Primeira Liga do Brasil de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Evento desportivo atual
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo atual.
A informação apresentada poderá mudar rapidamente. Editado pela última vez em 16 de junho de 2017.
Primeira Liga de 2017
Logotipo oficial a partir desta edição.
Dados
Participantes 16
Anfitrião Primeira Liga
Período 24 de janeiro8 de outubro
Gol(o)s 40
Partidas 23
Média 1,74 gol(o)s por partida
Melhor ataque (fase inicial) Internacional – 6 gols
Melhor defesa (fase inicial) Nenhum gol:
Público 130 043
Média 9 288,8 pessoas por partida
◄◄ 2016 Soccerball.svg 2018 ►►

A Primeira Liga do Brasil de 2017, também conhecida como Copa da Primeira Liga, é a segunda edição do torneio realizado entre as equipes de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Ceará. Será disputada entre 22 de janeiro e 8 de outubro.

Saídas de Atlético Paranaense e Coritiba e as entradas de Londrina e Ceará[editar | editar código-fonte]

Em 18 de novembro de 2016, o Atlético Mineiro anunciou que pode não participar da competição, alegando que o clube irá disputar muitos campeonatos no ano, já que a Libertadores teve sua duração aumentada até o fim do ano, além de ter o Brasileirão, Copa do Brasil, Campeonato Mineiro e Torneio da Flórida.[1] Porém, o time foi incluído na tabela da competição.[2]

Quatro dias depois, o Atlético Paranaense e o Coritiba, anunciaram que não irão participar da Primeira Liga por estarem insatisfeitos com a divisão de cotas de TV.[3] O Londrina acabou entrando na competição.

Na divulgação do esboço da tabela básica dos grupos, o Ceará também foi incluído na competição.[4]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

O torneiro será transmitido na TV por Assinatura pelo SporTV e pela primeira vez, em pay-per-view pelo Premiere.[5]

Participantes[editar | editar código-fonte]

UF Clube Cidade Estádio (mando) Capacidade[6] Títulos
Ceará Ceará Ceará Fortaleza Arena Castelão 63 903 0 (não possui)
Minas Gerais Minas Gerais Cruzeiro Belo Horizonte Mineirão 62 160 0 (não possui)
América Mineiro Independência 23 018 0 (não possui)
Atlético Mineiro 0 (não possui)
Paraná Paraná Londrina Londrina Estádio do Café 30 000 0 (não possui)
Paraná Curitiba Vila Capanema 20 083 0 (não possui)
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Flamengo Rio de Janeiro Arena da Ilha 20 000 0 (não possui)
Fluminense Maracanã 78 838 1 (2016)
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas Pelotas Bento Freitas 18 000 0 (não possui)
Grêmio Porto Alegre Arena do Grêmio 55 662 [7] 0 (não possui)
Internacional Beira-Rio 50 128 0 (não possui)
Santa Catarina Santa Catarina Chapecoense Chapecó Arena Condá 22 000 0 (não possui)
Criciúma Criciúma Heriberto Hülse 19 900 0 (não possui)
Avaí Florianópolis Ressacada 17 826 0 (não possui)
Figueirense Orlando Scarpelli 19 584 0 (não possui)
Joinville Joinville Arena Joinville 22 400 0 (não possui)

Estádios[editar | editar código-fonte]

América Mineiro Atlético Mineiro Avaí Brasil de Pelotas
Independência Independência Ressacada Bento Freitas
Capacidade: 23 018 Capacidade: 23 018 Capacidade: 17 826 Capacidade: 18 000
Arena Independência - Atlético x Fluminense.jpg Arena Independência - Atlético x Fluminense.jpg Ressacada reformada.jpg Bento Freitas.jpg
Ceará
Chapecoense
Castelão Arena Condá
Capacidade: 63 903 Capacidade: 22 000
Castelão Stadium.png Arena Condá Novo gramado.jpg
Criciúma Cruzeiro
Heriberto Hülse Mineirão
Capacidade: 19 900 Capacidade: 62 190
Mineirão Aérea.jpg
Flamengo Fluminense
Luso Brasileiro Maracanã
Capacidade: 20 000 Capacidade: 78 838
Arena Botafogo 2016.jpeg Maracanã 2014 e.jpg
Figueirense Grêmio
Orlando Scarpelli Arena do Grêmio
Capacidade: 19 584 Capacidade: 55 662[8]
Estádio Orlando Scarpelli.jpg Arena do Grêmio 2014.jpg
Internacional Joinville Londrina Paraná
Beira-Rio Arena Joinville Café Vila Capanema
Capacidade: 50 128[9] Capacidade: 22 400 Capacidade: 30 000 Capacidade: 20 083
Vista Aérea Beira-Rio.jpg Arena Joinville 2015.jpg Estádio Municipal Jacy Scaff - Estádio do Café.jpg Vila Capanema noite fumaça.jpg

Regulamento[editar | editar código-fonte]

O campeonato terá quatro grupos de quatro clubes cada. Os dois primeiros de cada grupo avançam às quartas de final, mas será feito um sorteio para decidir quais equipes enfrentam os primeiros de cada grupo. Os jogos finais serão disputados em jogo único.[2]

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

Classificados para as quartas de final
Eliminados

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Fase final[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Essas são as equipes 2ª colocadas de cada grupo:[2]

Grupo Equipes Pts J V E D GP GC SG
A Rio de Janeiro Fluminense 4 3 1 1 1 4 4 0
B Rio Grande do Sul Grêmio 4 3 1 1 1 2 3 –1
C Minas Gerais Atlético Mineiro 4 3 1 1 1 4 3 +1
D Paraná Paraná 4 3 1 1 1 3 2 +1

Tabela[editar | editar código-fonte]

O sorteio dos confrontos foi realizado em 5 de junho, após reunião com presença dos clubes. As datas e horários de cada confronto serão definidos em conjunto com a emissora detentora dos direitos televisivos.[10]

Quartas de final
29 e 30 de agosto
Semifinais
3 de setembro
Final
8 de outubro
       
 Rio de Janeiro Flamengo
 Paraná Paraná  
 Flag of None.svg
   Flag of None.svg  
 Minas Gerais Cruzeiro
 Rio Grande do Sul Grêmio  
 Flag of None.svg
   Flag of None.svg
 Rio Grande do Sul Internacional
 Minas Gerais Atlético Mineiro  
 Flag of None.svg
   Flag of None.svg  
 Paraná Londrina
 Rio de Janeiro Fluminense  

Premiação[editar | editar código-fonte]

Primeira Liga de 2017
Flag of None.svg
A definir
Campeão
(?º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado dia 18 de abril de 2017.[11][12]
Gols Jogador Time
2 Argentina Ábila Cruzeiro
Brasil Gustavo Papa Brasil de Pelotas
Brasil Paulo Rangel Londrina

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Situação
1 Finalistas
2
3 Semifinalistas
4
5 Eliminados nas quartas de finais
6
7
8
9 Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas 4 3 1 1 1 4 4 0 44.4 Eliminados na primeira fase
10 Ceará Ceará 3 3 0 3 0 1 1 0 33.3
11 Santa Catarina Figueirense 2 3 0 2 1 1 2 –1 22.2
12 Santa Catarina Chapecoense 2 3 0 2 1 2 4 –2 22.2
13 Santa Catarina Joinville 2 3 0 2 1 0 2 –2 22.2
14 Minas Gerais América Mineiro 1 3 0 1 2 0 2 –2 11.1
15 Santa Catarina Avaí 1 3 0 1 2 1 4 –3 11.1
16 Santa Catarina Criciúma 0 3 0 0 3 4 8 –4 0

Referências

  1. Martins Y Miguel, Fernando (18 de novembro de 2016). «Presidente do Galo descarta time na Primeira Liga 2017: "Não temos datas"». Globoesporte.com. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  2. a b c «Regulamento 2017». Primeira Liga. 9 de dezembro de 2016. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  3. «Insatisfeitos, Coritiba e Atlético-PR não jogarão Primeira Liga em 2017». ESPN. 22 de novembro de 2016. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  4. «Primeira Liga esboça tabela com clássicos regionais e Ceará presente». Globoesporte.com. 6 de dezembro de 2016. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  5. Filho, Adalberto Leister (25 de janeiro de 2017). «Com dez meses de duração, Primeira Liga ganha espaço no SporTV». Maquina do Esporte. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  6. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 24 de outubro de 2014. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  7. [ http://cdn.cbf.com.br/content/201601/20160121152439_0.pdf]
  8. [ http://cdn.cbf.com.br/content/201601/20160121152439_0.pdf]
  9. [ http://cdn.cbf.com.br/content/201601/20160121152439_0.pdf]
  10. «Conheça os confrontos das quartas de final». Primeira Liga. 5 de junho de 2017. Consultado em 5 de junho de 2017 
  11. «Artilheiros da Primeira Liga 2017». primeiraligabr.com. Consultado em 18 de abril de 2017 
  12. «Estatísticas da Primeira Liga 2017». ogol.com.br. Consultado em 18 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]