Daniel Nestor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Daniel Nestor
Daniel Nestor
Daniel Nestor
País  Canadá
Data de nasc. 4 de setembro de 1972 (43 anos)
Local de nasc. Belgrado, Iugoslávia
Altura 1,90 m
Peso 86 kg
Profissionalização 1991
Mão Esquerda
Prize money US$ 11,600,839 [1]
Simples
Vitórias-Derrotas 85–118
Títulos 0
Melhor ranking Nº 58 (23 de Agosto de 1999)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália R32 (1998,'99,'01)
Open da França R128 (1997,'98,'99)
Wimbledon R16 (1999)
U.S. Open R64 (1995)
Duplas
Vitórias-Derrotas 1009–423
Títulos 88
Melhor ranking 1 (19 de Agosto de 2002)
Resultados de Grand Slam de Duplas
Open da Austrália V (2002)
Open da França V (2007,2010,2011,2012)
Wimbledon V (2008,2009)
U.S. Open V (2004)
Torneios principais de duplas
Tour Finals V (2007,08,10,11)
Jogos Olímpicos 4° Lugar (1996)
Open da Austrália V (2007, 2011, 2014)
Open da França F (2006, 2013)
Wimbledon V (2013)
U.S. Open F (2003)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Sydney 2000 Tênis-Duplas
Última atualização em: 9 de maio de 2015.

Daniel Mark Nestor, nascido como Daniel Nestorović (Belgrado, 4 de Setembro de 1972) é um tenista profissional canadense,[1] pois foi criado na área de Toronto no Canadá, mas ele nasceu em Belgrado na Iugoslávia. Foi número 1 do ranking mundial masculino na corrida de duplas em 2002, tendo terminado na liderança do ranking mundial em 2004 e 2008.[2] Foi o primeiro duplista da história a alcançar 1000 vitórias na carreira.[3] [4] [5] [6] Foi o primeiro duplista da história do tênis a ganhar todos os torneios do Grand Slam e Masters Series, ATP Finals e a medalha de ouro olímpica, pelo menos uma vez na carreira. É dono de uma carreira de muito sucesso como duplista, pois já conquistou 88 títulos ATP de duplas.[7]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nome completo é Daniel Mark Nestor. Nasceu no ano de 1972 em Belgrado na antiga Iugoslávia, em seguida, mudou-se em 1976 para o Canadá com seus pais. Sua esposa se chama Natasha (é casado desde 24 de julho de 2005); Suas filhas são: Tiana Alexis (nascida em 15 de dezembro de 2008) e Bianca Salgueiro (nascida em 2 de marco de 2013). É fã do Montreal Canadiens (NHL) e Pittsburgh Steelers (NFL). Em 2011 ganhou uma estrela na Calçada da Fama do Canadá em Toronto. Já em 2012, recebeu o grau honorário pela Universidade Iorque.[8]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Daniel Nestor se profissionalizou em 1991. Em 1992, estreou na Copa Davis e naquele ano derrotou o então número um do mundo Stefan Edberg em uma partida de simples da competição em Vancouver. Ele fez parte do time que fez história para o Canadá em 2013, quando foram a primeira equipe canadense na Era Aberta a chegar às semifinais do Grupo Mundial da Davis.

Em 1994 conquistou sua primeira taça como profissional. Ao longo da carreira já ganhou os maiores títulos possíveis em duplas: Grand Slams, ATP World Tour Finals, Olimpíadas, Masters 1000, ATPs 500 e 250.[9] Daniel Nestor possui 88 títulos de duplas pela ATP, sendo que os mais importantes são: 12 Grand Slams (sendo 8 em duplas e 4 em duplas mistas) e 4 ATP World Tour Finals. Por ter ganho todos os títulos do Grand Slam de tênis como duplista, ele está incluído na restrita lista dos tenistas que conquistou em duplas a todos os títulos de Grand Slams da turnê masculina.

Foi número 1 do ranking mundial masculino na corrida de duplas em 2002, tendo terminado na liderança do ranking mundial em 2004 e 2008.[2]

Nestor disputou as olimpíadas de Atlanta, Sydney e Atenas. E ganhou o ouro olímpico em duplas, ao lado do compatriota Sébastien Lareau, nos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000.

Em janeiro de 2016, aos 43 anos, Nestor se tornou o primeiro duplista da história a alcançar 1000 vitórias na carreira.[3] [4] [5] [6] Sua primeira vitória como duplista foi ao lado de Sébastien Lareau, em Auckland, em janeiro de 1993, já a milésima foi ao lado do mineiro Marcelo Melo, na primeira rodada do torneio de Sydney, em janeiro de 2016.[10]

Grand Slam finais[editar | editar código-fonte]

Duplas: 16 (8 títulos, 8 vices)[editar | editar código-fonte]

Posição Ano Campeonato Piso Parceira Oponentes Placar
Vice 1995 Australian Open Duro Bahamas Mark Knowles Estados Unidos Jared Palmer
Estados Unidos Richey Reneberg
3–6, 6–3, 3–6, 2–6
Vice 1998 Roland Garros Saibro Bahamas Mark Knowles Países Baixos Jacco Eltingh
Países Baixos Paul Haarhuis
3–6, 6–3, 3–6
Vice 1998 US Open Duro Bahamas Mark Knowles Austrália Sandon Stolle
República Checa Cyril Suk
6–4, 6–7, 2–6
Campeão 2002 Australian Open (1) Duro Bahamas Mark Knowles França Michaël Llodra
França Fabrice Santoro
7–6(7–4), 6–3
Vice 2002 Roland Garros Saibro Bahamas Mark Knowles Países Baixos Paul Haarhuis
Rússia Yevgeny Kafelnikov
5–7, 4–6
Vice 2002 Wimbledon Grama Bahamas Mark Knowles Suécia Jonas Björkman
Austrália Todd Woodbridge
1–6, 2–6, 7–6(8–6), 5–7
Vice 2003 Australian Open Duro Bahamas Mark Knowles França Michaël Llodra
França Fabrice Santoro
4–6, 6–3, 3–6
Campeão 2004 US Open (1) Duro Bahamas Mark Knowles Índia Leander Paes
República Checa David Rikl
6–3, 6–3
Campeão 2007 Roland Garros (1) Saibro Bahamas Mark Knowles República Checa Lukáš Dlouhý
República Checa Pavel Vízner
2–6, 6–3, 6–2
Vice 2008 Roland Garros Saibro Sérvia Nenad Zimonjić Uruguai Pablo Cuevas
Peru Luis Horna
2–6, 3–6
Campeão 2008 Wimbledon (1) Grama Sérvia Nenad Zimonjić Suécia Jonas Björkman
Zimbabwe Kevin Ullyett
7–6(14–12), 6–7(3–7), 6–3, 6–3
Campeão 2009 Wimbledon (2) Grama Sérvia Nenad Zimonjić Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
7–6(9–7), 6–7(3–7), 7–6(7–3), 6–3
Vice 2010 Australian Open Duro Sérvia Nenad Zimonjić Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
3–6, 7–6(7–5), 3–6
Campeão 2010 Roland Garros (2) Saibro Sérvia Nenad Zimonjić República Checa Lukáš Dlouhý
Índia Leander Paes
7–5, 6–2
Campeão 2011 Roland Garros (3) Saibro Bielorrússia Max Mirnyi Colômbia Juan Sebastián Cabal
Argentina Eduardo Schwank
7–6(7–3), 3–6, 6–4
Campeão 2012 Roland Garros (4) Saibro Bielorrússia Max Mirnyi Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
6–4, 6–4

Duplas Mistas: 9 (4 títulos, 5 vices)[editar | editar código-fonte]

Posição Ano Campeonato Piso Parceira Oponentes Placar
Vice 2003 US Open Duro Rússia Lina Krasnoroutskaya Eslovénia Katarina Srebotnik
Estados Unidos Bob Bryan
7–5, 5–7, [5–10]
Vice 2006 Australian Open Duro Rússia Elena Likhovtseva Suíça Martina Hingis
Índia Mahesh Bhupathi
3–6, 3–6
Vice 2006 Roland Garros Saibro Rússia Elena Likhovtseva Eslovénia Katarina Srebotnik
Sérvia e Montenegro Nenad Zimonjić
3–6, 4–6
Campeão 2007 Australian Open (1) Duro Rússia Elena Likhovtseva Bielorrússia Victoria Azarenka
Bielorrússia Max Mirnyi
6–4, 6–4
Campeão 2011 Australian Open (2) Duro Eslovénia Katarina Srebotnik Taipei chinesa Chan Yung-jan
Austrália Paul Hanley
6–3, 3–6, [10–7]
Vice 2013 Roland Garros Saibro França Kristina Mladenovic República Checa Lucie Hradecká
República Checa František Čermák
6–1, 4–6, [6–10]
Campeão 2013 Wimbledon (1) Grama França Kristina Mladenovic Estados Unidos Lisa Raymond
Brasil Bruno Soares
5–7, 6–2, 8–6
Campeão 2014 Australian Open (3) Duro França Kristina Mladenovic Índia Sania Mirza
Roménia Horia Tecău
6–3, 6–2
Vice 2015 Australian Open Duro França Kristina Mladenovic Suíça Martina Hingis
Índia Leander Paes
4–6, 3–6

ATP finals[editar | editar código-fonte]

Duplas: 6 (4 títulos, 2 vices)[editar | editar código-fonte]

Posição Ano Campeonato Piso Parceiro Oponentes Placar
Vice 1998 Hartford Carpete (i) Bahamas Mark Knowles Países Baixos Jacco Eltingh
Países Baixos Paul Haarhuis
4–6, 2–6, 5–7
Vice 2006 Shanghai Duro(i) Bahamas Mark Knowles Suécia Jonas Björkman
Bielorrússia Max Mirnyi
2–6, 4–6
Campeão 2007 Shanghai (1) Duro (i) Bahamas Mark Knowles Suécia Simon Aspelin
Áustria Julian Knowle
6–2, 6–3
Campeão 2008 Shanghai (2) Duro (i) Sérvia Nenad Zimonjić Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
7–6(7–3), 6–2
Campeão 2010 Londres (3) Duro (i) Sérvia Nenad Zimonjić Índia Mahesh Bhupathi
Bielorrússia Max Mirnyi
7–6(8–6), 6–4
Campeão 2011 Londres (4) Duro (i) Bielorrússia Max Mirnyi Polónia Mariusz Fyrstenberg
Polónia Marcin Matkowski
7–5, 6–3

(i)=Indoor

Olimpíadas[editar | editar código-fonte]

Duplas: 1 (1 ouro)[editar | editar código-fonte]

Posição Ano Campeonato Piso Parceiro Oponentes Placar
Ouro 2000 Sydney Duro Canadá Sébastien Lareau Austrália Todd Woodbridge
Austrália Mark Woodforde
5–7, 6–3, 6–4, 7–6(7–2)

Ligações externas e internas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Daniel Nestor | Overview | ATP World Tour | Tennis». ATP World Tour (em inglês). Consultado em 2016-01-12. 
  2. a b «Daniel Nestor | Rankings History | ATP World Tour | Tennis». ATP World Tour (em inglês). Consultado em 2016-01-12. 
  3. a b «Marcelo Melo estreia na temporada e ajuda parceiro a vencer milésimo jogo». globoesporte.com. Consultado em 2016-01-11. 
  4. a b «Em Sydney, Marcelo Melo estreia em 2016 com triunfo e parceiro Nestor atinge milésima vitória». Superesportes. Consultado em 2016-01-11. 
  5. a b «Melo ajuda canadense a obter 1000ª vitória na carreira». Terra. Consultado em 2016-01-11. 
  6. a b «TenisBrasil - Melo ajuda a Nestor a faturar sua milésima vitória». TenisBrasil, a cobertura completa do circuito do tênis está aqui. Consultado em 2016-01-11. 
  7. «Daniel Nestor | Titles and Finals | ATP World Tour | Tennis». ATP World Tour (em inglês). Consultado em 2016-01-12. 
  8. «Daniel Nestor | Bio | ATP World Tour | Tennis». ATP World Tour (em inglês). Consultado em 2016-01-12. 
  9. «Daniel Nestor | Titles and Finals | ATP World Tour | Tennis». ATP World Tour (em inglês). Consultado em 2016-01-12. 
  10. «TenisBrasil - Colegas enaltecem Nestor e a vitória número 1000». TenisBrasil, a cobertura completa do circuito do tênis está aqui. Consultado em 2016-01-12.