US Open de 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
US Open de 2018
Detalhes
Data 28 de agosto a 9 de setembro
Edição 138ª
Local USTA Billie Jean King National Tennis Center
Estados Unidos Nova York, Estados Unidos
Organização Federação Internacional de Tênis (ITF)
United States Tennis Association (USTA)
Direção David Brewer
Categoria Grand Slam de tênis
Piso duro (DecoTurf)
Premiação total US$ 53.000.000
Campeões
Profissionais
Simples masculino Sérvia Novak Djokovic
Simples feminino Japão Naomi Osaka
Duplas masculinas Estados Unidos Mike Bryan
Estados Unidos Jack Sock
Duplas femininas Austrália Ashleigh Barty
Estados Unidos Coco Vandeweghe
Duplas mistas Estados Unidos Bethanie Mattek-Sands
Reino Unido Jamie Murray
Juvenis
Simples masculino Brasil Thiago Seyboth Wild
Simples feminino China Wang Xiyu
Duplas masculinas Bulgária Adrian Andreev
Reino Unido Anton Matusevich
Duplas femininas Estados Unidos Cori Gauff
Estados Unidos Caty McNally
Cadeirantes
Simples masculino Reino Unido Alfie Hewett
Simples feminino Países Baixos Diede de Groot
Simples tetraplégico Austrália Dylan Alcott
Duplas masculinas Reino Unido Alfie Hewett
Reino Unido Gordon Reid
Duplas femininas Países Baixos Diede de Groot
Japão Yui Kamiji
Duplas tetraplégicas Reino Unido Andrew Lapthorne
Estados Unidos David Wagner
Edições
US Open
2017
2019
Grand Slam

O US Open de 2018 foi um torneio de tênis disputado nas quadras duras do USTA Billie Jean King National Tennis Center, no Flushing Meadows-Corona Park, no distrito do Queens, em Nova York, nos Estados Unidos, entre 27 de agosto e 9 de setembro.[1] Foi a 51ª edição da era aberta (houve a comemoração de 50 anos completos neste evento) e a 138ª de todos os tempos.

Rafael Nadal e Sloane Stephens falham em defender seus títulos de simples. Nadal abandonou a partida de semifinal contra Juan Martín Del Potro, enquanto Stephens foi derrotada nas quartas de final por Anastasija Sevastova, quem a americana havia derrotado na mesma fase, em 2017.

Novak Djokovic conquistou o título masculino derrotando Del Potro na final, sendo seu terceiro US Open e o 14º título do Grand Slam, igualando Pete Sampras na terceira colocação como o maior vencedor de todos os tempos na categoria.[2] Entre as mulheres, Naomi Osaka derrotou Serena Williams e se tornou a primeira tenista profissional do Japão a conquistar um título do Grand Slam.[3]

Nas duplas, a parceria entre Mike Bryan e Jack Sock mostrou sequência ao levar o US Open depois de Wimbledon. É o décimo oitavo título do Grand Slam de Bryan e o terceiro de Sock.[4] Nas femininas, Ashleigh Barty e Coco Vandeweghe conquistaram o primeiro troféu, sendo que a australiana tentava desde 2013, acumulando quatro finais de Slam perdidas, até então.[5] Em mistas, Bethanie Mattek-Sands, em hiato na categoria desde 2015, e Jamie Murray, defendendo o título, levantaram a taça.[6]

Calor, coaching e troca de roupa[editar | editar código-fonte]

Há uma regra no torneio que permite que jogos entre mulheres tenha uma pausa de 10 minutos se a temperatura passar dos 30 graus Celsius e o andamento exceder dois sets. Nesta edição, ela foi estendida às disputas do masculino passando dos três sets. Por conta do calor, houve quatro desistências oficiais na chave de simples dos homens: Leonardo Mayer, Ričardas Berankis, Stefano Travaglia e Marius Copil.[7]

Durante a parada do calor no jogo entre Fernando Verdasco e Andy Murray, o espanhol cometeu o chamado coaching, que é a consulta à própria equipe, proibido por regulamento. Murray teve que chamar a atenção do juiz de cadeira, que não notou a infração.[8]

O coaching também apareceu na final feminina, foi notado pela autoridade e causou grande repercussão. A instrução de Patrick Mouratoglou, técnico de Serena Williams, direto da arquibancada, foi captada pela transmissão televisiva, inclusive. O juiz de cadeira português Carlos Ramos aplicou uma advertência verbal, Serena ficou ofendida e se desestabilizou emocionalmente pelo resto da partida. Em consequência, momentos depois, ela quebrou uma raquete e foi notificada por desvio de conduta, o que lhe acarretou na perda de um ponto. A discussão com Ramos continuou durante os intervalos até a americana o chamá-lo de ladrão. Foi a causa da terceira penalidade, com direito a perda de um game em um momento decisivo do jogo. A torcida ficou dividida, a jogadora da casa chamou a organização, mas a decisão se manteve. Durante a cerimônia, vaias prejudicaram a atmosfera, e a campeã Osaka, nervosa, chegou a pedir desculpas. Serena foi multada em 17 mil dólares pelo ocorrido.[3][9]

Ainda no feminino, no segundo dia de evento, a organização cometeu um erro e voltou atrás. A francesa Alizé Cornet enfrentava a sueca Johanna Larsson quando precisou tirar a parte de cima do uniforme, que estava do avesso, e colocá-lo corretamente. Fez isso em quadra e tomou advertência (warning) do juiz de cadeira. Choveram, então, críticas com acusações de sexismo por todos os lados, já que os homens fazem isso sem perturbação, e Cornet ainda possuia um sutiã esportivo por baixo da peça de roupa tirada. O pedido de desculpas veio no dia seguinte.[10]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Estes foram os países e regiões, e seus respectivos meios de comunicação, que transmitiram esta edição do torneio:[11]

Pontuação e premiação[editar | editar código-fonte]

Distribuição de pontos[editar | editar código-fonte]

ATP[12] e WTA[13] informam suas pontuações em Grand Slam, distintas entre si, em simples e em duplas. A ITF responde exclusivamente pelos juvenis[14] e cadeirantes.[15]

Considerados torneios amistosos, os de duplas mistas e os de convidados não geram pontos.

No juvenil, os simplistas jogam duas fases de qualificatório, mas só os que passam à chave principal pontuam. Em duplas, a pontuação é por jogador. A partir da fase com 16, os competidores recebem pontos adicionais de bônus (os valores da tabela já somam as duas pontuações).

Profissional[editar | editar código-fonte]

Evento V F SF QF R16 R32 R64 R128 Q Q3 Q2 Q1
Simples masculino 2000 1200 720 360 180 90 45 10 25 16 8 0
Duplas masculinas 0
Simples feminino 1300 780 430 240 130 70 10 40 30 20 2
Duplas femininas 10

Premiação[editar | editar código-fonte]

A premiação geral aumentou 5% em relação a 2017. Os títulos de simples tiveram um acréscimo de US$ 100.000 cada.

O US Open possui o mesmo número de participantes - 128 - nas chaves do qualificatório masculino e feminino, o que não acontece nos outros Slam. Os valores para duplas são por par. Diferentemente da pontuação, não há recompensa aos vencedores do qualificatório.

Entre os cadeirantes, além de simples e duplas, há a adição dos mesmos eventos para tetraplégicos, o que também ocorre no Australian Open. Contudo, os valores dos prêmios não são detalhados, constando o total em "Outros eventos". Os juvenis não são pagos.[16]

Evento V F SF QF Últimos 16 Últimos 32 Últimos 64 Últimos 128 Q3 Q2 Q1
Contemplados 1 1 2 4 8 16 32 64 16 32 64
Simples (2) US$ 3.800.000 US$ 1.850.000 US$ 925.000 US$ 475.000 US$ 266.000 US$ 156.000 US$ 93.000 US$ 54.000 US$ 30.000 US$ 16.000 US$ 8.000
Duplas (2) US$ 700.000 US$ 350.000 US$ 166.400 US$ 85.275 US$ 46.563 US$ 27.876 US$ 16.500
Duplas mistas US$ 155.000 US$ 70.000 US$ 30.000 US$ 15.000 US$ 10.000 US$ 5.000

Total dos eventos acima: US$ 50.565.840

Outros eventos + per diem (estimado): US$ 2.434.160

Total da premiação: US$ 53.000.000

Cabeças de chave[editar | editar código-fonte]

Cabeças baseados(as) nos rankings de 20 de agosto de 2018. Os rankings e pontos são antes de 20 de agosto de 2018.[17]

A colocação individual nos rankings de duplas masculinas e femininas ajudam a definir os cabeças de chaves nestas categorias e também na de mistas.

Em verde, o(s) cabeça(s) de chave campeão(ões). Em vermelho, o(s) vice-campeão(ões).

Simples[editar | editar código-fonte]

Masculino[editar | editar código-fonte]

Cabeça Ranking Jogador Pontos
anteriores
Pontos
a defender
Pontos
conquistados
Nova
pontuação
Eliminado
na
Eliminado por
1 1 Espanha Rafael Nadal 10.040 2.000 720 8.760 SF, ab. Argentina Juan Martín del Potro [3]
2 2 Suíça Roger Federer 7.080 360 180 6.900 4ª fase Austrália John Millman
3 3 Argentina Juan Martín del Potro 5.500 720 1.200 5.980 F Sérvia Novak Djokovic [6]
4 4 Alemanha Alexander Zverev 4.845 45 90 4.890 3ª fase Alemanha Philipp Kohlschreiber
5 5 África do Sul Kevin Anderson 4.615 1.200 180 3.595 4ª fase Áustria Dominic Thiem [9]
6 6 Sérvia Novak Djokovic 4.445 0 2.000 6.445 Campeão
7 7 Croácia Marin Čilić 4.445 90 360 4.715 QF Japão Kei Nishikori [21]
8 8 Bulgária Grigor Dimitrov 3.790 45 10 3.755 1ª fase Suíça Stan Wawrinka [WC]
9 9 Áustria Dominic Thiem 3.485 180 360 3.665 QF Espanha Rafael Nadal [1]
10 10 Bélgica David Goffin 3.435 180 180 3.435 4ª fase Croácia Marin Čilić [7]
11 11 Estados Unidos John Isner 3.200 90 360 3.470 QF Argentina Juan Martín del Potro [3]
12 12 Espanha Pablo Carreño Busta 2.425 720 45 1.750 2ª fase, ab. Portugal João Sousa
13 13 Argentina Diego Schwartzman 2.380 360 90 2.110 3ª fase Japão Kei Nishikori [21]
14 14 Itália Fabio Fognini 2.190 10 45 2.225 2ª fase Austrália John Millman
15 15 Grécia Stefanos Tsitsipas 2.042 (125)[nota 1] 45 1.962 2ª fase Rússia Daniil Medvedev
16 16 Reino Unido Kyle Edmund 1.935 90 10 1.855 1ª fase Itália Paolo Lorenzi
17 17 França Lucas Pouille 1.915 180 90 1.825 3ª fase Portugal João Sousa
18 18 Estados Unidos Jack Sock 1.815 10 45 1.850 2ª fase Geórgia Nikoloz Basilashvili
19 22 Espanha Roberto Bautista Agut 1.650 90 10 1.570 1ª fase Austrália Jason Kubler [WC]
20 20 Croácia Borna Ćorić 1.735 90 180 1.825 4ª fase Argentina Juan Martin del Potro [3]
21 19 Japão Kei Nishikori 1.755 0 720 2.475 SF Sérvia Novak Djokovic [6]
22 21 Itália Marco Cecchinato 1.734 (48)[nota 1] 10 1.696 1ª fase França Julien Benneteau
23 23 Coreia do Sul Chung Hyeon 1.630 45 45 1.630 2ª fase Cazaquistão Mikhail Kukushkin
24 27 Bósnia e Herzegovina Damir Džumhur 1.475 90 10 1.395 1ª fase Sérvia Dušan Lajović
25 24 Canadá Milos Raonic 1.575 0 180 1.755 4ª fase Estados Unidos John Isner [11]
26 25 França Richard Gasquet 1.535 10 90 1.615 3ª fase Sérvia Novak Djokovic [6]
27 26 Rússia Karen Khachanov 1.525 10 90 1.605 3ª fase Espanha Rafael Nadal [1]
28 28 Canadá Denis Shapovalov 1.385 205 90 1.270 3ª fase África do Sul Kevin Anderson [5]
29 29 França Adrian Mannarino 1.365 90 10 1.285 1ª fase Estados Unidos Frances Tiafoe
30 30 Austrália Nick Kyrgios 1.345 10 90 1.425 3ª fase Suíça Roger Federer [2]
31 32 Espanha Fernando Verdasco 1.330 45 90 1.375 3ª fase Argentina Juan Martín del Potro [3]
32 33 Sérvia Filip Krajinović 1.314 (29)+(33)[nota 1] 10+20 1.282 1ª fase, ab. Austrália Matthew Ebden

Feminino[editar | editar código-fonte]

Cabeça Ranking Jogadora Pontos
anteriores
Pontos
a defender
Pontos
conquistados
Nova
pontuação
Eliminada
na
Eliminada por
1 1 Roménia Simona Halep 8.061 10 10 8.061 1ª fase Estónia Kaia Kanepi
2 2 Dinamarca Caroline Wozniacki 5.975 70 70 5.975 2ª fase Ucrânia Lesia Tsurenko
3 3 Estados Unidos Sloane Stephens 5.482 2.000 430 3.912 QF Letónia Anastasija Sevastova [19]
4 4 Alemanha Angelique Kerber 5.305 10 130 5.425 3ª fase Eslováquia Dominika Cibulková [29]
5 5 República Checa Petra Kvitová 4.885 430 130 4.585 3ª fase Bielorrússia Aryna Sabalenka [26]
6 6 França Caroline Garcia 4.725 130 130 4.725 3ª fase Espanha Carla Suárez Navarro [30]
7 7 Ucrânia Elina Svitolina 4.555 240 240 4.555 4ª fase Letónia Anastasija Sevastova [19]
8 8 República Checa Karolína Plíšková 4.105 430 430 4.105 QF Estados Unidos Serena Williams [17]
9 9 Alemanha Julia Görges 3.900 240 70 3.730 2ª fase Rússia Ekaterina Makarova
10 10 Letónia Jeļena Ostapenko 3.787 130 130 3.787 3ª fase Rússia Maria Sharapova [22]
11 11 Rússia Daria Kasatkina 3.525 240 70 3.355 2ª fase Bielorrússia Aliaksandra Sasnovich
12 12 Espanha Garbiñe Muguruza 3.500 240 70 3.330 2ª fase República Checa Karolína Muchová [Q]
13 13 Países Baixos Kiki Bertens 3.260 10 130 3.380 3ª fase República Checa Markéta Vondroušová
14 14 Estados Unidos Madison Keys 3.212 1.300 780 2.692 SF Japão Naomi Osaka [20]
15 15 Bélgica Elise Mertens 2.940 10 240 3.170 4ª fase Estados Unidos Sloane Stephens [3]
16 16 Estados Unidos Venus Williams 2.841 780 130 2.191 3ª fase Estados Unidos Serena Williams [17]
17[nota 2] 26 Estados Unidos Serena Williams 1.676 0 1.300 2.976 F Japão Naomi Osaka [20]
18 17 Austrália Ashleigh Barty 2.740 130 240 2.850 4ª fase República Checa Karolína Plíšková [8]
19 18 Letónia Anastasija Sevastova 2.250 430 780 2.600 SF Estados Unidos Serena Williams [17]
20 19 Japão Naomi Osaka 2.245 130 2.000 4.115 Campeã
22 22 Rússia Maria Sharapova 2.003 240 240 2.003 4ª fase Espanha Carla Suárez Navarro [30]
23 23 República Checa Barbora Strýcová 1.930 70 130 1.990 3ª fase Bélgica Elise Mertens [15]
24 25 Estados Unidos Coco Vandeweghe 1.878 780 10 1.108 1ª fase Bélgica Kirsten Flipkens
25 32 Austrália Daria Gavrilova 1.435 70 70 1.435 2ª fase Bielorrússia Victoria Azarenka [WC]
26 20 Bielorrússia Aryna Sabalenka 2.140 (60)[nota 3] 240 2.320 4ª fase Japão Naomi Osaka [20]
27 28 Rússia Anastasia Pavlyuchenkova 1.585 10 10 1.585 1ª fase Suécia Rebecca Peterson
28 27 Estónia Anett Kontaveit 1.665 10 10 1.665 1ª fase República Checa Kateřina Siniaková
29 35 Eslováquia Dominika Cibulková 1.390 70 240 1.560 4ª fase Estados Unidos Madison Keys [14]
30 24 Espanha Carla Suárez Navarro 1.879 240 430 2.069 QF Estados Unidos Madison Keys [14]
31 29 Eslováquia Magdaléna Rybáriková 1.540 130 10 1.420 1ª fase China Wang Qiang
32 30 Grécia Maria Sakkari 1.514 130 70 1.454 2ª fase Estados Unidos Sofia Kenin
Desistência[editar | editar código-fonte]
Ranking Jogadora Pontos
anteriores
Pontos
a defender
Nova
pontuação
Motivo
21 Roménia Mihaela Buzărnescu 2.068 40 2.028 Lesão no tornozelo direito [18][nota 4]

Duplas[editar | editar código-fonte]

Mistas[editar | editar código-fonte]

Cabeça Ranking Equipe
1 12 Canadá Gabriela Dabrowski Croácia Mate Pavić
2 19 Estados Unidos Nicole Melichar Áustria Oliver Marach
3 28 Taipé Chinesa Chan Hao-ching Finlândia Henri Kontinen
4 29 Taipé Chinesa Latisha Chan Croácia Ivan Dodig
5 34 República Checa Andrea Sestini Hlaváčková França Édouard Roger-Vasselin
6 41 Países Baixos Demi Schuurs Países Baixos Matwé Middelkoop
7 41 Eslovénia Katarina Srebotnik Nova Zelândia Michael Venus
8 43 Estados Unidos Abigail Spears Colômbia Juan Sebastián Cabal

Convidados à chave principal[editar | editar código-fonte]

Os jogadores a seguir receberam convite para disputar diretamente a chave principal, baseados em seleção interna ou desempenhos recentes.

Simples[editar | editar código-fonte]

Masculino Feminino

Duplas[editar | editar código-fonte]

Masculinas Femininas Mistas

Qualificados à chave principal[editar | editar código-fonte]

O qualificatório aconteceu no USTA Billie Jean King National Tennis Center entre 21 de 24 de agosto de 2018.[19]

Simples[editar | editar código-fonte]

Masculino Feminino
  1. França Ugo Humbert
  2. Itália Stefano Travaglia
  3. Itália Federico Gaio
  4. Noruega Casper Ruud
  5. Espanha Marcel Granollers
  6. Polónia Hubert Hurkacz
  7. África do Sul Lloyd Harris
  8. Áustria Dennis Novak
  9. Canadá Félix Auger-Aliassime
  10. Estados Unidos Collin Altamirano
  11. Estados Unidos Mitchell Krueger
  12. Estados Unidos Donald Young
  13. Espanha Tommy Robredo
  14. Argentina Facundo Bagnis
  15. Alemanha Yannick Maden
  16. Argentina Carlos Berlocq
  1. Suíça Jil Teichmann
  2. República Checa Marie Bouzková
  3. Rússia Anna Kalinskaya
  4. Israel Julia Glushko
  5. República Checa Karolína Muchová
  6. Ucrânia Anhelina Kalinina
  7. Países Baixos Arantxa Rus
  8. Estados Unidos Francesca Di Lorenzo
  9. Tunísia Ons Jabeur
  10. Estados Unidos Nicole Gibbs
  11. Reino Unido Heather Watson
  12. Rússia Vera Zvonareva
  13. Liechtenstein Kathinka von Deichmann
  14. Estados Unidos Danielle Lao
  15. Suíça Patty Schnyder
  16. Canadá Eugenie Bouchard

Lucky losers

  1. Itália Lorenzo Sonego
  2. Canadá Peter Polansky
  3. Bélgica Ruben Bemelmans
  4. França Nicolas Mahut
  1. Estados Unidos Madison Brengle
  2. Alemanha Mona Barthel

Dia a dia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: US Open de 2018 - Dia a dia

Eliminações em simples[editar | editar código-fonte]

Masculino[editar | editar código-fonte]

Feminino[editar | editar código-fonte]

Finais[editar | editar código-fonte]

Profissional[editar | editar código-fonte]

Categoria Evento Campeã(s)(o/ões) Vice-campeã(s)(o/ões) Resultado Chave(s)
Simples Masculino Sérvia Novak Djokovic Argentina Juan Martín del Potro 6–3, 7–64, 6–3
principal
qualificatório
Feminino Japão Naomi Osaka Estados Unidos Serena Williams 6–2, 6–4
principal
qualificatório
Duplas Masculino Estados Unidos Mike Bryan
Estados Unidos Jack Sock
Polónia Łukasz Kubot
Brasil Marcelo Melo
6–3, 6–1
principal
Feminino Austrália Ashleigh Barty
Estados Unidos Coco Vandeweghe
Hungria Tímea Babos
França Kristina Mladenovic
3–6, 7–62, 7–66
principal
Misto Estados Unidos Bethanie Mattek-Sands
Reino Unido Jamie Murray
Polónia Alicja Rosolska
Croácia Nikola Mektić
2–6, 6–3, [11–9]
principal

Juvenil[editar | editar código-fonte]

Categoria Evento Campeã(s)(o/ões) Vice-campeã(s)(o/ões) Resultado Chave(s)
Simples Masculino Brasil Thiago Seyboth Wild Itália Lorenzo Musetti 6–1, 2–6, 6–2
principal
qualificatório
Feminino China Wang Xiyu França Clara Burel 7–64, 6–2
principal
qualificatório
Duplas Masculino Bulgária Adrian Andreev
Reino Unido Anton Matusevich
Estados Unidos Emilio Nava
Estados Unidos Axel Nefve
6–4, 2–6, [10–8]
principal
Feminino Estados Unidos Cori Gauff
Estados Unidos Caty McNally
Estados Unidos Hailey Baptiste
Estados Unidos Dalayna Hewitt
6–3, 6–2
principal

Cadeirante[editar | editar código-fonte]

Categoria Evento Campeã(s)(o/ões) Vice-campeã(s)(o/ões) Resultado Chave
Simples Masculino Reino Unido Alfie Hewett Japão Shingo Kunieda 6–3, 7–5
principal
Feminino Países Baixos Diede de Groot Japão Yui Kamiji 6–2, 6–3
principal
Tetraplégico Austrália Dylan Alcott Estados Unidos David Wagner 7–5, 6–2
principal
Duplas Masculino Reino Unido Alfie Hewett
Reino Unido Gordon Reid
França Stéphane Houdet
França Nicolas Peifer
5–7, 6–3, [11–9]
principal
Feminino Países Baixos Diede de Groot
Japão Yui Kamiji
Países Baixos Marjolein Buis
Países Baixos Aniek van Koot
6–3, 6–4
principal
Tetraplégico Reino Unido Andrew Lapthorne
Estados Unidos David Wagner
Austrália Dylan Alcott
Estados Unidos Bryan Barten
3–6, 6–0, [10–4]
principal

Notas

  1. a b c O jogador não se classificou ao torneio em 2017, mas defende pontos de um ou mais torneios do circuito ATP Challenger de 2017.
  2. Serena Williams estava na 26ª colocação quando as cabeças de chave foram anunciadas. No entanto, ela foi considerada um caso especial, e os organizadores a inseriram como cabeça 17, pois perdeu uma parte significativa dos últimos 12 meses devido à gravidez e maternidade.
  3. A jogadora não se classificou ao torneio em 2017. Então, no lugar, os pontos do 16º melhor resultado foram considerados.
  4. Desistiu um pouco antes do torneio. Era a cabeça 21.

Referências

  1. «2018 US Open – Schedule of Play» (em inglês). grandslamtennistours.com. Cópia arquivada em 25 de agosto de 2018 
  2. «Djokovic vence Del Potro, conquista US Open pela terceira vez e iguala Sampras». espn.com.br. 9 de setembro de 2018 
  3. a b «Osaka, 20, vence Serena nos EUA e é 1ª japonesa a ganhar Grand Slam». folha.uol.com.br. 8 de setembro de 2018 
  4. «Bryan e Sock jogam melhor, vencem Kubot e Melo e faturam o título de duplas do US Open». revistatenis.uol.com.br. 7 de setembro de 2018 
  5. «Barty e Vandeweghe conquistam título de duplas femininas do US Open». esporte.uol.com.br. 9 de setembro de 2018 
  6. «Jamie e Mattek-Sands faturam duplas mistas». TenisBrasil. 8 de setembro de 2018 
  7. «Com temperatura acima dos 30ºC, tenistas sofrem e US Open altera regras». sportv.globo.com. 28 de agosto de 2018 
  8. «Murray denuncia coaching de Verdasco durante pausa por calor no US Open». TenisBrasil. 29 de agosto de 2018 
  9. «Serena Williams terá que pagar uma multa de 17 mil dólares por confusão na final do US Open». espn.com.br. 9 de setembro de 2018 
  10. «US Open. Repreensão a tenista francesa por tirar camisola em campo gera onda de críticas». observador.pt. 29 de agosto de 2018 
  11. «International TV Schedule» (em inglês). 5 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2018 
  12. «The 2018 ATP Official Rulebook» (PDF) (em inglês). atpworldtour.com. p. 208 (arquivo). Consultado em 10 de junho de 2018 
  13. «2018 WTA Official Rulebook» (PDF) (em inglês). página=202 (arquivo). wtatennis.com. p. 200 (impressão). Consultado em 10 de junho de 2018 
  14. «Ranking points» (em inglês). itftennis.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2016 
  15. «ITF Wheelchair Tennis Ranking System» (PDF) (em inglês). itftenns.com. 5 páginas. Consultado em 5 de fevereiro de 2016 
  16. «2018 US Open Prize Money» (em inglês). usopen.org. Cópia arquivada em 28 de agosto de 2018 
  17. «2018 US Open seeds announced» (em inglês). usopen.org. Cópia arquivada em 22 de agosto de 2018 
  18. «Três dias após 1º WTA, Buzarnescu sofre grave lesão». TenisBrasil. 8 de agosto de 2018 
  19. «US Open 2018: Schedule for Qualifying Day 4» (PDF) (em inglês). usopen.org. Cópia arquivada (PDF) em 25 de agosto de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]