2 Perdidos numa Noite Suja

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras versões, veja Dois Perdidos numa Noite Suja (desambiguação).
Dois perdidos numa noite suja
Cartaz do filme, destacando os protagonistas.
 Brasil
2002 •  cor •  100 min 
Direção José Joffily
Roteiro Paulo Halm
Elenco Débora Falabella
Roberto Bomtempo
David Herman
Guy Camilleri
Género aventura
Lançamento 4 de abril de 2003[1]
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Dois perdidos numa noite suja é um filme brasileiro de 2002 dirigido por José Joffily. Baseado na peça teatral Dois Perdidos numa Noite Suja de Plínio Marcos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Depois de um encontro casual, Tonho convida Paco para dividir um galpão abandonado. Tonho é tímido, humilde, sincero. Paco é misteriosa, arrojada, agressiva. Fora a condição de estrangeiros, aparentemente não têm nada em comum. Ele está cansado de subempregos e quer voltar para o Brasil. Ela quer virar uma pop-star e vender mais discos que a Madonna. Por necessidade, falta de opção e solidão Tonho e Paco passam a viver um cotidiano infernal, fruto de ressentimento, frustrações, violência e uma inusitada história de amor.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Brasília (2002)

Melhor atriz (Débora Falabella)
Melhor diretor (José Joffily)
Melhor roteiro (Paulo Halm)

Grande Prêmio Cinema Brasil (2004)

  • Vencedor na categoria
Melhor atriz (Débora Falabella)
  • Indicado nas categorias
Melhor montagem (Eduardo Escorel)
Melhor roteiro adaptado (Paulo Halm)

Festival de Gramado (2002)

  • Vencedor nas categorias:
Melhor montagem (Eduardo Escorel)
Melhor trilha sonora (David Tygel)
  • Indicado na categoria
Melhor filme

Cine-PE (2003)

  • Vencedor na categoria:
Melhor fotografia (Nonato Estrela)
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «"DOIS PERDIDOS NUMA NOITE SUJA": Plínio Marcos vai ao cinema com novo final». Folha de S.Paulo. 4 de abril de 2003. Consultado em 23 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.