John Isner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista John Isner
John Isner.jpg
John Isner sacando
País  Estados Unidos
Residência Tampa Bay, E.U.A.
Data de nasc. 26 de abril de 1985 (31 anos)
Local de nasc. Greensboro, E.U.A.
Altura 2,06 m
Peso 111 kg
Profissionalização 2007
Prize money US$ 9,229,493 Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 298–184
Títulos 4
Melhor ranking Nº 9 (16 de abril de 2012)
Ranking atual simples Nº 11 29 de fevereiro de 2016)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália 4R (2010, 2016)
Open da França 4R (2014)
Wimbledon 3R (2014, 2015)
U.S. Open QF (2011)
Duplas
Vitórias-Derrotas 86–78
Títulos 3
Melhor ranking Nº 26 (2 de abril de 2012)
Última atualização em: 2 de março de 2016.

John Isner (Greensboro, 26 de abril de 1985) é um tenista profissional norte-americano.

É especialista em quadras rápidas, principalmente as hards americanas, Isner é conhecido pelo seu potente saque, que costuma lhe conferir dezenas de aces durante as partidas.

Em simples, Isner já conquistou 10 títulos de torneios ATP na carreira, dos quais 8 foram em solo norte-americano. Os únicos troféus conquistados fora dos Estados Unidos foram no ATP 250 de Auckland, na Nova Zelândia. Já dos 10 vices, nove foram nos EUA.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 2007, avançou no ranking da ATP, saindo da lista dos top 800 para a dos top 200 do mundo. Sua primeira grande aparição foi no ATP de Washington, onde entrou como o nº 416 do mundo, mas derrotou o ex-top 10 Tim Henman, o top 50 Benjamin Becker, o nº 12 do mundo Tommy Haas, e Gael Monfils e só foi derrotado na final pelo então nº 5 do mundo, o também norte-americano Andy Roddick. No mesmo ano, fez boa campanha no Aberto dos Estados Unidos, mas foi parado por Roger Federer, não sem antes ganhar um set do então número 1 do mundo.

Em 2008, após boa campanha no ATP de San José, chegou ao Top 100 pela primeira vez. Depois disto, porém, oscilou no ranking até agosto de 2009, onde chegou pela primeira vez ao top 50 mundial, e posteriormente se estabeleceu.

Já em 2010, atingiu o ápice na carreira, após conseguir chegar ao quarta rodada de sua chave no Open da Austrália e a terceira no Open da França, subindo para o número 19 no ranking mundial. Nas duplas, venceu o ATP 500 de Memphis e foi vice-campeão do Masters 1000 de Roma.

Em 2011, venceu os ATPs 250 de Newport e Winston-Salem, chegou à semifinal do Masters 1000 de Paris e às quartas-de-final do US Open. Encerrou o ano de 2011 como o número 18 do mundo em simples.[1]. Nas duplas, venceu o torneio do Masters 1000 de Roma.

Na primeira quinzena de abril de 2012, mesmo empurrado pela torcida, Isner (então 10° do mundo e cabeça de chave n° 2 do torneio) perde para o tenista argentino Juan Mónaco na final do ATP 250 de Houston, nos EUA.[1] Esta foi a primeira vitória de Mónaco sobre Isner.

Na primeira quinzena de abril de 2013, empurrado pela torcida, Isner conquistou o título do ATP 250 de Houston, nos EUA, ao superar o espanhol Nicolás Almagro na final, por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/5, em 1h21m de partida. Este foi o primeiro troféu de Isner no saibro e o sexto título de simples da carreira.[2]

Partida mais longa da história[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2010, no torneio de Wimbledon, fez a partida de tênis mais longa da história, que durou 9 horas e 58 minutos (até o adiamento), jogando contra o francês Nicolas Mahut. Com o jogo empatado em dois sets a dois (6–4, 3–6, 6–7(7), 7–6(3)), o quinto set teve de ser interrompido quando este já contava 59–59 por falta de luz e adiado para o dia seguinte.[3] [4]

Cquote1.svg Isto nunca mais vai acontecer. Não sei o que dizer. Ele sacou incrivelmente, eu saquei incrivelmente. Gostaria de ver as estatísticas. Cquote2.svg
disse Isner

Com a continuação do jogo, no dia 24 de junho, Isner bateu o recorde de maior número de aces, 112, numa só partida, conseguindo a vitória por 70–68, depois de 11 horas e 5 minutos.[4] [5] Ambos foram premiados pela "batalha" que foi considerada o confronto.[6] [7]

Desempenho em Torneios[editar | editar código-fonte]

Finais em simples: 20 (10 títulos, 10 vices)[editar | editar código-fonte]

Legenda
Grand Slam (0–0)
ATP World Tour Finals (0–0)
ATP Masters 1000 (0–2)
ATP 500 (0–3)
ATP 250 (10–5)
Títulos por superfície
Dura (7-8)
Grama (1-2)
Saibro (2-0)
Carpete (0-0)
Resultado No. Data Torneio Superfície Oponente Placar
Vice 1. 5 de agosto de 2007 Washington, Estados Unidos Dura Estados Unidos Andy Roddick 4–6, 6–7(4–7)
Campeão 1. 16 de janeiro de 2010 Auckland, Nova Zelândia Dura França Arnaud Clément 6–3, 5–7, 7–6(7–2)
Vice 2. 21 de fevereiro de 2010 Memphis, Estados Unidos Dura (i) Estados Unidos Sam Querrey 7–6(7–3), 6–7(5–7), 3–6
Vice 3. 9 de maio de 2010 Belgrado, Sérvia Saibro Estados Unidos Sam Querrey 6–3, 6–7(4–7), 4–6
Vice 4. 25 de julho de 2010 Atlanta, Estados Unidos Dura Estados Unidos Mardy Fish 6–4, 4–6, 6–7(4–7)
Campeão 2. 10 de julho de 2011 Newport, Estados Unidos Grama Bélgica Olivier Rochus 6–3, 7–6(8–6)
Vice 5. 24 de julho de 2011 Atlanta, Estados Unidos (2) Dura Estados Unidos Mardy Fish 6–3, 6–7(6–8), 2–6
Campeão 3. 27 de agosto de 2011 Winston-Salem, Estados Unidos Dura França Julien Benneteau 4–6, 6–3, 6–4
Vice 6. 18 de março de 2012 Indian Wells, United States Dura Suíça Roger Federer 6–7(7–9), 3–6
Vice 7. 15 de abril de 2012 Houston, Estados Unidos Saibro Argentina Juan Mónaco 2–6, 6–3, 3–6
Campeão 4. 15 de julho de 2012 Newport, Estados Unidos (2) Grama Austrália Lleyton Hewitt 7–6(7–1), 6–4
Campeão 5. 25 de agosto de 2012 Winston-Salem, Estados Unidos (2) Dura República Checa Tomáš Berdych 3–6, 6–4, 7–6(11–9)
Campeão 6. 14 de abril de 2013 Houston, Estados Unidos Saibro Espanha Nicolás Almagro 6–3, 7–5
Campeão 7. 28 de julho de 2013 Atlanta, Estados Unidos Dura África do Sul Kevin Anderson 6–7(3–7), 7–6(7–2), 7–6(7–2)
Vice 8. 4 de agosto de 2013 Washington, Estados Unidos (2) Dura Argentina Juan Martín del Potro 6–3, 1–6, 2–6
Vice 9. 18 de agosto de 2013 Cincinnati, Estados Unidos Dura Espanha Rafael Nadal 6–7(8–10), 6–7(3–7)
Campeão 8. 11 de janeiro de 2014 Auckland, Nova Zelândia (2) Dura Taipei chinesa Lu Yen-hsun 7–6(7–4), 7–6(9–7)
Campeão 9. 27 de julho de 2014 Atlanta, Estados Unidos (2) Dura Israel Dudi Sela 6–3, 6–4
Campeão 10. 2 de agosto de 2015 Atlanta, Estados Unidos (3) Dura Chipre Marcos Baghdatis 6–3, 6–3
Vice 10. 8 de agosto de 2015 Washington, Estados Unidos (3) Dura Japão Kei Nishikori 6–4, 4–6, 4–6

Finais em duplas: 6 (3 títulos, 3 vices)[editar | editar código-fonte]

Legenda
Grand Slam (0–0)
ATP World Tour Finals (0–0)
ATP Masters 1000 (1–2)
ATP 500 (1–0)
ATP 250 (1–1)
Títulos por superfície
Dura (1-1)
Grama (1-2)
Saibro (1-0)
Carpete (0-0)
Resultado No. Data Torneio Superfície Parceiro Oponentes Placar
Campeão 1. 7 de julho de 2008 Newport, Estados Unidos Grama Estados Unidos Mardy Fish Índia Rohan Bopanna
Paquistão Aisam-ul-Haq Qureshi
6–4, 7–6(7–1)
Campeão 2. 21 de fevereiro de 2010 Memphis, Estados Unidos Dura Estados Unidos Sam Querrey Reino Unido Ross Hutchins
Austrália Jordan Kerr
6–4, 6–4
Vice 1. 2 de maio de 2010 Roma, Itália Saibro Estados Unidos Sam Querrey Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
2–6, 3–6
Vice 2. 9 de abril de 2011 Houston, Estados Unidos Saibro Estados Unidos Sam Querrey Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
7–6(7–4), 2–6, [5–10]
Campeão 3. 15 de maio de 2011 Roma, Itália (2) Saibro Estados Unidos Sam Querrey Estados Unidos Mardy Fish
Estados Unidos Andy Roddick
w/o
Vice 3. 18 de março de 2012 Indian Wells, Estados Unidos Dura Estados Unidos Sam Querrey Espanha Marc López
Espanha Rafael Nadal
2–6, 6–7(3–7)

Vitórias sobre tenistas top 10[editar | editar código-fonte]

Temporada 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Total
Vitórias 0 0 3 1 1 6 3 0 3 17
# Jogador Rank Evento Superfície Rd Placar
2009
1. França Gaël Monfils 9 Indian Wells, Estados Unidos Dura 2R 6–7(5–7), 6–1, 6–4
2. França Jo-Wilfried Tsonga 7 Washington, Estados Unidos Dura 2R 4–6, 7–6(7–2), 7–6(7–4)
3. Estados Unidos Andy Roddick 5 US Open, Nova Iorque, Estados Unidos Dura 3R 7–6(7–3), 6–3, 3–6, 5–7, 7–6(7–5)
2010
4. Rússia Nikolay Davydenko 6 Pequim, China Dura QF 7–6(7–2), 6–4
2011
5. Espanha David Ferrer 5 Paris, França Dura (i) QF 6–3, 3–6, 6–3
2012
6. Suíça Roger Federer 3 Copa Davis, Friburgo, Suiça Saibro (i) RR 4–6, 6–3, 7–6(7–4), 6–2
7. Sérvia Novak Djokovic 1 Indian Wells, Estados Unidos Dura SF 7–6(9–7), 3–6, 7–6(7–5)
8. França Jo-Wilfried Tsonga 6 Copa Davis, Roquebrune-Cap-Martin, França Saibro RR 6–3, 7–6(7–4), 5–7, 6–3
9. Sérvia Janko Tipsarević 8 Olimpíadas, Londres, Inglaterra Grama 3R 7–5, 7–6(16–14)
10. França Jo-Wilfried Tsonga 6 Winston-Salem, Estados Unidos Dura SF 6–4, 3–6, 7–6(7–3)
11. República Checa Tomáš Berdych 7 Winston-Salem, Estados Unidos Dura F 3–6, 6–4, 7–6(11–9)
2013
12. Canadá Milos Raonic 10 Cincinnati, Estados Unidos Dura 3R 7–6(7–5), 6–4
13. Sérvia Novak Djokovic 1 Cincinnati, Estados Unidos Dura QF 7–6(7–5), 3–6, 7–5
14. Argentina Juan Martín del Potro 7 Cincinnati, Estados Unidos Dura SF 6–7(5–7), 7–6(11–9), 6–3
2015
15. Canadá Milos Raonic 6 Miami, Estados Unidos Dura 4R 6–7(3–7), 7–6(8–6), 7–6(7–5)
16. Japão Kei Nishikori 5 Miami, Estados Unidos Dura QF 6–4, 6–3
17. Suíça Roger Federer 2 Paris, França Dura (i) 3R 7–6(7–3), 3–6, 7–6(7–5)

Referências

  1. «Juan Mónaco vence John Isner e conquista o ATP de Houston». Consultado em 2015-08-09. 
  2. «John Isner bate Nicolás Almagro e leva o título do ATP de Houston». Consultado em 2015-08-09. 
  3. GloboEsporte.Globo.com (23/06/2010). «Jogo mais longo da história é adiado por falta de luz após 10 horas de disputa». Consultado em 24 de junho de 2010. 
  4. a b Correio da Manhã (23/06/2010). «O duelo interminável». Consultado em 24 de junho de 2010. 
  5. Wimbledon.org (23/06/2010). «Match Statistics» (em inglês). Consultado em 24 de junho de 2010. 
  6. autor= Rickey.org «John Isner beats Nicolas Mahut at Wimbledon after 11 Hours and 5 Minutes» Verifique |url= (Ajuda) (em inglês). 24/06/2010. Consultado em 24 de junho de 2010. 
  7. autor= NBCSports.MSNBC.com «Over! Isner beats Mahut in 11-hour-plus duel» Verifique |url= (Ajuda) (em inglês). 24/06/2010. Consultado em 24 de junho de 2010. 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre John Isner

Ligações externas[editar | editar código-fonte]