Esporte Clube São Luiz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
São Luiz
ECSãoLuiz.png
Nome Esporte Clube São Luiz
Alcunhas Rubro
Alvirrubro
São Luiz de Ijuí
Mascote Zangão
Fundação 20 de fevereiro de 1938 (83 anos)
Estádio 19 de Outubro
Capacidade 5.000 Pessoas
Presidente Lauro Hass
Treinador Paulo Henrique Marques
Patrocinador Banrisul
Construtora Jobim
Material (d)esportivo Weefe
Competição Gaúchão - Série A1
Copa FGF
Ranking nacional 202 lugar, 75 pontos
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Esporte Clube São Luiz é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Ijuí, no estado do Rio Grande do Sul. Suas cores são vermelho e branco . Disputa atualmente a Primeira Divisão do Campeonato Gaúcho, Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro Série D.

História[editar | editar código-fonte]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

O São Luiz foi fundado em 20 de fevereiro de 1938 por Angelino Alves dos Santos. O primeiro presidente foi Wilmarino Fonseca. O atual vice-presidente da CBF e ex-presidente da FGF, Emídio Odózio Perondi, também presidiu o clube.

O São Luiz profissionalizou-se na década de 1950, quando passou a disputar a Segunda Divisão gaúcha. Nos anos 1970, o clube esteve em Montevidéu aonde enfrentou o temido Peñarol vencendo os atuas campeões da Libertadores e do Copa Interamericana o São Luiz conseguiu sua vitórias mais importante da história do clube apos 1x0 o Peñarol e tendo um dia de gala no futebol, participando da Copa Atlântico de Futebol. Depois de 15 anos, voltou a primeira divisão estadual em 1991. Conquistou, em 1997, a Copa Galego, derrotando o Glória na final. Treinado por Nestor Simionatto, o São Luiz venceu a primeira partida da decisão por 4x0 em Ijuí, e empatou a segunda por 1 a 1, no Estádio Altos da Glória, em Vacaria. A equipe campeã estava assim escalada: Magero; Lelo, Pessali, Aguiar e Márcio; Uana (Marcelo Bolacha), Jorginho (Alexandre Tiongo), Sandro e Tuto; Lela (Dejai) e Giovani Mello.

Durante a preparação para a Copa do Mundo de 1994, no qual a Seleção Brasileira se sagrou campeã, o São Luiz, enfrentou em 1991 a futura campeã mundial, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, empatando em 0 a 0. A escalação do São Luiz nese jogo foi: Janio, Polaco, Caçula, Newmar, Kiko, João Luiz, Negrine, Betinho, Marco Antônio, Café e Edmundo. Técnico: Cassiá.

Escudo anterior

Em 2002, depois de quase fechar o departamento de futebol profissional e de acumular dívidas, o São Luiz de Ijuí mudou de direção, investiu em contratações e modificou completamente o time. O time permaneceu fechado por nove meses e o clube esteve ameaçado de falir. A nova direção assumiu em dezembro e, com a ajuda da comunidade, montou a equipe para o Campeonato Gaúcho de 2002. Poletto treinou o São Luiz pela terceira vez. Entre as contratações, Paulo Gaúcho, então com 39 anos, que no Campeonato Gaúcho de 1994 se consagrou o segundo maior artilheiro da história do torneio, com 24 gols. Time-base: Luciano; Luciano Panambi, Carlão, Jarbas e Martins; Paulo Roberto, Ludo, André Cemin e Paulo Gaúcho; Marcio Galvão e Alessandro.


Anos Atuais[editar | editar código-fonte]

Equipe do São Luiz comandado pelo técnico Paulo Porto que jogou a Final da Taça Piratini de 2013, contra o Internacional.


Em 2009 o São Luiz teve uma grande campanha no futebol Gaúcho sendo umas das melhores equipes na classificação geral juntos a grandes clubes como o Internacional, Grêmio e Juventude. Em 2010 o São Luiz de Ijuí fez um campeonato Gaúcho bom ficando regular na competição.

Em 2011 o São Luiz fez uma das suas piores campanhas no campeonato gaúcho lutando contra o rebaixamento e ficando na 1ª divisão do Gauchão com uma diferença de 3 pontos para o último rebaixado.

Em 2012 o São Luiz teve mais uma atuação ruim no Campeonato Gaúcho novamente lutando para não ser rebaixado e fazendo jogos importantes contra clubes com o Ypiranga e Avenida ambos os 2 times foram rebaixados para segunda Divisão do Campeonato Gaúcho.

Arena da Amazônia, onde o São Luiz foi o primeiro time gaúcho a jogar.

Em 2013 o São Luiz tem uma grande campanha no 1º Turno do Campeonato Gaúcho de Futebol de 2013,tendo a segunda melhor campanha na competição com 17 pontos atrás do Lajeadense que fez 18 pontos na Taça Piratini de 2013. Após passar a primeira fase o São Luiz entrou nas 4 de finais primeiro jogo São Luiz 1x0 Cerâmica no Estádio 19 de Outubro, se classificando para semifinal onde enfrentou o Caxias vencendo pelo placar de 2x1 jogando em casa no Estádio 19 de Outubro, e se classificando para a final do 1º Turno do Campeonato Gaúcho de Futebol de 2013 fazendo história para a cidade de Ijuí, onde enfrentou o Internacional,sendo derrotado por uma goleada de 5x0 em pleno Estádio 19 de Outubro e ficando vice campeão da Taça Piratini de 2013.

2º turno do Gauchão, a Taça Farroupilha de 2013 o São Luiz fez boa campanha no estadual se classificando em 4 colocado de seu grupo,com 7 pontos,já nas quartas de finais pegou logo de cara o Grêmio, o jogo aconteceu em Porto Alegre na Arena do Grêmio, o jogo terminou 0x0,nas penalidades Máximas o Grêmio levou a melhor vencendo 5 x 3, eliminando o São Luiz da Taça Farroupilha de 2013. Mas na classificação final do Campeonato Gaúcho de Futebol em 2013, o São Luiz ficou em 3º melhor clube na competição na frente do Grêmio, sendo campeão do interior e se classificando para copa do Brasil de 2014. Em 2014 o São Luiz, acabou sendo rebaixado à divisão de acesso do campeonato gaúcho. Na copa do Brasil de 2014, o São Luiz pegou o Nacional de Manaus, sendo eliminado. O São Luiz foi a primeira equipe gaúcha a jogar na Arena da Amazônia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
0-ers.png Campeonato Gaúcho de Futebol - Divisão de Acesso 3 1990, 2005 e 2017
0-ers.png Campeonato do Interior Gaúcho 1 2013
0-ers.png Copa Mais fácil 1 1999
0-ers.png Copa Calego 1 1997
0-ers.png Copa Pedro Carneiro Pereira 1 1975
Torneios Internacionais
Competição Títulos Temporadas
Brasil Copa dos Gauchos 1 1975

Campanha destaque[editar | editar código-fonte]

Rio Grande do Sul Taça Piratini 2013: Vice-campeão

Cscr-featured.svg Campeão Invicto

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Rio Grande do Sul Campeonato Gaúcho 30 3º colocado (2013) 1974 2021 4
Divisão de Acesso 19 Campeão (1990, 2005 e 2017) 1954 2017 3
Segunda Divisão 2 Sem dados 1967 1968
Brasil Série C 1 43º colocado (1996) 1996
Série D 1 Oitavas De Final(2020) 2020
Copa do Brasil 2 1ª fase (2014 e 2020) 2014 2020

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2018
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme
  • 2017
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
  • 2016
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme
  • 2015
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
  • 2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme
  • 2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme

Patrimônio[editar | editar código-fonte]

O São Luiz, tem como seu principal patrimônio o Estádio 19 de Outubro, com capacidade para 8.000 pessoas, sendo 3.000 parte sentados, copas (alimentação), vestiários, sala de impressa, salas de transmissão de imprensa, alojamento de atletas, ao lado tem uma escola de categoria de base com cerca de 100 jogadores de várias categorias e sede do clube.

O estádio possui iluminação, permitindo a realização de partidas à noite e destaca-se pela conservação do gramado. O Estádio 19 de Outubro localiza-se em um ponto privilegiado da cidade, sendo de total e fácil acesso.

No ano de 2010, um projeto para a criação de uma arena foi iniciado. A mesma deverá ser construída na Linha 5 Oeste, próxima à Unijuí, com capacidade para 15 mil torcedores. Estimativas dão por conta de que a arena, que poderá ter três lances de arquibancadas, mais cavado junto ao terreno, seja inaugurada no ano de 2015.

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Última Atualização: 20 de Fevereiro de 2020


Goleiros
Jogador
Brasil Gudson
Brasil Sávio
Brasil Tauã
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Matheus Z
Brasil Wellington Z
Brasil Gilmar Z
Brasil Fernando Coelho Z
Brasil Toninho Z
Brasil Denilson Santos Z
Brasil Gustavo LD
Brasil Irlan LD
Brasil Antônio Lucas LE
Brasil Júlio Cézar LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Ricardo Augusto V
Brasil Byron V
Brasil Léo Couto V
Brasil Matheus Pyrrho V
Brasil Bruno Barbosa V
Brasil Luís Henrique V
Brasil João Marcelo M
Brasil Vandinho M
Brasil Gilberto Kabbaz M
Atacantes
Jogador
Brasil João Henrique
Brasil Vagner
Brasil Júnior Fonseca
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Osmar Veloso T

Ídolos Recentes[editar | editar código-fonte]

  • Brasil Jonatas
  • Brasil Paulo Baier
  • Brasil Eraldo
  • Brasil Baiano
  • Brasil Juba
  • Brasil Marcos Paraná
  • Brasil Paulo Gaúcho

Jogo Histórico[editar | editar código-fonte]

Equipe do São Luiz comandado pelo técnico Cassiá que comandou o São Luiz contra a Seleção Brasileira no empate em 0x0.

São Luiz 0x0 Seleção Brasileira - Estádio Beira Rio Durante a preparação para a Copa do Mundo de 1994 no qual a seleção Brasileira se consagrou campeã,o São Luiz 1991 enfrentou a futura campeã do mundo no Estádio Beira Rio em Porto Alegre empatando em 0x0.

Jogos históricos[editar | editar código-fonte]

Rankings[editar | editar código-fonte]

Ranking da CBF criado para pontuar todos os times do Brasil:

  • Posição: 202º
  • Pontuação: 75 Pontos [1]
  • Região Sul do Brasil: 8º [2]

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

O São Luiz de Ijuí tem uma rivalidade com o clube Santo Ângelo da cidade vizinha Santo Ângelo. O Clássico tem o nome de Clássico Noroeste/Missões,o Clássico SER x São Luiz e o clássico de maior prestigio sempre resultando em jogos eletrizantes.

O São Luiz, na década de 70, possuía uma rivalidade com o Grêmio Esportivo Gaúcho, também de Ijuí. A equipe tricolor, porém, fechou o departamento do futebol profissional anos depois, encerrando a rivalidade que dividia o município.

O São Luiz tem uma rivalidade regional com o clube se Santa Rosa o clube Juventus

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]