US Open de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
US Open de 2020
Detalhes
Data 31 de agosto a 13 de setembro
Edição 140ª
Local USTA Billie Jean King National Tennis Center
Estados Unidos Nova York, Estados Unidos
Organização Federação Internacional de Tênis (ITF)
United States Tennis Association (USTA)
Direção Stacey Allaster
Categoria Grand Slam de tênis
Piso duro (DecoTurf)
Premiação total US$ 53.402.000
Campeões
Profissionais
Simples masculino Áustria Dominic Thiem
Simples feminino Japão Naomi Osaka
Duplas masculinas Croácia Mate Pavić
Brasil Bruno Soares
Duplas femininas Alemanha Laura Siegemund
Rússia Vera Zvonareva
Cadeirantes
Simples masculino Japão Shingo Kunieda
Simples feminino Países Baixos Diede de Groot
Simples tetraplégico Países Baixos Sam Schröder
Duplas masculinas Reino Unido Alfie Hewett
Reino Unido Gordon Reid
Duplas femininas Japão Yui Kamiji
Reino Unido Jordanne Whiley
Duplas tetraplégicas Austrália Dylan Alcott
Reino Unido Andy Lapthorne
Edições
US Open
2019
2021
Grand Slam

O US Open de 2020 foi um torneio de tênis disputado nas quadras duras do USTA Billie Jean King National Tennis Center, no Flushing Meadows-Corona Park, no distrito do Queens, em Nova York, nos Estados Unidos, entre 31 de agosto e 13 de setembro.[1] Foi a 53ª edição da era aberta e a 140ª de todos os tempos.

Rafael Nadal e Bianca Andreescu decidiram não competir e defender seus títulos por preocupações com a segurança sanitária da pandemia que estava em andamento. O austríaco Dominic Thiem levou o primeiro troféu do Grand Slam da carreira ao superar Alexander Zverev em jogo de cinco sets.[2] Naomi Osaka conquistou o segundo título no torneio e o terceiro major após derrotar Victoria Azarenka na final, de virada.[3]

Nas duplas, o croata Mate Pavić e o brasileiro Bruno Soares levantam a taça após uma vitória de dois sets. Na feminina, a alemã Laura Siegemund e a russa Vera Zvonareva o fazem da mesma forma. É o terceiro título do Grand Slam de Soares e Zvonareva, o segundo de Pavić e o primeiro de Laura Siegemund.[4][5]

Impacto da pandemia de COVID-19[editar | editar código-fonte]

O US Open é, geralmente, o quarto e último torneio de Grand Slam do ano a ser realizado (entre a última segunda-feira de agosto e o segundo domingo de setembro) - o auge da gira de quadra dura na América do Norte. Devido a preocupações com a pandemia em andamento, foi anunciado em junho de 2020 que o evento ocorreria sem espectadores (pela primeira vez na história dele e de todos os torneios de Grand Slam em sua história de 143 anos), após ser aprovada por Andrew Cuomo, governador do estado de Nova York. Os jogadores que entraram nos Estados Unidos não precisaram ficar em quarentena, mas deveriam fazer testes durante todo o torneio e antes de deixar a cidade de Nova York. Se os jogadores forem diagnosticados com o vírus, eles são obrigados a deixar a competição. Os tenistas e suas equipes devem usar máscaras ao entrar em quadra, mas podem ficar sem durante os treinos, de acordo com as diretrizes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças.[6]

A partida, valendo pela terceira rodada da chave masculina de simples, entre Alexander Zverev e Adrian Mannarino, no Louis Armstrong Stadium, atrasou três horas por causa de um "diálogo colaborativo com as autoridades de saúde locais".[7] Mannarino foi um dos dez tenistas em contato com Benoît Paire (que desistiu do torneio após ser diagnosticado com COVID-19), se sujeitando a protocolos adicionais da USTA para o coronavírus.[8] Sua partida ocorreu (ele foi eliminado). Mesma sorte não tiveram Tímea Babos e Kristina Mladenovic, cabeças de chave 1 em duplas, que foram forçadas a desistir antes de jogar a segunda rodada. Mladenovic foi uma das dez ao redor de Paire, mas não havia testado positivo e estava sob protocolos adicionais para o coronavírus da USTA.[9]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Estes foram os países e regiões, e seus respectivos meios de comunicação, que transmitiram esta edição do torneio:[10]

Pontuação e premiação[editar | editar código-fonte]

Distribuição de pontos[editar | editar código-fonte]

ATP[11] e WTA[12] informam suas pontuações em Grand Slam, distintas entre si, em simples e em duplas. A ITF responde exclusivamente cadeirantes.[13] Por causa da pandemia de COVID-19, no entanto, algumas mudanças excepcionais ocorreram: a ausência de disputa de qualificatórios, duplas mistas e torneios juvenis[14], em prol de menor circulação de pessoas pelo complexo, e chaves de duplas com uma fase a menos, tendo a masculina valendo 50% dos pontos que normalmente oferece.[15]

Premiação[editar | editar código-fonte]

A premiação geral diminuiu 7% em relação a 2019. Os títulos de simples tiveram um decréscimo de US$ 850.000 cada.

Evento V F SF QF Últimos 16 Últimos 32 Últimos 64 Últimos 128
Contemplados 1 1 2 4 8 16 32 64
Simples (2) US$ 3.000.000 US$ 1.500.000 US$ 800.000 US$ 425.000 US$ 250.000 US$ 163.000 US$ 100.000 US$ 61.000
Duplas (2) US$ 400.000 US$ 240.000 US$ 130.000 US$ 91.000 US$ 50.000 US$ 30.000

Total dos eventos acima: US$ 43.312.000

Outros eventos: US$ 350.000

Fundo de auxílio ao jogador: US$ 6.600.000

Fundo internacional de auxílio ao jogador (ATP/WTA): US$ 1.000.000

Per diem (estimado): US$ 2.140.000

Total da premiação: US$ 53.402.000

Cabeças de chave[editar | editar código-fonte]

Cabeças baseados(as) nos rankings de 3 de agosto de 2020. Os rankings e pontos são de 31 de agosto de 2020.[16][17]

Por causa da pandemia, ATP[18] e WTA[19] criaram um sistema de ranking temporário, que engloba 22 meses - ao contrário dos 12 de costume - a fim de não impactar o progresso dos atletas que optarem em não jogar ou jogar parcialmente durante o período. Na prática, se os pontos a defender forem maiores que os pontos conquistados, o tenista mantém os primeiros e a pontuação que entrou no torneio. Caso contrário, ele subtrai os pontos a defender e adiciona os conquistados, ficando com uma nova pontuação.

Em verde, o(s) cabeça(s) de chave campeão(ões). Em vermelho, o(s) vice-campeão(ões).

Simples[editar | editar código-fonte]

Masculino[editar | editar código-fonte]

Cabeça Ranking Jogador Pontos
anteriores
Pontos
a defender
Pontos
conquistados
Nova
pontuação
Eliminado
na
Eliminado por
1 1 Sérvia Novak Djokovic 10.860 180 0 10.860 4ª fase, default Espanha Pablo Carreño Busta [20]
2 3 Áustria Dominic Thiem 7.135 10 2.000 9.125 Campeão
3 5 Rússia Daniil Medvedev 5.890 1.200 720 5.890 SF Áustria Dominic Thiem [2]
4 6 Grécia Stefanos Tsitsipas 5.095 10 90 5.175 3ª fase Croácia Borna Ćorić [27]
5 7 Alemanha Alexander Zverev 3.630 180 1.200 4.650 F Áustria Dominic Thiem [2]
6 8 Itália Matteo Berrettini 2.940 720 180 2.940 4ª fase Rússia Andrey Rublev [10]
7 10 Bélgica David Goffin 2.555 180 180 2.555 4ª fase Canadá Denis Shapovalov [12]
8 11 Espanha Roberto Bautista Agut 2.540 10 90 2.620 3ª fase Canadá Vasek Pospisil
9 13 Argentina Diego Schwartzman 2.265 360 10 2.265 1ª fase Reino Unido Cameron Norrie
10 14 Rússia Andrey Rublev 2.234 180 360 2.414 QF Rússia Daniil Medvedev [3]
11 16 Rússia Karen Khachanov 2.120 10 90 2.200 3ª fase Austrália Alex de Minaur [21]
12 17 Canadá Denis Shapovalov 2.075 90 360 2.345 QF Espanha Pablo Carreño Busta [20]
13 19 Chile Cristian Garín 1.900 45 45 1.900 2ª fase Cazaquistão Mikhail Kukushkin
14 20 Bulgária Grigor Dimitrov 1.885 720 45 1.885 2ª fase Hungria Márton Fucsovics
15 21 Canadá Félix Auger-Aliassime 1.806 10 180 1.976 4ª fase Áustria Dominic Thiem [2]
16 22 Estados Unidos John Isner 1.805 90 10 1.805 1ª fase Estados Unidos Steve Johnson
18 24 Sérvia Dušan Lajović 1.695 45 10 1.695 1ª fase Bielorrússia Egor Gerasimov
19 25 Estados Unidos Taylor Fritz 1.545 10 90 1.625 3ª fase Canadá Denis Shapovalov [12]
20 27 Espanha Pablo Carreño Busta 1.500 90 720 2.130 SF Alemanha Alexander Zverev [5]
21 28 Austrália Alex de Minaur 1.485 180 360 1.665 QF Áustria Dominic Thiem [2]
22 30 Geórgia Nikoloz Basilashvili 1.395 90 10 1.395 1ª fase Austrália John Millman
23 31 Reino Unido Daniel Evans 1.384 90 45 1.384 2ª fase França Corentin Moutet
24 33 Polónia Hubert Hurkacz 1.353 10 45 1.388 2ª fase Espanha Alejandro Davidovich Fokina
25 18 Canadá Milos Raonic 1.950 0 45 1.995 2ª fase Canadá Vasek Pospisil
26 26 Sérvia Filip Krajinović 1.503 10 90 1.583 3ª fase Bélgica David Goffin [7]
27 32 Croácia Borna Ćorić 1.355 45 360 1.670 QF Alemanha Alexander Zverev [5]
28 29 Alemanha Jan-Lennard Struff 1.405 45 90 1.450 3ª fase Sérvia Novak Djokovic [1]
29 36 Argentina Guido Pella 1.310 10 10 1.310 1ª fase Estados Unidos Jeffrey John Wolf [WC]
30 37 Noruega Casper Ruud 1.279 10 90 1.359 3ª fase Itália Matteo Berrettini [6]
31 38 Croácia Marin Čilić 1.225 180 90 1.225 3ª fase Áustria Dominic Thiem [2]
32 39 França Adrian Mannarino 1.191 10 90 1.271 3ª fase Alemanha Alexander Zverev [5]
Desistências[editar | editar código-fonte]
Ranking Jogador Pontos
anteriores
Pontos
a defender
Nova
pontuação
Motivo
2 Espanha Rafael Nadal 9.850 2.000 9.850 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[20]
4 Suíça Roger Federer 6.630 360 6.630 Cirurgia no joelho direito[21]
9 França Gaël Monfils 2.860 360 2.860 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[22]
12 Itália Fabio Fognini 2.400 10 2.400 Priorizou a gira europeia de saibro[22]
15 Suíça Stan Wawrinka 2.185 360 2.185 Priorizou a gira europeia de saibro[22]
23 França Benoît Paire 1.738 45 1.738 Diagnosticado com COVID-19[23][nota 1]
34 Japão Kei Nishikori 1.345 90 1.345 Falta de ritmo de jogo[24]

Feminino[editar | editar código-fonte]

Cabeça Ranking Jogadora Pontos
anteriores
Pontos
a defender
Pontos
conquistados
Nova
pontuação
Eliminada
na
Eliminada por
1 3 Chéquia Karolína Plíšková 5.205 240 70 5.205 2ª fase França Caroline Garcia
2 4 Estados Unidos Sofia Kenin 4.590 130 240 4.700 4ª fase Bélgica Elise Mertens [16]
3 8 Estados Unidos Serena Williams 4.080 1.300 780 4.080 SF Bielorrússia Victoria Azarenka
4 9 Japão Naomi Osaka 4.020 240 2.000 5.780 Campeã
5 11 Bielorrússia Aryna Sabalenka 3.615 70 70 3.615 2ª fase Bielorrússia Victoria Azarenka
6 12 Chéquia Petra Kvitová 3.566 70 240 3.736 4ª fase Estados Unidos Shelby Rogers
7 14 Estados Unidos Madison Keys 2.962 240 130 2.962 3ª fase, ab. França Alizé Cornet
8 15 Croácia Petra Martić 2.850 240 240 2.850 4ª fase Cazaquistão Yulia Putintseva [23]
9 13 Reino Unido Johanna Konta 3.152 430 70 3.152 2ª fase Roménia Sorana Cîrstea
10 16 Espanha Garbiñe Muguruza 2.711 10 70 2.771 2ª fase Bulgária Tsvetana Pironkova [PR]
11 17 Cazaquistão Elena Rybakina 2.471 40 70 2.501 2ª fase Estados Unidos Shelby Rogers
12 19 Chéquia Markéta Vondroušová 2.308 0 70 2.378 2ª fase Bielorrússia Aliaksandra Sasnovich
13 20 Estados Unidos Alison Riske 2.256 70 70 2.256 2ª fase Estados Unidos Ann Li
14 21 Estónia Anett Kontaveit 2.220 130 240 2.330 4ª fase Japão Naomi Osaka [4]
15 22 Grécia Maria Sakkari 2.130 130 240 2.240 4ª fase Estados Unidos Serena Williams [3]
16 18 Bélgica Elise Mertens 2.360 430 430 2.360 QF Bielorrússia Victoria Azarenka
17 23 Alemanha Angelique Kerber 2.040 10 240 2.252 4ª fase Estados Unidos Jennifer Brady [28]
18 24 Croácia Donna Vekić 1.880 430 130 1.880 3ª fase Bulgária Tsvetana Pironkova [PR]
19 25 Ucrânia Dayana Yastremska 1.880 130 70 1.880 2ª fase Estados Unidos Madison Brengle
20 26 Chéquia Karolína Muchová 1.872 130 240 1.982 4ª fase Bielorrússia Victoria Azarenka
21 29 Rússia Ekaterina Alexandrova 1.775 70 70 1.775 2ª fase Estados Unidos Caty McNally
22 28 Estados Unidos Amanda Anisimova 1.775 0 130 1.905 3ª fase Grécia Maria Sakkari [15]
23 35 Cazaquistão Yulia Putintseva 1.525 130 430 1.825 QF Estados Unidos Jennifer Brady [28]
24 37 Polónia Magda Linette 1.482 70 130 1.542 3ª fase Estónia Anett Kontaveit [14]
25 38 China Zhang Shuai 1.475 130 10 1.475 1ª fase Bélgica Ysaline Bonaventure
26 39 Estados Unidos Sloane Stephens 1.453 10 130 1.573 3ª fase Estados Unidos Serena Williams [3]
27 31 Tunísia Ons Jabeur 1.573 130 130 1.573 3ª fase Estados Unidos Sofia Kenin [2]
28 41 Estados Unidos Jennifer Brady 1.395 10 780 2.165 SF Japão Naomi Osaka [4]
29 42 Rússia Veronika Kudermetova 1.388 10 10 1.388 1ª fase Polónia Iga Świątek
30 44 França Kristina Mladenovic 1.335 70 70 1.335 2ª fase Rússia Varvara Gracheva
31 45 Letónia Anastasija Sevastova 1.288 130 70 1.288 2ª fase Ucrânia Marta Kostyuk
32 48 Suécia Rebecca Peterson 1.225 70 10 1.225 1ª fase Bélgica Kirsten Flipkens
Desistências[editar | editar código-fonte]
Ranking Jogadora Pontos
anteriores
Pontos
a defender
Nova
pontuação
Motivo
1 Austrália Ashleigh Barty 8.717 240 8.717 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[25]
2 Roménia Simona Halep 6.356 70 6.356 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[26]
5 Ucrânia Elina Svitolina 4.580 780 4.580 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[27]
6 Canadá Bianca Andreescu 4.555 2.000 4.555 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[28]
7 Países Baixos Kiki Bertens 4.335 130 4.335 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[27]
10 Suíça Belinda Bencic 4.010 780 4.010 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[29]
30 China Wang Qiang 1.706 430 1.706 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[30]
32 Rússia Anastasia Pavlyuchenkova 1.540 70 1.540 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[31]
33 Chéquia Barbora Strýcová 1.530 10 1.530 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[22]
34 Rússia Svetlana Kuznetsova 1.527 10 1.527 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[30]
36 China Zheng Saisai 1.510 10 1.510 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[22]
40 Alemanha Julia Görges 1.423 240 1.423 Priorizou a gira europeia de saibro[22]
43 Letónia Jeļena Ostapenko 1.360 130 1.360 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[30]
47 França Fiona Ferro 1.267 130 1.267 Preocupações com questões relacionadas à COVID-19[32]

Duplas[editar | editar código-fonte]

Convidados à chave principal[editar | editar código-fonte]

Os jogadores a seguir receberam convite para disputar diretamente a chave principal, baseados em seleção interna ou desempenhos recentes.[33]

Simples[editar | editar código-fonte]

Masculino Feminino

Duplas[editar | editar código-fonte]

Masculinas Femininas

Qualificados à chave principal[editar | editar código-fonte]

Por causa da pandemia de COVID-19, para evitar grande circulação de pessoas pelo complexo, a edição de 2020 foi reduzida e não teve qualificatórios.[14]

Dia a dia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: US Open de 2020 - Dia a dia

Eliminações em simples[editar | editar código-fonte]

Masculino[editar | editar código-fonte]

Feminino[editar | editar código-fonte]

Finais[editar | editar código-fonte]

Profissional[editar | editar código-fonte]

Categoria Evento Campeã(s)(o/ões) Vice-campeã(s)(o/ões) Resultado Chave(s)
Simples Masculino Áustria Dominic Thiem Alemanha Alexander Zverev 2–6, 4–6, 6–4, 6–3, 7–66
principal
qualificatório
Feminino Japão Naomi Osaka Bielorrússia Victoria Azarenka 1–6, 6–3, 6–3
principal
qualificatório
Duplas Masculino Croácia Mate Pavić
Brasil Bruno Soares
Países Baixos Wesley Koolhof
Croácia Nikola Mektić
7–5, 6–3
principal
Feminino Alemanha Laura Siegemund
Rússia Vera Zvonareva
Estados Unidos Nicole Melichar
China Xu Yifan
6–4, 6–4
principal

Cadeirante[editar | editar código-fonte]

Categoria Evento Campeã(s)(o/ões) Vice-campeã(s)(o/ões) Resultado Chave
Simples Masculino Japão Shingo Kunieda Reino Unido Alfie Hewett 6–3, 3–6, 7–63
principal
Feminino Países Baixos Diede de Groot Japão Yui Kamiji 6–3, 6–3
principal
Tetraplégico Países Baixos Sam Schröder Austrália Dylan Alcott 7–65, 0–6, 6–4
principal
Duplas Masculino Reino Unido Alfie Hewett
Reino Unido Gordon Reid
França Stéphane Houdet
França Nicolas Peifer
6–4, 6–1
principal
Feminino Japão Yui Kamiji
Reino Unido Jordanne Whiley
Países Baixos Marjolein Buis
Países Baixos Diede de Groot
6–3, 6–3
principal
Tetraplégico Austrália Dylan Alcott
Reino Unido Andy Lapthorne
Países Baixos Sam Schröder
Estados Unidos David Wagner
3–6, 6–4, [10–8]
principal

Notas

  1. Desistiu depois de a chave ser sorteada. Era cabeça 17.

Referências

  1. «2020 Tournament Schedule» (em inglês). usopen.org. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2020 
  2. «Com virada histórica, Thiem enfim fatura seu 1º Slam». tenisbrasil.com.br. 13 de setembro de 2020 
  3. «US Open: Osaka leva 'vareio' no 1º set, mas vira de forma espetacular sobre Azarenka e é bicampeã». espn.com.br. 12 de setembro de 2020 
  4. «Bruno Soares e Mate Pavic vencem nas duplas e são campeões do US Open». superesportes.com.br. 10 de setembro de 2020 
  5. «Laura Siegemund e Vera Zvonareva conquistam US Open nas duplas». gazetaesportiva.com.br. 11 de setembro de 2020 
  6. «US Open to be held behind closed doors after New York governor gives go-ahead» (em inglês). bbc.com. 17 de junho de 2020 
  7. «Adrian Mannarino mystery after Evans follows Norrie out of US Open» (em inglês). theguardian.com. 4 de setembro de 2020 
  8. «Internal Documents Reveal New US Open COVID-19 Protocols» (em inglês). crackedracquets.com. 2 de setembro de 2020 
  9. «Kristina Mladenovic's doubles team out of US Open due to possible coronavirus exposure» (em inglês). espn.com. 5 de setembro de 2020 
  10. «International TV Schedule» (em inglês). usopen.org. Cópia arquivada em 13 de setembro de 2020 
  11. «2020 ATP Tour: Media Guide» (pdf) (em inglês). atptour.com. p. 156 (arquivo); 154 (digitalização). Cópia arquivada (PDF) em 4 de fevereiro de 2020 
  12. «2020 WTA Media Guide» (pdf) (em inglês). wtatennis.com. p. 132 (arquivo online); 130 (digitalização). Cópia arquivada (PDF) em 4 de fevereiro de 2020 
  13. «ITF: regulations for wheelchair tennis 2019» (pdf) (em inglês). O regulamento de 2019 foi o último postado na presente data e, portanto, deve valer também para 2020. itftennis.com. p. 66 (arquivo); 63 (digitalização). Cópia arquivada (PDF) em 4 de fevereiro de 2020 
  14. a b «US Open 2020: No singles qualifying, reduced draws and events, fewer line judges and ball people in plans» (em inglês). firstpost.com. 18 de junho de 2020 
  15. «Chave de duplas do US Open valerá menos pontos». tenisbrasil.com.br. 6 de julho de 2020 
  16. «U.S. Open men's singles entry list» (em inglês). nbcsports.com. 4 de agosto de 2020 
  17. «U.S. Open women's singles entry list» (em inglês). nbcsports.com. 4 de agosto de 2020 
  18. «ATP divulga sistema de rankings em retorno ao tênis». tenisnews.com.br. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2020 
  19. «WTA segue ATP e adapta ranking para 22 meses». tenisnews.com.br. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2020 
  20. «Atual campeão, Nadal não vai disputar o US Open». tenisbrasil.com.br. 4 de agosto de 2020 
  21. «Roger Federer Won't Play in 2020 After Knee Surgery» (em inglês). nytimes.com. 10 de julho de 2020 
  22. a b c d e f «List of Players Missing at the US Open 2020» (em inglês). essentiallysports.com. 28 de agosto de 2020 
  23. «Paire testa positivo para Covid a um dia do US Open». tenisbrasil.com.br. 30 de agosto de 2020 
  24. «Nishikori está livre da Covid, mas não joga o US Open». tenisbrasil.com.br. 26 de agosto de 2020 
  25. «Número 1, Barty não joga US Open por risco de Covid». tenisbrasil.com.br. 29 de julho de 2020 
  26. «Halep anuncia que não disputará o US Open em 2020». tenisbrasil.com.br. 17 de agosto de 2020 
  27. a b «Svitolina e Bertens ampliam as baixas no US Open». tenisbrasil.com.br. 7 de agosto de 2020 
  28. «Atual campeã, Bianca Andreescu desiste do US Open». tenisbrasil.com.br. 13 de agosto de 2020 
  29. «Bencic é a quinta top 10 a desistir do US Open». tenisbrasil.com.br. 15 de julho de 2020 
  30. a b c «Ostapenko e Wang ampliam baixas para o US Open». tenisbrasil.com.br. 2 de agosto de 2020 
  31. «Pavlyuchenkova, 30ª do ranking, não joga o US Open». tenisbrasil.com.br. 5 de agosto de 2020 
  32. «Campeã de Palermo também está fora do US Open». tenisbrasil.com.br. 13 de agosto de 2020 
  33. «Former champs Andy Murray, Kim Clijsters headline 2020 US Open singles wild cards» (em inglês). usopen.org. 6 de agosto de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]