Boris Becker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Boris Becker
Boris Becker 2007 amk.jpg
Boris Becker
País  Alemanha
Residência Monte Carlo, Monaco
Data de nasc. 22 de novembro de 1967 (47 anos)
Local de nasc. Leimen, Alemanha
Altura 1,90 m
Peso 85 kg
Profissionalização 1984
Mão Direita
Prize money US$ 25 080 956 [1]
Inter. Tennis HOF 2003
Simples
Vitórias-Derrotas 713-214 (76,91%)
Títulos 49
Melhor ranking 1 (28 de janeiro de 1991)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália V (1991,1996)
Open da França SF (1987,1989,1991)
Wimbledon V (1985,1986,1989)
U.S. Open V (1989)
Torneios principais
Tour Finals V (1988,1992,1995)
Duplas
Vitórias-Derrotas 254-136 (65,13%)
Títulos 15
Melhor ranking Nº 6 (22 de setembro de 1986)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Barcelona 1992 Tênis-Duplas
Última atualização em: 30 de janeiro de 2010.

Boris Facund Becker (22 de novembro de 1967, Leimen, Alemanha) é um ex-jogador profissional de tênis e ex-número um mundial. Venceu seis torneios do Grand Slam, foi medalha de ouro nos Jogos Olímpicos e o mais jovem vencedor do Torneio de Wimbledon. Becker é membro do International Tennis Hall of Fame desde 2003. Atualmente disputa torneios de pôquer, sendo patrocinado pelo PokerStars.

Possui o recorde de maior série de aces num só game: 5 aces (saindo de 0-40 contra Andrei Medvedev), na Hopman Cup de 1995. Também possui o recorde de maior número de viradas após estar com 0-2 em sets: 10.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Becker é o único filho de um arquiteto que construiu o centro do tênis onde Becker e uma outra grande tenista alemã, Steffi Graf, jogavam um contra o outro quando crianças.

Becker virou profissional em 1984, e ganhou seu primeiro título de duplas profissional esse ano em Munique.

Em 1986, Becker defendeu com sucesso seu título de Wimbledon, derrotando Ivan Lendl (que era o número 1 do mundo naquele ano) em sets diretos no final. Becker perdeu inesperadamente na segunda rodada de Wimbledon em 1987. Em 1988 perdeu a final de Wimbledon em quatro jogos para Stefan Edberg em um match que marcou o começo de uma grande rivalidade de Wimbledon. Becker também ajudou a Alemanha a ganhar sua primeira Copa Davis em 1988.

O ano de 1989 foi possivelmente o pico da carreira de Becker. Derrotou Edberg na final de Wimbledon, e venceu Lendl na final dos US Open. Ajudou também a Alemanha a revalidar a Copa Davis. Entretanto o ranking do mundo no. 1 iludiu-o ainda.

Em 1990, Becker encontrou-se com Edberg pelo terceiro ano consecutivo no final de Wimbledon, perdendo em um épico encontro no quinto set.

Becker alcançou o final do Open da Austrália pela primeira vez na sua carreira em 1991, onde derrotou Ivan Lendl para reivindicar finalmente no# 1 do ranking mundial e mantendo-se nessa posição por diversas semanas em 1991. Becker alcançou a final de Wimbledon em 1991, onde perdeu inesperadamente para seu compatriota alemão Michael Stich.

Becker e Stich em 1992 ganharam a medalha de ouro de duplas nos Jogos Olímpicos de Barcelona.

Becker alcançou o final de Wimbledon pela sétima vez em 1995, onde perdeu em quatro sets para Pete Sampras. Seu sexto título do Grand Slam veio em 1996, quando derrotou Michael Chang na final do Open da Austrália.

Becker jogava mais confortavelmente em superfícies rápidas, particularmente cortes da grama. Alcançou alguns finais em quadras da saibro, mas nunca ganhou nenhum torneio em saibro em sua carreira profissional. Seus melhores desempenhos no Open da França foram alcançar as semi-finais em 1987, 1989 e 1991.

Cquote1.svg "Saibro era difícil porque era contra a minha personalidade. No saibro você ganha cometendo menos erros, enquanto nos outros pisos você vence fazendo mais winners. Eu nunca fui um cara que esperava o adversário errar. Então psicologicamente era sempre difícil para mim jogar no saibro. Eu tentei de tudo para vencer. Eu cheguei à final, semifinais de grandes torneios de saibro e nas semis de Roland Garros, mas eu nunca fui bom o suficiente. Perdi para Mats Wilander, que era melhor do que eu no saibro, eu perdi para Andre Agassi, que era melhor do que no saibro. Era apenas uma questão de qualidade de jogo, e minha qualidade de jogo não era boa o suficiente para vencer um Major no saibro."[1] Cquote2.svg
Becker, em entrevista à CNN em 2013

.

Sobre o curso de sua carreira, Becker ganhou 49 títulos simples e 15 títulos de duplas. Além de seus seis títulos do Grand Slam, foi também o vencedor do campeonato Tennis Masters Cup em 1988, em 1992 e em 1995, e no Grand Slam em 1996. Na Copa Davis, seu registro da vítórias-derrotas era 54-12, incluindo um incrível 38-3 em jogos individuais. Ganhou também outros dois títulos internacionais para a sua equipa representando a Alemanha na Copa Hopman, (em 1995) e a World Team Cup (em 1989 e em 1998). O valor em prêmios da carreira de Becker totalizou $25.080.956.

Becker joga agora como sênior no ATP Tour. Permanece uma figura enormemente popular em Wimbledon e em documentários realizados para a BBC.

Boris Becker Percorre o Circuto do Pokerstars Europa Poker Tour (EPT) e pode ser encontrado nas mesas ONline com nick Boris Becker

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Boris Becker

Em 18/12/2013 Novak Djokovic anunciou-o como seu novo técnico.[2]

Grand Slam finais[editar | editar código-fonte]

Simples: 10 (6–4)[editar | editar código-fonte]

Resultado Ano Campeonato Piso Oponente Placar
Campeão 1985 Wimbledon Grama África do Sul Kevin Curren 6–3, 6–7(4–7), 7–6(7–3), 6–4
Campeão 1986 Wimbledon (2) Grass Checoslováquia Ivan Lendl 6–4, 6–3, 7–5
Vice 1988 Wimbledon Grama Suécia Stefan Edberg 6–4, 6–7(2–7), 4–6, 2–6
Campeão 1989 Wimbledon (3) Grass Suécia Stefan Edberg 6–0, 7–6(7–1), 6–4
Campeão 1989 US Open Duro Checoslováquia Ivan Lendl 7–6(7–2), 1–6, 6–3, 7–6(7–4)
Vice 1990 Wimbledon Grama Suécia Stefan Edberg 2–6, 2–6, 6–3, 6–3, 4–6
Campeão 1991 Australian Open Duro Checoslováquia Ivan Lendl 1–6, 6–4, 6–4, 6–4
Vice 1991 Wimbledon Grama Alemanha Michael Stich 4–6, 6–7(4–7), 4–6
Vice 1995 Wimbledon Grama Estados Unidos Pete Sampras 7–6(7–5), 2–6, 4–6, 2–6
Campeão 1996 Australian Open (2) Duro Estados Unidos Michael Chang 6–2, 6–4, 2–6, 6–2

Olimpíadas Duplas Finais[editar | editar código-fonte]

Posição Ano Campeonato Piso Parceiro Oponentes Placar
Ouro 1992 Barcelona Saibro Alemanha Michael Stich África do Sul Wayne Ferreira
África do Sul Piet Norval
7–6(7–5), 4–6, 7–6(7–5), 6–3

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Boris Becker