Sociedade Desportiva Juazeirense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juazeirense
SDJuazeirense.png
Nome Sociedade Desportiva Juazeirense
Alcunhas Cancão de fogo
Carrossel do sertão
Torcedor/Adepto Canconero
Mascote Cancão
Fundação 12 de dezembro de 2006 (10 anos)
Estádio Adauto Morais
Capacidade 8.000
Localização Juazeiro, BA
Presidente Brasil Roberto Carlos Leal
Treinador Brasil Carlos Rabello
Patrocinador Bahia Prefeitura de Juazeiro
Brasil Falcão Real
Brasil Imperial
Brasil Multimagem
Brasil Fisiortec
Material (d)esportivo Brasil Kanxa
Competição Brasil Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D
Brasil Copa do Brasil
Bahia Campeonato Baiano
BandeirasNordesteBrasil.gif Copa do Nordeste
Bahia BA 2018
Brasil C 2018
A disputar
A disputar
Bahia BA 2017
Brasil D 2017
BandeirasNordesteBrasil.gif CN 2017
7º Colocado
(Semifinais)Classificado para Série C 2018Aumento
Fase de Grupos
Website juazeirense.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Sociedade Desportiva Juazeirense é um clube brasileiro de futebol sediado na cidade de Juazeiro, no estado da Bahia.

História[editar | editar código-fonte]

A Sociedade Desportiva Juazeirense foi fundada em 12 de dezembro de 2006 pelo deputado Roberto Carlos após este político perder a eleição de presidente do Juazeiro Social Clube para Eládio Rocha.[1]

O clube estreou no futebol disputando o Campeonato Baiano da Segunda Divisão no ano de 2008. Em sua primeira partida oficial empatou em 0 a 0 com o Sport Clube Camaçariense, atuando em Juazeiro. Na sequência, obteve classificação para a fase semi-final da competição, mas foi eliminado pelo Guanambi Atlético Clube com a derrota em casa por 1 a 0 e empate como visitante em 0 a 0.[2] .

Em 2009 conseguiu chegar mais longe, alcançando a final da competição, após 'vingar-se' do Guanambi Atlético Clube ao derrotá-lo com uma vitória em casa por 2 a 0 e nova vitória em Guanambi por 2 a 1, justamente na mesma fase semi-final.em que, no ano anterior, fora eliminado.

Na grande final, porém, foi derrotado pela Associação Desportiva Bahia de Feira, com empate em casa por 1 a 1 e novo empate em Feira de Santana, desta vez em 2 a 2, prevalecendo a melhor campanha do clube feirense, que assim conquistou o título e o acesso.[3] .

Em 2010 o elenco da Juazeirense foi fortalecido e o time conquistou pontos suficientes para classificar-se para a semifinal da Segundona. No entanto, devido à escalação de um atleta irregular na vitória por 2 a 1 sobre o Sport Clube Camaçariense a Juazeirense foi punida em seis pontos. Acabou sendo eliminada ao empatar em casa em 0 a 0 contra a Catuense Futebol S/A, em jogo que necessitava vencer.[4] .

Finalmente o sonhado acesso à 1ª Divisão veio em 2011, quando o clube passou para a semi-final ao derrotar na última rodada o tradicional Galícia Esporte Clube em casa por 2 a 0. Na fase seguinte passou com facilidade pela Associação Desportiva Jequié, derrotando-a como visitante por 2 a 1 e em casa por 3 a 1. Como o regulamento previa o acesso de dois clubes, a Juazeirense, enfim, obteve antecipadamente o acesso a Primeira Divisão.

Na final da competição conquistou o título com após perder como visitante para o Itabuna Esporte Clube por 2 a 0 e vencer em casa pelo mesmo placar o jogo de volta.[5]

No Campeonato Brasileiro Série D 2017 conquistou o acesso após empatar com o América-RN em 1 x 1, após ter vencido o jogo de ida em Casa por exatos 3 x 0 diante de sua Torcida.[6][7]

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ju-Ju

O Juazeirense tem como principal rival, o Juazeiro, time da mesma cidade, formando o dérbi Ju-Ju.

O primeiro confronto das duas equipes aconteceu no dia 31 de maio de 2009, com uma vitória da Juazeirense por 1 a 0.[8]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estadual
Competição Títulos Temporadas
Bahia Campeonato Baiano - 2ª Divisão 1 2011

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2017
Competição Temporadas Melhor campanha Anos A Aumento R Baixa
Bahia Campeonato Baiano 6 3º colocado (2013, 2015 e 2016) 2012-2017
Campeonato Baiano - Segunda Divisão 3 Campeão (2011) 2009-2011 1
Brasil Série C 1 Estreia (2018) 2018
Série D 3 4º colocado (2017) 2013 e 2016-2017 1

Desempenho em competições[editar | editar código-fonte]

Campeonato Baiano[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
2009 (Segunda Divisão)
2010 (Segunda Divisão)
2011 (Segunda Divisão)
2012
2013
2014
2015
2016
2017

Campeonato Brasileiro Série D[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
2013 32º
2016 12º
2017


Confrontos em Competições Nacionais e Regionais[9][editar | editar código-fonte]

Atualizado em 1 de Setembro de 2017


Pos Equipes J V E D GP GC SG
1 Maranhão Maranhão 2 2 0 0 4 0 +4
2 Pará São Raimundo-PA 2 2 0 0 5 2 +3
3 Ceará Icasa 2 1 1 0 5 1 +4
4 Rio Grande do Norte América de Natal 2 1 1 0 4 1 +3
5 Pernambuco Central 2 1 1 0 4 1 +3
6 Bahia Jacobina 2 1 1 0 5 3 +2
7 Maranhão Sampaio Corrêa 2 1 0 1 4 2 +2
8 Rio Grande do Norte Globo 2 1 0 1 3 3 0
9 Alagoas Coruripe 2 1 0 1 3 3 0
10 Mato Grosso Cuiabá 2 1 0 1 1 1 0
11 Maranhão Moto Club 2 1 0 1 2 3 -1
12 Alagoas CSA 2 1 0 1 2 4 -2
13 Sergipe Sergipe 2 1 0 1 3 6 -3
14 Paraíba Sousa 2 0 2 0 2 2 0
15 Pernambuco Santa Cruz 2 0 1 1 1 2 -1
16 Bahia Vitória da Conquista 2 0 1 1 0 1 -1
17 Paraíba Botafogo-PB 2 0 1 1 3 5 -2
18 Sergipe Confiança 2 0 1 1 1 3 -2
19 Piauí Altos 2 0 1 1 3 7 -4
20 Rio de Janeiro Botafogo 2 0 0 2 1 3 -2
21 Bahia Bahia 2 0 0 2 2 5 -3
22 Piauí River-PI 2 0 0 2 0 3 -3
23 Pernambuco Sport 2 0 0 2 0 6 -6


Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Brasil Tigre
Defensores
Brasil Emílio
Brasil Marquinhos
Brasil Nem
Brasil
Brasil
Meio-Campistas
Brasil Waguinho
Brasil Júnior Gaúcho
Brasil
Brasil
Brasil Capone
Brasil
Brasil
Atacantes
Brasil Rayllan
Brasil Salatiel
Brasil
Brasil
Brasil
Brasil
Brasil
Brasil
Brasil
Brasil
Treinador
Brasil

Referências