Robert Farah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tenista Robert Farah
Farah RG18 (12) (42260444914) (cropped).jpg
Farah durante Roland Garros de 2018
País  Colômbia
Residência Bogotá, Colômbia
Data de nascimento 20 de janeiro de 1987 (33 anos)
Local de nasc. Montreal, Canadá
Altura 1,93 m
Peso 89 kg
Treinado por Jeff Coetzee
Profissionalização 2010
Mão destro (backhand de duas mãos)
Prize money US$ 3.742.771
Simples
Vitórias-Derrotas 4–9
Títulos 0
Melhor ranking 163º (06/06/2011)
Open da Austrália Q2 (2011)
Roland Garros Q2 (2011, 2012)
Wimbledon Q1 (2011, 2012)
US Open 1R (2011)
Torneios principais
Duplas
Vitórias-Derrotas 281–166
Títulos 16
Melhor ranking 1º (15/07/2019)
Open da Austrália F (2018)
Roland Garros SF (2017, 2019)
Wimbledon W (2019)
US Open W (2019)
Torneios principais de duplas
Tour Finals SF (2018, 2019)
Jogos Olímpicos 2R (2016)
Duplas Mistas
Títulos 0
Resultados de Grand Slam de Duplas Mistas
Open da Austrália QF (2019)
Roland-Garros F (2017)
Wimbledon F (2016)
US Open SF (2016)
Torneios principais de duplas mistas
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Ouro Guadalajara 2011 Simples
Ouro Guadalajara 2011 Duplas
Última atualização em: 10 de março de 2020.

Robert Farah Maksoud mais conhecido como Robert Farah (Cali, 6 de novembro de 1987) é um tenista profissional colombiano. Já atingiu a marca de nº1 do mundo e ganhou 16 títulos de duplas, sendo dois Grand Slam.

Circuito ATP[editar | editar código-fonte]

A consistente parceria em duplas com o compatriota Juan Sebastián Cabal começou no Torneio de Wibledon de 2011, quando derrotou o par composto pelo paquistanês Aisam Qureshi e o indiano Rohan Bopanna (números 8 e 9 no mundo à época, respectivamente), em uma dura partida de três sets que terminou em 21 a 19 na parcial final. O revés viria na fase seguinte.

No Australian Open de 2013, Farah e Cabal chegaram a sua primeira participação em quartas de final.

Em 2016, Farah atingiu a primeira final de slam, nas duplas mistas, ao lado da alemã Anna-Lena Grönefeld. Perderam em sets diretos para Henri Kontinen, da Finlândia, e Heather Watson, no Reino Unido.

Em 2017, os colombianos atingiram a primeira semifinal em major de duplas masculinas no Torneio de Roland Garros. No mesmo evento, nova final de mistas ao lado de Grönefeld, e oura derrota, agora para Rohan Bopanna e Gabriela Dabrowski, em 3 sets.

Em julho de 2018, Farah recebeu uma suspensão de três meses e multa de £ 3.800 por promover um site de apostas em sua conta pessoa no Twitter. Só cumpriria a pena se ocorresse outras violações previstas pelo órgão anti-corrupção do tênis, o TIU.[1]

Exato um ano após esse ocorrido, Farah e Cabal conquistaram o primeiro Grand Slam de duplas, no Torneio de Wimbledon de 2019, derrotandoos franceses Nicolas Mahut e Édouard Roger-Vasselin em uma dramática partida de 5 sets, que demandou 4 tie-breaks. A vitória resultou na ascenção dos colombianos a nº 1 do mundo na segunda-feira seguinte após Wimbledon.[2]

Em outubro de 2019, Farah testou positivo para o esteóide anabolizante boldenona. Foi preventivamente suspenso de torneios oficias a partir de 14 de janeiro de 2020, ausentando-se do Australian Open de 2020.[3] O jogador argumentou que ingeriu a substância em uma carne colombiana. Em fereveiro, a ITF (Federação Internacional de Tênis) decidiu não bani-lo, alegando que ele "não tem culpa ou negligência pela violação".[4]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Masters 1000 finais[editar | editar código-fonte]

Duplas: 1 (0–1)[editar | editar código-fonte]

Posição Ano Campeonato Piso Parceiro Oponentes Placar
Vice 2014 Miami Duro Colômbia Juan Sebastián Cabal Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
7-6(10–8), 6-4

ATP finals[editar | editar código-fonte]

Duplas: 9 (3 títulos, 6 vices)[editar | editar código-fonte]

Legenda
Grand Slam (0–0)
ATP World Tour Finals (0–0)
ATP World Tour Masters 1000 (0–1)
ATP World Tour 500 Series (1–0)
ATP World Tour 250 Series (2–5)
Finais por Piso
Duro (1–2)
Saibro (2–4)
Grama (0–0)
Carpete (0–0)
Posição N. Data Torneio Piso Parceiro Oponentes Placar
Vice 1. 22 Julho 2012 Swiss Open, Gstaad, Suíça Saibro Colômbia Santiago Giraldo Espanha Marcel Granollers
Espanha Marc López
4–6, 6–7(9–11)
Vice 2. 25 Maio 2013 Open de Nice Côte d'Azur, Nice, França Saibro Colômbia Juan Sebastián Cabal Suécia Johan Brunström
África do Sul Raven Klaasen
3–6, 2–6
Vice 3. 5 Janeiro 2014 Brisbane International, Brisbane, Austrália Duro Colômbia Juan Sebastián Cabal Polónia Mariusz Fyrstenberg
Canadá Daniel Nestor
7–6(7–4), 4–6, [7–10]
Vice 4. 9 Fevereiro 2014 Chile Open, Viña del Mar, Chile Saibro Colômbia Juan Sebastián Cabal Áustria Oliver Marach
Roménia Florin Mergea
3–6, 4–6
Campeão 1. 23 Fevereiro 2014 Rio Open, Rio de Janeiro, Brasil Saibro Colômbia Juan Sebastián Cabal Espanha David Marrero
Brasil Marcelo Melo
6–4, 6–2
Vice 5. 2 Março 2014 Brasil Open, São Paulo, Brasil Saibro (i) Colômbia Juan Sebastián Cabal Espanha Guillermo García-López
Áustria Philipp Oswald
7–5, 4–6, [13–15]
Vice 6. 29 Março 2014 Sony Open Tennis, Miami, EUA Duro Colômbia Juan Sebastián Cabal Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
6–7(8–10), 4–6
Campeão 2. 23 Agosto 2014 Winston-Salem Open, Winston-Salem, EUA Duro Colômbia Juan Sebastián Cabal Reino Unido Jamie Murray
Austrália John Peers
6–3, 6–4
Campeão 3. 15 Fevereiro 2015 Brasil Open, São Paulo, Brasil Saibro Colômbia Juan Sebastián Cabal Itália Paolo Lorenzi
Argentina Diego Schwartzman
6–4, 6–2

ATP Challenger e ITF Futures[editar | editar código-fonte]

Simples Titles (3)[editar | editar código-fonte]

Legenda
ATP Challenger Series (1)
ITF Futures Series (2)
N. Data Torneio Piso Oponente na final Placar da final
1. 07.06.2010 Venezuela Venezuela F1, Venezuela Duro Peru Iván Miranda 6–3, 7–6(3)
2. 21.06.2010 Venezuela Venezuela F3, Venezuela Duro Equador Iván Endara 6–4, 6–2
3. 12.07.2010 Colômbia Seguros Bolivar Open Bogotá, Colombia Saibro Colômbia Carlos Salamanca 6–3, 2–6, 7–6(3)

Referências

  1. «Robert Farah suspended for three months for endorsing betting» (em inglês). bbc.com. 13 de julho de 2018 
  2. «Colombian History: Cabal/Farah Triumph In Wimbledon Final Thriller» (em inglês). atptour.com. 13 de julho de 2019 
  3. «Nº 1 de duplas, Farah também é suspenso por doping». tenisbrasil.com.br. 14 de janeiro de 2020 
  4. «Farah é absolvido pela ITF e já pode voltar a jogar». tenisbrasil.com.br. 10 de fevereiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Robert Farah