US Open de tênis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
US Open
Aberto dos Estados Unidos
2015 US Open Tennis - Qualies - Alexandra Panova (RUS) (26) def. Paula Kania (POL) (20804780930) (cropped).jpg
Detalhes
Local USTA Billie Jean King National Tennis Center
Estados Unidos Nova York, Estados Unidos
Organização Federação Internacional de Tênis (ITF)
United States Tennis Association (USTA)
Direção David Brewer
Categoria Grand Slam
Piso duro (DecoTurf)
Premiação US$ 50.464.800
Participantes 128 simplistas (principal, por gênero)
128 simplistas (qualificatório, por gênero)
64 duplas (por gênero)
32 duplas mistas

64 simplistas juvenis (principal, por gênero)
32 simplistas juvenis (qualificatório, por gênero)
32 duplas juvenis (por gênero)

8 simplistas cadeirantes (por gênero)
4 simplistas tetraplégicos
4 duplas cadeirantes (por gênero)
2 duplas tetraplégicas
[nota 1]

4 duplas convidadas (por gênero)
Quadras Arthur Ashe Stadium
Louis Armstrong Stadium
Grandstand
quadras secundárias
Página oficial usopen.org
Tennisball current event.svg Edição atual
Torneios do Grand Slam
   Australian Open      Roland Garros   

   Wimbledon      US Open   
Atualizado em: 8 de setembro de 2017

US Open (ou Aberto dos Estados Unidos), nomeado formalmente como "United States Open Tennis Championships", é um torneio de tênis disputado nos Estados Unidos. O US Open é a encarnação moderna do antigo U.S. National Championship, sendo este um dos mais antigos torneios de tênis do mundo, cujo torneio masculino ocorreu pela primeira vez em 1881. Desde 1987, o US Open é cronologicamente o quarto e último dos Grand Slams no ano. Desde 1978, vem ocorrendo nas quadras do USTA Billie Jean King National Tennis Center em Flushing Meadows, no Queens, na cidade de Nova Iorque.

Ocorre anualmente em Agosto e Setembro, num período de duas semanas (as semanas antes e depois do Labor Day). O torneio principal consiste de cinco diferentes eventos, simples masculino e feminino, duplas masculinas,femininas e mistas, com categorias adicionais para seniores, juniores e usuários de cadeira de rodas.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro campeonato dos EUA aconteceu em 1881 e é disputado em agosto, em Newport, Rhode Island. O simples damas é disputado pela primeira vez em 1887. Em 1903, Lawrence Doherty é o primeiro estrangeiro a vencer o torneio. Em 1919, o torneio é transferido para a cidade de Nova York, e em 1926 um francês, René Lacoste, torna-se o primeiro estrangeiro não falante do inglês a triunfar no US Open.

O torneio foi disputado em quadras de grama até 1974, depois em saibro verde entre 1975 e 1977. Em 1997, o estádio Arthur Ashe é inaugurado, podendo acolher 23 500 espectadores, o maior do mundo. Junto com o Australian Open, o Torneio de Roland Garros e o Torneio de Wimbledon, o US Open compõe os quatro torneios do Grand Slam. O US Open é o quarto e último torneio do Grand Slam da temporada. Ele é disputado em superfície dura ("Decoturf").

USTA National Tennis Center[editar | editar código-fonte]

Em 1978 o torneio mudou-se do West Side Tennis Club, Forest Hills, Queens para o USTA National Tennis Center em Flushing Meadows, Queens, no processo de mudança do piso para de saibro, que tinha sido usado nos últimos três naos em Forest Hills, para a quadra de cimento. Jimmy Connors foi o primeiro tenistas a ganhar nas três superfícies do evento (grama, saibro, dura), enquanto Chris Evert a única mulher a ganhar em duas superfícies (saibro, dura).

O US Open é o único Grand Slam que tem sido jogado todos os anos sem interrupção.[1]

De 1984 até 2015 o US Open teve o carater tradicional de praticar um calendário com um conceito conhecido como "Super Saturday", na qual as mulheres fecham no Sábado a final entre as partidas das duas semi-finais masculinas. Os homens fazem a final do Domingo. Visando atribuir a audiência televisa, esta calendarização dá prioridade para as respectivas finais, assim dando um dia a menos para os tenistas descansarem para a final.[2] Por cinco anos consecutivos o torneio de 2007-2012, a final masculina foi adiada para a segunda-feira devido as chuvas. A USTA então decidiu intencionalmente passar a final para a segunda-feira em 2013 e 2014, através desta mudança foi pedido pelo ATP mudanças na estrutura de outros Grand Slams.[3]

Em 2015, o torneio retornou a tradição final no Domingo, entretanto, a chuva atrapalhou as semifinais da sexta-feira.[4][2] Tudo isto forçou a USTA a antecipar ainda mais a tão esperada quadra coberta do US Open.

Finais[editar | editar código-fonte]

Finalistas do US Open, com seus campeões, vice-campeões e resultados, por evento:

Profissional[editar | editar código-fonte]

Simples

Duplas

Juvenil[editar | editar código-fonte]

Simples

Duplas

Cadeira de rodas[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Obs.: não há evento para cadeirantes no US Open em ano de Jogos Olímpicos de Verão.

Referências

  1. «US Open» (em inglês). ITF. Consultado em 7 de março de 2017 
  2. a b «Traditional US Open scheduling favors Federer» (em inglês). espn.com. 31 de agosto de 2015 
  3. «US Open schedules Monday finish» (em inglês). espn.co.uk. 14 de dezembro de 2012 
  4. «U.S. Open schedule: How to watch semifinal matches» (em inglês). Sports Illustrated. 11 de setembro de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]