Carlos Eugênio Simon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Simon
Carlos Simon.
Nome completo Carlos Eugênio Simon
Nascimento 3 de setembro de 1965 (50 anos)
Braga (RS)
Nacionalidade  brasileiro
Ocupação Jornalista
Filiação FGF e CBF
Árbitro FIFA 19972010

Carlos Eugênio Simon (Braga, 3 de setembro de 1965) é um ex-árbitro de futebol e jornalista brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jornalista formado pela PUC-RS com pós-gradução em Ciência do Esporte (especialização em futebol). É também primo em primeiro grau do tenista profissional Marcos Daniel. Em 2004 lançou o livro "Na Diagonal do Campo", Editora Unisinos, sobre regras do jogo de futebol e rotina de um árbitro.

Árbitro da CBF em 1993 e FIFA em 1997, participou dos Jogos Olímpicos de Sydney 2000, Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2002, 2006 e 2010; e Copa Libertadores da América de 2000 a 2010.

Arbitrou as finais do Campeonato Brasileiro de Futebol de 1997,1998, 1999, 2001, 2002 e 2010; Copa do Brasil de Futebol de 2000, 2003, 2004, 2006 e 2010; Recopa Sul-Americana de 2010; e Copa Européia/Sul-Americana de 2002. Sua última partida foi na última rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2010, no jogo Fluminense x Guarani, jogo válido pela 38º rodada.[1]

Atualmente exerce a função de comentarista esportivo no canal Fox Sports Brasil.

Copa do Mundo[editar | editar código-fonte]

Participou da Copa do Mundo FIFA de 2002 arbitrando duas partidas, ambas da primeira fase: Inglaterra 1x1 Suécia e México 1x1 Itália. Na Copa de 2006 atuou em Itália 2x0 Gana - 1ª. fase, Espanha 3x1 Tunísia - 1ª. fase e Alemanha 2x0 Suécia nas oitavas-de- final.

Selecionado para participar da Copa do Mundo FIFA 2010, juntamente com os assistentes e compatriotas Altemir Hausmann e Roberto Braatz,[2] apitou apenas dois jogos na África do Sul (Inglaterra X EUA e Alemanha X Gana). No entanto não foi relacionado na lista final dos árbitros que poderiam ser escolhidos para as semifinais e finais do mundial. A Copa do Mundo foi seu último torneio oficial, já que atingiu o limite de idade de 45 anos, o que o obriga a aposentadoria.[3]

Afastamentos[editar | editar código-fonte]

Carlos Simon foi afastado pela CBF em 2007 ao não marcar um pênalti em um jogo pelas quartas-de-final da Copa do Brasil.[4] Simon voltou a ser afastado pela CBF no fim da temporada de 2009 do Campeonato Brasileiro sob a alegação de ter cometido uma série de erros de arbitragem durante o campeonato e, em particular, de ter anulado um gol do Palmeiras contra o Fluminense.[5]

Às vésperas da Copa do Mundo de 2010, reportagens na imprensa britânica demonstraram preocupação com o fato de Simon dirigir a partida de estreia da Inglaterra na Copa, contra os Estados Unidos, dado o histórico de afastamentos.[6]

Fox Sports[editar | editar código-fonte]

Contratado pela FOX para ser comentarista esportivo do seu novo canal Fox Sports Brasil, fez a sua estreia na nova função em uma partida da Copa Libertadores da América entre Internacional e Once Caldas, no dia 25 de janeiro de 2012. O jogo marcou a primeira transmissão do canal de esportes debutante no Brasil e Carlos Simon teve como companheiros de trabalho o narrador Marco de Vargas, o comentarista Paulo Júlio Clement e os repórteres Fernando Caetano e Victorino Chermont. A partida foi transmitida para todo o Brasil através de um pool entre os canais FX e Speed Channel.

Referências

  1. «Fluminense vence e solta o grito de campeão brasileiro após 26 anos». GloboEsporte.com. Globoesporte.globo.com. 5 de Dezembro de 2010. 
  2. «Lista de árbitros e assistentes Copa do Mundo FIFA 2010» (PDF). Federação Internacional de Futebol. Pt.fifa.com. 
  3. «Fifa escolhe árbitros das semis e tira Simon de lista para a decisão». Universo Online. Copadomundo.uol.com.br. 
  4. «Carlos Eugênio Simon é suspenso pela CBF». em Globo Online. Globo.com. 15 de maio de 2007. Consultado em 12 de junho de 2010. 
  5. «Carlos Simon é afastado do Campeonato Brasileiro». em Correio do Povo. Correiodopovo.com.br. 9 de novembro de 2009. Consultado em 11 de junho de 2009. 
  6. «Imprensa britânica questiona Carlos Simon». em Correio do Povo. Correiodopovo.com.br. 6 de junho de 2010. Consultado em 12 de junho de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um árbitro de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.