Bida (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bida
Informações pessoais
Nome completo Valmir Roseno Santos
Data de nasc. 2 de agosto de 1984 (35 anos)
Local de nasc. Itajuípe, Bahia Bahia (BA),  Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1, 81 m
Destro
Apelido Bida, Binedine Bidane
Informações profissionais
Período em atividade 2005presente (11 anos)
Posição Meia
Clubes de juventude
Brasil Ipitanga
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20052006
20062011
2008
20112013
2014
2014
2015
2016
Brasil Ipitanga
Brasil Vitória
Brasil Santos (emp.)
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Ponte Preta
Brasil Vila Nova
Brasil Serrano
Brasil ABC
BrasilItabaiana

0248 000(23)
0018 0000(2)
0087 000(14)
0011 0000(0)
0002 0000(0)
0002 0000(0)
0005 0000(0)

Valmir Roseno Santos, ou simplesmente Bida[1] (Itajuípe, 2 de agosto de 1984), é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista. Atualmente joga no Atlântico da Bahia, disputando a primeira divisão do campeonato baiano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vitória[editar | editar código-fonte]

Vindo do Ipitanga para o Vitória em 2006, como parte de um acordo entre esses dois clubes, Bida conseguiu reconhecimento nacional jogando a Série B de 2007, sendo considerado uma das maiores revelações da competição daquele ano, ajudando o rubro-negro baiano a conseguir o acesso de volta à Série A do Campeonato Brasileiro.[2][3]

Em 2008, demonstrando que desejava ter mais experiências em outros clubes, esteve emprestado ao Santos, onde chamou a atenção com boas atuações no Brasileirão.[4] Em janeiro de 2009, o clube paulista não chegou a um acordo para a contratação do jogador e ele acabou retornando ao Vitória.[5]

No seu retorno, em 2009, não teve as mesmas atuações de 2007 e o jogador foi reserva a maior parte da temporada. No entanto, no dia 18 de março de de 2009, Bida completou 150 jogos pelo rubro-negro baiano, numa partida contando pela Copa do Brasil, contra o ASA, sendo homenageado nesse dia pela torcida e diretoria.[6]

Já no dia 15 de abril de 2010, chegou à marca de 200 jogos pelo Leão, na goleada por 4 a 0 no Goiás, tendo inclusive marcado um gol.[7] Participou ativamente nas campanhas do tetracampeonato baiano em 2010, do vice da Copa do Brasil e do rebaixamento no Brasileirão.

Atlético Goianiense[editar | editar código-fonte]

Após começar a temporada de 2011 alternando entre titular e reserva, manifestou seu desejo de sair do clube.[8] Assim, foi negociado com o Atlético Goianiense.[9] Apesar de ter sofrido uma lesão logo que chegou, tirando-o de diversos jogos do Campeonato Goiano, ainda atuou em alguns encontros, mas só estreou pelo Brasileirão na 4ª rodada, marcando o terceiro gol da goleada por 4 a 1 sobre o Ceará.[10]

No dia 14 de agosto de 2012, após já ter sido preventivamente suspenso por 30 dias desde o fim do mês anterior, quando fez o exame antidoping, Bida recebeu uma severa suspensão de um ano pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).[11] O jogador teria usado o diurético hydrochlorothiazide (HCT), substância proibida pelo Regulamento de Controle de Dopagem.[11]

Ponte Preta e Vila Nova[editar | editar código-fonte]

Em 2014, acertou com a Ponte Preta. No dia 29 de maio de 2014, rescindiu seu contrato com a "Macaca". Um dia após sair do clube paulista, acertou com o Vila Nova até o fim do ano.[12]

Serrano[editar | editar código-fonte]

Ao fim da temporada, em dezembro de 2014, acertou com o Serrano para a disputa do Campeonato Baiano.[13][14]

ABC[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2015 foi anunciado pelo ABC como reforço para a temporada de 2016.[15]

Itabaiana[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2017 foi anunciado pelo Itabaiana como reforço para a temporada de 2018.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ogol.com.br: Dados pessoais de Bida
  2. «Vitória coloca dois jogadores na Seleção da Série B». esporte.uol.com.br. 5 de dezembro de 2007. Consultado em 7 de janeiro de 2011 
  3. «Vitória goleia CRB e garante retorno à Série A». esportes.terra.com.br. 13 de novembro de 2007. Consultado em 7 de janeiro de 2011 
  4. «Por Bida, Santos empresta Trípodi ao Vitória». esportes.terra.com.br. 22 de agosto de 2008. Consultado em 7 de janeiro de 2011 
  5. «Santos deve ficar sem Bida, que voltará ao Vitória». br.esportes.yahoo.com. 28 de dezembro de 2008. Consultado em 7 de janeiro de 2011 
  6. «Bida completa 150 jogos pelo Leão». canalecvitoria.com.br. 18 de março de 2009. Consultado em 7 de janeiro de 2011 
  7. «Vitória goleia o Goiás e abre vantagem.». ecvitoria.com.br. 15 de abril de 2010. Consultado em 15 de abril de 2010 
  8. «"Chegou o momento de sair (do Vitória)", diz Bida». atarde.com.br. 17 de março de 2011. Consultado em 23 de março de 2011 
  9. «Vitória age rápido e vende Bida para o Atlético-GO por pouco mais de R$ 1 milhão». portalibahia.com.br. 23 de março de 2011. Consultado em 23 de março de 2011 
  10. «Com nova dupla de ataque, Atlético-GO atropela o Ceará: 4 a 1». globoesporte.globo.com. 12 de Junho de 2011. Consultado em 12 de Junho de 2011 
  11. a b «Pego no antidoping, meia Bida é suspenso por um ano pelo STJD». globoesporte.globo.com. 14 de agosto de 2012 
  12. Dispensado pela Ponte, Bida acerta com Vila Nova
  13. «Serrano anuncia acerto com Bida, ex-Vitória, para o estadual». ibahia.com. 23 de dezembro de 2014. Consultado em 7 de janeiro de 2014 
  14. «Serrano confirma mudança para Porto Seguro e anuncia contratação de Bida». bahianoticias.com.br. 22 de dezembro de 2014. Consultado em 7 de janeiro de 2014 
  15. «ABC anuncia pacote com 11 reforços para a temporada 2016; veja lista». GloboEsporte.com. 28 de dezembro de 2015. Consultado em 28 de dezembro de 2015 
  16. «Festa premia melhores do Goianão Chevrolet 2012» 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.