leitura, ganhei o hábito, nada de anormal. Pode ser fora dos padrões de jogador, mas nada de anormal. Cquote2.svg
Wallace, sobre o hábito de ler.[15]

Em novembro de 2013, após uma derrota do Flamengo para o Botafogo por 2 a 1, Wallace percorreu oito livrarias da cidade do Rio de Janeiro e comprou 33 exemplares da obra 'Nunca Deixe de Tentar' para distribuir ao elenco rubro-negro, como forma de motivar o grupo.[16] 1 mês mais tarde, o clube se sagraria campeão da Copa do Brasil.

O zagueirão do Flamengo, além de ler livros, também ouve podcasts (e não apenas músicas, como a grande maioria dos jogadores) e costuma participar da gravação de alguns deles. Como nos podcasts produzidos pelo Jovem Nerd e a galera do MRG.[17]

No início de 2015, ele criou o site Wallace Leu, em que ele divulga crônicas de alguns livros que leu.[9] O projeto do site foi idealizado por Guilherme Prado, que o conheceu quando comandava o departamento de comunicação do Corinthians e, atualmente, é gestor de imagem esportiva.[18]

Em abril de 2015, ele foi convidado por Marcos Vilaça a participar de um chá na Academia Brasileira de Letras. Vilaça ficou encantado ao ver uma entrevista em que Wallace falou de sua paixão pela leitura no programa Bem, amigos!, do SporTV.[19]

Em Julho de 2015, ele criou uma minibiblioteca na sede do Flamengo para atrair o interesse à leitura dos jovens jogadores que estão na categoria de base rubro-negra. Ele investiu dinheiro do próprio bolso para comprar estantes e também arrecadou centenas de livros sobre os mais diversos assuntos, como esporte, ficção, economia, entre outros.[9] [20]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 20 de abril de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[21]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Vitória 2006 2 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 2 0 0
2007 8 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 8 0 0
2008 15 0 0 0 0 0 0 0 0 4 0 0 19 0 0
2009 28 1 1 6 0 0 4 1 0 20 1 0 58 3 1
2010 27 2 0 11 1 0 2 0 0 24 5 0 64 8 0
Total 80 3 1 17 1 0 6 1 0 48 6 0 151 11 1
Corinthians 2011 16 0 0 0 0 0 0 0 0 9 0 0 25 0 0
2012 22 1 1 0 0 0 3 0 0 6 0 0 31 1 1
Total 38 1 1 0 0 0 3 0 0 15 0 0 56 1 1
Flamengo 2013 30 3 1 10 0 0 10 0 0 50 3 1
2014 31 1 1 1 0 0 6 0 0 12 0 0 50 1 1
2015 28 1 1 6 1 0 21 0 1 55 2 2
2016 0 0 0 2 0 0 0 0 0 19 1 0 21 1 0
Total 89 5 3 19 1 0 6 0 0 62 1 1 176 7 4
Total na carreira 207 9 5 36 2 0 15 1 0 125 7 1 383 19 6

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória

Corinthians

Flamengo

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Wallace afirmou em uma entrevista que a inspiração da manutenção de sua tradicional barba foi uma homenagem ao ex-jogador Hugo de León.[22]

Referências

  1. «Corinthians anuncia zagueiro Wallace, primeiro reforço para 2011». ESPN.com.br. 10 de dezembro de 2010. Consultado em 10 de dezembro de 2010. 
  2. «Chicão sente lesão e deve ser desfalque no clássico contra Santos». GloboEsporte.com. 17 de fevereiro de 2011. Consultado em 10 de março de 2011. 
  3. «Zagueiro Wallace rompe ligamentos e está fora por, no mínimo, dois meses». GloboEsporte.com. 7 de março de 2012. Consultado em 7 de março de 2012. 
  4. «Corinthians muda a numeração das camisas, e Douglas herda a 10». GloboEsporte.com. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  5. «Flamengo anuncia contratação do zagueiro Wallace, ex-Corinthians». ESPN.com.br. 17 de janeiro de 2013. Consultado em 17 de janeiro de 2013. 
  6. «Wallace deixa o Corinthians e acerta transferência para o Flamengo». GloboEsporte.com. 17 de janeiro de 2013. Consultado em 17 de janeiro de 2013. 
  7. «Wallace chega ao Fla preparado para enfrentar "pressão de caldeirão"». gazetaesportiva.net. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  8. a b ricaperrone.com.br/ Wallace, o zagueiro
  9. a b c «Wallace cria biblioteca para atletas da base do Fla». esporteinterativo.com.br. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  10. a b correiobraziliense.com.br/ Entre tapas e beijos, Wallace tem 7 gols no Flamengo
  11. sportv.globo.com/ Jornalista defende Wallace de vaias: "Não justifica pegar tanto no pé"
  12. globoesporte.globo.com/ Wallace rebate críticas com números: zagueiro é quem mais rouba bolas
  13. globoesporte.globo.com/ Imprescindível para Oswaldo, capitão Wallace volta a atuar pela esquerda
  14. «Fã de leitura e multicampeão, zagueiro Wallace vive boa fase no Flamengo». livrosepessoas.com. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  15. «Wallace: "maluco" apaixonado por livros e pela única mulher que beijou». GloboEsporte.com. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  16. «Fã de leitura, Wallace usa livro de Michael Jordan para motivar o Fla». GloboEsporte.com. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  17. marketingfc.com.br/ Walalce: O zagueiro "anormal"
  18. «"Wallace leu": zagueiro do Flamengo terá blog com resenhas de mais de 100 livros». GloboEsporte.com. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  19. «Zagueiro do Flamengo vai participar de chá na ABL». publishnews.com.br. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  20. «Wallace do Flamengo: o zagueiro "anormal"». MarketingFC.com.br. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  21. «Football : Wallace» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  22. calilanoticias.com/ Wallace encontra ídolo do passado que inspirou uso de barba

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.