Édson José da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Edson Silva.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Édson Silva
Informações pessoais
Nome completo Édson José da Silva
Data de nasc. 9 de maio de 1986 (30 anos)
Local de nasc. Água Preta, Pernambuco, Brasil Brasil
Altura 1,87 m
Canhoto
Apelido Cabeção, Julius
Informações profissionais
Clube atual sem clube
Número 5
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
Brasil Corinthians-AL
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005
2006
2007
2008
2009
2009
2010
2010
2011
2012–2015
2016–
Brasil Palmares-PE
Brasil Corinthians-AL
Brasil CRB (emp.)
Brasil Botafogo (emp.)
Brasil Villa Rio
Brasil Fortaleza (emp.)
Brasil Boavista-RJ (emp.)
Brasil Duque de Caxias
Brasil Figueirense
Brasil São Paulo
Sérvia Estrela Vermelha
0027 0000(2)
000? 0000(?)
000? 0000(?)
0012 0000(0)
0000 0000(0)
0032 0000(2)
0009 0000(1)
0033 0000(3)
0040 0000(3)
0118 0000(7)
0007 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de Maio de 2016.

Édson José da Silva, mais conhecido como Édson Silva (9 de maio de 1986, Água Preta, Pernambuco), é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente está sem clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Corinthians Alagoano, Édson jogou ainda pelo Palmares-PE antes de chegar ao CRB. No clube de Alagoas, o zagueiro se destacou por não ter sido expulso durante todo o Campeonato Brasileiro da Série B de 2007. Foi eleito no segundo posto de melhores zagueiros da competição.

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Tais fatos chamaram a atenção do Botafogo, que o contratou em 2008. Após um período na reserva do alvinegro sob comando de Cuca, Édson começou a ter chances como titular com o técnico Geninho e, com a chegada de Ney Franco, o zagueiro passou a ser a primeira peça de reposição na zaga.

No entanto, após uma grande reformulação de elenco, o zagueiro acabou não tendo seu contrato renovado e acertou sua ida para o Fortaleza, onde foi campeão Cearense. Em 2010, ainda passou por Boavista-RJ e Duque de Caxias.

Figueirense[editar | editar código-fonte]

Em 2011, depois de ter uma ótima passagem pelo Duque de Caxias em 2010, Édson Silva chegou ao Figueirense e foi logo ganhando espaço com o técnico Jorginho, se destacando entre os melhores do Brasileirão de 2011, sendo peça importante na bela campanha do Figueirense na primeira divisão do Campeonato Brasileiro daquele ano.

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Já em 2012, Édson Silva é contratado pelo São Paulo e estreia marcando gol contra o Botafogo-SP, no Morumbi..[1]

Em 2013, após passar o ano anterior a maioria das vezes no banco, conseguiu desbancar o ex-capitão da Seleção Brasileira Lúcio e teve uma sequencia no time titular do tricolor.[2]

Édson Silva começou 2014 ameaçado de ser dispensado pelo clube do Morumbi, por conta da reformulação para a nova temporada. Porém, acabou permanecendo, e com a lesão do titular da posição (Antonio Carlos) e a carência de zagueiros no elenco acabou sendo titular em uma sequência de jogos do Tricolor na temporada. Ao lado de Rafael Tolói, o antes questionado zagueiro vem sendo muito elogiado pela imprensa e pela torcida pela dedicação e raça em campo. Justamente nesse período, o São Paulo deu uma espetacular arrancada no Brasileirão, diminuindo a diferença de pontos para o líder Cruzeiro, inclusive vencendo o mesmo em uma partida, onde o time foi muito superior e o zagueiro foi eleito o melhor em campo pelo técnico Muricy Ramalho. No Dia 27 de Outubro Édson Silva marcou seu 5 Gol com a Camisa Tricolor onde fez o seu Gol de Cabeça contra o Goias. No dia 30 de novembro de 2014, Edson Silva marcou mais um gol, desta vez contra o Figueirense, abrindo o placar no Morumbi, porém, o Figueirense chegou ao empate com Mazola e o jogo terminou em 1 a 1. Edson Silva diz estar vivendo o melhor momento da carreira no Tricolor.

Em dezembro de 2015, após o término de seu contrato, Edson Silva deixa o tricolor, onde conquistou a Copa Sul-Americana de 2012.

Estrela Vermelha[editar | editar código-fonte]

No dia 1º de fevereiro de 2016, Édson Silva acertou com o Estrela Vermelha.[3] Após sete partidas e o título de campeão sérvio, deixou o Estrela Vermelha onde tinha vinculo até 2018.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 6 de dezembro de 2015.
Clube Temporada Campeonato
Nacional
Copa
Nacional
Competição
Internacional¹
Campeonato Estadual Outros
Torneios²
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
São Paulo
2012
12
0
6
0
2
0
7
1
0
0
27
1
2013
9
0
-
-
4
0
12
1
6
0
31
1
2014
23
4
2
0
8
1
2
0
0
0
35
5
2015
12
0
0
0
0
0
11
0
2
0
25
0
Total 56 4 8 0 14 1 32 2 8 0 118 7
Total na Carreira 56 4 8 0 14 1 32 2 8 0 118 7

¹Em competições continentais, incluindo jogos e gols da Copa Libertadores e Copa Sul-Americana.
²Em outros, incluindo jogos e gols em amistosos, Copa Audi, Eusébio Cup, Copa Suruga Bank e Super Series.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fortaleza
Botafogo
São Paulo
Estrela Vermelha

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.