Copa Sul-Americana de 2005

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Copa Sul-Americana de 2005
IV Copa Sudamericana
CONMEBOL
Dados
Participantes 34
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 16 de agosto18 de dezembro
Gol(o)s 184
Partidas 66
Média 2,79 gol(o)s por partida
Campeão Argentina Boca Juniors (2º título)
Vice-campeão México Pumas UNAM
Melhor marcador ArgentinaARG Bruno Marioni (Pumas) – 7 gols
Maior goleada
(diferença)
Universidad Católica Chile 5 – 0 Peru Alianza Atlético
San Carlos de ApoquindoSantiago
30 de agosto, Grupo 4
◄◄ CONMEBOL 2004 Soccerball.svg 2006 CONMEBOL ►►

A Copa Sul-Americana de 2005 foi a quarta edição do torneio realizado anualmente pela CONMEBOL. Pela primeira vez as equipes da CONCACAF participaram da competição.

O argentino Boca Juniors conquistou seu segundo título após vencer nos pênaltis o mexicano Pumas UNAM por 4–3 no seu estádio[1].

Com o título o Boca Juniors disputou o título da Recopa Sul-Americana de 2006 contra o São Paulo, campeão da Copa Libertadores da América de 2005.

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

País Equipe Classificação
 Argentina
(6 vagas + atual campeão)
Boca Juniors Campeão da Copa Sul-Americana de 2004
Vélez Sarsfield Melhor pontuação da temporada 2004/05
Estudiantes 2° melhor pontuação da temporada 2004/05
Rosário Central 3° melhor pontuação da temporada 2004/05
River Plate Convidado e 4° melhor pontuação da temporada 2004/05
Newell's Old Boys 5° melhor pontuação da temporada 2004/05
Banfield 6° melhor pontuação da temporada 2004/05
 Bolívia
(2 vagas)
Bolívar Campeão do Torneio Adecuacion 2005
The Strongest Vice-campeão do Torneio Adecuacion 2005
 Brasil
(8 vagas)
Santos Campeão do Campeonato Brasileiro de 2004
São Paulo 3° colocado no Campeonato Brasileiro de 2004
Corinthians 5° colocado no Campeonato Brasileiro de 2004
Goiás 6° colocado no Campeonato Brasileiro de 2004
Juventude 7° colocado no Campeonato Brasileiro de 2004
Internacional 8° colocado no Campeonato Brasileiro de 2004
Fluminense 9° colocado no Campeonato Brasileiro de 2004
Cruzeiro 13° colocado no Campeonato Brasileiro de 2004
 Chile
(2 vagas)
Universidad Católica 1° em fase classificatória do Torneio Apertura de 2005
Universidad de Chile 2° em fase classificatória do Torneio Apertura de 2005
 Colômbia
(2 vagas)
Atlético Nacional 2° melhor pontuação da temporada 2005
Deportivo Cali 5° melhor pontuação da temporada 2005
Equador
(2 vagas)
El Nacional 3° na primeira etapa do Campeonato Equatoriano de 2004
LDU Quito 5° na segunda etapa do Campeonato Equatoriano de 2004
 Paraguai
(2 vagas)
Cerro Porteño Campeão do Torneio Apertura de 2005
Guaraní Campeão da Liga Pré Sul-Americana de 2005
 Peru
(2 vagas)
Alianza Atlético 4° melhor pontuação acumulada da temporada 2004
Universitario 5° melhor pontuação acumulada da temporada 2004
Uruguai
(2 vagas)
Danubio Campeão do Campeonato Uruguaio de 2004
Defensor Sporting Finalista da Liga Pré-Libertadores 2005
 Venezuela
(2 vagas)
Mineros de Guayana 4° melhor pontuação na temporada 2004/05
Trujillanos 5° melhor pontuação na temporada 2004/05
 Estados Unidos
(1 vaga)
D.C. United Convidado
 México
(2 vagas)
América Convidado
Pumas UNAM Convidado

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Grupo 1[editar | editar código-fonte]

Data Mandante Resultado Visitante
16 de agosto Deportivo Cali Colômbia 2-0 Colômbia Atlético Nacional
23 de agosto Atlético Nacional Colômbia 2-0
(7-6 pen)
Colômbia Deportivo Cali
Data Mandante Resultado Visitante
18 de agosto Trujillanos Venezuela 3-1 Venezuela Mineros
23 de agosto Mineros Venezuela 1-2 Venezuela Trujillanos
Data Mandante Resultado Visitante
30 de agosto Trujillanos Venezuela 1-5 Colômbia Atlético Nacional
8 de setembro Atlético Nacional Colômbia 2-0 Venezuela Trujillanos

Grupo 2[editar | editar código-fonte]

Data Mandante Resultado Visitante
9 de agosto Guaraní Paraguai 1-2 Paraguai Cerro Porteño
23 de agosto Cerro Porteño Paraguai 1-2 Paraguai Guaraní
Data Mandante Resultado Visitante
16 de agosto Defensor Uruguai 2-3 Uruguai Danubio
23 de agosto Danubio Uruguai 1-3 Uruguai Defensor
Data Mandante Resultado Visitante
30 de agosto Cerro Porteño Paraguai 2-0 Uruguai Defensor
6 de setembro Defensor Uruguai 1-1 Paraguai Cerro Porteño

Grupo 3[editar | editar código-fonte]

Data Mandante Resultado Visitante
11 de agosto The Strongest Bolívia 2-1 Bolívia Bolívar
25 de agosto Bolívar Bolívia 1-2 Bolívia The Strongest
Data Mandante Resultado Visitante
9 de agosto El Nacional Equador 3-4 Equador LDU Quito
25 de agosto LDU Quito Equador 1-2 Equador El Nacional
Data Mandante Resultado Visitante
30 de agosto The Strongest Bolívia 2-1 Equador LDU Quito
8 de setembro LDU Quito Equador 1-2 Bolívia The Strongest

Grupo 4[editar | editar código-fonte]

Data Mandante Resultado Visitante
11 de agosto Universidad Católica Chile 1-2 Chile Universidad de Chile
25 de agosto Universidad de Chile Chile 0-1 Chile Universidad Católica
Data Mandante Resultado Visitante
10 de agosto Universitario Peru 1-1 Peru Alianza Atlético
24 de agosto Alianza Atlético Peru 1-1 Peru Universitario
Data Mandante Resultado Visitante
30 de agosto Universidad Católica Chile 5-0 Peru Alianza Atlético
7 de setembro Alianza Atlético Peru 2-0 Chile Universidad Católica

Grupo 5[editar | editar código-fonte]

Data Mandante Resultado Visitante
17 de agosto Fluminense Brasil 2-1 Brasil Santos
31 de agosto Santos Brasil 2-1
(2-4 pen)
Brasil Fluminense
Data Mandante Resultado Visitante
17 de agosto Internacional Brasil 2-1 Brasil São Paulo
1º de setembro São Paulo Brasil 1-1 Brasil Internacional
Data Mandante Resultado Visitante
17 de agosto Juventude Brasil 1-3 Brasil Cruzeiro
1º de setembro Cruzeiro Brasil 0-1 Brasil Juventude
Data Mandante Resultado Visitante
17 de agosto Goiás Brasil 0-2 Brasil Corinthians
31 de agosto Corinthians Brasil 1-1 Brasil Goiás

Grupo 6[editar | editar código-fonte]

Data Mandante Resultado Visitante
10 de agosto Banfield Argentina 2-0 Argentina Estudiantes
25 de agosto Estudiantes Argentina 2-1 Argentina Banfield
Data Mandante Resultado Visitante
18 de agosto Newell's Old Boys Argentina 0-0 Argentina Rosario Central
29 de agosto Rosario Central Argentina 1-0 Argentina Newell's Old Boys


Fase final[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 13 de setembro a 5 de outubro  18 de outubro a 10 de novembro  23 de novembro a 1 de dezembro  6 de dezembro e 18 de dezembro
                                                 
 Colômbia Atlético Nacional 3 1 4  
 México América 3 4 7  
   México América 0 0 0  
   Argentina Vélez Sarsfield 2 2 4  
 Brasil Cruzeiro 0 2 2
 Argentina Vélez Sarsfield 2 1 3  
   Argentina Vélez Sarsfield 0 0 0  
   México Pumas UNAM 0 4 4  
 Argentina River Plate 0 1 1  
 Brasil Corinthians (gf) 0 1 1  
   Brasil Corinthians 2 0 2
   México Pumas UNAM 1 3 4  
 Bolívia The Strongest 1 2 3
 México Pumas UNAM 3 1 4  
   México Pumas UNAM 1 1 2 (3)
   Argentina Boca Juniors (pen) 1 1 2 (4)
 Argentina Banfield 1 0 1  
 Brasil Fluminense 3 0 3  
   Brasil Fluminense 2 0 2
   Chile Universidad Católica 1 2 3  
 Chile Universidad Católica 1 3 4
 Estados Unidos D.C. United 1 2 3  
   Chile Universidad Católica 2 0 2
   Argentina Boca Juniors 2 1 3  
 Brasil Internacional 1 1 2  
 Argentina Rosário Central 0 1 1  
   Brasil Internacional 1 1 2
   Argentina Boca Juniors 0 4 4  
 Argentina Boca Juniors 2 5 7
 Paraguai Cerro Porteño 2 1 3  

Final[editar | editar código-fonte]

Jogo de ida
6 de dezembro Pumas UNAM México 1 – 1 Argentina Boca Juniors Estádio Olímpico Universitário, Cidade do México
17:15 (UTC-6)
Botero Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53' Palacio Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Público: 65.000
Árbitro: Uruguai Jorge Larrionda
Jogo de volta
18 de dezembro Boca Juniors Argentina 1 – 1 México Pumas UNAM Estádio La Bombonera, Buenos Aires
21:00 (UTC-3)
Palermo Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31' Marioni Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52' Público: 56.000
Árbitro: Paraguai Carlos Amarilla
    Penalidades  
Schelotto Erro
Insúa Convertido
Palermo Erro
Schiavi Convertido
Delgado Convertido
Abbondanzieri Convertido
4 – 3 Leandro Augusto Erro
Pineda Convertido
Beltrán Erro
Cardetti Convertido
Marioni Convertido
Galindo Erro
 

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa Sul-Americana de 2005
Flag of Argentina.svg
BOCA JUNIORS
Campeão
(2º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

7 gols (1)

  • Bruno Marioni (Pumas)

6 gols (1)

  • Jorge Quinteros (Universidad Católica)

5 gols (1)

4 gols (5)

  • Tuta (Fluminense)
  • Diego (Cruzeiro)
  • Kléber Boas (América-MEX)
  • Pablo Escobar (The Strongest)
  • Palermo (Boca Juniors)

Referências

  1. «Nos pênaltis, Boca Juniors conquista o bi da Copa Sul-Americana». Folha.com. 19 de dezembro de 2005. Consultado em 30 de dezembro de 2012