Anderson Martins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anderson Martins
Anderson Martins
Anderson Martins em 2011
Informações pessoais
Nome completo Anderson Vieira Martins
Data de nasc. 21 de agosto de 1987 (30 anos)
Local de nasc. Fortaleza, Brasil
Altura 1,84 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Vasco da Gama
Número 4
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
19992006 Vitória
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20062010
2011
20112016
2014
20152016
20162017
2017
Vitória
Vasco da Gama
Al-Jaish
Corinthians (emp.)
Al-Gharafa (emp.)
Umm Salal
Vasco da Gama
0167 0000(0)
0042 0000(2)
0074 0000(8)
0021 0000(1)
0022 0000(0)
0019 0000(1)
0014 0000(0)
Seleção nacional
2005 Brasil Sub-18 0003 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 3 de dezembro de 2017.

Anderson Vieira Martins.(Fortaleza, 21 de agosto de 1987) é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente, joga no Vasco da Gama

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vitória[editar | editar código-fonte]

Anderson chegou ao Leão em 1999, com apenas doze anos de idade, e sempre se destacou nas categorias inferiores do clube baiano.[1]

2006 - 2007[editar | editar código-fonte]

Estreou no time principal em 2006, no empate em 1–1 contra o Colo Colo-BA no Barradão, válido pelo Campeonato Baiano. Haviam grandes expectativas ao seu redor - mais até do que em seu companheiro de longa data, David Luiz - porém no dia 13 de agosto, em um jogo válido pela Série C do Brasileirão, diante do Porto-PE no Estádio Vera Cruz, o zagueiro sofreu uma grave lesão, com previsão de retorno em dez meses.[1]

O zagueiro retornou em definitivo apenas no segundo semestre de 2007, participando de 15 jogos na Série B e ajudando o Leão no seu retorno a primeira divisão.[2]

2008[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Anderson começou o ano com boas atuações no Campeonato Baiano, onde sua equipe sagrou-se bi-campeã, sendo esse o primeiro título da carreira do zagueiro de forma atuante (fazia parte do elenco campeão baiano no ano anterior, mas não disputou nenhuma partida em razão da lesão).

O zagueiro tornou-se titular absoluto no Brasileirão, fazendo, com Leonardo Silva, a terceira dupla de zaga menos vazada da competição nacional. No final da temporada, renovou seu contrato até 2011.[3]

2009[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de abril, o zagueiro completou 100 jogos pelo Rubro-Negro Baiano, em um jogo válido pelas semifinais do Campeonato Baiano, contra o Atlético de Alagoinhas, no estádio Carneirão, vencido pelo Vitória por 2–1.[4] No jogo de volta, no Barradão, no dia 23 de abril, Anderson foi homenageado pela diretoria e torcida por esse feito. O jogo terminou com o placar de 3–1 a favor do Leão, garantindo a equipe na final do torneio, diante do Bahia.[4] Ao final do torneio, com o título garantido, Anderson foi eleito o melhor zagueiro e melhor jogador da competição.[5][6]

Começou o Campeonato Brasileiro de 2009 como titular absoluto com o treinador Paulo César Carpeggiani, fazendo trio de zaga com os companheiros de base Victor Ramos e Wallace[7], porém, na 22ª rodada do campeonato, lesionou-se novamente e perdeu a vaga de titular para Fábio Ferreira, zagueiro que chegou ao Leão já na metade do certame.[8] Anderson retornou para jogar apenas as sete últimas partidas da competição.[9]

2010[editar | editar código-fonte]

Em 2010, uma nova lesão o deixou de fora dos gramados por alguns meses[10], porém, ainda assim manteve uma boa regularidade de jogos durante o ano, sendo tetracampeão baiano e chegando à final da Copa do Brasil.

No final do ano não conseguiu evitar mais um rebaixamento do Vitória a Série B do Brasileirão.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2011, o jogador acertou com o Vasco da Gama.[11] Estreou em um amistoso contra o Cerro Porteño em São Januário, onde também marcou o primeiro gol de sua carreira, em uma bela cobrança de falta de fora da área, sendo esse o gol da vitória do Gigante da Colina por 1–0.

Fazendo dupla de zaga com o ídolo vascaíno Dedé, marcou o seu primeiro gol em jogos oficiais na vitória por 4–2 sobre o Duque de Caxias em São Januário, válida pela segunda rodada da Taça Rio[12], competição na qual ajudou o clube a chegar à final, perdendo para o Flamengo nos pênaltis.[13] Ao final do campeonato, foi eleito o melhor zagueiro da competição, juntamente com o seu companheiro Dedé.[14]

Chegou ainda na sua segunda final consecutiva de Copa do Brasil, atuando em todas as partidas do torneio.[15] Com atuações bastante elogiadas, foi campeão do torneio, acabando com um jejum de 8 anos sem que o Vasco conquistasse um título de primeira divisão.[16]

Destacando-se no clube cruzmaltino, no final de agosto de 2011, o zagueiro foi envolvido em um negócio entre a Traffic - que detinha a totalidade dos seus direitos contratuais - e o Al-Jaish, do Qatar.[17]

Al-Jaish[editar | editar código-fonte]

No clube catariano, encontrou os brasileiros Adriano, Marcone, e Péricles Chamusca, tendo os dois últimos também começado suas carreiras profissionais no Vitória. Devido a problemas de regularização, o defensor ficou sem atuar pelo resto do ano de 2011.

2012[editar | editar código-fonte]

Em 2012, marcou novamente em uma estreia, na vitória por 3–0 sobre o Al-Arabi.[18] Deixou sua marca pela segunda vez, em seu quarto jogo pela equipe, sendo esse o gol da vitória por 3–2 sobre o Qatar SC, quando a equipe chegou à marca inédita de quatro vitórias seguidas na sua história.[19] O zagueiro não descansou e marcou pela terceira vez, no dia 16 de fevereiro, no empate em 1–1 com o Al-Sadd,[20] e pela quarta vez no dia 15 de março, no triunfo por 3–2 sobre o Al-Rayyan.[21] O Al Jaish, terminou o certame nacional como vice-campeão, garantindo assim vaga na Liga dos Campeões da AFC.

2013[editar | editar código-fonte]

Em 2013, pela fase oitavas de final da Liga dos Campeões da AFC, Anderson balançou as redes no empate em 1–1 diante do Al Ahli, porém após perder o jogo de volta, sua equipe foi eliminada da competição. No campeonato nacional, o zagueiro marcou somente na vitória por 2–1 sobre o Al-Sailiya. Sua equipe terminou na 3ª colocação, garantindo novamente a participação na Liga dos Campeões da AFC.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

2014[editar | editar código-fonte]

Em 8 de junho de 2014, o Corinthians acertou o empréstimo de Anderson ao clube por um ano. Para jogar no time do Parque São Jorge, o zagueiro aceitou uma redução salarial de cerca de R$ 600 mil mensais, para R$ 200 mil mensais.[22]

Fez sua estreia na goleada de 5–2 sobre o Goiás na Arena Corinthians, válida pelo Brasileirão. Marcou seu primeiro e único gol pelo Timão na vitória de 3–0 sobre o Sport na Arena Corinthians, também válida pelo Brasileirão.

Sendo titular na maioria dos jogos, Anderson contribuiu com a classificação da equipe paulistana à Libertadores do ano seguinte, porém sofreu uma lesão no empate em 2–2 com o Coritiba, válido pela 32ª rodada do certame, e perdeu cinco jogos na reta final da competição, retornando apenas na última rodada, em um triunfo por 2–1 sobre o Criciúma na Arena Corinthians.

Saída[editar | editar código-fonte]

No dia 4 de janeiro de 2015, um domingo, o zagueiro aproveitava as últimas horas de férias e tinha tudo preparado para se reapresentar ao Corinthians e fazer a pré-temporada nos EUA, porém, uma ligação do clube ao qual pertencia o jogador, mudou o seu destino. Anderson queria jogar a Libertadores pelo Timão, mas teve que voltar ao Al-Jaish, clube com o qual ainda tinha contrato. Um acordo entre as diretorias dos dois clubes, previa a liberação de Anderson ao Al-Jaish no início de 2015, se o clube do Qatar assim decidisse. O zagueiro estava emprestado ao Corinthians até junho, mas ficou de mãos atadas quando soube que teria que deixar o Brasil. Ele não sabia do acordo para voltar ao Oriente Médio até receber a ligação que mudou o seu roteiro:[23]

"Deve ter havido um acordo entre as diretorias, com certeza o Corinthians sabia dessa possibilidade. Recebi a ligação no domingo dizendo para voltar, mesmo assim cheguei à São Paulo na segunda-feira e me apresentei com a intenção de viajar com o grupo, mas fui informado sobre a minha saída. Não tinha o que fazer. Tenho contrato de mais dois anos com o Al-Jaish e só tive que obedecer."

Retorno ao Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Após empréstimos ao Al-Gharafa[24], e ao Umm Salal[25], em julho de 2017, o zagueiro acertou o seu retorno em definitivo ao Vasco da Gama, com contrato válido até 2020.[26] Devido a primeira passagem de sucesso e a sua forte identificação com o clube, sendo vascaíno declarado[27], Anderson guardava grande idolatria da torcida cruzmaltina, e expectativa de sua volta ao clube desde a sua saída em 2011, sendo assim, foi recebido com grande festa pelos cruzmaltinos no Aeroporto.[28]

Fez sua reestreia pelo clube, na derrota por 3–0 frente ao Bahia, na Arena Fonte Nova, válida pelo Brasileirão. O jogo também ficou marcado pela demissão do treinador Milton Mendes do Cruzmaltino. A partir de então, foi titular absoluto da equipe com o novo treinador: Zé Ricardo; formando ao lado de Breno a segunda defesa menos vazada do segundo turno da competição.[29] Pela 32ª rodada do Brasileirão, diante do seu clube formador: Vitória, no Maracanã, logo no segundo minuto de jogo, Anderson sentiu uma lesão na coxa direita, que o deixou de fora de quatro partidas na reta final da competição;[30] voltou na penúltima rodada e fez duas ótimas partidas, nas vitórias sobre o Cruzeiro por 1–0 no Mineirão, e sobre a Ponte Preta por 2–1 em São Januário, ajudando a sua equipe a se classificar para a Copa Libertadores, competição que o Vasco não disputava desde 2012.

Jogos pelo Vasco no seu retorno[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos de Anderson Martins pelo Vasco no seu retorno.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Sub-18[editar | editar código-fonte]

Foi campeão da Copa Sendai de 2005 com a seleção brasileira sub-18 no Japão, sendo titular.[31]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 3 de dezembro de 2017.

Clubes Brasileiros[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
internacionais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Vitória Total 167 0
Vasco da Gama 2011 15 0 11 0 1 0 15 2 42 2
Total 15 0 11 0 1 0 15 2 42 2
Corinthians 2014 17 1 4 0 21 1
Total 17 1 4 0 21 1
Vasco da Gama 2017 14 0 14 0
Total 14 0 14 0
Total na carreira 46 1 15 0 1 0 15 2 244 3

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória
Vasco da Gama
Seleção Brasileira Sub-18

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Anderson Martins quer recuperar o tempo perdido». lancenet.com.br. 23 de dezembro de 2010. Consultado em 10 de março de 2011 
  2. «Brasileiro 2a. Divisão/2007 - Elenco - Vitória-BA». conteudoesportivo.com.br. 2007. Consultado em 14 de junho de 2011 
  3. «Anderson Martins renova com o Leão». globoesporte.globo.com. 6 de novembro de 2008. Consultado em 10 de março de 2011 
  4. a b «Anderson Martins completa 100 jogos como profissional do Vitória». globoesporte.globo.com. 20 de abril de 2009. Consultado em 10 de março de 2011 
  5. «Melhores do futebol na Bahia». galaticosonline.com. 20 de maio de 2009. Consultado em 28 de abril de 2011 
  6. «PREMIAÇÃO DO BAIANÃO 2009». fbf.org.br. 20 de maio de 2009. Consultado em 30 de abril de 2011 
  7. «Victor Ramos: dobradinha à vista». olheiros.net. 12 de fevereiro de 2009. Consultado em 10 de março de 2011 
  8. «Sem Anderson Martins, Marco Aurélio e Wallace brigam por vaga na zaga». portalibahia.com.br. 3 de setembro de 2009. Consultado em 10 de março de 2011 
  9. «Anderson - Jogos». futpedia.globo.com. Consultado em 28 de abril de 2011 
  10. «Ainda sentindo dores, zagueiro do Vitória segue em intensa recuperação». galaticosonline.com. 19 de abril de 2010. Consultado em 10 de março de 2011 
  11. «Vasco vai apresentar Anderson Martins e Marcel nesta 2ª-feira». crvascodagama.com. 13 de dezembro de 2010. Consultado em 13 de dezembro de 2010 
  12. «Vasco cura 'ressaca' e derrota o Duque de Caxias em São Januário». globoesporte.globo.com. 9 de março de 2011. Consultado em 10 de março de 2011 
  13. «Nos pênaltis, de novo, Fla vence a Taça Rio e conquista o Carioca». globoesporte.globo.com. 1 de maio de 2011. Consultado em 2 de maio de 2011 
  14. «Com seis jogadores, Flamengo domina a seleção do Cariocão 2011». globoesporte.globo.com. 16 de maio de 2011. Consultado em 17 de maio de 2011 
  15. «ANDERSON VIEIRA MARTINS». soccerway.com. Consultado em 26 de maio de 2011 
  16. o «Anderson Martins: 'Estou feliz por ter conquistado a todos os vascaínos'» Verifique valor |url= (ajuda). globoesporte.globo.com. 9 de Junho de 2011. Consultado em 9 de Junho de 2011 
  17. «Ex-zagueiro do Vasco, Anderson Martins é apresentado no Qatar». folha.uol.com.br. 6 de setembro de 2011. Consultado em 7 de setembro de 2011 
  18. «Zagueiro Anderson Martins estreia com gol pelo Al-Jaish». lancenet.com.br. 2 de janeiro de 2012. Consultado em 19 de janeiro de 2012 
  19. «EL JAISH VS. QATAR SC 3 - 2». soccerway.com. 19 de janeiro de 2012. Consultado em 19 de janeiro de 2012 
  20. «AL SADD VS. EL JAISH 1 - 1». soccerway.com. 16 de fevereiro de 2012. Consultado em 16 de fevereiro de 2012 
  21. «EL JAISH VS. AL-RAYYAN 3 - 2». soccerway.com. 15 de março de 2012. Consultado em 15 de março de 2012 
  22. «Corinthians acerta com Anderson Martins, que terá salário reduzido». globoesporte.com 
  23. «Anderson Martins agradece Timão e lamenta saída: "Não tinha o que fazer"». globoesporte.com 
  24. Anderson to leave Jaish for Gharafa
  25. Anderson Martins Joins Umm Salal
  26. «Vasco acerta contratação de Anderson Martins até 2020». Globoesporte 
  27. «Anderson Martins e o amor (pelo Vasco) que nasceu de uma rivalidade». Globoesporte 
  28. «Anderson Martins é recebido com grande festa de vascaínos no aeroporto». globoesporte. Consultado em 28 de outubro de 2017 
  29. «Com a melhor defesa, Vasco é o time menos derrotado no returno do Brasileiro - Vasco Notícias». vasconoticias.com.br. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  30. «Com lesão, Anderson Martins fica fora por duas semanas; time terá novidade no gol». Globoesporte 
  31. «Futebol Nacional - Anderson Martins conta sua trajetória e mira o primeiro gol na carreira, agora pelo Vasco - GazetaEsportes.com». gazetaonline.globo.com. Consultado em 29 de outubro de 2017 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.