Eduardo Escorel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2009).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Eduardo Escorel de Morais (São Paulo, 1945) é um montador, diretor de cinema e professor brasileiro.

Coordena um curso de pós-graduação na Fundação Getulio Vargas e leciona direção de cinema no curso de cinema e vídeo da Faculdade de Artes do Paraná.

É casado com a designer Ana Luísa Escorel.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Brasília

  • (1975) Vencedor: Melhor Montagem, por Guerra Conjugal
  • (1980) Vencedor: Melhor Roteiro e Melhor Diretor, por Ato de Violência
  • (2000) Vencedor: Melhor Montagem, por O Chamado de Deus


Festival de Gramado

  • (1976) Vencedor: Melhor Diretor, por Lição de Amor
  • (2002) Vencedor: Melhor Montagem, por Dois Perdidos numa Noite Suja


Grande Prêmio Cinema Brasil

  • (2000) Indicado: Melhor Montagem, por
  • (2001) Indicado: Melhor Montagem, por Villa-Lobos - uma Vida de Paixão
  • (2004) Indicado: Melhor Montagem, por Dois Perdidos numa Noite Suja
  • (2008) Vencedor: Melhor Montagem, por Santiago

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.