Héctor Baldassi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde março de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Héctor Baldassi
Nome completo Héctor Walter Baldassi
Nascimento 5 de janeiro de 1966 (50 anos)
Río Ceballos, Córdoba,  Argentina
Nacionalidade Argentina argentino
Estatura 1,79
Ocupação ex-Árbitro
Filiação AFA
Árbitro FIFA 2000–2011

Héctor Baldassi (Río Ceballos, Córdoba, Argentina, 5 de janeiro de 1966) é um ex-árbitro argentino de futebol.

História[editar | editar código-fonte]

É árbitro desde 1997 e internacional desde 2000. Foi designado para a Copa América 2004; a Campeonato Mundial de Futebol Sub-20 de 2007 (no entanto não atuou porque um de seus assistentes foi reprovado nos exames físicos); a final da Copa Libertadores da América de 2008 e os Jogos Olímpicos de Verão de 2008, em Pequim.

Em 5 de fevereiro de 2010 foi eleito como um dos trinta árbitros da Copa do Mundo de Futebol de 2010, na África do Sul.[1] [2] Sua estreia como árbitro na Copa do Mundo de Futebol de 2010 foi durante o encontro entre Gana e Sérvia com uma excelente atuação, na qual marcou um penalti difícil de se ver para a equipe africana a seis minutos do fim da partida. O auge de sua atuação no torneio se deu em 29 de junho, no confronto entre Espanha e Portugal. É o único árbitro argentino que já dirigiu todos os clássicos e o Superclássico na Primeira Divisão da Argentina. Colón vs Unión foi o último clássico que dirigiu.

Em 4 de dezembro de 2011 anunciou sua aposentadoria quando atuou na última partida de sua carreira, ao arbitrar a final do torneio Apertura de futebol da primeira divisão, em que o Boca Juniors sagrou-se campeão ao golear o Banfield por 3 a 0.

A nível internacional, sua última partida foi entre as seleções do Uruguai e do Chile no Estádio Centenário de Montevidéu, durante as Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014, no Brasil.[3]

Trajetória na arbitragem[editar | editar código-fonte]

Ano Realização
1990 Obtenção do título de árbitro de futebol pela Asociación de Fútbol de Argentina (AFA).
1991 Estreia como árbitro da categoria infantil.
1993 Estreia como árbitro da categoria juvenil e assistente da primera división.
1995 Estreia como árbitro da primera división D.
1996 Estreia como árbitro da primera división C.
1997 Estreia como árbitro da primera división B e nacional B.
1999 Estreia como árbitro da primera división.
2000 Nomeado pela Asociación de Fútbol de Argentina (AFA) como árbitro internacional.
Estreia na Copa Libertadores da América.
Estreia em partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2002 (Coreia do Sul/Japão).
2001 Designado para o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-17, em Arequipa (Peru).
2003 Designado para o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20, em Montevidéu (Uruguay).
2004 Designado para a Copa América (Peru).
2007 Designado para a Campeonato Mundial de Futebol Sub-20 (Canadá).
2008 Designado para os Jogos Olímpicos de Verão de 2008, Pequim (China).
2009 Designado para o Campeonato Mundial de Futebol Sub-20 (Egito).
2010 Designado para a Copa do Mundo FIFA de 2010 (África do Sul).


Referências

  1. «Lista de árbitros e assistentes Copa do Mundo FIFA 2010» (PDF). FIFA. 25 de maio de 2010. Consultado em 12 de março de 2013. 
  2. «El jugador número 24» (em espanhol). Diario Olé. 5 de fevereiro de 2010. Consultado em 12 de março de 2013. 
  3. «Uruguai 4-0 Chile :: Apuramento WC2014 - CONMEBOL». Zerozero.pt. 11 de novembro de 2011. Consultado em 12 de março de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]