Esporte Clube Avenida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Avenida
EsporteClubeAvenida.png
Nome Esporte Clube Avenida
Alcunhas Nida
Periquito
Alviverde
Clube do Povo
Torcedor/Adepto Avenidense
Mascote Periquito
Fundação 6 de janeiro de 1944 (73 anos)
Estádio Eucaliptos
Capacidade 3.600 pessoas
Localização Santa Cruz do Sul
Presidente Brasil Marlo Eiseinhardt
Treinador Brasil Alfinete
Patrocinador Brasil Ulfer
Brasil Posto Shopping Car Avenida
Brasil Supermercado Miller
Brasil Oktoberfest - Santa Cruz do Sul
Brasil André Pneus
Brasil Claro
Material esportivo Darro Esportes
Competição Rio Grande do Sul Divisão de Acesso
Rio Grande do Sul DA2017 A disputar
Rio Grande do Sul DA2016
Rio Grande do Sul CG2015 16º Baixa (rebaixado)
Ranking nacional -
Website Esporte Clube Avenida
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Esporte Clube Avenida é um clube de futebol brasileiro sediado na cidade de Santa Cruz do Sul no estado do Rio Grande do Sul. Suas cores são o branco e o verde. Atualmente disputa o Campeonato Gaúcho de Futebol - Divisão de Acesso.

História[editar | editar código-fonte]

O Avenida foi fundado no dia 6 de janeiro de 1944, por um grupo de atletas excedentes do Futebol Clube Santa Cruz, que decidiram fundar outro clube. O primeiro presidente do Avenida foi Arno Evaldo Koppe.

Nos primeiros anos, o Avenida não tinha campo, treinando na Várzea. Em 1946, o clube filia-se à Federação Gaúcha de Futebol. No ano seguinte, participa do primeiro campeonato oficial de Santa Cruz do Sul, patrocinado pela Federação.

No dia 8 de junho de 1950, o Avenida inaugurou o Estádio dos Eucaliptos em partida com o Grêmio. Vitória dos visitantes pelo placar de 13 a 2.

No anos 1960, um fato, no mínimo, curioso: o Avenida teve um padre como jogador, Orlando Francisco Pretto, que atendia a Várzea. No início dos anos 1970, o Avenida fundiu-se ao seu maior rival, Santa Cruz, devido a uma crise financeira existente em ambos os clubes. Formou-se a Associação Santa Cruz do Futebol, que vestia as cores amarelo e azul. Diante da resistência do Avenida, o uniforme foi modificado para verde e preto, porém a fusão não prosperou. O Avenida ficou com seu Departamento de Futebol parado entre 1990 e 1997, com atividades apenas sociais.

Em 1998, o Avenida retomou aos gramados, disputando a Série C do Campeonato Gaúcho. Acabou com o Vice-Campeonato, garantindo assim acesso à Série B do Gauchão. No ano seguinte, o clube fez uma boa campanha e foi promovido a Série A do Campeonato Gaúcho. Como naquele ano, as equipes classificadas da Série B entravam direto na 2ª fase do Gauchão Série A, o Avenida entrou direto nas oitavas-de-final, para enfrentar o Grêmio. No primeiro jogo, o Avenida ganhou o por 1x0, gol do meia Marquinhos e bela atuação de um jovem promissor Rodrigo Leite. No jogo de volta, porém, o Grêmio venceu por 3-0, levando a partida para a prorrogação. Aí, nova vitória do Grêmio, por 2-0.

Em 2000, o Avenida finalmente estava na Série A do Campeonato Gaúcho. Entretanto, a equipe teve problemas durante a competição, e acabou rebaixada novamente a Série B. Ainda em 2000, a equipe disputou a Série B, garantindo nova vaga na Série A, através da repescagem. Mas, em 2001, o clube foi mais uma vez rebaixado para a Série B. Sofreu 6-1 do Novo Hamburgo, o que garantiu sua ida à chamada "Segundona", entrando em séria crise financeira. Sete anos depois, porém, conseguiu o acesso à série A, ao vencer o São Paulo por 3-0.

O Avenida não conseguiu estabelecer-se na elite estadual. Em 2009, fez uma campanha razoável no Gauchão, terminando na 10ª colocação. Entretanto, no ano seguinte, ficou na última colocação do torneio regional, caindo novamente à Segunda Divisão. Lá ficou por pouco tempo, já que, logo em 2011, obteve o acesso ao vencer o Brasil de Farroupilha por 3-1, fora de casa, ganhando inclusive a Série B de forma inédita.

Em 2012 novamente foi rebaixado, entrando na zona de reixamento apenas na última rodada, após um empate contra o Veranópolis.

Em 2015 a equipe termina em 16º lugar no Campeonato Gaúcho e é rebaixada.[1]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
Brasil Alexandre Villa
Brasil Rodrigo
Brasil Thierry Prata da Casa
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Ivair Prata da Casa Z
Brasil Luis Henrique Z
Brasil Rogélio Z
Brasil Roger Z
Brasil Thiago Bocão Prata da Casa Z
Brasil Valença Z
Brasil João Rodrigues Prata da Casa LD
Brasil Itaqui LD
Brasil Kevin Prata da Casa LE
Brasil Maurício LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Geison V
Brasil João Neto V
Brasil Léo Prata da Casa V
Brasil Moisés Baiano V
Brasil Alexandre Camargo M
Brasil Leonardo Rabuske Prata da Casa M
Brasil Lucas Prata da Casa M
Brasil Márcio Reis M
Brasil Vitor Seedorf Prata da Casa M
Atacantes
Jogador
Brasil Alex Junio
Brasil Feliphe
Brasil Guilherme Prata da Casa
Brasil Hyantony
Brasil William Ribeiro
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Fabiano Daitx T
Brasil Jorginho PF
Brasil Cesar Raro TG

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

Torneios Estaduais[editar | editar código-fonte]

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

Artilharia
Atleta Torneio Ano Gols
Quinho Rio Grande do Sul Campeonato Gaúcho - Série B 1985 11 Gol marcado
Aurélio Rio Grande do Sul Campeonato Gaúcho - Série B 1998 12 Gol marcado


Presidentes[editar | editar código-fonte]

  • Arno Evaldo Koppe
  • Aristarcho Sanabria Brasil
  • Bruno Seidel
  • Elstor Renato Desbessell
  • Paulo Wilson Frantz
  • Claudio Hansel
  • Jair Eich
  • Marlo Eisenhardt

Torcida organizada[editar | editar código-fonte]

A Mancha Verde é a única torcida organizada do clube, com acesso ao Estádio dos Eucaliptos mediante cadastramentos de seus integrantes.

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

O principal adversário do Avenida é o Santa Cruz, da mesma cidade, com quem faz o clássico "Ave-Cruz".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Último campeão gaúcho do interior, Caxias é rebaixado para 2ª divisão». Globo Esporte. 06 de abril de 2015. Consultado em 06 de abril de 2015  Verifique data em: |access-date=, |date= (ajuda)
  2. «Elenco do EC Avenida em OGol» 
  3. «Avenida: Elenco Profissional»  Texto "publicado" ignorado (ajuda); Texto "Site Oficial do EC Avenida" ignorado (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.