Final da Copa Sul-Americana de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Final da Copa Sul-Americana de 2017
Estadio Libertadores de America 2014.JPG
Maracanã 2014 e.jpg
Sedes dos confrontos
Jogo de ida
Data 6 de dezembro, 20:45 (UTC−3)
Local Estádio Libertadores de América, Avellaneda
Árbitro ParaguaiPAR Mario Díaz de Vivar
Público 50 000[1]
Jogo de volta
Data 13 de dezembro, 21:45 (UTC−2)
Local Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
Árbitro ColômbiaCOL Wilmar Roldán
Público 62 567[2]

A final da Copa Sul-Americana de 2017 foi a 16ª final desta competição, que é organizada anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol. Foi disputada entre Flamengo, do Brasil, e Independiente, da Argentina. A partida de ida foi realizada em 6 de dezembro no Estádio Libertadores de América, em Avellaneda. O segundo jogo foi realizado dia 13 de dezembro no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

O Independiente venceu por 3–2 no placar agregado e se classificou automaticamente para a Copa Libertadores da América de 2018, a Recopa Sul-Americana de 2018 e a Copa Suruga Bank de 2018.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Flamengo e Independiente decidem pela primeira vez a Copa Sul-Americana, mas em 1995 os dois clubes disputaram a final da Supercopa Sul-Americana. No de ida, na Argentina, os donos da casa venceram por 2–0, resultado que não foi revertido na volta pelo Flamengo, ao vencer apenas por 1–0 no Estádio do Maracanã.[3] Entre 1995 e 2001 as duas equipes se enfrentaram oito vezes por competições internacionais, com quatro vitórias brasileiras, três empates e uma vitória argentina.[4] O Independiente também já disputou a final da Copa Sul-Americana, se sagrando campeão da edição de 2010 contra outra equipe brasileira, o Goiás.[5]

Para chegar até a decisão, o Flamengo entrou diretamente na segunda fase após ser contemplado com uma vaga por ter sido um dos eliminados na fase de grupos da Copa Libertadores (terceiro colocado do grupo 4).[6] Nessa fase, eliminou o Palestino, do Chile, com vitórias por 5–2 e 5–0 (10–2 no agregado).[7] Enfrentou a Chapecoense nas oitavas de final, empatando o jogo de ida por 0–0 e vencendo na volta por 4–0.[8] Nas quartas de final, em outro confronto brasileiro, enfrentou o seu rival Fluminense, onde venceu na ida por 1–0 e empatou na volta em 3–3, classificando-se com um placar agregado de 4–3.[9] Jogou com o Junior Barranquilla, da Colômbia, nas semifinais, onde venceu ambos os jogos (2–1 na ida e 2–0 na volta), classificando-se para a sua primeira final continental em 16 anos.[10]

Por não ter se classificado para a Copa Libertadores desse ano, o Independiente disputou a Copa Sul-Americana desde a sua primeira fase, onde enfrentou o Alianza Lima, do Peru, empatando no jogo de ida por 0–0 e vencendo o jogo de volta por 1–0.[11] Na segunda fase, superou os chilenos do Deportes Iquique com vitórias por 4–2 na ida e 2–1 na volta, avançando com um placar agregado de 6–3.[12] Nas oitavas de final, em confronto argentino, enfrentou o Atlético Tucumán, sendo derrotado no primeiro jogo por 0–1, mas vencendo o jogo da volta por 2–0 (2–1 no placar agregado).[13] Nas quartas de final, enfrentou o Nacional, do Paraguai, onde venceu o jogo de ida 4–1 e o da volta por 2–0, classificando-se para as semifinais contra outra equipe paraguaia.[14] Enfrentando o Libertad, foi derrotado no jogo de ida pelo placar de 1–0, mas reverteu o resultado no jogo de volta ao triunfar por 3–1, classificando-se para a final com um placar agregado de 3–2.[15]

Caminhos até à final[editar | editar código-fonte]

Brasil Flamengo Fase Argentina Independiente
Oponente Agregado Jogos Copa Sul-Americana de 2017 Oponente Agregado Jogos
Disputou a partir da segunda fase Primeira fase Peru Alianza Lima 1–0 0–0 (F); 1–0 (C)
Chile Palestino 10–2 5–2 (F); 5–0 (C) Segunda fase Chile Deportes Iquique 6–3 4–2 (F); 2–1 (C)
Brasil Chapecoense 4–0 0–0 (F); 4–0 (C) Oitavas de final Argentina Atlético Tucumán 2–1 0–1 (F); 2–0 (C)
Brasil Fluminense 4–3 1–0 (F); 3–3 (C) Quartas de final Paraguai Nacional 6–1 4–1 (F); 2–0 (C)
Colômbia Junior Barranquilla 4–1 2–1 (C); 2–0 (F) Semifinais Paraguai Libertad 3–2 0–1 (F); 3–1 (C)

Legenda: (C) casa; (F) fora

Detalhes[editar | editar código-fonte]

Jogo de ida[editar | editar código-fonte]

6 de dezembro Independiente Argentina 2 – 1 Brasil Flamengo Estádio Libertadores de América, Avellaneda
20:45 (UTC−3)
Giglotti Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28'
Meza Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Relatório Réver Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8' Público: 50 000[1]
Árbitro: ParaguaiPAR Mario Díaz de Vivar
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Independiente
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Flamengo
G 25 Uruguai Martín Campaña
LD 16 Argentina Fabricio Bustos Penalizado com cartão amarelo após 90 minutos 90'
Z 2 Argentina Alan Franco Substituído após 84 minutos de jogo 84'
Z 5 Uruguai Gastón Silva
LE 3 Argentina Nicolás Tagliafico Capitão Penalizado com cartão amarelo após 19 minutos 19'
V 15 Uruguai Diego Martín Rodríguez
V 6 Argentina Juan Sánchez Miño
M 7 Argentina Martín Benítez Substituído após 72 minutos de jogo 72'
M 8 Argentina Maximiliano Meza Substituído após 78 minutos de jogo 78'
M 27 Argentina Ezequiel Barco
A 9 Argentina Emmanuel Gigliotti
Substitutos:
G 1 Argentina Damián Albil
Z 14 Venezuela Fernando Amorebieta Penalizado com cartão amarelo após 85 minutos 85' Entrou em campo após 84 minutos 84'
M 10 Argentina Walter Erviti
M 23 Argentina Nery Domínguez
M 29 Argentina Nicolás Domingo Entrou em campo após 78 minutos 78'
A 11 Argentina Leandro Fernández
A 24 Argentina Juan Manuel Martínez Entrou em campo após 72 minutos 72'
Treinador:
Argentina Ariel Holan
Independiente vs Flamengo 2017-12-06.svg
G 24 Brasil César
LD 21 Brasil Pará
Z 15 Brasil Réver Capitão
Z 4 Brasil Juan
LE 13 Peru Miguel Trauco
V 5 Brasil Willian Arão
V 26 Colômbia Gustavo Cuéllar
M 7 Brasil Éverton Ribeiro
M 10 Brasil Diego Penalizado com cartão amarelo após 23 minutos 23' Substituído após 72 minutos de jogo 72'
M 29 Brasil Lucas Paquetá Substituído após 56 minutos de jogo 56'
A 25 Brasil Felipe Vizeu
Substitutos:
G 1 Brasil Thiago
Z 2 Brasil Rodinei
Z 30 Brasil Rhodolfo
M 8 Brasil Márcio Araújo
M 22 Brasil Éverton Entrou em campo após 56 minutos 56'
M 27 Brasil Rômulo
A 20 Brasil Vinícius Júnior Entrou em campo após 72 minutos 72'
Treinador:
Colômbia Reinaldo Rueda

Árbitro assistente:[16]
ParaguaiPAR Milcíades Saldívar
ParaguaiPAR Darío Gaona
Quarto Árbitro:
ParaguaiPAR Éber Aquino
Árbitro de vídeo:
ParaguaiPAR Enrique Cáceres
Árbitro assistente de vídeo:
EquadorECU Roddy Zambrano
Árbitro de vídeo 2:
ParaguaiPAR Eduardo Cardozo

Jogo de volta[editar | editar código-fonte]

13 de dezembro Flamengo Brasil 1 – 1 Argentina Independiente Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:45 (UTC−2)
Lucas Paquetá Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29' Relatório Barco Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39' (pen) Público: 62 567[2]
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Flamengo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Independiente
G 24 Brasil César
LD 21 Brasil Pará
Z 15 Brasil Réver Capitão
Z 4 Brasil Juan Penalizado com cartão amarelo após 90 minutos 90'
LE 13 Peru Miguel Trauco Substituído após 54 minutos de jogo 54'
V 5 Brasil Willian Arão
V 26 Colômbia Gustavo Cuéllar Substituído após 78 minutos de jogo 78'
M 29 Brasil Lucas Paquetá Substituído após 84 minutos de jogo 84'
M 10 Brasil Diego
M 22 Brasil Éverton Penalizado com cartão amarelo após 73 minutos 73'
A 25 Brasil Felipe Vizeu
Substitutos:
G 1 Brasil Thiago
Z 2 Brasil Rodinei
Z 30 Brasil Rhodolfo
M 7 Brasil Éverton Ribeiro Entrou em campo após 78 minutos 78'
M 8 Brasil Márcio Araújo
A 16 Brasil Lincoln Entrou em campo após 84 minutos 84'
A 20 Brasil Vinícius Júnior Penalizado com cartão amarelo após 77 minutos 77' Entrou em campo após 54 minutos 54'
Treinador:
Colômbia Reinaldo Rueda
Flamengo vs Independiente 2017-12-13.svg
G 25 Uruguai Martín Campaña Penalizado com cartão amarelo após 79 minutos 79'
LD 16 Argentina Fabricio Bustos Substituído após 84 minutos de jogo 84'
Z 2 Argentina Alan Franco
Z 14 Venezuela Fernando Amorebieta
LE 3 Argentina Nicolás Tagliafico Capitão
V 29 Argentina Nicolás Domingo
V 15 Uruguai Diego Martín Rodríguez
M 7 Argentina Martín Benítez Substituído após 33 minutos de jogo 33'
M 8 Argentina Maximiliano Meza Penalizado com cartão amarelo após 77 minutos 77' Substituído após 82 minutos de jogo 82'
M 27 Argentina Ezequiel Barco Penalizado com cartão amarelo após 87 minutos 87'
A 9 Argentina Emmanuel Gigliotti
Substitutos:
G 1 Argentina Damián Albil
Z 5 Uruguai Gastón Silva Entrou em campo após 84 minutos 84'
M 6 Argentina Juan Sánchez Miño Entrou em campo após 82 minutos 82'
M 10 Argentina Walter Erviti
M 23 Argentina Nery Domínguez
A 11 Argentina Leandro Fernández
A 24 Argentina Lucas Albertengo Penalizado com cartão amarelo após 72 minutos 72' Entrou em campo após 33 minutos 33'
Treinador:
Argentina Ariel Holan

Árbitro assistente:[16]
ColômbiaCOL Alexander Guzmán
ColômbiaCOL Cristian de la Cruz
Quarto Árbitro:
ColômbiaCOL Gustavo Murillo
Árbitro de vídeo:
UruguaiURU Daniel Fedorczuk
Árbitro assistente de vídeo:
ChileCHI Roberto Tobar
Árbitro de vídeo 2:
UruguaiURU Nicolás Tarán

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Copa Sudamericana 2017 » Final » Independiente - Flamengo RJ 2:1». Worldfootball.net. 6 de dezembro de 2017. Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  2. a b «Independiente busca empate, segura Fla no Maracanã e conquista a Copa Sul-Americana». GloboEsporte.com. 13 de dezembro de 2017. Consultado em 14 de dezembro de 2017 
  3. «A outra final continental de Flamengo x Independiente: A Supercopa de 1995». Trivela. 1 de dezembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  4. «Independiente y Flamengo se vuelven a ver las caras en una instancia decisiva» (em inglês). CONMEBOL. 5 de dezembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  5. «Independiente bate Goiás nos pênaltis e é campeão da Copa Sul-Americana». Veja. 9 de dezembro de 2010. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  6. «Fla cai pela quinta vez na fase de grupos, recorde entre brasileiros. Relembre todas». GloboEsporte.com. 18 de maio de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  7. «Flamengo massacra o Palestino e avança na Copa Sul-Americana». Gazeta Esportiva. 9 de agosto de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  8. «Flamengo goleia Chapecoense e espera Flu nas quartas da Sul-Americana». ESPN Brasil. 20 de setembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  9. «Em jogo eletrizante, Fla arranca empate e elimina Flu da Sul-Americana». UOL Esporte. 1 de novembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  10. «Substituto de Muralha pega pênalti e Fla volta a disputar final continental». UOL Esporte. 1 de dezembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  11. «Alianza Lima eliminado de la Copa Sudamericana: cayó 1-0 ante Independiente» (em espanhol). América TV. 31 de maio de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  12. «Deportes Iquique-Independiente: el Rojo festejó en la altura y avanzó otro paso en la Copa Sudamericana» (em espanhol). La Nación. 2 de agosto de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  13. «Copa Sudamericana: Independiente pasó a los cuartos de final en un partidazo contra Atlético Tucumán» (em espanhol). La Nación. 12 de setembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  14. «Independiente selló su clasificación a semifinales y ya piensa en Libertad» (em espanhol). Clarín. 2 de novembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  15. «Independiente venció 3-1 a Libertad y ya está en la final» (em espanhol). Clarín. 28 de novembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  16. a b «Árbitros para las finales de la CONMEBOL Sudamericana» (em espanhol). CONMEBOL. 1 de dezembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017