J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Copa Suruga Bank)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final
Levain Cup
Logo Suruga Bank Championship.png
Logotipo da competição até 2018
Dados gerais
Organização CONMEBOL
JFA
Edições 12
Outros nomes Copa Suruga Bank (2008–2018)
Local de disputa  Japão
Sistema Jogo único
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

A J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final, anteriormente Copa Suruga Bank,[1] é uma competição intercontinental de futebol criada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) em parceria com a Associação de Futebol do Japão (JFA), através da Liga Japonesa de Futebol (J-League).[2] O torneio foi patrocinado pelo Banco Suruga desde seu início em 2008 até a edição de 2018, mas meses antes da edição de 2019 a empresa japonesa removeu o apoio e deixou de nomear a competição.[3]

A disputa surgiu como um laço entre a CONMEBOL e a JFA para o desenvolvimento do futebol no Japão. É realizada em jogo único envolvendo os campeões da Copa Sul-Americana e da Copa da Liga Japonesa do ano anterior, sendo sempre disputada na cidade da equipe japonesa classificada para a competição. A primeira edição foi realizada no dia 30 de julho de 2008, entre Gamba Osaka e Arsenal de Sarandí, da Argentina.

Na edição seguinte o Internacional tornou-se o primeiro clube brasileiro a vencer o torneio ao derrotar o Oita Trinita.[4] Em 2013, o São Paulo foi derrotado pelo Kashima Antlers por 3–2 e acabou ficando com o vice campeonato. No ano de 2017, o Brasil teve mais um representante no torneio, quando a Chapecoense enfrentou o Urawa Red Diamonds e perdeu por 1–0, sendo vice-campeã.

Em 2019, o Athletico Paranaense, campeão da Copa Sul-Americana de 2018, tornou-se o segundo clube brasileiro a vencer o torneio ao bater o Shonan Bellmare, vencedor da Copa da Liga Japonesa de 2018, por 4–0. Dessa forma, empatou a disputa entre as equipes ocidentais contra os campeões da J-League.

O recordista de títulos é o Kashima Antlers, que conquistou as edições de 2012 e 2013.

História[editar | editar código-fonte]

No Japão, existem três torneios de máxima categoria, os dois primeiros (Campeonato Japonês de Futebol e a Copa do Imperador) oferecem vagas para a competição de clubes mais importante da Ásia, a Liga dos Campeões da AFC, mas a Copa da Liga Japonesa não oferecia vaga a nenhum torneio. Por este motivo, o presidente da JFA, Saburo Kawabuchi, junto com Kenji Onitake, propuseram ao então presidente da CONMEBOL, Nicolás Leoz, e a Eduardo Deluca a criação de uma competição na qual se enfrentariam os campeões da Copa da Liga Japonesa e da Copa Sul-Americana.[5]

2008–2018 (Copa Suruga Bank)[editar | editar código-fonte]

A edição inaugural foi disputada em 30 de julho de 2008 na cidade de Osaka, onde enfrentaram-se o time local, o Gamba Osaka, e o Arsenal de Sarandí da Argentina. A equipe sul-americana ganhou por 1–0 convertendo-se assim na primeira equipe ganhadora da competição.

Na edição de 2009, no Estádio Big Eye, o Internacional sagrou-se campeão após derrotar o Oita Trinita por 2–1, tornando-se a primeira equipe brasileira ganhadora da competição.[6]

Na edição de 2010, pela primeira vez uma equipe japonesa ganhou a Copa Suruga, o FC Tokyo, após empatar em 2–2, venceu nos pênaltis por 4–3 a LDU de Quito. No mesmo dia da final, as duas associações renovaram o contrato que terminaria em 2011 e ampliaram a competição por mais 5 anos.

Na edição de 2011 se enfrentaram o Júbilo Iwata, ganhador da Copa da Liga Japonesa de 2011, contra Independiente, campeão da Copa Sul-Americana de 2010. No tempo normal o jogo acabou empatado em 2–2. A equipe japonesa foi a vencedora após vencer por 4–2 nos pênaltis.

A edição de 2012 foi disputada pelo Kashima Antlers, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2012 contra o Universidad de Chile, campeão da Copa Sul-Americana de 2011 no dia 1 de agosto. No tempo regulamentar, empate em 2–2. Nos pênaltis, a equipe japonesa levou a melhor e fez 7–6, ficando com o título.

A edição de 2013 contou com a segunda participação de um brasileiro, após três anos sem nenhum representante. O São Paulo enfrentou o Kashima Antlers, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2013, a partida ocorreu em 7 de agosto. O resultado final foi de 3–2 a favor do Kashima Antlers coroando-se como o primeiro bicampeão da competição.[7]

A edição de 2014, novamente contou com uma equipe Argentina, o campeão da Copa Sul-Americana de 2013, Lanús enfrentou o Kashiwa Reysol, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2013. O resultado foi 2–1 para o Kashiwa, com um pênalti faltando três minutos para o fim da partida.

Na edição de 2015 se enfrentaram o Gamba Osaka, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2014 contra o River Plate, campeão da Copa Sul-Americana de 2014. No dia 11 de agosto, o River Plate conquistou a Copa Suruga Bank após ganhar de 3–0.

Na edição de 2016, pela primeira vez houve a participação de uma equipe colombiana, o Independiente Santa Fe, campeão da Copa Sul-Americana de 2015, contra o campeão japonês Kashima Antlers, a partida acabou em 1–0 a favor dos colombianos. Desta forma, o Santa Fe se converteu na primeira equipe de seu país a ser campeão da competição, além disso, também conseguiu ser o primeiro clube colombiano a levantar um troféu fora do continente americano.

Na edição de 2017 se enfrentaram o Urawa Red Diamonds, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2016 contra Chapecoense, campeã da Copa Sul-Americana de 2016. O time japonês sagrou-se campeão ao derrotar a equipe brasileira por 1–0, com um gol de pênalti polêmico faltando dois minutos para finalizar a partida.[8][9]

Na edição de 2018, o torneio foi realizado entre Cerezo Osaka, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2017, e pelo Independiente, campeão da Copa Sul-Americana de 2017, em 8 de agosto, com o time argentino ficando com o título após vitória por 1–0.[10]

2019 (J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final)[editar | editar código-fonte]

A edição 2019 do torneio foi a primeira sem o apoio do Banco Suruga, que precisou remover o patrocínio após ter sido flagrado num escândalo de corrupção no Japão,[11] o que levou a competição a ser rebatizada e oficialmente chamada de "J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final". O confronto entre as equipes do Athletico Paranaense e Shonan Bellmare ocorreu no dia 7 de agosto de 2019, com vitória do time brasileiro por 4–0, o placar mais elástico dentre todas as edições.[12]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Ano Final Local Público Treinador campeão
Campeão Placar Vice
2008
Detalhes
Argentina
Arsenal de Sarandí
Copa Sul-Americana de 2007
1 – 0 Japão
Gamba Osaka
Copa da Liga Japonesa de 2007
Estádio Nagai, Osaka
(30 de julho)
19 728 Argentina Daniel Garnero
2009
Detalhes
Brasil
Internacional
Copa Sul-Americana de 2008
2 – 1 Japão
Oita Trinita
Copa da Liga Japonesa de 2008
Estádio Big Eye, Oita
(5 de agosto)
16 505 Brasil Tite
2010
Detalhes
Japão
FC Tokyo
Copa da Liga Japonesa de 2009
2 – 2
4 – 3 (pen)
Equador
LDU Quito
Copa Sul-Americana de 2009
Estádio Nacional, Tóquio
(4 de agosto)
19 423 Japão Hiroshi Jofuku
2011
Detalhes
Japão
Júbilo Iwata
Copa da Liga Japonesa de 2010
2 – 2
4 – 2 (pen)
Argentina
Independiente
Copa Sul-Americana de 2010
Estádio Shizuoka Ecopa, Shizuoka
(3 de agosto)
19 034 Japão Masaaki Yanagishita
2012
Detalhes
Japão
Kashima Antlers
Copa da Liga Japonesa de 2011
2 – 2
7 – 6 (pen)
Chile
Universidad de Chile
Copa Sul-Americana de 2011
Estádio Kashima, Kashima
(1 de agosto)
20 021 Brasil Jorginho
2013
Detalhes
Japão
Kashima Antlers
Copa da Liga Japonesa de 2012
3 – 2 Brasil
São Paulo
Copa Sul-Americana de 2012
Estádio Kashima, Kashima
(7 de agosto)
26 202 Brasil Toninho Cerezo
2014
Detalhes
Japão
Kashiwa Reysol
Copa da Liga Japonesa de 2013
2 – 1 Argentina
Lanús
Copa Sul-Americana de 2013
Estádio Hitachi Kashiwa Soccer, Kashiwa
(6 de agosto)
15 349 Brasil Nelsinho Baptista
2015
Detalhes
Argentina
River Plate
Copa Sul-Americana de 2014
3 – 0 Japão
Gamba Osaka
Copa da Liga Japonesa de 2014
Estádio Osaka Expo '70, Osaka
(11 de agosto)
12 722 Argentina Marcelo Gallardo
2016
Detalhes
Colômbia
Santa Fe
Copa Sul-Americana de 2015
1 – 0 Japão
Kashima Antlers
Copa da Liga Japonesa de 2015
Estádio Kashima, Kashima
(10 de agosto)
19 716 Argentina Gustavo Costas
2017
Detalhes
Japão
Urawa Red Diamonds
Copa da Liga Japonesa de 2016
1 – 0 Brasil
Chapecoense
Copa Sul-Americana de 2016
Estádio Saitama 2002, Saitama
(15 de agosto)
11 002 Japão Takafumi Hori
2018
Detalhes
Argentina
Independiente
Copa Sul-Americana de 2017
1 – 0 Japão
Cerezo Osaka
Copa da Liga Japonesa de 2017
Estádio Nagai, Osaka
(8 de agosto)
10 035 Argentina Ariel Holan
2019
Detalhes
Brasil
Athletico Paranaense
Copa Sul-Americana de 2018
4 – 0 Japão
Shonan Bellmare
Copa da Liga Japonesa de 2018
Estádio Shonan BMW Hiratsuka, Hiratsuka
(7 de agosto)
9 129 Brasil Tiago Nunes

Títulos[editar | editar código-fonte]

Por clubes[editar | editar código-fonte]

Equipes Títulos Vices
Japão Kashima Antlers 2 (2012, 2013) 1 (2016)
Argentina Independiente 1 (2018) 1 (2011)
Argentina Arsenal de Sarandí 1 (2008) 0
Brasil Internacional 1 (2009) 0
Japão FC Tokyo 1 (2010) 0
Japão Júbilo Iwata 1 (2011) 0
Japão Kashiwa Reysol 1 (2014) 0
Argentina River Plate 1 (2015) 0
Colômbia Santa Fe 1 (2016) 0
Japão Urawa Red Diamonds 1 (2017) 0
Brasil Athletico Paranaense 1 (2019) 0
Japão Gamba Osaka 0 2 (2008, 2015)
Japão Oita Trinita 0 1 (2009)
Equador LDU Quito 0 1 (2010)
Chile Universidad de Chile 0 1 (2012)
Brasil São Paulo 0 1 (2013)
Argentina Lanús 0 1 (2014)
Brasil Chapecoense 0 1 (2017)
Japão Cerezo Osaka 0 1 (2018)
Japão Shonan Bellmare 0 1 (2019)

Por país[editar | editar código-fonte]

País Títulos Vices
 Japão 6 6
 Argentina 3 2
 Brasil 2 2
 Colômbia 1 0
 Chile 0 1
Equador 0 1

Por confederação[editar | editar código-fonte]

Confederação Títulos Vices
JFA 6 6
CONMEBOL 6 6

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

Edição Futebolista(s) Clube Gols
2008 Argentina Carlos Casteglione Argentina Arsenal de Sarandí 1
2009 Brasil Alecsandro Brasil Internacional 1
Brasil Andrézinho
Japão Keigo Higashi Japão Oita Trinita
2010 Japão Sōta Hirayama Japão FC Tokyo 1
Japão Masashi Oguro
Argentina Hernán Barcos Equador LDU de Quito
Equador Patricio Urrutia
2011 Argentina Eduardo Tuzzio Argentina Independiente 1
Argentina Facundo Parra
Japão Tomoyuki Arata Japão Júbilo Iwata
2012 Japão Daiki Iwamasa Japão Kashima Antlers 1
Brasil Renato Cajá
Chile Charles Aránguiz Chile Universidad de Chile
2013 Japão Yuya Osako Japão Kashima Antlers 3
2014 Japão Kaoru Takayama Japão Kashiwa Reysol 1
Brasil Leandro
Argentina Leandro Somoza Argentina Lanús
2015 Uruguai Carlos Sánchez Argentina River Plate 1
Argentina Gabriel Mercado
Argentina Gonzalo Martínez
2016 Colômbia Humberto Osorio Colômbia Santa Fe 1
2017 Japão Yuki Abe Japão Urawa Red Diamonds 1
2018 Argentina Silvio Romero Argentina Independiente 1
2019 Argentina Braian Romero Brasil Athletico Paranaense 1
Brasil Marcelo Cirino
Brasil Rony
Brasil Thonny Anderson

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Athletico Paranaense na busca pela conquista da Levain Cup». CONMEBOL. 6 de agosto de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  2. «Copa Suruga Bank». Consultado em 20 de janeiro de 2019 
  3. «Copa Suruga perde nome tradicional e são definidos detalhes do Athletico no Japão». globoesporte.com. 17 de junho de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  4. «Mais um título no Japão: Inter vence Oita Trinita e conquista a Copa Suruga». 5 de agosto de 2009. Consultado em 20 de janeiro de 2019 
  5. Conmebol.com. «Copa Suruga Bank». Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  6. «Inter vence time japonês e conquista Copa Suruga». Terra. 5 de agosto de 2009. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  7. «Nos acréscimos, São Paulo perde a Copa Suruga para o Kashima Antlers». Globo Esporte. 7 de agosto de 2013. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  8. «"Não foi pênalti", diz Zlatan, do Urawa, sobre lance que decidiu jogo contra a Chapecoense». Diário Catarinense. 15 de agosto de 2017. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  9. «Chapecoense es vicecampeón de la Copa Suruga Bank». Site da CONMEBOL. 16 de agosto de 2017. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  10. «Rival do Santos na Libertadores, Independiente é campeão da Copa Suruga». UOL Esporte. 8 de agosto de 2018. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  11. «Lembra da Copa Suruga? Ela pode acabar por causa de um escândalo». ESPN Brasil. 21 de maio de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  12. «Athletico goleia o Shonan Bellmare e conquista seu primeiro título intercontinental». Yahoo! Esportes. 7 de agosto de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]