Ashleigh Barty

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tenista Ashleigh Barty
Sydney International WTA Players Cruise (31974227527) (cropped 2).jpg
Barty em 2019
Alcunha(s) Ash
País Austrália
Data de nascimento 24 de abril de 1996 (26 anos)
Local de nasc. Ipswich, Austrália
Altura 1,66 m
Profissionalização 2010
Aposentadoria 23/03/2022
Prize money US$ 23.829.071
Simples
Vitórias-Derrotas 305–102
Títulos 15 WTA, 4 ITF
Melhor ranking 1ª (24/06/2019)
Open da Austrália V (2022)
Roland Garros V (2019)
Wimbledon V (2021)
US Open 4R (2018, 2019)
WTA Championships V (2019)
Jogos Olímpicos QF (2020)
Duplas
Vitórias-Derrotas 200–64
Títulos 12 WTA, 9 ITF
Melhor ranking 5ª (21/05/2018)
Open da Austrália F (2013)
Roland Garros F (2017)
Wimbledon F (2013)
US Open V (2018)
Tour Finals SF (2018)
Jogos Olímpicos QF (2020)
Duplas Mistas
Open da Austrália 2R (2014)
Roland-Garros 1R (2013)
Wimbledon QF (2013)
US Open QF (2014)
Jogos Olímpicos SF (2020)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Tóquio 2020 Mistas
Última atualização em: 31 de março de 2022.

Ashleigh Barty (Ipswich, 24 de abril de 1996) é uma ex-tenista profissional australiana, tendo sido a número 1 de simples no ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA). Foi campeã do torneio de Roland Garros em 2019[1]. Além de tenista, ela também é jogadora de críquete.

Barty ganhou atenção da imprensa ao chegar na final de duplas do Australian Open de 2013, em parceria com Casey Dellacqua. Esta equipe também atingiu as finais de Wimbledon e do US Open de 2013, fazendo de Barty uma das mais bem sucedidas debutantes da história na WTA. A australiana ainda conquistou o torneio de simples juvenil de Wimbledon, em 2013, além de dois WTA de duplas.

Em setembro de 2014, parou de jogar tênis por tempo indeterminado.[2] Em outubro de 2015, anunciou que iria jogar profissionalmente críquete, assinando contrato com o Brisbane Heat, da liga australiana.[3] Em fevereiro de 2016, resolveu retornar ao circuito tenístico.[4]

Em 10 de julho de 2021, conquistou seu primeiro título de simples do Torneio de Wimbledon a derrotar Karolina Pliskova por 2–1 em sets com parciais de 6–3, 6–7 e 6–3.[5] No mesmo ano, foi medalha de bronze nas duplas mistas dos Jogos Olímpicos de Verão de 2020 em Tóquio.[6]

Em 29 de janeiro de 2022, foi campeã do Australian Open, vencendo Danielle Collins na final por 6–3, 7–6.[7] Sem jogar desde então, Barty anunciou aposentadoria em 23 de março de 2022.[8]

Finais[editar | editar código-fonte]

Circuito WTA[editar | editar código-fonte]

Simples: 21 (15 títulos, 6 vices)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Torneio Cidade/país Categoria Piso Adversária Resultado
Venceu 15–6 01/2022 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália Grand Slam duro Estados Unidos Danielle Collins 6–3, 7–62
Venceu 14–6 01/2022 Adelaide International 1 Austrália Adelaide, Austrália WTA 500 duro Cazaquistão Elena Rybakina 6–3, 6–2
Venceu 13–6 08/2021 Western & Southern Open Estados Unidos Cincinnati, Estados Unidos WTA 1000 duro Suíça Jil Teichmann 6–3, 6–1
Venceu 12–6 07/2021 Wimbledon Reino Unido Londres, Reino Unido Grand Slam grama Chéquia Karolína Plíšková 6–3, 46–7, 6–3
Perdeu 11–6 05/2021 Mutua Madrid Open Espanha Madri, Espanha WTA 1000 saibro Bielorrússia Aryna Sabalenka 0–6, 6–3, 4–6
Venceu 11–5 04/2021 Porsche Tennis Grand Prix Alemanha Stuttgart, Alemanha WTA 500 saibro (coberto) Bielorrússia Aryna Sabalenka 3–6, 6–0, 6–3
Venceu 10–5 04/2021 Miami Open Estados Unidos Miami, Estados Unidos WTA 1000 duro Canadá Bianca Andreescu 6–3, 4–0, ab.
Venceu 9–5 02/2021 Yarra Valley Classic Austrália Melbourne, Austrália WTA 500 duro Espanha Garbiñe Muguruza 7–63, 6–4
Venceu 8–5 01/2020 Adelaide International Austrália Adelaide, Austrália Premier duro Ucrânia Dayana Yastremska 6–2, 7–5
Venceu 7–5 11/2019 Shiseido WTA Finals Shenzhen China Shenzhen, China Fim de temporada duro (coberto) Ucrânia Elina Svitolina 6–4, 6–3
Perdeu 6–5 10/2019 China Open China Pequim, China Premier Mandatory duro Japão Naomi Osaka 6–3, 3–6, 2–6
Venceu 6–4 06/2019 Nature Valley Classic Reino Unido Birmingham, Reino Unido Premier grama Alemanha Julia Görges 6–3, 7–5
Venceu 5–4 06/2019 Roland Garros França Paris, França Grand Slam saibro Chéquia Markéta Vondroušová 6–1, 6–3
Venceu 4–4 03/2019 Miami Open Estados Unidos Miami, Estados Unidos Premier Mandatory duro Chéquia Karolína Plíšková 7–61, 6–3
Perdeu 3–4 01/2019 Sydney International Austrália Sydney, Austrália Premier duro Chéquia Petra Kvitová 6–1, 5–7, 36–7
Venceu 3–3 11/2018 Hengqin Life WTA Elite Trophy Zhuhai China Zhuhai, China Fim de temporada duro (coberto) China Wang Qiang 6–3, 6–4
Venceu 2–3 06/2018 Nature Valley Open Reino Unido Nottingham, Reino Unido International grama Reino Unido Johanna Konta 6–3, 3–6, 6–4
Perdeu 1–3 01/2018 Sydney International Austrália Sydney, Austrália Premier duro Alemanha Angelique Kerber 4–6, 4–6
Perdeu 1–2 09/2017 Dongfeng Motor Wuhan Open China Wuhan, China Premier 5 duro França Caroline Garcia 7–63, 46–7, 2–6
Perdeu 1–1 06/2017 Aegon Classic Birmingham Reino Unido Birmingham, Reino Unido Premier grama Chéquia Petra Kvitová 6–4, 3–6, 2–6
Venceu 1–0 03/2017 Alya WTA Malaysian Open Malásia Kuala Lumpur, Malásia International duro Japão Nao Hibino 6–3, 6–2

Duplas: 21 (12 títulos, 9 vices)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Torneio Cidade/país Categoria Piso Parceira Adversárias Resultado
Venceu 12–9 01/2022 Adelaide International 1 Austrália Adelaide, Austrália WTA 500 duro Austrália Storm Sanders Croácia Darija Jurak Schreiber
Eslovénia Andreja Klepač
6–1, 6–4
Venceu 11–9 04/2021 Porsche Tennis Grand Prix Alemanha Stuttgart, Alemanha WTA 500 saibro (coberto) Estados Unidos Jennifer Brady Estados Unidos Desirae Krawczyk
Estados Unidos Bethanie Mattek-Sands
6–4, 5–7, [10–5]
Perdeu 10–9 01/2020 Brisbane International Austrália Brisbane, Austrália Premier duro Países Baixos Kiki Bertens Taipé Chinesa Hsieh Su-wei
Chéquia Barbora Strýcová
6–3, 76–7, [8–10]
Perdeu 10–8 09/2019 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Bielorrússia Victoria Azarenka Bielorrússia Aryna Sabalenka
Bélgica Elise Mertens
5–7, 5–7
Venceu 10–7 05/2019 Internazionali BNL d'Italia Itália Roma, Itália Premier 5 saibro Bielorrússia Victoria Azarenka Alemanha Anna-Lena Grönefeld
Países Baixos Demi Schuurs
4–6, 6–0, [10–3]
Venceu 9–7 09/2018 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Estados Unidos Coco Vandeweghe Hungria Tímea Babos
França Kristina Mladenovic
3–6, 7–62, 7–66
Venceu 8–7 08/2018 Coupe Rogers Canadá Montreal, Canadá Premier 5 duro Países Baixos Demi Schuurs Taipé Chinesa Latisha Chan
Rússia Ekaterina Makarova
4–6, 6–3, [10–8]
Venceu 7–7 05/2018 Internazionali BNL d'Italia Itália Roma, Itália Premier 5 saibro Países Baixos Demi Schuurs Chéquia Andrea Sestini Hlaváčková
Chéquia Barbora Strýcová
6–3, 6–4
Venceu 6–7 04/2018 Miami Open Estados Unidos Miami, Estados Unidos Premier Mandatory duro Estados Unidos Coco Vandeweghe Chéquia Barbora Krejčíková
Chéquia Kateřina Siniaková
6–2, 6–1
Perdeu 5–7 08/2017 Connecticut Open Estados Unidos New Haven, Estados Unidos Premier duro Austrália Casey Dellacqua Canadá Gabriela Dabrowski
China Xu Yifan
6–3, 3–6, [10–8]
Perdeu 5–6 07/2017 Aegon International Eastbourne Reino Unido Eastbourne, Reino Unido Premier grama Austrália Casey Dellacqua Taipé Chinesa Chan Yung-jan
Suíça Martina Hingis
3–6, 5–7
Venceu 5–5 06/2017 Aegon Classic Birmingham Reino Unido Birmingham, Reino Unido Premier grama Austrália Casey Dellacqua Taipé Chinesa Chan Hao-ching
China Zhang Shuai
6–1, 2–6, [10–8]
Perdeu 4–5 06/2017 Roland Garros França Paris, França Grand Slam saibro Austrália Casey Dellacqua Estados Unidos Bethanie Mattek-Sands
Chéquia Lucie Šafářová
2–6, 1–6
Venceu 4–4 05/2017 Internationaux de Strasbourg França Estrasburgo, França International saibro Austrália Casey Dellacqua Taipé Chinesa Chan Hao-ching
Taipé Chinesa Chan Yung-jan
6–4, 6–2
Venceu 3–4 03/2017 Alya WTA Malaysian Open Malásia Kuala Lumpur, Malásia International duro Austrália Casey Dellacqua Estados Unidos Nicole Melichar
Japão Makoto Ninomiya
7–65, 6–3
Perdeu 2–4 06/2014 Aegon Classic Reino Unido Birmingham, Reino Unido Premier grama Austrália Casey Dellacqua Estados Unidos Raquel Kops-Jones
Estados Unidos Abigail Spears
16–7, 1–6
Venceu 2–3 05/2014 Internationaux de Strasbourg França Estrasburgo, França International saibro Austrália Casey Dellacqua Argentina Tatiana Búa
Chile Daniela Seguel
4–6, 7–5, [10–4]
Perdeu 1–3 09/2013 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Austrália Casey Dellacqua Chéquia Andrea Hlaváčková
Chéquia Lucie Hradecká
7–64, 1–6, 4–6
Perdeu 1–2 07/2013 Wimbledon Reino Unido Londres, Reino Unido Grand Slam grama Austrália Casey Dellacqua Taipé Chinesa Hsieh Su-wei
China Peng Shuai
16–7, 1–6
Venceu 1–1 06/2013 Aegon Classic Reino Unido Birmingham, Reino Unido International grama Austrália Casey Dellacqua Zimbabwe Cara Black
Nova Zelândia Marina Erakovic
7–5, 6–4
Perdeu 0–1 01/2013 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália Grand Slam duro Austrália Casey Dellacqua Itália Sara Errani
Itália Roberta Vinci
2–6, 6–3, 2–6

Grand Slam juvenil[editar | editar código-fonte]

Simples: 1 (1 título)[editar | editar código-fonte]

Posição Ano Campeonato Piso Oponente Placar
Campeã 2011 Reino Unido Wimbledon grama Rússia Irina Khromacheva 7–5, 7–63

Referências

  1. Ramalho, Elcio (8 de junho de 2019). «Ashleigh Barty vence tcheca e é nova campeã de Roland Garros». RFI.FR. Consultado em 29 de julho de 2019 
  2. «Rising star Ashleigh Barty lost to tennis» (em inglês). The Australian. 19 de setembro de 2014 
  3. «Former tennis star Ash Barty set to announce she has signed a one-year cricket contract» (em inglês). The Courier Mail. 12 de outubro de 2015 
  4. «Após tentar críquete, promessa australiana retorna». TenisBrasil. 8 de fevereiro de 2016 
  5. Futterman, Matthew (10 de julho de 2021). «Ashleigh Barty Wins Wimbledon Women's Singles Title». The New York Times (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2021 
  6. Barty se emociona com inédita medalha olímpica
  7. Clarke, Liz (29 de janeiro de 2022). «Ashleigh Barty wins Australian Open, capturing third Grand Slam singles title». The Washington Post (em inglês). Consultado em 29 de janeiro de 2022 
  8. «Aos 25 anos, número 1 Barty anuncia aposentadoria». tenisbrasil.com.br. 22 de março de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ashleigh Barty
Ícone de esboço Este artigo sobre tenista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Precedido por
Naomi Osaka
Naomi Osaka
Nº 1 do mundo da WTA (simples)
24 de junho de 2019 – 11 de agosto de 2019
9 de setembro de 2019 – 28 de março de 2022
Sucedido por
Naomi Osaka
Iga Świątek