Débora Falabella

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Débora Falabella
Débora Falabella
Nome completo Débora Lima Falabella
Nascimento 22 de fevereiro de 1979 (37 anos)
Belo Horizonte, MG
Nacionalidade  brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 1998-presente
Outros prêmios
Ver Prêmios de Débora Falabella
IMDb: (inglês)

Débora Lima Falabella, mais conhecida como Débora Falabella (Belo Horizonte, 22 de fevereiro de 1979) é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos doze anos, Débora já fazia teatro amador em Belo Horizonte. Aos quinze anos, participou da sua primeira peça profissional, Flicts, do escritor Ziraldo.[1] Até os dezoito anos, interpretou outras personagens infantis e estudou dramaturgia. Foi então que entrou na faculdade de Publicidade, cursando somente um ano e meio.

Fez um teste para a Rede Globo, para um cadastro de atores mineiros, e pouco tempo depois foi chamada para outro teste, desta vez era uma vaga em Malhação. Foi seu primeiro trabalho na televisão, que durou apenas seis meses, pois não conseguiu se adaptar ao ambiente da série, que se passava basicamente em uma academia de ginástica repleta de modelos.[1]

Assim, voltou para Belo Horizonte e, enquanto atuava em algumas peças de teatro, participou de três capítulos do seriado Mulher, da Rede Globo.[1] Em 1999 passou no teste para atuar na telenovela infantil Chiquititas, do SBT. Durante as gravações, morou em Buenos Aires, onde estava toda a equipe da telenovela.[1]

Após passar por mais um teste, Débora ganhou o papel da rebelde Cuca na telenovela Um Anjo Caiu do Céu, da Rede Globo.[2] Entre uma gravação e outra, estreou nas telonas do cinema, no curta-metragem Françoise.[3] Na pele de uma menina solitária e com muitas fantasias na cabeça, Débora levou o prêmio de melhor atriz nos Festivais de Gramado e de Brasília, além de receber menção honrosa no Festival do Rio BR.[4] Antes mesmo de acabar as gravações da novela, já fora convidada a interpretar Mel em O Clone, seu primeiro papel em horário nobre, em que foi elogiada por fazer uma menina que se envolve seriamente com drogas.[1][5]

Na minissérie JK deu vida a Sarah Kubitschek, na fase ainda jovem da personagem.[6] Em seguida, protagonizou a telenovela Sinhá Moça.[7] No teatro está em cartaz com a peça A Serpente.[8] Também apresentou na TV a cabo o programa Cineview, uma agenda semanal sobre cinema.[9]

Em 2007 foi uma das protagonistas da telenovela Duas Caras, na qual viveu Júlia de Queiroz Barreto, uma jovem cineasta que se apaixona por Evilásio Caó (personagem de Lázaro Ramos), um rapaz de classe mais baixa e negro, provocando a reação do pai, o advogado Paulo Barreto (vivido por Stênio Garcia).[10]

Débora após a apresentação da peça "O Amor e Outros Estranhos Rumores", em São Paulo.

Interpretou a vilã Beatriz Cristina, na telenovela Escrito nas Estrelas da Rede Globo, e sua presença na trama, foi negociada pela autora Elizabeth Jhin, que queria muito a atriz como vilã de sua história.[11][12]

Em 2011 fez uma participação especial na novela Ti Ti Ti,[13] no mesmo ano fez parte do elenco do seriado A Mulher Invisível.[14][15] Está no elenco de Homens de Bem.[16]

Em 2012, interpretou sua primeira protagonista no horário nobre, como a mocinha vingativa Nina, de Avenida Brasil.[17] Em 2014, interpreta Ray, namorada de um serial killer, na telessérie Dupla Identidade, de Glória Perez.[18][19][20][21]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É filha do ator Rogério Falabella e da cantora Maria Olympia. E é irmã da atriz Cynthia Falabella.[22]

Em 2005, casou-se com o músico Eduardo Hypolitho (mais conhecido como Chuck), vocalista da banda Forgotten Boys, com quem viveu cinco anos[23] e de quem teve uma filha chamada Nina, nascida de parto normal no dia 9 de maio de 2009, com 3,3 kg na maternidade do Hospital São Luis, na capital paulista.[24]

Já namorou o ator Daniel de Oliveira.[25] E atualmente namora Murilo Benício.[26] Débora torce pelo Cruzeiro EC, de Belo Horizonte.[27]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1998 Malhação Antônia
1999 Mulher Ana (Aninha)
2000 Chiquititas Estrela
2001 Um Anjo Caiu do Céu Cuca de Montaltino Medeiros
O Clone Mel Ferraz
2003 Agora É que São Elas Leonarda Mendes Galvão (Léo)
2004 Um Só Coração Rachel Rosenberg
Senhora do Destino Maria Eduarda de Andrade e Couto Ferreira da Silva (Duda)
2006 JK Sarah Lemos Kubitschek (jovem)
Sinhá Moça Maria das Graças Ferreira (Sinhá Moça)
2007 Duas Caras Julia de Queiroz Barreto
2008 Episódio Especial Ela mesma
2009 Som & Fúria Sarah
2010 Escrito nas Estrelas Beatriz Cristina Tavares de Miranda
Ti Ti Ti Isabel Campos Dimery
2011 A Mulher Invisível Clarisse
Homens de Bem Mary
2012 Avenida Brasil Nina García Hernández (Rita Fonseca de Souza)
2014 Dupla Identidade Rayane Gurgel (Ray)
2015 As Canalhas Julieta [28][29][30][31]
2016 Nada Será Como Antes Verônica [32]
2017 À Flor da Pele [33]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2001 Françoise Françoise Curta-metragem
2002 2 Perdidos numa Noite Suja Paco / Rita
2003 Lisbela e o Prisioneiro Lisbela
Looney Tunes: Back in Action Kate Houghton Dublagem
2004 Cazuza - O Tempo Não Pára Dani (Denise Dumont)
A Dona da História Carolina (jovem)
2006 5 Mentiras Chucky Curta-metragem
2007 Primo Basílio Luísa
2008 La Dolorosa Miranda Curta-metragem
Quarto 38 Simone Curta-metragem
2009 Doce Amargo Moira / Moema
2011 Meu País Manuela
Homens de Bem Mary [34]
2013 Dois Macados Mais Um [35]
2014 Amando Carolina Carolina [36]
2016 O Beijo no Asfalto [37]
2017 O Filho Eterno Cláudia Longa-metragem[38]
Todo o Clichê de Amor Hellen [39]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Peça Direção
1995 Flicts Ziraldo [40]
2004 Noites Brancas F. Dostoievski, direção de Yara de Novaes
2006 A Serpente Nelson Rodrigues, direção de Yara de Novaes
2007 O Continente Negro Marco Antonio de la Parra, direção de Aderbal Freire Filho [41]
2010 O Amor e Outros Estranhos Rumores Murilo Rubião, direção de Yara de Novaes
2015 Mantenha Fora do Alcance do Bebê direção de Eric Lenate [42]
Contrações direção de Grace Passô (Emma) [43]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Prêmio/Troféu Categoria Trabalho
2001 Prêmio Qualidade Brasil RJ Melhor atriz revelação Um Anjo Caiu do Céu
Prêmio Qualidade Brasil SP
Prêmio Austregésilo de Athayde Atriz revelação O Clone
2002 Melhores do Ano - Domingão do Faustão
Prêmio TV Press Melhor atriz
Prêmio Extra de Televisão
Festival de Cinema de Brasília 2 Perdidos numa Noite Suja
Grande Prêmio Cinema Brasil
2014 Prêmio F5 Atriz Coadjuvante do Ano (série ou minissérie) [44] Dupla Identidade

Referências

  1. a b c d e «Débora Falabella». Quem. Globo.com. 19 de agosto de 2009. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  2. Laura Mattos. «Débora Falabella – a Cuca de “Um Anjo Caiu do Céu”». Diário de Cuiabá. Consultado em 12 de janeiro de 2012. 
  3. «Françoise(2001)». Filmow. Consultado em 12 de janeiro de 2012. 
  4. Roberto Cunha (22 de outubro de 2009). «Filmes nacionais nas locadoras». Adoro Cinema. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  5. «O Clone». Globo.com. Consultado em 29 de dezembro de 2011. 
  6. Flávia Almeida (9 de dezembro de 2005). «Wagner Moura e Débora Falabella gravam noivado em JK». O Fuxico. Terra Networks. Consultado em 11 de janeiro de 2012. 
  7. «Débora Falabella grava novela Sinhá Moça». Terra Networks. 12 de janeiro de 2006. Consultado em 11 de janeiro de 2012. 
  8. «Débora Falabella estréia peça "A Serpente"». EGO. Globo.com. 31 de maio de 2008. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  9. David Bemfica (16 de maio de 2006). «Débora Falabella apresenta Cineview, no Telecine». O Fuxico. Terra Networks. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  10. «Júlia». Globo.com. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  11. «Atrizes mudam o visual para encarnar mocinhas e vilãs». Diário Catarinense. Redação Donna DC. 27 de abril de 2010. Consultado em julho de 2010. 
  12. «A vilã 'tapada e fútil' de Débora Falabella». Redação Caras Online. 16 de junho de 2010. Consultado em julho de 2010.  Parâmetro desconhecido |obras= ignorado (Ajuda)
  13. «Débora Falabella ganha personagem em 'Ti-ti-ti'». O Dia. Consultado em 7 de janeiro de 2011. 
  14. «Clarisse (Débora Falabella)». Globo.com. 24 de maio de 2011. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  15. «Novo visual de Débora Falabella em 'A mulher invisível': 'Esse é o meu cabelo mesmo, com uns apliques'». Extra. Globo.com. 26 de maio de 2011. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  16. «Em vídeo, Débora Falabella apresenta sua personagem em Homens de Bem». Globo.com. 13 de dezembro de 2011. Consultado em 11 de janeiro de 2012. 
  17. «Débora Falabella muda visual para viver protagonista em "Avenida Brasil"». Redação NaTelinha. 4 de março de 2012. Consultado em março de 2012. 
  18. Kogut, Patrícia (05 de maio de 2014). «Débora Falabella fará série de Gloria Perez». O Globo. Consultado em 05 de maio de 2014. 
  19. Gshow (01 de agosto de 2014). «Bruno Gagliasso e Débora Falabella gravam cenas de Dupla Identidade». Gshow - Foi dada a largada. Consultado em 05 de agosto de 2014. 
  20. O Globo (15 de agosto de 2014). «Débora Falabella comenta cenas de sexo com Bruno Gagliasso em série: 'Momentos de paixão'». O Globo. Consultado em 15 de agosto de 2014. 
  21. Louise Soares (24 de outubro de 2014). «Débora Falabella diz que sua personagem é álibi perfeito para psicopata de 'Dupla Identidade'». F5 - televisão. Consultado em 24 de outubro de 2014. 
  22. «Débora Falabella». gente.ig.com.br. 
  23. «Débora Falabella se separa do marido após cinco anos». Quem. Consultado em 9 de novembro de 2010. 
  24. «Nasce filha de Debora Falabella». Quem. Consultado em 25 de julho de 2010. 
  25. Rodrigo Zanetti (2 de junho de 2004). «Cheiro de fim de namoro pra Debora Falabella e Daniel Oliveira». UOL. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  26. «Murilo Benício sobre Débora Falabella: 'Estou em estado de graça'». GNT. 24 de outubro de 2012. Consultado em 24 de outubro de 2012. 
  27. «Em dia de 'decisão', famosos revelam o amor por Corinthians e Cruzeiro». EGO. Globo.com. 13 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2011. 
  28. O Globo (03 de março de 2015). «Débora Falabella se veste de palhaça e surge irreconhecível na nova temporada de 'As canalhas'». Revista da TV. Consultado em 03 de março de 2015. 
  29. «Você reconhece? Descubra quem é a atriz por trás da palhacinha 'canalha' em série». As Canalhas - GNT. 03 de março de 2015. Consultado em 03 de março de 2015. 
  30. Patrícia Villalba (03 de março de 2015). «Débora Falabella quer ver o circo pegar fogo na volta de ‘As Canalhas’». VEJA.com. Consultado em 03 de março de 2015. 
  31. Regina Rito (22 de janeiro de 2015). «'Império': Érika pede Robertão em casamento». O Dia. Consultado em 03 de março de 2015. «Veja o subtítulo Palhacinha canalha 
  32. Débora Falabella fará par com Murilo Benício em 'Nada será como antes'
  33. Novela 'À Flor da Pele' terá quatro protagonistas e atores transexuais no elenco
  34. Filme Homens de Bem
  35. Débora Falabella vai produzir o filme “Dois Macacos Mais Um“
  36. Débora Falabella vai rodar filme em Porto Alegre com gaúchos e hermanos
  37. Filme O Beijo no Asfalto
  38. «O Filho Eterno». AdoroCinema. Consultado em 2016-03-31. 
  39. «Glória Pires será juíza em série do Fantástico». Patrícia Kogut. Consultado em 2016-04-04. 
  40. Debora Falabella ingressou no teatro participando de "Flicts
  41. Atriz Débora Falabella está na peça 'O Continente Negro'
  42. Débora Falabella estreia 'Mantenha Fora do Alcance do Bebê' no Rio
  43. Débora Falabella e Yara de Novaes apresentam peça sobre abuso no ambiente corporativo
  44. «'Amores Roubados' e 'Dupla Identidade' dividem atenções no Prêmio F5». 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Débora Falabella