Primeira Liga do Brasil de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Primeira Liga de 2017
Logotipo oficial a partir desta edição.
Dados
Participantes 16
Anfitrião Primeira Liga
Período 24 de janeiro4 de outubro
Gol(o)s 54
Partidas 31
Média 1,74 gol(o)s por partida
Campeão Paraná Londrina
Vice-campeão Minas Gerais Atlético Mineiro
Melhor marcador Brasil Renatinho (Paraná) – 3 gols
Melhor ataque (fase inicial) Rio Grande do Sul Internacional – 6 gols
Melhor defesa (fase inicial) Nenhum gol:
◄◄ 2016 Soccerball.svg 2018 ►►

A Primeira Liga do Brasil de 2017, também conhecida como Copa da Primeira Liga, foi a segunda edição do torneio realizado entre as equipes de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Ceará. Foi disputada entre 22 de janeiro e 4 de outubro. O Londrina sagrou-se campeão em cima do Atlético Mineiro, após empate em 0–0 no tempo normal e vitória nos pênaltis por 4–2.[1]

Saídas de Atlético Paranaense e Coritiba e as entradas de Londrina e Ceará[editar | editar código-fonte]

Em 18 de novembro de 2016, o Atlético Mineiro anunciou que poderia ficar de fora da competição, alegando que o time iria disputar muitos campeonatos nesse ano, já que a Libertadores teve sua duração ampliada até o fim de 2017, além de ter o Brasileirão, Copa do Brasil, Campeonato Mineiro e Torneio da Flórida a serem disputados[2]. Apesar da tentativa de desistência, o clube alvinegro foi incluído na tabela da competição.[3]

Quatro dias depois, o Atlético Paranaense e o Coritiba, anunciaram suas ausências da Primeira Liga por estarem insatisfeitos com a divisão de cotas de TV.[4] O Londrina acabou ingressando no campeonato.

Na divulgação do esboço da tabela básica dos grupos, o Ceará também foi incluído no torneio regional.[5]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

O torneiro será transmitido na TV por Assinatura pelo SporTV e, pela primeira vez em pay-per-view, pelo Premiere.[6]

A Rede Globo vai transmitir a Final, ao menos para o estado de Minas Gerais.

Participantes[editar | editar código-fonte]

UF Clube Cidade Estádio (mando) Capacidade[7] Títulos
Ceará Ceará Ceará Fortaleza Arena Castelão 63 903 0 (não possui)
Minas Gerais Minas Gerais Cruzeiro Belo Horizonte Mineirão 62 160 0 (não possui)
América Mineiro Independência 23 018 0 (não possui)
Atlético Mineiro 0 (não possui)
Paraná Paraná Londrina Londrina Estádio do Café 30 000 1 (2017)
Paraná Curitiba Vila Capanema 20 083 0 (não possui)
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Flamengo Rio de Janeiro Arena da Ilha 20 000 0 (não possui)
Fluminense Maracanã 78 838 1 (2016)
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas Pelotas Bento Freitas 18 000 0 (não possui)
Grêmio Porto Alegre Arena do Grêmio 55 662[8] 0 (não possui)
Internacional Beira-Rio 50 128 0 (não possui)
Santa Catarina Santa Catarina Chapecoense Chapecó Arena Condá 22 000 0 (não possui)
Criciúma Criciúma Heriberto Hülse 19 900 0 (não possui)
Avaí Florianópolis Ressacada 17 826 0 (não possui)
Figueirense Orlando Scarpelli 19 584 0 (não possui)
Joinville Joinville Arena Joinville 22 400 0 (não possui)

Estádios[editar | editar código-fonte]

América Mineiro Atlético Mineiro Avaí Brasil de Pelotas
Independência Independência Ressacada Bento Freitas
Capacidade: 23 018 Capacidade: 23 018 Capacidade: 17 826 Capacidade: 18 000
Arena Independência - Atlético x Fluminense.jpg Arena Independência - Atlético x Fluminense.jpg Bento Freitas.jpg
Ceará
Chapecoense
Castelão Arena Condá
Capacidade: 63 903 Capacidade: 22 000
Castelão Stadium.png Arena Condá Novo gramado.jpg
Criciúma Cruzeiro
Heriberto Hülse Mineirão
Capacidade: 19 900 Capacidade: 62 190
Mineirão Aérea.jpg
Flamengo Fluminense
Luso Brasileiro Maracanã
Capacidade: 20 000 Capacidade: 78 838
Arena Botafogo 2016.jpeg Maracanã 2014 e.jpg
Figueirense Grêmio
Orlando Scarpelli Arena do Grêmio
Capacidade: 19 584 Capacidade: 55 662[8]
Estádio Orlando Scarpelli.jpg Arena do Grêmio 2014.jpg
Internacional Joinville Londrina Paraná
Beira-Rio Arena Joinville Café Vila Capanema
Capacidade: 50 128[8] Capacidade: 22 400 Capacidade: 30 000 Capacidade: 20 083
Vista Aérea Beira-Rio.jpg Arena Joinville 2015.jpg Estádio Municipal Jacy Scaff - Estádio do Café.jpg Vila Capanema noite fumaça.jpg

Regulamento[editar | editar código-fonte]

O campeonato terá quatro grupos de quatro clubes cada. Em cada grupo os times se enfrentam entre si em turno único. Os dois primeiros de cada grupo avançam às quartas de final, mas será feito um sorteio para decidir quais equipes enfrentam os primeiros de cada grupo. Os jogos finais serão disputados em jogo único.[3]

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

Classificados para as quartas de final
Eliminados

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Fase final[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Essas são as equipes 2ª colocadas de cada grupo:[3]

Grupo Equipes Pts J V E D GP GC SG
A Rio de Janeiro Fluminense 4 3 1 1 1 4 4 0
B Rio Grande do Sul Grêmio 4 3 1 1 1 2 3 –1
C Minas Gerais Atlético Mineiro 4 3 1 1 1 4 3 +1
D Paraná Paraná 4 3 1 1 1 3 2 +1

Tabela[editar | editar código-fonte]

O sorteio dos confrontos foi realizado em 5 de junho, após reunião com presença dos clubes. As datas e horários foram definidos em 1 de agosto, em conjunto com a emissora detentora dos direitos televisivos.[9][10][11]

Quartas de final
30 de agosto
Semifinais
3 de setembro
Final
4 de outubro
       
 Paraná Londrina 2
 Rio de Janeiro Fluminense 0  
 Paraná Londrina (pen) 2 (3)
   Minas Gerais Cruzeiro 2 (1)  
 Minas Gerais Cruzeiro 2
 Rio Grande do Sul Grêmio 0  
 Paraná Londrina 0 (4)
   Minas Gerais Atlético Mineiro 0 (2)
 Rio Grande do Sul Internacional 0
 Minas Gerais Atlético Mineiro 1  
 Minas Gerais Atlético Mineiro 1
   Paraná Paraná 0  
 Rio de Janeiro Flamengo 1 (4)
 Paraná Paraná (pen) 1 (5)  

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

30 de agosto Internacional Rio Grande do Sul 0 – 1 Minas Gerais Atlético Mineiro Estádio Beira-Rio, Porto Alegre
19:30
Relatório Gol marcado aos 38 minutos de jogo 38' Clayton Público: 12 184
Renda: R$ 152.382,00
Árbitro: Santa CatarinaSC Bráulio da Silva Machado
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Internacional
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Atlético-MG

30 de agosto Londrina Paraná 2 – 0 Rio de Janeiro Fluminense Estádio do Café, Londrina
19:30
Carlos Henrique Gol marcado aos 41 minutos de jogo 41', Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73' Relatório Público: 3 376
Renda: R$ 66.432,00
Árbitro: Rio Grande do SulRS Jean Pierre Gonçalves de Lima
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Londrina
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Fluminense

30 de agosto Cruzeiro Minas Gerais 2 – 0 Rio Grande do Sul Grêmio Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:45
Raniel Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Arrascaeta Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2'
Relatório Público: 7 545
Renda: R$ 69.343,00
Árbitro: ParanáPR Paulo Roberto Alves Júnior
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cruzeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Grêmio

30 de agosto Flamengo Rio de Janeiro 1 – 1 Paraná Paraná Estádio Kleber Andrade, Cariacica
21:45
Éverton Ribeiro Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63' (pen) Relatório Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' Renatinho Público: 9 834
Renda: R$ 344.860,00
Árbitro: Minas GeraisMG Renato Cardoso Conceição
    Penalidades  
Rafael Vaz Convertido
Gabriel Convertido
Vinicius Júnior Erro (defesa)
Conca Convertido
Éverton Ribeiro Convertido
Lucas Paquetá Erro (defesa)
4 – 5 Convertido Renatinho
Convertido Leandro Vilela
Erro (trave) Murilo Rangel
Convertido Eduardo Brock
Convertido Alemão
Convertido Vitor Feijão
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Flamengo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Paraná

Semifinal[editar | editar código-fonte]

2 de setembro Atlético Mineiro Minas Gerais 1 – 0 Paraná Paraná Estádio Independência, Belo Horizonte
19:00
Elias Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28' Relatório Público: 12.764
Renda: R$ 129.842,00
Árbitro: CearáCE Luiz César de Oliveira Magalhães
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Atlético-MG
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Paraná

3 de setembro Londrina Paraná 2 – 2 Minas Gerais Cruzeiro Estádio do Café, Londrina
11:00
Safira Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Germano Gol marcado aos 90+6 minutos de jogo 90+6' (pen)
Relatório Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19' Lucas Silva
Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53' Sassá
Público: 17.061
Renda: R$ 150.183,00
Árbitro: Rio Grande do SulRS Leandro Pedro Vuaden
    Penalidades  
Germano Convertido
Marcinho Erro (Defesa)
Ayrton Convertido
Artur Erro (Trave)
Dirceu Convertido
3 – 1 Erro (Defesa) Lucas Silva
Convertido Bryan
Erro (Defesa) Arthur
Erro (Defesa) Alex
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Londrina
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cruzeiro

Final[editar | editar código-fonte]

4 de outubro Londrina Paraná 0 – 0 Minas Gerais Atlético Mineiro Estádio do Café, Londrina
21:45
Súmula Público: 15 735
Renda: R$ 383.920,00
Árbitro: Santa CatarinaSC Bráulio da Silva Machado
    Penalidades  
Jumar Convertido
Edson Silva Convertido
Ayrton Convertido
Dirceu Convertido
4 – 2 Fábio Santos Convertido
Robinho Convertido
Clayton Erro (defesa)
Rafael Moura Erro (defesa)
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Londrina
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Atlético-MG

Premiação[editar | editar código-fonte]

Primeira Liga de 2017
Paraná
Londrina
Campeão
(1º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado dia 01 de outubro de 2017.[12][13]
Gols Jogador Time
3 Brasil Renatinho Paraná
2 Argentina Ábila Cruzeiro
Brasil Alisson Safira Londrina
Uruguai Arrascaeta Cruzeiro
Brasil Carlos Henrique Londrina
Brasil Clayton Atlético Mineiro
Brasil Éverton Ribeiro Flamengo
Brasil Gabriel Flamengo
Brasil Germano Londrina
Brasil Gustavo Papa Brasil de Pelotas
Brasil Paulo Rangel Londrina

Público[editar | editar código-fonte]

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez maiores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 41 530 Cruzeiro Minas Gerais 1–0 Minas Gerais Atlético Mineiro Mineirão 01 de fevereiro [14]
2 20 224 Flamengo Rio de Janeiro 2–0 Rio Grande do Sul Grêmio Mané Garrincha 08 de fevereiro [15]
3 17 061 Londrina Paraná 2–2 Minas Gerais Cruzeiro Estádio do Café 03 de setembro Semifinal [16]
4 16 206 Ceará Ceará 0–0 Rio de Janeiro Flamengo Arena Castelão 22 de fevereiro [17]
5 15 735 Londrina Paraná 0(4)–0(2) Minas Gerais Atlético Mineiro Estádio do Café 04 de outubro Final [18]
6 13 248 Atlético Mineiro Minas Gerais 2–0 Santa Catarina Joinville Independência 09 de fevereiro [19]
7 12 764 Atlético Mineiro Minas Gerais 1–0 Paraná Paraná Independência 02 de setembro Semifinal [20]
8 12 438 Internacional Rio Grande do Sul 1–0 Rio de Janeiro Fluminense Beira-Rio 08 de fevereiro [21]
9 12 184 Internacional Rio Grande do Sul 0–1 Minas Gerais Atlético Mineiro Beira-Rio 30 de agosto Quartas [22]
10 11 227 Internacional Rio Grande do Sul 2–1 Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas Beira-Rio 01 de fevereiro [23]
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante

Menores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez menores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 1 019 Fluminense Rio de Janeiro 1–1 Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas Los Larios 23 de abril [24]
2 1 275 Brasil de Pelotas Rio Grande do Sul 2–1 Santa Catarina Criciúma Bento Freitas 14 de fevereiro [25]
3 1 637 Avaí Santa Catarina 0–1 Paraná Londrina Ressacada 31 de janeiro [26]
4 1 648 América Mineiro Minas Gerais 0–0 Ceará Ceará Independência 26 de janeiro [27]
5 1 707 Criciúma Santa Catarina 1–3 Rio Grande do Sul Internacional Heriberto Hülse 23 de fevereiro [28]
6 2 173 Figueirense Santa Catarina 0–1 Paraná Londrina Orlando Scarpelli 25 de janeiro [29]
7 2 238 Joinville Santa Catarina 0–0 Minas Gerais Cruzeiro Arena Joinville 21 de março [30]
8 2 242 Londrina Paraná 2–1 Paraná Paraná Estádio do Café 21 de fevereiro [31]
9 2 746 Paraná Paraná 0–0 Santa Catarina Figueirense Vila Capanema 02 de março [32]
10 2 944 Grêmio Rio Grande do Sul 1–1 Ceará Ceará Arena do Grêmio 02 de março [33]
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante

Médias de público[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 03 de agosto de 2017[34]

Pos. Time Média Total Mandos Maior Menor
1 Minas Gerais Cruzeiro 22 309 44 617 2 39 794 4 823
2 Ceará Ceará 16 206 16 206 1 16 206 16 206
3 Rio de Janeiro Flamengo 14 186 28 371 2 20 224 8 147
4 Minas Gerais Atlético Mineiro 12 134 12 134 1 12 134 12 134
5 Rio Grande do Sul Internacional 11 833 23 665 2 12 438 11 227
6 Santa Catarina Chapecoense 5 114 10 228 2 6 855 3 373
7 Rio Grande do Sul Grêmio 3 052 6 104 2 3 904 2 200
8 Santa Catarina Figueirense 2 738 5 475 2 3 302 2 173
9 Paraná Paraná 2 279 4 558 2 2 390 2 168
10 Paraná Londrina 1 894 1 894 1 1 894 1 894
11 Rio de Janeiro Fluminense 1 835 3 669 2 2 650 1 019
12 Santa Catarina Joinville 1 789 1 789 1 1 789 1 789
13 Santa Catarina Criciúma 1 707 1 707 1 1 707 1 707
14 Minas Gerais América Mineiro 1 648 1 648 1 1 648 1 648
15 Santa Catarina Avaí 1 615 1 615 1 1 615 1 615
16 Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas 1 275 1 275 1 1 275 1 275

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Situação
1 Paraná Londrina 14 6 4 2 0 8 3 5 77,7 Finalistas
2 Minas Gerais Atlético Mineiro 11 6 3 2 1 6 3 3 61,1
3 Minas Gerais Cruzeiro 11 5 3 2 0 7 2 5 73,3 Semifinalistas
4 Paraná Paraná 5 5 1 2 2 4 4 0 33,3
5 Rio Grande do Sul Internacional 9 4 3 0 1 6 3 3 75,0 Eliminados nas quartas de finais
6 Rio de Janeiro Flamengo 8 4 2 2 0 4 1 3 66,6
7 Rio de Janeiro Fluminense 4 4 1 1 2 4 6 -2 33,3
8 Rio Grande do Sul Grêmio 4 4 1 1 2 2 5 -3 33,3
9 Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas 4 3 1 1 1 4 4 0 44,4 Eliminados na primeira fase
10 Ceará Ceará 3 3 0 3 0 1 1 0 33,3
11 Santa Catarina Figueirense 2 3 0 2 1 1 2 –1 22,2
12 Santa Catarina Chapecoense 2 3 0 2 1 2 4 –2 22,2
13 Santa Catarina Joinville 2 3 0 2 1 0 2 –2 22,2
14 Minas Gerais América Mineiro 1 3 0 1 2 0 2 –2 11,1
15 Santa Catarina Avaí 1 3 0 1 2 1 4 –3 11,1
16 Santa Catarina Criciúma 0 3 0 0 3 4 8 –4 0,0

Referências

  1. Nos pênaltis, Londrina conquista o título da Primeira Liga
  2. Martins Y Miguel, Fernando (18 de novembro de 2016). «Presidente do Galo descarta time na Primeira Liga 2017: "Não temos datas"». Globoesporte.com. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  3. a b c «Regulamento 2017». Primeira Liga. 9 de dezembro de 2016. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  4. «Insatisfeitos, Coritiba e Atlético-PR não jogarão Primeira Liga em 2017». ESPN. 22 de novembro de 2016. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  5. «Primeira Liga esboça tabela com clássicos regionais e Ceará presente». Globoesporte.com. 6 de dezembro de 2016. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  6. Filho, Adalberto Leister (25 de janeiro de 2017). «Com dez meses de duração, Primeira Liga ganha espaço no SporTV». Maquina do Esporte. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  7. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 24 de outubro de 2014. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  8. a b c «CNEF - Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 6 de outubro de 2017 
  9. «Conheça os confrontos das quartas de final». Primeira Liga. 5 de junho de 2017. Consultado em 5 de junho de 2017 
  10. «Copa da Primeira Liga: definida data e horários das Quartas de Final.» (em portugues). Primeira Liga. 1 de agosto de 2017. Consultado em 2 de agosto de 2017 
  11. «Com quatro jogos no mesmo dia, Primeira Liga define data das quartas de final» (em portugues). Globoesporte.globo.com. 2 de agosto de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  12. «Artilheiros da Primeira Liga 2017». primeiraligabr.com. Consultado em 1 de outubro de 2017 
  13. «Estatísticas da Primeira Liga 2017». ogol.com.br. Consultado em 1 de outubro de 2017 
  14. «Felipe Santana falha, Arrascaeta marca, e Cruzeiro vence Atlético-MG pela Primeira Liga». GloboEsporte.com. 1 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  15. «Berrío marca na estreia, e Fla vence reservas do Grêmio na Liga: 2 a 0». GloboEsporte.com. 8 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  16. «Londrina empata com o Cruzeiro, vence nos pênaltis e está na final da Primeira Liga». GloboEsporte.com. 3 de setembro de 2017. Consultado em 3 de setembro de 2017 
  17. «Em jogo morno, Flamengo e Ceará ficam no empate sem gols pela Primeira Liga». GloboEsporte.com. 22 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  18. «Após empate, César brilha nos pênaltis, e Londrina é campeão da Primeira Liga». GloboEsporte.com. 4 de outubro de 2017. Consultado em 4 de outubro de 2017 
  19. «Em dia de adeus de Pratto e estreia de Elias, Galo vence o Joinville no Horto». GloboEsporte.com. 9 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  20. «Com os titulares, Atlético-MG se impõe, elimina o Paraná e é finalista da Primeira Liga». GloboEsporte.com. 2 de setembro de 2017. Consultado em 2 de setembro de 2017 
  21. «Inter vence o Fluminense com gol de jovem Charles e assume a ponta do Grupo A». GloboEsporte.com. 8 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  22. «Giovanni faz milagres, Atlético-MG passa pelo Inter e vai à semifinal da Primeira Liga». GloboEsporte.com. 30 de agosto de 2017. Consultado em 31 de agosto de 2017 
  23. «No reencontro com o Beira-Rio, Inter vence o Brasil-Pel em noite de atacantes». GloboEsporte.com. 1 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  24. «Flu empata com o Brasil de Pelotas e avança na Primeira Liga nos critérios de desempate». GloboEsporte.com. 23 de abril de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  25. «Papa entra ainda no primeiro tempo e decide para o Brasil contra o Criciúma». GloboEsporte.com. 14 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  26. «Com gol no fim, Londrina vence o Avaí e fica perto da classificação na Primeira Liga». GloboEsporte.com. 31 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  27. «América-MG e Ceará empatam sem gols na estreia na Primeira Liga». GloboEsporte.com. 26 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  28. «Em jogo de reservas, Inter vira sobre o Criciúma e termina fase de grupos com 100%». GloboEsporte.com. 23 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  29. «Com gol de Celsinho, Londrina vence o Figueira no Scarpelli na estreia da Primeira Liga». GloboEsporte.com. 25 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  30. «Na volta de Dedé, empate entre Cruzeiro e JEC confirma dupla mineira na próxima fase». GloboEsporte.com. 21 de março de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  31. «Londrina vence o Paraná, garante a liderança e se classifica na Primeira Liga». GloboEsporte.com. 21 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  32. «Paraná e Figueirense empatam e deixam em aberto decisão de vaga na Primeira Liga». GloboEsporte.com. 2 de março de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  33. «Recheado de jovens, Grêmio empata com Ceará e segue vivo na Primeira Liga». GloboEsporte.com. 2 de março de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  34. «Ranking do público». srgoool.com.br. Consultado em 3 de agosto de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]