Gabriel Santana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gabriel
Informações pessoais
Nome completo Gabriel Santana Pinto
Data de nasc. 6 de janeiro de 1990 (26 anos)
Local de nasc. Salvador (BA), Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,78 m
Destro
Apelido Anjo Gabriel, Jamal
Informações profissionais
Período em atividade 2011–
Clube atual Brasil Flamengo
Número 17
Posição Atacante
Clubes de juventude
2010–2011 Brasil Bahia
Clubes profissionais12
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2011–2012
2013–
Brasil Bahia
Brasil Flamengo
0041 0000(7)
0075 0000(9)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 6 de dezembro de 2015.
2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 6 de dezembro de 2015.

Gabriel Santana Pinto, mais conhecido como Gabriel (Salvador, 6 de janeiro de 1990) é um futebolista brasileiro que atua como lateral-direito, meia ou atacante. Atualmente, joga no Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bahia[editar | editar código-fonte]

Neto do Campeão Brasileiro de 1959, Flávio, ex-jogador do Bahia, Gabriel nunca escondeu o fato de ser torcedor do clube.[1] Tido como uma das maiores recentes revelações da base do Bahia, o jogador foi descoberto em um baba (pelada) no bairro da Ribeira, o famoso Baba do Lasca pelo ex-presidente do clube Marcelo Guimarães Filho.

Não ficou muito tempo nas categorias de base e rapidamente subiu para o profissional com o então técnico René Simões

Caracterizado pelos cruzamentos e passes precisos, velocidade, e bons dribles Gabriel logo despertou interesse de outros clubes, fato que levou o Bahia a renovar o seu contrato até 2015.[2] Joel Santana chegou a dizer que Gabriel seria uma pedra preciosa do Tricolor de Aço [3]

Na temporada 2012, Gabriel assumiu de vez a titularidade do time e conquistou a lendária camisa 8 de Bobô vencendo o campeonato baiano de 2012. Além de campeão pelo Bahia foi eleito o Craque do campeonato, o melhor Meia Direita e o Líder em Assistências (19 no total) [4]

Ídolos eternos do Bahia Osni, Douglas e Léo Oliveira elogiaram bastante o jogador após o triunfo do Bahia contra o Santos de Neymar em plena Vila Belmiro, pedindo inclusive a convocação do meia para Seleção Brasileira.[5]

Trabalhando com o técnico Jorginho se desenvolve bastante, sendo apontado, junto com Bernard, a revelação do Campeonato Brasileiro de 2012.

Jorginho elogiou o potencial do jogador, inclusive dizendo que "Gabriel vai ser um dos melhores jogadores do Brasil".[6]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Ao fim da temporada 2012, foi cobiçado por Fiorentina, Roma, Corinthians, Internacional, Santos, mas em 9 de janeiro de 2013, o jogador foi anunciado como novo reforço do Flamengo. A negociação durou de uma a duas semanas, mas com desfecho favorável para o rubro-negro carioca, que adquiriu através de um fundo de investidores (Empresário Carlos Leite) 50% do passe de Gabriel por 7 milhões de reais, o maior valor de uma transferência envolvendo um clube nordestino (superando Ciro ex-Sport e Elkeson ex-Vitória) mesmo sendo apenas 50 % do seu passe.[7]

Marcou seu primeiro gol com a camisa rubro-negra em 31 de março de 2013. A partida foi contra o Audax Rio, válida pelo Campeonato Carioca. Apesar do gol, o Flamengo perdeu a partida por 2 a 1.[8]

Em 8 de junho de 2013, na partida contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse, partida válida pelo Campeonato Brasileiro, marcou duas vezes, sendo um deles um gol olímpico,[9] o primeiro da carreira.[10]

Cquote1.svg "Foi consciente. Eu olhei antes e vi que não tinha ninguém no primeiro pau. Cruzei fechado e deu tudo certo." Cquote2.svg
Disse o jogador[11] .

Após um longo tempo sem marcar pelo Flamengo, Gabriel voltou a marcar pelo Carioca de 2014, em que o meia marcou o gol do empate contra o Duque de Caxias. No clássico contra o Vasco da Gama, Gabriel foi o herói do jogo, ao entrar no segundo tempo e marcar o gol da virada perto do fim do jogo. O jogo terminou 2 a 1 pro Flamengo. Diante do Emelec, Gabriel foi eleito o melhor jogador da partida após entrar no segundo tempo e mudar o jogo, o jogo terminou 3 a 1 para o Rubro-Negro.[12] Gabriel foi autor de um dos gols da vitória diante do Botafogo por 2 a 0, vitória que garantiu a conquista da Taça Guanabara de 2014.

Gabriel voltou a marcar pelo Flamengo diante do América de Natal na vitória por 1 a 0, diante do jogo de ida da Copa do Brasil. Marcou novamente na vitória por 3 a 0 diante do Cruzeiro em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.[13] Novamente diante do América de Natal marcou o gol da vitória por 1 a 0 e classificando o Flamengo para as semifinais da Copa do Brasil.[14]

Confirmando estaa boa fase no Rubro-Negro, Gabriel marcou os dois gols do time carioca na vitória por 2 a 0 diante do Internacional, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, o que lhe rendeu o prêmio de Craque da Rodada.[15] [16]

Foi novamente decisivo na primeira partida válida pela semi-final da Copa do Brasil, contra o Atlético Mineiro (vitória por 2x0). Ele sofreu a falta, e depois fez o cruzamento que resultou no primeiro gol marcado por Víctor Cáceres, e fez uma linda jogada, partindo do campo de defesa e driblando 3 jogadores, antes de sofrer o pênalti, que foi convertido pelo zagueiro Chicão. Neste lance, Gabriel aplicou dois dribles consecutivos no lateral Marcos Rocha. No segundo, perdeu o equilíbrio, caiu, mas levantou e seguiu em frente, até deixar o zagueiro Edcarlos para trás e ser derrubado, dentro da área, pelo volante Josué.[17]

Cquote1.svg "Dei um drible, escorreguei, levantei e fui embora. Tive confiança para dar o outro drible e, graças a Deus, sofri o pênalti. Às vezes, o jogador cai quando não tem mais força. Tive força suficiente e fui embora. Foi uma jogada de habilidade. No primeiro drible, já abriu. Conduzi a bola até perto da área e fui feliz."[17] Cquote2.svg
Gabriel, em entrevista dada ao GloboEsporte.com, sobre o bonito lance que resultou no penalti, na partida contra o Atletico-MG, pela Copa do Brasil de 2014

No dia 11 de março de 2015, Gabriel chegou a marca de 100 jogos pelo Flamengo diante do Volta Redonda em partida válida pelo Campeonato Carioca. Na ocasião o Rubro-Negro venceu de virada por 2 a 1.[18]

Cquote1.svg Cem jogos por um gigante do futebol mundial não é para qualquer um. Espero alcançar marcas muito maiores. Cquote2.svg
Revelou o jogador.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 10 de fevereiro de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[19]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Bahia 2011 18 0 1 3 0 0 7 0 0 28 0 1
2012 23 7 1 8 1 0 3 1 0 22 9 0 56 18 1
Total 41 7 2 11 1 0 3 1 0 29 9 0 84 18 2
Flamengo 2013 29 2 3 7 0 0 9 1 0 45 3 3
2014 21 3 2 5 2 1 5 0 0 16 4 1 47 9 4
2015 24 4 2 2 0 0 19 1 3 38 5 4
2016 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 0 0 5 0 0
Total 74 9 7 14 2 1 5 0 0 49 6 4 142 17 12
Total na carreira 115 16 9 25 3 1 8 1 0 78 15 4 226 35 14

Títulos[editar | editar código-fonte]

Bahia
Flamengo

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Herdeiro de Campeão". 
  2. "Bahia renova com Gabriel". 
  3. "Joel Santana rasga elogios a Gabriel". 
  4. "Melhores do Campeonato Baiano de 2012". Consult. 18 de agosto de 2012. 
  5. "Ídolos do Bahia acreditam que Gabriel pode chegar à Seleção". 
  6. "Jorginho diz que Gabriel será um dos melhores do Brasil". 
  7. Júnior, Janir; Souza, Richard (10 de janeiro de 2013). "Depois de Elias, Fla anuncia a contratação do meia Gabriel" (em português). GloboEsporte.com. Consult. 9 de junho de 2013. 
  8. globoesporte.globo.com/ "FLA volta a jogar mal, perde para o Audax no fim e vê vaga muito longe" |url= incorrecta (Ajuda) (em português). GloboEsporte.com. 31 de março de 2013. Consult. 9 de junho de 2013. 
  9. "Flamengo reage e vence o Criciúma na jaula do Tigre: 3 a 0" (em português). GloboEsporte.com. 8 de junho de 2013. Consult. 9 de junho de 2013. 
  10. "Gabriel é o nome do jogo e faz primeiro gol olímpico da carreira" (em português). GloboEsporte.com. 8 de junho de 2013. Consult. 9 de junho de 2013. 
  11. "Gabriel afirma ter tido intenção em gol olímpico: “foi consciente”" (em português). iG. 8 de junho de 2013. Consult. 9 de junho de 2013. 
  12. "Eleito o melhor do jogo, Gabriel divide mérito com demais jogadores do Fla" (em português). GloboEsporte.com. 27 de fevereiro de 2014. Consult. 27 de fevereiro de 2014. 
  13. "Fla aproveita falhas, faz 3 a 0 e impõe segunda derrota seguida ao Cruzeiro" (em português). GloboEsporte.com. 12 de outubro de 2014. Consult. 12 de outubro de 2014. 
  14. "Fla joga para o gasto, vence América-RN e avança para as semis" (em português). GloboEsporte.com. 15 de outubro de 2014. Consult. 15 de outubro de 2014. 
  15. "Gabriel marca dois, deixa o Fla mais distante da confusão e tira o Inter do G-4" (em português). GloboEsporte.com. 22 de outubro de 2014. Consult. 22 de outubro de 2014. 
  16. "Armandão: em alta, Gabriel decide para o Fla e é o craque da rodada#30" (em português). GloboEsporte.com. 23 de outubro de 2014. Consult. 23 de outubro de 2014. 
  17. a b globoesporte.globo.com/ Gabriel recorda arrancada decisiva: "Escorreguei, levantei e fui embora"
  18. "Gabriel celebra seus 100 jogos no Fla: "Um gigante do futebol mundial"" (em português). GloboEsporte.com. 11 de março de 2015. Consult. 11 de março de 2015. 
  19. "Football : Gabriel" (em inglês). FootballDatabase.eu. Consult. 15 de janeiro de 2016. 
  20. "Gabriel, do Flamengo, é o Craque da 5ª rodada". 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.