Participações de clubes de futebol do Rio Grande do Sul em competições oficiais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gre-nal (foto), confronto entre os dois principais clubes do futebol do Rio Grande do Sul.

Esta é uma lista das participações de clubes de futebol do Rio Grande do Sul em competições oficiais. Ela engloba as participações em competições de caráter internacional, nacional e interestadual do naipe masculino, excluindo copas e campeonatos estaduais.

Considerados pela mídia como as duas principais equipes representantes do estado no futebol, o Grêmio e o Internacional lideram o número de participações na grande maioria das competições.[1] Ambas as equipes também possuem relevância ao terem sido vencedoras de competições internacionais de renome, como a Copa Intercontinental/Copa do Mundo de Clubes da FIFA, a Copa Libertadores da América e a Recopa Sul-Americana, além das duas principais competições do futebol brasileiro, que são a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol e a Copa do Brasil. Além de Grêmio e Internacional, há de se destacar a participação do Juventude em competições internacionais e o triunfo de uma edição da Copa do Brasil.

Atualmente, em 2017, o estado do Rio Grande do Sul conta com um representante na série A e três na Série B, além de ter tido a participação de um na série C e três na série D. Além disto, ainda possui uma equipe em disputa da Copa Libertadores da América e cinco equipes que participaram da Copa do Brasil.

Legenda[editar | editar código-fonte]

Cscr-featured.png Anos em que a melhor colocação foi obtida
     Campeão
     Vice-campeão
     Semifinal
     Quartas-de-final
     Oitavas-de-final
     Terceira fase
     Segunda fase
     Primeira fase
     Fase preliminar

Competições internacionais[editar | editar código-fonte]

Copa Intercontinental/Copa do Mundo de Clubes da FIFA[editar | editar código-fonte]

A equipe do Grêmio foi o primeiro time gaúcho a disputar a Copa Intercontinental, direito conseguido pelo fato de ter sido campeão da Taça Libertadores da América do ano anterior, tendo se sagrado campeão da Copa Europeia/Sul-Americana de 1983, ao superar na decisão a equipe do Hamburgo por 2-1 na prorrogação.[2] Doze anos depois, voltou a disputar a competição, mas foi superado na disputa de pênaltis pela equipe holandesa do Ajax por 4-3, após empate em 0-0 no tempo normal.[3] Tal evento foi renomeado para Copa do Mundo de Clubes da FIFA em 2005 e teve seu formato alterado, possibilitando ao vencedor da competição sul-americana a participação em dois jogos.[4] O Internacional conseguiu o triunfo em 2006, após superar a agremiação egípcia Al-Ahly nas semifinais por 2-1 e vencer o time espanhol do Barcelona por 1-0 na final.[5] Quatro anos depois, em 2010, o Internacional voltou a disputar a competição, mas acabou tornando-se o primeiro clube sul-americano a ser derrotado nas semifinais, ao ser superado pelo congolês TP Mazembe pelo placar de 2-0.[6] No entanto, venceu a disputa pelo terceiro lugar por 4-2 sobre o time sul-coreano Seongnam FC e encerrou sua participação na terceira posição.[7]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 1 (1983) 2 (1983Cscr-featured.png, 1995)
Internacional 1 (2006) 2 (2006Cscr-featured.png, 2010)

Copa Libertadores da América[editar | editar código-fonte]

Considerada a principal competição entre clubes de futebol da América do Sul, a Copa Libertadores da América já foi disputada em 29 oportunidades por três clubes gaúchos. Recordista em participações, com 17, o Grêmio venceu a competição em duas edições: no ano de 1983 venceu o uruguaio Peñarol na decisão,[8] enquanto em 1995 derrotou o colombiano Atlético Nacional.[9] Em outras duas oportunidades, a equipe foi derrotada na final e encerrou a competição na segunda posição; em 1984 foi superada pelo argentino Independiente,[10] e em 2007 pelo também argentino Boca Juniors.[11] Das onze edições em que o Internacional disputou a Libertadores, em duas sagrou-se campeão: em 2006 superou o brasileiro São Paulo na decisão,[12] enquanto em 2010 venceu o duelo diante do mexicano Chivas Guadalajara.[13] No ano de 1980, o Internacional chegou à final mas tornou-se vice-campeão ao perder o título para o Nacional.[14] O Juventude participou da competição na edição de 2000, mediante a conquista da Copa do Brasil de 1999, mas foi eliminado na fase de grupos e encerrou a participação em 21º lugar geral.[15]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 2 (1983, 1995) 17 (1982, 1983Cscr-featured.png, 1984, 1990, 1995Cscr-featured.png, 1996, 1997, 1998, 2002, 2003, 2007, 2009, 2011, 2013, 2014, 2016, 2017)
Internacional 2 (2006, 2010) 11 (1976, 1977, 1980, 1989, 1993, 2006Cscr-featured.png, 2007, 2010Cscr-featured.png, 2011, 2012, 2015)
Juventude 1 (2000Cscr-featured.png) 21º

Copa Sul-Americana[editar | editar código-fonte]

Desde a sua criação, em 2002, três equipes gaúchas já participaram da Copa Sul-Americana. Recordista em participações entre times do Rio Grande do Sul, com seis, o Internacional é o único que sagrou-se campeão, feito este realizado na edição de 2008, quando na oportunidade superou na decisão a equipe argentina do Estudiantes.[16] Em sequência, o Grêmio participou por cinco vezes da competição, tendo realizado seu melhor desempenho no ano de 2012, onde foi derrotado nas quartas-de-final para o colombiano Millonarios e encerrou na sexta posição geral.[17] O Juventude participou em uma única vez da competição, no ano de 2005, mas foi eliminado na primeira fase para o Cruzeiro e acabou em 27º lugar geral.[18]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Internacional 1 (2008) 6 (2003, 2004, 2005, 2008Cscr-featured.png, 2009, 2014)
Grêmio 5 (2003, 2004, 2008, 2010, 2012Cscr-featured.png)
Juventude 1 (2005Cscr-featured.png) 27º

Supercopa Sul-Americana[editar | editar código-fonte]

Pelo fato de ter conquistado a Taça Libertadores em 1983, o Grêmio foi convidado a participar da Supercopa Sul-Americana, tendo se fazido presente nas dez edições, realizadas entre 1988 e 1997. Alcançou seu melhor desempenho em 1989, quando foi derrotada nas semifinais pelo argentino Boca Juniors e encerrou a competição na quarta posição.[19]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 10 (1988, 1989Cscr-featured.png, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997)

Copa Mercosul[editar | editar código-fonte]

O Grêmio participou das quatro edições da Copa Mercosul, realizadas entre os anos de 1998 e 2001. Neste último, alcançou as semifinais, onde foi derrotado pelo time do Flamengo e encerrou a competição na terceira posição geral.[20]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 4 (1998, 1999, 2000, 2001Cscr-featured.png)

Copa Conmebol[editar | editar código-fonte]

O Grêmio participou da primeira edição da Copa Conmebol, em 1992, na qual encerrou na sétima posição, após ser derrotada nas quartas-de-final pelo equatoriano El Nacional.[21] Dois anos depois, em 1994, a equipe gaúcha foi eliminada na primeira fase nos pênaltis para o São Paulo.[22]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 2 (1992Cscr-featured.png, 1994)

Recopa Sul-Americana[editar | editar código-fonte]

Os clubes vencedores da Copa Sul-Americana e da Taça Libertadores da América garantem o direito de disputar, no ano posterior, a Recopa Sul-Americana. Por não existir esta competição em 1984, ano subsequente ao título da Libertadores do Grêmio, a equipe participou pela primeira vez apenas em 1996, edição na qual foi campeã ao derrotar o time argentino do Independiente por 4-1 em jogo único disputado em campo neutro.[23] Já no formato com jogos de ida e volta, o Internacional sagrou-se campeão nas edições de 2007 e 2011, ao superar o mexicano Pachuca e o próprio Independiente, respectivamente.[24][25] Na outra ocasião em que disputou a competição, em 2009, foi superado pela equipe equatoriana da LDU Quito.[26]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Internacional 2 (2007, 2011) 3 (2007Cscr-featured.png, 2009, 2011Cscr-featured.png)
Grêmio 1 (1996) 1 (1996Cscr-featured.png)

Copa Suruga Bank[editar | editar código-fonte]

O Internacional recebeu o direito de disputar a Copa Suruga Bank por ter sido o campeão da Copa Sul-Americana de 2008. Em torneio de jogo único, venceu a equipe japonesa do Oita Trinita por 2-1 e sagrou-se vencedor da edição de 2009.[27]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Internacional 1 (2009) 1 (2009Cscr-featured.png)

Competições nacionais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro - Série A[editar | editar código-fonte]

Oito clubes gaúchos já disputaram a primeira divisão do campeonato brasileiro, sendo que dois destes já foram campeões. O Internacional venceu o torneio nas edições de 1975, 1976, 1979, sendo que nesta última conquistou o torneio de forma invicta, feito que é inédito em todas as edições da competição no Brasil.[28] O clube também detém o 51 participações, apesar de não estar presente na atual edição.[29] O Grêmio, que na edição presente é o único clube do Rio Grande do Sul a participar de tal, sagrou-se campeão em 1981 e 1996, e possui o recorde nacional de 58 participações nas 61 edições.[30]

Na edição de 1985, o Brasil de Pelotas encerrou a competição na terceira posição e assim determinou sua melhor campanha no campeonato, sendo eliminado nas semifinais pelo Bangu.[31] Outra campanha que há de se destacar é a do Juventude, que em 2004 encerrou na sétima posição e com isto, conquistou o direito de disputar a Copa Sul-Americana de 2005.[32] A lista inclui as edições da Taça Brasil de Futebol e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa.

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Internacional 3 (1975, 1976, 1979) 51 (1962 e todas entre 1967 e 2016)
Grêmio 2 (1981, 1996) 58 (exceto 1962, 1992 e 2005)
Brasil de Pelotas 4 (1978, 1979, 1984, 1985Cscr-featured.png)
Juventude 16 (1977, 1978, 1979, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004Cscr-featured.png, 2005, 2006, 2007)
Caxias 4 (1976Cscr-featured.png, 1977, 1978Cscr-featured.png, 1979) 15º
Inter de Santa Maria 1 (1982Cscr-featured.png) 22º
São Paulo-RS 3 (1979, 1980, 1982Cscr-featured.png) 31º
Novo Hamburgo 1 (1979Cscr-featured.png) 70º

Campeonato Brasileiro - Série B[editar | editar código-fonte]

Doze clubes gaúchos já disputaram a segunda divisão do campeonato brasileiro, sendo que dois foram campeões. O primeiro destes foi o Juventude, que em 1994 superou ao Goiás na decisão e sagrou-se vencedor.[33] A outra equipe foi o Grêmio, que em sua segunda participação foi campeã de um quadrangular final no ano de 2005, ao superar o Náutico no último jogo, em uma partida que ficou conhecida nacionalmente como a "Batalha dos Aflitos".[34] Duas equipes encerraram a competição com a terceira posição como o melhor desempenho, mas não foi suficiente para que ambas fossem promovidas à primeira divisão; o Inter de Santa Maria, em 1984, e o Caxias, em 2001, já que apenas os dois primeiros colocados tinham o acesso garantido.[35]. O estado possui atualmente três culubes disputando tal competição, sendo o Internacional, que foi rebaixado na primeira divisão de 2016,[29] o Juventude, e o Brasil de Pelotas.[36]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Juventude 1 (1994) 11 (1980, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1994Cscr-featured.png, 2008, 2009, 2017)
Grêmio 1 (2005) 2 (1992, 2005Cscr-featured.png)
Caxias 11 (1980, 1987, 1988, 1989, 1991, 2000, 2001Cscr-featured.png, 2002, 2003, 2004, 2005)
Inter de Santa Maria 2 (1981, 1984Cscr-featured.png)
Santa Cruz-RS 2 (1987Cscr-featured.png, 1989) 10º
Brasil de Pelotas 5 (1980, 1986, 2000, 2016Cscr-featured.png, 2017) 11º
Novo Hamburgo 8 (1980, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985Cscr-featured.png, 1986, 1989) 16º
Pelotas 2 (1988Cscr-featured.png, 1989) 21º
São Paulo-RS 2 (1981, 1982Cscr-featured.png) 22º
Esportivo 3 (1983Cscr-featured.png, 1987, 1989) 24º
Glória 1 (1989Cscr-featured.png) 34º
Internacional 1 (2017) A disputar

Campeonato Brasileiro - Série C[editar | editar código-fonte]

Dezenove clubes gaúchos já disputaram a terceira divisão do campeonato brasileiro, mas nenhum destes conquistou o título. As melhores participações foram de três equipes que alcançaram a quarta posição: o Brasil de Pelotas conseguiu tal feito na edição de 2015, eliminando o Fortaleza nas quartas-de-final, e com isso, conquistou o acesso no ano seguinte para a segunda divisão nacional.[37] Um ano depois, em 2016, o Juventude repetiu a mesma campanha da equipe de Pelotas e, também eliminando nas quartas-de-final o Fortaleza, conquistou o acesso.[38] Já em 2005, o Novo Hamburgo também encerrou na quarta posição, mas devido ao regulamento não ser o mesmo que vigora atualmente, apenas os dois primeiros colocados de um quadrangular final conseguiram o acesso, e então, o time gaúcho se manteve na mesma divisão.[39]

O Caxias detém o recorde estadual de participações, com dezesseis, sendo que a melhor campanha foi um quinto lugar na edição de 1999.[40] O Rio Grande do Sul atualmente possui um único clube disputando tal competição, sendo este o Ypiranga de Erechim, que na edição de 2017 finalizou na décima segunda posição geral e garantiu o direito de disputar novamente a Série C em 2018.[41]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Brasil de Pelotas 14 (1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2001, 2002, 2003, 2006, 2008, 2009, 2010, 2011, 2015Cscr-featured.png)
Juventude 4 (2010, 2014, 2015, 2016Cscr-featured.png)
Novo Hamburgo 3 (2004, 2005Cscr-featured.png, 2006)
Caxias 16 (1990, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999Cscr-featured.png, 2006, 2007, 2008, 2009Cscr-featured.png, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015)
Ulbra-RS 5 (2002Cscr-featured.png, 2003, 2004, 2006, 2007)
RS Futebol 1 (2003Cscr-featured.png)
São Borja 1 (1981Cscr-featured.png)
Ypiranga de Erechim 4 (1995, 2016Cscr-featured.png, 2017, 2018) 10º
15 de Novembro 2 (1997, 1998Cscr-featured.png) 10º
Esportivo 3 (1989, 2004, 2007Cscr-featured.png) 16º
Pelotas 5 (1995, 1996, 1998, 2001, 2003Cscr-featured.png) 20º
Glória 1 (2005Cscr-featured.png) 20º
Inter de Santa Maria 4 (1988, 1997Cscr-featured.png, 2000, 2008) 24º
São José-RS 4 (1997Cscr-featured.png, 1998, 2001, 2003) 27º
Gaúcho 1 (2005Cscr-featured.png) 29º
São Luiz 1 (1996Cscr-featured.png) 43º
Guarany-CA 1 (1988Cscr-featured.png) 43º
Passo Fundo 1 (2001Cscr-featured.png) 51º
São Gabriel 1 (2002Cscr-featured.png) 52º

Campeonato Brasileiro - Série D[editar | editar código-fonte]

Onze clubes gaúchos já disputaram a quarta divisão do campeonato brasileiro, sendo que três deles conquistaram o acesso à terceira divisão. O Juventude tornou-se vice-campeão na edição de 2013, ao ser superado na final pelo Botafogo-PB;[42] na mesma posição encerrou a campanha do Brasil de Pelotas na edição seguinte, onde foi derrotado nas decisões diante da Tombense nos pênaltis.[43] No ano de 2015, outra equipe garantiu o acesso: o Ypiranga de Erechim, mas acabou sendo eliminado nas semifinais pelo River-PI, e assim, encerrou a competição na quarta posição.[44]

Outras duas equipes gaúchas atingiram a fase das quartas-de-final, ou seja, necessitavam apenas avançar para que conseguissem o acesso à terceira divisão. Na edição de 2015, o Lajeadense foi eliminado pelo River-PI,[45] enquanto em 2017, o São José-RS foi superado pelo Atlético Acreano.[46] Pelas regras atuais da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o estado do Rio Grande do Sul tem direito à três vagas na competição.[47]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Juventude 3 (2011, 2012, 2013Cscr-featured.png)
Brasil de Pelotas 2 (2012, 2014Cscr-featured.png)
Ypiranga de Erechim 2 (2009, 2015Cscr-featured.png)
Lajeadense 2 (2013, 2015Cscr-featured.png)
São José-RS 4 (2009, 2010, 2016, 2017Cscr-featured.png)
Cerâmica 2 (2011, 2012Cscr-featured.png) 20º
Pelotas 3 (2009, 2010Cscr-featured.png, 2014) 24º
Caxias 1 (2016Cscr-featured.png) 27º
São Paulo-RS 2 (2016Cscr-featured.png, 2017) 35º
Cruzeiro-RS 1 (2011Cscr-featured.png) 38º
Novo Hamburgo 2 (2016Cscr-featured.png, 2017) 41º

Copa do Brasil[editar | editar código-fonte]

Dezenove clubes gaúchos já disputaram a Copa do Brasil de Futebol, dos quais três já foram campeões. O Grêmio é o maior vencedor da competição, com cinco conquistas, nos anos de 1989, 1994, 1997, 2001 e 2016, ao superar nas decisões Sport, Ceará, Ceará, Flamengo e Atlético Mineiro, respectivamente, além de três vice-campeonatos.[48] O Internacional foi o vencedor da competição em uma oportunidade, no ano de 1992, ao derrotar o Fluminense;[49] além disto, foi vice-campeão em 2009, superado pelo Corinthians.[50] Por fim, o Juventude sagrou-se campeão em 1999, ao superar na decisão o Botafogo na partida com o maior número de espectadores da história do torneio.[51] Além destas três equipes, o extinto 15 de Novembro realizou uma campanha de destaque em 2004, resultando em um terceiro lugar, eliminado na fase semifinal pelo Santo André.[52]

Pelo atual sistema de disputa, o estado do Rio Grande do Sul possui, além das vagas fixas atribuídas pelo ranking da CBF, quatro outras vagas, destinadas aos três melhores colocados no Campeonato Gaúcho de Futebol do ano anterior, e ao vencedor da Copa FGF.[53]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 5 (1989, 1994, 1997, 2001, 2016) 22 (1989Cscr-featured.png, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994Cscr-featured.png, 1995, 1996, 1997Cscr-featured.png, 1998, 1999, 2000, 2001Cscr-featured.png, 2004, 2005, 2006, 2008, 2010, 2012, 2013, 2014, 2016Cscr-featured.png, 2017)
Internacional 1 (1992) 21 (1989, 1990, 1992Cscr-featured.png, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2008, 2009, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017)
Juventude 1 (1999) 15 (1995, 1997, 1999Cscr-featured.png, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2007, 2008, 2009, 2010, 2012, 2016, 2017)
15 de Novembro 2 (2004Cscr-featured.png, 2006)
Caxias 8 (1999, 2000, 2001, 2002, 2007, 2009, 2011Cscr-featured.png, 2013) 10º
Novo Hamburgo 2 (2006, 2014Cscr-featured.png) 17º
São Gabriel 1 (2004Cscr-featured.png) 21º
Ypiranga de Erechim 4 (2010, 2011, 2016Cscr-featured.png, 2017) 25º
Esportivo 1 (2005Cscr-featured.png) 30º
Guarani-VA 1 (2003Cscr-featured.png) 35º
São José-RS 2 (2011Cscr-featured.png, 2017) 39º
Ulbra-RS 3 (2005Cscr-featured.png, 2006, 2008) 40º
Sapucaiense 1 (2012Cscr-featured.png) 44º
Veranópolis 2 (2007Cscr-featured.png, 2013) 45º
Pelotas 1 (2003Cscr-featured.png) 47º
Cerâmica 1 (2010Cscr-featured.png) 47º
São Luiz 1 (2014Cscr-featured.png) 57º
Lajeadense 2 (2014Cscr-featured.png, 2016) 62º
Brasil de Pelotas 3 (2013, 2015, 2016Cscr-featured.png) 64º

Copa dos Campeões[editar | editar código-fonte]

Realizada em três edições, a Copa dos Campeões teve a participação apenas de um clube gaúcho. O Grêmio disputou a edição de 2002 por ter sido semifinalista da Copa Sul-Minas de 2001, mas acabou por ser eliminado na fase de grupos e encerrar a competição na décima quarta posição entre os dezesseis clubes.[54]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 1 (2002Cscr-featured.png) 14º

Copa dos Campeões Estaduais[editar | editar código-fonte]

Realizada em quatro edições, a Copa dos Campeões Estaduais teve apenas um representante gaúcho, que foi o Brasil de Pelotas, em 1920, o qual recebeu o direito após ser o campeão do Campeonato Gaúcho de Futebol de 1919. No entanto, o clube acabou sendo derrotado nas duas partidas que disputou e encerrou na terceira e última colocação.[55]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Brasil de Pelotas 1 (1920Cscr-featured.png)

Competições interestaduais[editar | editar código-fonte]

Primeira Liga do Brasil[editar | editar código-fonte]

Atualmente o único torneio interregional englobando times gaúchos em disputa, a Primeira Liga do Brasil já registrou a participação de três equipes do Rio Grande do Sul. Tanto o Internacional, quanto o Grêmio, alcançaram seus melhores desempenhos no ano de 2016, finalizando na 4ª e 5ª colocações, respectivamente.[56] Para a edição seguinte, o Brasil de Pelotas foi convidado a participar, e finalizou na 9ª posição.[57]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Internacional 2 (2016Cscr-featured.png, 2017)
Grêmio 2 (2016Cscr-featured.png, 2017)
Brasil de Pelotas 1 (2017Cscr-featured.png)

Copa Sul[editar | editar código-fonte]

Disputada apenas no ano de 1999, a Copa Sul contou com a participação de quatro equipes gaúchas, sendo que o Grêmio sagrou-se campeão da competição ao derrotar o Paraná na final.[58]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 1 (1999) 1 (1999Cscr-featured.png)
Internacional 1 (1999Cscr-featured.png)
Juventude 1 (1999Cscr-featured.png)
Caxias 1 (1999Cscr-featured.png)

Copa Sul-Minas[editar | editar código-fonte]

Disputada em três edições, a Copa Sul-Minas contou com a participação de cinco equipes gaúchas. O melhor desempenho foi registrado pelo Grêmio, que em 2001 encerrou na terceira posição, sendo superado na semifinal pelo Coritiba.[59]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Grêmio 3 (2000, 2001Cscr-featured.png, 2002)
Internacional 3 (2000Cscr-featured.png, 2001Cscr-featured.png, 2002)
Juventude 2 (2000Cscr-featured.png, 2002)
Caxias 1 (2001Cscr-featured.png) 12º
Pelotas 1 (2002Cscr-featured.png) 14º

Recopa Sul-Brasileira[editar | editar código-fonte]

Realizada em quatro edições entre 2007 e 2010, a Recopa Sul-Brasileira era disputada pelo campeão da Copa FGF e de outras três copas estaduais. A única equipe gaúcha a conquistar o título foi o Cerâmica, que no ano de 2010 superou o Brusque na final.[60] O Caxias chegou à decisão da edição inaugural, mas foi superado pelo Marcílio Dias.[61]

Clube Títulos Participações Melhor colocação
Cerâmica 1 (2010) 1 (2010Cscr-featured.png)
Caxias 1 (2007Cscr-featured.png)
Pelotas 1 (2008Cscr-featured.png)
Porto Alegre 1 (2009Cscr-featured.png)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ranking dos 10 melhores times da região Sul». Fox Sports. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  2. «Copa Toyota de 1983». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  3. «Copa Toyota de 1995». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  4. «Fifa ignora Corinthians no novo troféu do Mundial de Clubes». UOL. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  5. «Internacional vence Barcelona e é campeão do Mundial de Clubes». UOL. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  6. «Inter dá vexame, perde para o Mazembe e fica fora da final do Mundial». UOL. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  7. «Dos males o menor, Inter vence e fica em terceiro». Globo Esporte. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  8. «Libertadores de 1983». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  9. «Libertadores de 1995». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  10. «Libertadores de 1984». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  11. «Boca derrota Grêmio importal e é campeão». UOL. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  12. «Inter empata com São Paulo e conquista Libertadores». Terra. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  13. «Tudo de novo! Inter bate o Chivas e é bicampeão da América!». Globo Esporte. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  14. «Copa Libertadores de 1980». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  15. «Copa Libertadores de 2000». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  16. «Inter campeão da Copa Sul-Americana». Zero Hora. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  17. «No fim, Grêmio perde para o Millonarios e está fora da Copa Sul-Americana». ClicRBS. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  18. «Cruzeiro faz 3 a 1 no Juventude em Caxias do Sul». Terra. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  19. «Supercopa Libertadores de 1989». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  20. «Copa Mercosul de 2001». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  21. «Copa Conmebol de 1992». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  22. «Copa Conmebol de 1994». RSSSF. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  23. «Independiente perdió la Recopa por goleada». La Nación. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  24. «Goleada sobre Pachuca dá Recopa ao Internacional». Terra. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  25. «Os gols de Internacional 3 x 1 Independiente pela final da Recopa Sul-Americana». SporTV. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  26. «Inter perde por 3 a 0 para LDU e equatorianos conquistam a Recopa». ClicRBS. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  27. «Inter conquista a Copa Suruga Bank no Japão». ClicRBS. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  28. «Todos os títulos do Inter». Internacional. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  29. a b «Inter empata com o Fluminense e está rebaixado para a Série B do Brasileirão». ClicRBS. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  30. «Todos os títulos do Grêmio». Grêmio. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  31. «1985 - o ano que não terminou para os xavantes». ClicRBS. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  32. «Campeonato Brasileiro de 2004 - Série A». Bola na Área. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  33. «Série B de 1994». Bola na Área. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  34. «Jogo que virou história: Batalha dos Aflitos faz 10 anos». Terra. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  35. «Política definiu clubes participantes da Série B». UOL. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  36. «3 gaúchos na B ou 3 na A em 2017». Correio do Povo. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  37. «Brasil de Pelotas segura o Fortaleza no Castelão e está na Série B-2016». Terra. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  38. «Fortaleza empata com o Juventude e permanece na Série C». O Povo. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  39. «Remo e América-RN garantem acesso à Série B». UOL. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  40. «Brasileiro - Série C 1999». O Gol. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  41. «Ypiranga perde para o Botafogo-SP e está eliminado». Globo Esporte. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  42. «Botafogo conquista a Série D e é o primeiro paraibano campeão nacional». Globo Esporte. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  43. «Tombense bate Brasil de Pelotas nos Pênaltis e é campeã da Série D». Globo Esporte. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  44. «River bate o Ypiranga nos pênaltis e é finalista». Globo Esporte. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  45. «Série D: Ríver elimina Lajeadense e está de volta à Terceirona em 2016». Terra. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  46. «São José só empata com o Atlético-AC e perde vaga na Série C». Correio do Povo. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  47. «FGF anuncia que RS terá mais uma vaga para a Série D este ano». Globo Esporte. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  48. «Contra Cruzeiro, Grêmio tenta chegar na final da Copa do Brasil pela 9 vez». Folha Online. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  49. «Copa do Brasil de 1992». Bola na Área. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  50. «Corinthians empata com o Inter e conquista a Copa do Brasil». Estadão. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  51. «Juventude foi campeão no Maracanã diante do maior público da história da Copa do Brasil». Chico Maia. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  52. «XV de Novembro 1 x 3 Santo André». Futpédia. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  53. «Regulamento Copa do Brasil» (PDF). CBF. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  54. «Copa dos Campeões de 2002». Bola na Area. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  55. «Copa dos Campeões Estaduais». RSSSF. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  56. «Tabela Primeira Liga 2016». Zero Hora. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  57. «Primeira Liga». Globo Esporte. Consultado em 15 de setembro de 2017 
  58. «Copa Sul de 1999». RSSSF. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  59. «Copa Sul-Minas de 2001». RSSSF. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  60. «Recopa Sul-Brasileira de 2010». O Gol. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  61. «Recopa Sul-Brasileira de 2007». O Gol. Consultado em 16 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]