Marcel Augusto Ortolan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcel
Informações pessoais
Nome completo Marcel Augusto Ortolan
Data de nasc. 12 de novembro de 1981 (36 anos)
Local de nasc. Mirassol (SP),  Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Altura 1,87 m
Destro
Apelido Tanque
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes de juventude
Brasil Coritiba
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20002003
2004
2005
20062011
2006
2007
2007
2008
2008
2009
2010
2011
2011
2012
2013
2013
Brasil Coritiba
Coreia do Sul Suwon Bluewings
Portugal Acadêmica
Portugal Benfica
Portugal Braga (emp.)
Brasil São Paulo (emp.)
Brasil Grêmio (emp.)
Brasil Cruzeiro (emp.)
Brasil Grêmio (emp.)
Japão Vissel Kobe (emp.)
Brasil Santos (emp.)
Brasil Vasco da Gama (emp.)
Coreia do Sul Suwon Bluewings
Brasil Coritiba
Brasil Mirassol
Brasil Criciúma
0052 00(20)
0036 00(12)
0032 00(13)
0007 000(0)
0010 000(1)
0003 000(0)
0017 000(5)
0005 000(3)
0029 000(9)
0017 000(9)
0035 000(9)
0009 000(6)
0011 000(3)
0021 000(5)
0000 000(0)
0019 000(8)
Seleção nacional
2003 Brasil Brasil Sub-23 0008 000(3)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 1 de julho de 2012.

Marcel Augusto Ortolan, mais conhecido como Marcel (Mirassol, 12 de novembro de 1981), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante. Seu último clube foi o Criciúma.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Marcel começou a carreira no Coritiba, no principal escalão do futebol brasileiro, mas rapidamente deu nas vistas e o futebol coreano foi o seu destino, assinando contrato com o Suwon Bluewings em 2003.

No início de 2005, a sua carreira deu mais uma volta, transferindo-se para Portugal e para a Académica de Coimbra, cumprindo uma promessa eleitoral do presidente José Eduardo Simões. O seu desempenho ao longo de 12 meses (em 2005/2006, marcou 9 gols em 17 jogos pela Briosa) valeu-lhe o reconhecimento de um clube maior e o Sport Lisboa e Benfica decidiu apostar na sua contratação, por empréstimo, em Janeiro de 2006, garantindo no entanto uma opção de compra.

Acabou por ter poucas chances no Benfica e se transferiu para o Braga. Em 2007, foi apresentado ao São Paulo Futebol Clube para a temporada. Entretanto, não conseguiu ir bem no Tricolor Paulista, sendo muito pouco aproveitado, realizando apenas 12 partidas e marcando somente 2 gols. Em ambos os clubes, Marcel estava emprestado pelo Benfica.

No dia 19 de julho de 2007, rescindiu contrato com o São Paulo. Segundo ele, não conseguiu jogar bem e ganhar ritmo de jogo por causa de uma cirurgia. Um fato curioso de sua passagem pelo Grêmio foi que o Benfica fez uma proposta por Carlos Eduardo que envolveria os passes Marcel e Diego Souza. No entanto, o Grêmio declinou a oferta. No final do ano, tanto Diego Souza quanto Marcel foram embora do clube gaúcho, sendo que o Tricolor gaúcho fez uma proposta para contratar Diego Souza, que foi recusada pelos portugueses.

No começo de 2008, o jogador foi emprestado ao Cruzeiro, onde também não se estabeleceu, a exemplo do que havia feito no Grêmio. Teve seu contrato rescindido em maio, e novamente foi emprestado pelo Benfica ao Grêmio[1]. No retorno ao Grêmio, em seu primeiro jogo como titular, anotou 2 gols na vitória de 3 a 0 sobre o Goiás, no Estádio Serra Dourada, o que pontuou um jejum de vitórias do time tricolor neste estádio, que havia durado doze anos. Também participou do torneio internacional sub-23 pelo Brasil, tendo estado presente no Torneio Pré-Olímpico em 2004, de qualificação para os Jogos Olímpicos de Atenas nesse mesmo ano. O Brasil acabou por não se qualificar, mas a prestação de Marcel (que entrou para o lugar de Adriano) não escapou aos mais atentos. Em 2009 foi jogar no futebol do Japão, no Vissel Kobe time do treinador brasileiro Caio Júnior ex- Flamengo. O clube japonês acertou o empréstimo de um ano junto ao Benfica, detentor dos direitos federativos do jogador.

Santos[editar | editar código-fonte]

Em 2010, acertou o empréstimo ao Santos[2], onde participou das conquistas do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2010, o Vasco da Gama acertou a contratação por empréstimo para a temporada de 2011[3]. Porém, em março de 2011, Marcel rescindiu com o Vasco da Gama.[4] rescindiu o contrato porque ficou insatisfeito com a barração, depois que Élton, jogador de destaque do Vasco na Série B de 2009, voltou ao clube marcando em sua estreia e sendo titular no jogo seguinte contra o Duque de Caxias, deixando Marcel no banco.

Segundo noticiado no site de torcida netvasco, o diretor executivo da equipe cruzmaltina, Rodrigo Caetano, confirmou a saída do atacante na data de 11 de março de 2011, e ainda que o atacante possui uma proposta de um clube da Coreia a ser estudada.[5]

Coritiba[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2011, Marcel foi confirmado pelo Coritiba, porém só podendo atuar na temporada 2012.[6]

Criciúma[editar | editar código-fonte]

Em 14 de março de 2013, Marcel foi contratado pelo Criciúma para a disputa do Campeonato Brasileiro, assinando contrato até o fim da temporada.[7]

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Devido a problemas no joelho, acabou se aposentando aos 32 anos de idade.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 1 de julho de 2012.

Clube Temporada Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Campeonato Paranaense Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Coritiba 2012 3 1 1 0 17 4 21 5
Total 3 1 1 0 17 4 21 5

Títulos[editar | editar código-fonte]

Coritiba
Vasco
Suwon Bluewings
São Paulo
Santos
Criciúma

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.