Domingos de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o militar e político português do tempo da Ditadura Nacional, veja Domingos Oliveira.
Domingos de Oliveira
Domingos na TV Brasil, 2015.
Nascimento 28 de setembro de 1936 (81 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasil Brasileiro

Domingos José Soares de Oliveira (Rio de Janeiro, 28 de setembro de 1936) é um ator, diretor, dramaturgo de cinema e teatro, poeta e cineasta brasileiro. Licenciado em Engenharia pelo ENE, nunca trabalhou naquela área já que depois de se ter envolvido no teatro amador, começou a escrever e a realizar para cinema. Fez duas assistências de direção para Joaquim Pedro de Andrade ("Manuel Bandeira, O Poeta do Castelo" e "Couro de Gato"). A sua primeira longa-metragem, intitulada Todas as mulheres do mundo, foi realizada em 1966, sendo já autor de mais de 20 peças teatrais e tendo dirigido vários filmes.

Teve, durante anos, programas no Canal Brasil, que denominou de jornalismo autoral:

"Todas as Mulheres do Mundo", "Todos os Homens do Mundo", "Swing", sempre em parceria com sua companheira, Priscilla Rozenbaum.

É pai da atriz e escritora Maria Mariana, a caçula da família. Foi casado também com Nazaré Ohana, mãe da atriz Claudia Ohana.

Carreira no cinema[editar | editar código-fonte]

Como diretor[editar | editar código-fonte]

* 2017 - Os 8 Magníficos

Como roteirista[editar | editar código-fonte]

Como ator[editar | editar código-fonte]

Carreira na televisão[editar | editar código-fonte]

Como diretor[editar | editar código-fonte]

Como roteirista[editar | editar código-fonte]

Como ator[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Domingos de Oliveira